quarta-feira, 23 de março de 2016
Deputado foi citado como um dos beneficiários do esquema.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

A citação do nome do deputado Sarney Filho na operação Lava Jato como um dos 'contemplados' pelas propinas do esquema de corrupção enfraqueceu o PV, seu partido, na região metropolitana.

Esvaziado e sem quadros de relevância, a legenda vinha tentando emplacar à marra o nome do empresário Caetano Jorge em Paço do Lumiar e em São Luís o partido oferecia a vereadora Rose Sales como opção aos ludovicenses. Tanto Caetano quanto Sales se mostram alternativas apáticas ao eleitorado.

Citado na Lava Jato como um dos beneficiários do esquema, Sarney Filho arranha a imagem do PV na Grande São Luís; partido segue em derrocada  
Em Raposa e São José de Ribamar, o PV não conseguiu também manter posição de destaque até aqui. Apagada e em papel de coadjuvante, a sigla sobrevive à sombra das demais e mostra raquitismo.

Embora não demonstre nenhuma envergadura no debate politico-eleitoral deste ano, o que definitivamente pôs em dúvida a existência do partido que vinha pregando seriedade aos maranhenses, foi o reaparecimento na imprensa de seu chefe maior no Maranhão, Sarney Filho, em noticiário nada republicano, nada ecológico. Ele é citado como um dos propinados na Lava.  

Imbróglio futuro evidente, os raros simpatizantes do PV na Grande São Luís, agora já começam a procurar outros partidos onde possam se filiar. A imagem de corrupção fornecida por Sarney Filho arranhou a legenda.

Ninguém quer se aventurar. 
Nota à sociedade ribamarense: fracassa golpe no PSB de São José de Ribamar

Por Arnaldo Colaço

De ontem para hoje tomamos conhecimento que um certo Blog da cidade tenta de forma sorrateira e irresponsável relacionar a nossa imagem a atos ilícitos. A referida matéria traz informações absolutamente insanas, inverídicas, mentirosas e descabidas. Quanto ao texto esclareço o seguinte:

1.       Há cerca de um mês tomei conhecimento de um plano de um grupo de pessoas, entre eles uma pessoa da direção partidária de nossa cidade, a qual o referido blogueiro fazia parte, na tentativa de enfraquecer a nossa pré -candidatura e me isolar dentro do meu próprio partido. A tentativa de golpe teve seu ápice quando esse referido grupo enviou para o Diretório Estadual uma nova Direção Partidária que os dava plenos poderes para, inclusive, negar legenda para que eu pudesse concorrer nas eleições de outubro. Acontece que a Direção Estadual tomou conhecimento da trama e me nomeou como presidente do partido para que possamos dar continuidade ao nosso projeto na cidade. Assim, com o fracasso do Golpe sobrou para esse grupinho tentar sujar a minha imagem na cidade pelo fracasso da manobra. Ressaltamos, inclusive, que tomamos conhecimento que esse grupo já teria, inclusive, negociado a retirada da minha pré -candidatura com meus adversários.




2.    Quanto aos fatos inverídicos narrados afirmo categoricamente serem sem fundamento, despropositais e os mesmos serão tratados nos fóruns adequados pelo conteúdo criminoso e irresponsável publicado e amplamente divulgado nas redes sociais. Nesse sentido, informamos que já tomamos as providências permitidas em Lei e, em breve, os autores estarão sendo chamados em juízo para responderem pelos seus crimes. Protocolamos interpelação judicial e outras ações cabíveis contra o responsável pelo Blog e estamos solicitando a abertura de inquérito policial na Policia Civil e no Ministério Público para investigarem as falsas denúncias, além da reparação pelos danos morais sofridos por mim e minha família.
3.     O PSB de São José de Ribamar sempre esteve à disposição da população para lutar pelos seus verdadeiros interesses e continuaremos lutando ao lado do povo. E quanto a essas pessoas que estão, de forma mentirosa e irresponsável, tentando me vincular a atos ilícitos que aguardem que em breve sentirão o peso da Lei. Não admitirei que oportunistas destruam o Projeto Político do PSB em nossa cidade.

4.     Durante esses anos que lutamos juntamente com a população sofrida de nossa cidade já enfrentamos e superamos várias tentativas de sujarem a nossa imagem, mas com a verdade e boas ações superamos todas elas, porque a mentira tem perna curta e o mal por si só se destrói. Seguiremos em frente lutando ao lado daqueles que mais precisam em nossa querida São José de Ribamar.


São José de Ribamar, 23 de Março de 2016
Arnaldo  Colaço
Presidente do PSB Ribamarense.

Presidente da Ajufe diz que discurso de Flávio Dino não tem conteúdo jurídico

O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, Antônio César Bochenek, fez ontem (22) duras críticas ao discurso do governador Flávio Dino (PCdoB), em evento no Palácio do Planalto, condenando o que considera atuação política de membros do Judiciário brasileiro e arbitrariedades na condução da Operação Lava Jato (reveja).
Bochenek sobre o posicionamento ''antigolpista'' de Flávio: ''Utilizar-se de posições representativas, como governador do Maranhão e ex-presidente da Ajufe, para dar força jurídica a declarações políticas, em nada contribui para o debate democrático e a pacificação social''
Em nota oficial encaminhada à Folha de S. Paulo, Bochenek disse que o comunista utiliza-se do fato de ser ex-presidente da Ajufe e governador do Maranhão para emitir “opinião estritamente de cunho político”, limitada argumentativamente e sem nenhum conteúdo jurídico.
“Utilizar-se de posições representativas, como governador do Maranhão e ex-presidente da Ajufe, para dar força jurídica a declarações políticas, em nada contribui para o debate democrático e a pacificação social”, disse.
O governador Flávio Dino: lembrando que era juiz, ele tenta defender o indefensável; Ajufe não deixou barato
O magistrado defendeu que “não há golpe orquestrado na atuação do Judiciário dentro dos estritos limites legais”. “Dino expressa opinião estritamente de cunho político, sem apontar nenhum conteúdo jurídico ou as ilegalidades que classifica como ‘golpe do Judiciário'”, disse.
“Comparar a situação atual do país com o nazismo ou o fascismo revela não apenas limitação argumentativa, como também um desrespeito com o povo brasileiro, que não espera por um ‘führer ou protetor’ mas pelo fim da corrupção e da impunidade”, completou.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO GILBERTO
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE
Políticos maranhenses aparecem em supostos pagamentos da Odebrecht

Na relação de políticos que teriam recebido pagamentos da empreiteira aparecem Roseana Sarney, Fernando Sarney, Sarney Filho e Edison Lobão

A Lava Jato encontrou na residência do presidente da Odebrecht Infraestrutura, Benedicto Barbosa Silva Junior, no Rio de Janeiro, a maior relação de políticos e partidos associada a pagamentos de uma empreiteira até agora. As buscas fazem parte da 23ª fase da Lava Jato, a Acarajé, que teve como alvo o casal de marqueteiros João Santana e Monica Moura que atuaram nas campanhas de Lula (2006) e Dilma Rousseff (2010 e 2014) e também o executivo da Odebrecht, apontado pelos investigadores como o canal de Marcelo Odebrecht para tratar de doações eleitorais e repasses ilícitos a políticos.

Políticos maranhenses
QUARTETO FANTASMAGÓRICO Rose, Nandinho, Zequinha e Lobão na lista de odebrechteados
A devassa da Polícia Federal na residência de um dos executivos-chave do esquema de propinas na empreiteira rendeu um total de sete arquivos onde aparecem inúmeras planilhas e tabelas. Mais de 200 políticos de 18 partidos constariam em uma planilha apreendida na casa de Benedicto Barbosa Silva Júnior.

Anotações manuscritas fazem referência a repasses para políticos e partidos, acertos com outras empresas referentes a obras e até documentos sobre "campeonatos esportivos", que lembram documentos semelhantes já encontrados na Lava Jato e revelaram a atuação de cartel das empreiteiras em obras na Petrobras.

Alguns dos dados são datados de três décadas atrás, e apontam que a corrupção e os repasses a políticos por grandes contratos públicos é uma prática antiga. 

AS INFORMAÇÕES SÃO DE O IMPARCIAL

EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 
Vereador mostrou total descontrole em Plenário 

O vereador Alderico Campos (DEM), na sessão ordinária desta terça-feira, 22, perdeu o equilíbrio e em tom raivoso, atacou um colega de parlamento, dirigindo a ele palavras de baixo calão, na tentativa de intimidar os parlamentares que são aliados ao Governo municipal.  Alderico Campos, que só aparece na Câmara quando algo lhe interessa ou para tumultuar as sessões, é considerado até mesmo pelos outros edis como “turista”, por acumular mais ausências do que dias trabalhados. 


Alderico mostra total descontrole na Câmara de Paço; dessa vez ele chamou colega de Filho da...
Quem acompanha as sessões da Câmara Municipal, sabe que muita das vezes o vereador Alderico Campos só aparece na sessão pra assinar a lista de presença e depois não é mais visto. 


Miau(foto) não gostou nada, nada do 'elogio' 
O comportamento político de Alderico Campos, na sessão ordinária de ontem, demonstrou claramente inabilidade política, quebrou por várias vezes o Decoro Parlamentar, conforme o Regimento Interno da Casa, não respeitou seu colega de parlamento e a população quando chamou o vereador Miau Oliveira de “filho da puta”, e de mais de uma dezena de adjetivos impublicáveis. 

A cena foi presenciada pelos demais vereadores pelo público presente. Diante do fato lamentável, a mesa diretora da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar precisa com urgência tomar algum posicionamento contra o vereador Alderico Campos, que queima a imagem do parlamento luminense com frequência. 


AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO RILTON SILVA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 
Mutirão para julgar crimes de improbidade movimentou mais de 1.500 processos

A coordenação do movimento ‘Maranhão contra a Corrupção’ divulgou, na manhã desta terça-feira (22), o resultado do mutirão realizado no período de 7 a 18 de março para o julgamento de ações de improbidade administrativa. Nas unidades jurisdicionais que participaram do movimento, foram movimentados mais de 1.500 processos, sendo prolatadas 216 sentenças, proferidas 181 decisões interlocutórias e realizadas 87 audiências. Clique aqui para ver o balanço final do mutirão.

O mutirão resultou, ainda, em mais de 10 milhões de reais de condenações em ressarcimento ao erário público, além de milhões em multas aplicadas a gestores e ex gestores.

Além do mutirão, no início deste mês foi realizado um Seminário sobre Improbidade Administrativa e Crimes Contra a Administração Pública. Segundo o juiz Samir Mohana, da Comarca de Urbano Santos, "esses são apenas os primeiros passos desse movimento, que em pouco tempo já rendeu memoráveis resultados".

O Movimento 'Maranhão Contra a Corrupção' é uma ação idealizada por juízes e promotores de Justiça do Estado do Maranhão convencidos de que o combate à corrupção é uma importante medida de prevenção a violações de Direitos Humanos
Ele esclareceu que os juízes e promotores de Justiça seguirão priorizando o julgamento das Ações Penais e de Improbidade, além de outros eventos educativos que sirvam para prevenir a corrupção pública ou privada em nossa sociedade.

"O legado que esperamos disso tudo, aplicando a lei e fazendo valer o nosso ordenamento jurídico em face dos atos de corrupção praticados, é acabar com a ideia da impunidade, incutindo aos gestores atuais e futuros uma maior responsabilidade com a coisa pública”, afirmou Samir Mohana.

Além da participação de juízes e promotores, o Movimento Maranhão contra a Corrupção pretende ampliar as parcerias a outras instituições e, especialmente, entidades da sociedade civil organizada que tenham entre seus objetivos o enfrentamento da corrupção.

O juiz Marco Adriano Ramos Fonseca, da 1ª Vara da Comarca de Pedreiras, faz uma avaliação positiva sobre o mutirão. Segundo ele, "no Estado Democrático de Direito não há mais espaço para administradores que agem ao seu bel prazer, empregando partidários políticos, sem observância da estrita legalidade ou adquirindo produtos e serviços através de expedientes fraudulentos, na medida em que viola os princípios constitucionais da Administração Pública, caracterizando o ato violador do dever de lealdade às instituições públicas, merecendo reprimenda essas condutas desonestas e ilegais”.

Marco Adriano esclareceu, ainda, que o Mutirão de julgamentos de Ações de Improbidade Administrativa e Crimes contra a Administração Pública atende promovido pelo do Movimento “Maranhão contra a Corrupção”, é uma iniciativa que atende à Meta 08 do CNJ para o exercício de 2016.

Corrupção

O Movimento 'Maranhão Contra a Corrupção' é uma ação idealizada por juízes e promotores de Justiça do Estado do Maranhão convencidos de que o combate à corrupção é uma importante medida de prevenção a violações de Direitos Humanos. Além de buscar a responsabilização de gestores por atos de improbidade na gestão de recursos públicos, o grupo também concentra esforços em trabalhos e medidas de prevenção.

A prevenção é realizada com atos que privilegiam valores morais e éticos, transparência e a prestação de contas. A atuação do grupo consiste na elaboração, execução e colaboração em projetos institucionais e sociais voltados à plena eficácia dos mecanismos de prevenção da corrupção.

Justiça suspendeu os direitos políticos de Magno Amorim, prefeito de Itapecuru-Mirim
A juíza da Comarca de Itapecuru-Mirim, Laysa de Jesus Paz Martins Mendes, suspendeu os direitos políticos  do prefeito do município, Magno Amorim por 5 anos, por improbidade administrativa. A sentença também inclui o cunhado do gestor, Euclides Figueiredo Correa Cabral, poderá perder o cargo que exerce como procurador-geral de Itapecuru-Mirim.
IMG-20160323-WA0022

IMG-20160323-WA0030

No despacho, a magistrada afirma que Magno Amorim está proibido de contratar com o Poder Público, receber benefícios e incentivos fiscais pelo prazo de 3 anos. Além disso, o administrador municipal terá que pagar multa civil de 30 vezes o valor do seu subsídio, acrescida de correção monetária pelo INPC do IBGE e juros de 1% ao mês que será revertida em prol da cidade.


O prefeito Magno Amorim vem pesando a mão em Itapecuru-Mirim; Justiça partiu pra cima 
A juíza fala ainda que Euclides Cabral terá os seus direitos políticos suspensos por três anos e vai ter que pagar multa civil de dez vezes o valor de sua remuneração de R$ 8 mil. ” O valor será acrescido de correção monetária pelo INPC do IBGE e juros de 1% ao mês que será revertida em prol de Itapecuru-Mirim” sentenciou.
O procurador-geral também não vai poder contratar com o Poder público por três anos.
FESTEJANDO EM BRASÍLIA Júnior Marreca(foto) comemorou a sentença dada a Magno na capital federal; ele quer fazer do filho, prefeito da cidade 
“Após o trânsito julgado, insiram-se os nomes dos réus no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis de Ato de Improbidade Administrativa (CNIA) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)” finalizou Laysa de Jesus Mendes.
Lideranças vinham se reunindo com a titular da Secid, Flávia Alexandrina visando à contemplação da área pelo Governo do Estado.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

As lideranças de São José de Ribamar, ligadas ao seguimento politico oposicionista da cidade, conseguiram esta semana, após meses de reuniões com a titular da Secretaria de Cidades do Governo do Estado, Flavia Alexandrina, o aceno positivo do chefe do Executivo estadual, Flávio Dino para obras de infraestrutura no Parque Vitória.

A demanda, que vinha sendo priorizada por líderes como Arnaldo Colaço e Alzenir Coelho, ambos do PSB, era uma cobrança antiga da comunidade local e circunvizinhança. Em suas redes sociais, os oposicionistas comemoraram o anúncio do governador  feito pelo twitter.

RECORTE DE ATUAÇÃO Visita das lideranças ao Parque Vitória; abaixo se vê Arnaldo Colaço e Alzenir Coelho a encabeçar o movimento; pleito atendido pelo Governo do Estado 
''É com muita satisfação que anunciamos que a nosso pedido e de várias lideranças da Região (referindo à região do Parque Vitória)depois de mais de três meses de negociações e mobilizações, o governador Flávio Dino autorizou a realização das obras de recuperação da mobilidade dos bairros compreendidos na região do Parque Vitória, Parque Araçagi, Parque São José, Jardim Turu, Alto do Turu, Parque Jair, Parque das Palmeiras e adjacências'', comemorou Arnaldo Colaço.

Com a concretização do pleito reivindicado, os socialistas passam à frente, por mais uma vez, do próprio prefeito do município, Gil Cutrim(PDT), aumentando as chances de Colaço ser indicado pelo Governo do Estado a Vice de Luis Fernando Silva(PSDB) numa possível articulação que agrada a uns e desagrada a outros.

As obras no Parque Vitória tem início ainda esta semana. 

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores