domingo, 28 de fevereiro de 2016

Esposa de João Santana fala demais, complica a situação da Odebrecht e coloca o PT numa fria

Presa na Operação Acarajé (23ª fase da Operação Lava-Jato) a esposa de João Santana, Mônica Cunha Moura começou a dar pistas do esquema de corrupção do qual faz parte a construtora Odebrecht, cujo presidente Marcelo Odebrecht, encontra-se preso, em Curitiba

No depoimento que prestou à força-tarefa da Lava-Jato, na última quarta (24), Mônica Moura, que é sócia do marido, disse à PF que a Odebrecht pagou, em 2011, as despesas da campanha à reeleição do presidente da Venezuela, o defunto ditador Hugo Chávez.

O custo de propaganda da campanha de Chávez foi de US$ 35 milhões, sendo “grande parte do valor foi recebido de maneira não contabilizada”, afirmou a depoente.
Moura também afirmou que os valores pagos pela Odebrecht no exterior giraram entre 3 a 4 milhões de reais, mas a investigação aponta que a empreiteira repassou ao menos US$ 3 milhões, através da offshore Klienfeld.
monica2602
Mônica Moura pode até bancar a vítima diante das autoridades, mas é preciso ressaltar que foi a partir de um bilhete manuscrito por ela própria que a PF deu início às investigações que culminaram na Operação Acarajé
Mônica Moura pode até bancar a vítima diante das autoridades, mas é preciso ressaltar que foi a partir de um bilhete manuscrito por ela própria que a PF deu início às investigações que culminaram na Operação Acarajé.
As declarações de Mônica Moura à PF não convencem, além de representarem um fator complicador de múltiplas direções. A primeira delas é que a situação da Odebrecht tornou-se ainda mais frágil com a revelação de que a empresa pagou parte da campanha de Chávez através de caixa 2. O que reforça as suspeitas da PF de que parte do dinheiro pode ter sido distribuída a políticos no Brasil.
A segunda complicação é que o valor cobrado do presidente angolano, mostra o mesmo pode ter ocorrido em termos de redistribuição de recursos e coloca os candidatos petistas em situação de dificuldade.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO DB

Jogador veterano tem parada cardíaca e morre em campo na Cidade Operária

Um atleta de futebol veterano morreu de infarto quando disputava uma partida do ‘Campeonato Cinquentão’, na manhã deste domingo (28), no Estádio Roseana Sarney, no conjunto Cidade Operária, em São Luís.

A vítima foi identificada como Adalberto que jogava no Vila Real. Ainda em campo, em meio ao desespero de amigos que disputavam a partida, uma equipe do SAMU fez todo o esforço possível para reanimá-lo.
Segundo informações passadas ao blog, as tentativas foram em vão e Adalberto acabou morrendo
Num vídeo que circula nas redes sociais, observa-se outro jogador chorando bastante ao lado de Adalberto, enquanto a equipe de socorro tenta reanimá-lo fazendo massagens cardíacas. O desespero toma conta de todos.

Segundo informações passadas ao blog, as tentativas foram em vão e Adalberto acabou morrendo.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG DO GILBERTO
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE 

País perde quase 100 mil empregos com carteira em janeiro

Maior parte dos cortes veio do comércio. Apenas a agricultura não fechou vagas. Em 12 meses, a diminuição é de aproximadamente 1,6 milhão de postos de trabalho.

O mercado formal de trabalho manteve tendência de baixa em janeiro, quando foram eliminados 99.694 empregos com carteira assinada (queda de 0,25% no estoque), segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência Social. É o pior resultado para o mês desde 2009. Em 12 meses, o país perdeu 1.590.822 vagas, retração de 3,86%. O estoque agora é de aproximadamente 39,6 milhões de postos de trabalho.
Resultado de imagem para CARTEIRA DE TRABALHO
Em 12 meses, é novamente a agricultura o único setor a não eliminar vagas, com saldo de 6.600 (0,42%)
O desempenho no primeiro mês "relaciona-se à conjuntura econômica recente e a fatores sazonais", segundo o ministério. É resultado de 1,205 milhão de contratações e 1,305 milhão de demissões.
Apenas a agricultura não fechou vagas em janeiro, com saldo de 8.729 (0,56%). O maior número de cortes veio do comércio: 69.750 (-0,76%), com queda tanto no setor varejista como no atacadista. Na indústria de transformação, foram eliminados 16.553 postos de trabalho (-0,22%). Os serviços cortaram 17.159 (-0,10%) e a construção civil, 2.588 (também -0,10%).
Em 12 meses, é novamente a agricultura o único setor a não eliminar vagas, com saldo de 6.600 (0,42%). Em números absolutos, a maior perda é da indústria, que fechou 657.318 postos de trabalho com carteira assinada, queda de 7,95%. Percentualmente, a principal retração foi a da construção: -13,55%, o correspondente a menos 416.790 empregos formais. Os serviços cortaram 296.691 (-1,71%) e o comércio, 194.767 (-2,08%). O setor extrativo-mineral perdeu 13.613 vagas (-6,13%) e a administração pública, 9.012 (-1,01%).
AS INFORMAÇÕES SÃO DA REDE BRASIL ATUAL

Datafolha indica que maioria acredita que empreiteiras beneficiaram Lula

Em meio às denúncias que envolvem o nome do ex-presidente Lula, o Instituto Datafolha fez uma pesquisa para apurar a repercussão entre a população brasileira. De acordo com a consulta, publicada neste sábado (27), a maioria dos brasileiros acredita que houve troca de favores entre o político e empresas envolvidas na Lava Jato. A pesquisa também indica, por outro lado, que Lula ainda é o mais citado sobre o melhor presidente do Brasil.
De acordo com o Datafolha, 62% dos entrevistados avaliam que Lula foi beneficiado pelas obras no tríplex, a cargo da empreiteira OAS. Entre eles, 58% acreditam que a construtora recebeu vantagens do PT.

Entre os que se disseram simpatizantes do PT, um terço acredita que Lula foi beneficiado tanto no caso do sítio quanto no do tríplex

No caso do sítio em Atibaia, 58% acreditam que o presidente tenha sido beneficiado pelas obras na propriedade, sendo que, 55% acreditam que os responsáveis pelas reformas também receberam vantagens de governos do PT.
Entre os que se disseram simpatizantes do PT, um terço acredita que Lula foi beneficiado tanto no caso do sítio quanto no do tríplex. 
O Datafolha indica ainda que 69% dos brasileiros tomaram conhecimento das denúncias envolvendo a reforma do sítio, enquanto 77% souberam do caso do tríplex.
A pesquisa foi realizada entre os dias 24 e 25 de fevereiro, foram 2.768 entrevistas em 171 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

AS INFORMAÇÕES SÃO DO JORNAL DO BRASIL
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Sine disponibiliza vagas abertas do dia 26 de fevereiro de 2016

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO
ASSISTENTE DE LOGÍSTICA DE TRANSPORTE
AUXILIAR DE DEPÓSITO
AUXILIAR DE MECÂNICO DIESEL( EXCETO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES)
AUXILIAR MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO
BORRACHEIRO
COSTUREIRA EM GERAL
COZINHEIRO DO SERVIÇO DOMÉSTICO
FAXINEIRO
GARÇOM
MECÂNICO DE AR-CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO
MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO
VENDEDOR INTERNO
VENDEDOR PRACISTA
RELAÇÃO DE VAGAS – PCD 25/02/2016
AUXILIAR ADMINISTRATIVO
AUXILIAR DE LAVANDERIA
RECEPCIONISTA ATENDENTE
CADASTRO NO SINE
Para candidatos em busca de emprego e qualificação profissional que desejamos cadastro no Sistema Nacional de Emprego (SINE), o mesmo pode ser feito presencialmente, em um dos postos do SINE ou via internet, por meio do Portal Mais Emprego, do Ministério do Trabalho. A sede do SINE, em São Luís, está localizada na Rua da Paz, 316, Centro.
CADASTRO PRESENCIAL
Para o cadastro presencial, basta comparecer a um dos Postos de Atendimento do Sine-MA – Casa do Trabalhador, instalados em 15 municípios do Estado com os seguintes documentos: Carteira de Trabalho; Cartão ou Número do PIS; Identidade; CPF; Comprovante de Residência; e Comprovante de Escolaridade.
CADASTRO PELA INTERNET
O trabalhador também pode se cadastrar no Portal Mais Emprego, do Ministério do Trabalho, para verificar vagas de emprego sem sair de casa, e ainda se candidatar para a vaga que aparecer no seu perfil, tendo somente que comparecer a um posto do Sine-MA mais próximo de sua residência para pegar a Carta de Encaminhamento. Lembrando que o cadastro no Sine-MA oportuniza ao trabalhador maranhense a concorrer a vagas de emprego em qualquer lugar do Brasil, sendo que Empregadores de todo o Brasil também poderão ter acesso ao cadastro destes trabalhadores.
Domingos Dutra reproduz grosseiramente 'Diálogos pelo Maranhão', uma fórmula pasteurizada que conseguiu eleger seu chefe, governador.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Capaz de tudo e mais um pouco para se tornar prefeito. Em clima de vale tudo, a briga pela prefeitura de Paço Lumiar levou o oposicionista Domingos Dutra (PCdoB) expor a falta de criatividade ao reproduzir de forma grosseira a estratégia usada por Flávio Dino quando da eleição para governador do Estado. Flávio na ocasião lançara a campanha 'Diálogos pelo Maranhão', uma apelativa invocação que ganhou consistência diante do momento favorável à renovação política local. 

dutra-com-dimo
Domingos Dutra com Flávio: diálogos só para ganhar eleição
Dutra, que tenta repetir o feito em Paço, não atentou para o fato da realidade do município-tanto a politica quanto a social- não estarem tão vulneráveis a engôdos como este. Os luminenses alimentam pelo comunista repulsa desde a época dos cargos que ocupou, quando nunca, em tempo algum, contemplou com seus mandatos a cidade. Farto discurso e eleito sob a aba da existência politica de José Sarney, Domingos Dutra assistiu a decadência de sua trajetória politica no mesmo momento em que Sarney anunciou a aposentadoria. Com a perda do discurso anti-futi, a única alternativa foi a Prefeitura de Paço do Lumiar.

O ‘Diálogos por Paço’ despertou a revolta daqueles que não aceitam mais ações de politicalha em território luminense. Nas redes sociais, o questionamento da iniciativa imediatista de Dutra ganhou reflexos negativos e ainda que tente passar ideia de legitimidade, a única certeza que a população de Paço do Lumiar tem sobre ele é que Dutra aparece no tempo certo. Assim como nas campanhas anteriores, ele agora surge por mais uma vez apenas em época de eleições.

Como sempre foi.


Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores