quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Homem sofre de uma doença que faz crescer em suas mãos e pés raízes de árvores. É muito sofrimento

É muito sofrimento
Abul Bajandar, de 25 anos, vem lutando contra uma condição rara que está fazendo raízes de árvores crescerem em suas mãos e pés.


Condição rara que está fazendo raízes de árvores crescerem em suas mãos e pés

Ele possui Epidermodisplasia verruciforme há sete anos. A condição rara, que é herdada geneticamente, provoca lesões e verrugas com uma aparência de raízes de árvore.

O jovem de Khulna, Bangladesh, agora procurou o Colégio Médico e Hospitalar Dhaka (DMCH), onde os especialistas estão decidindo a melhor forma de tratar a doença.


O jovem de Khulna, Bangladesh, agora procurou o Colégio Médico e Hospitalar Dhaka (DMCH), onde os especialistas estão decidindo a melhor forma de tratar a doença

Não se sabe se a cirurgia é uma opção nesta fase. Um comitê de especialistas vai decidir o que fazer em um futuro próximo.

Alguns médicos especialistas dizem que as verrugas são resultado da infecção grave papiloma vírus humano (HPV)

Pasta é invisível na nomenclatura social do Maranhão
Mulheres maranhenses estão desassistidas e ainda enfrentam os mesmos problemas de sempre.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Seguindo o mesmo itinerário da Secretaria de Juventude(que funciona apenas no papel) a Secretaria de Estado da Mulher é daquelas pastas do governo Flávio Dino que só serve para cabidear ‘aliados’ políticos e militantes de partidos da base. Sendo eles emergentes, oportunistas ou não.

A titular da Secretaria de Estado da Mulher, Laurinda Pinto: nota que acoberta prefeito aliado do governador 
A Secretaria, uma espécie de emissora sensacionalista   de notas públicas, apareceu até hoje em três ocasiões. Duas das quais destilando a ‘defesa’ das mulheres exploradas em ambientação sexual. Politicas públicas que é bom, nada.

Pública e notória, a situação das mulheres maranhenses, é assim como a da Juventude do estado, de risco e requer atenção e cuidados permanentes. Milhares de mulheres espalhadas pelos bairros da Grande Ilha e rincões afora, sofrem hoje com a falta de politicas públicas voltadas para a Geração de Emprego e Renda. Por conta dessa ausência, muitas delas caem na prostituição e no mundo das drogas. Se a Secretaria da Mulher era no governo Roseana uma passarela de dondocas, neste é um desfile de inoperância.

A escancarada vulnerabilidade social que vem atingindo em cheio as mulheres do estado, passa pelo que se ver, ao largo da preocupação do Governo. Na prática, não há, inclusive, nenhuma preocupação com a triste realidade do sexo frágil no Maranhão. Programas sociais, zero. Esforços para resgatar da criminalidade, zero. Mas em contrapartida, percebe-se grande empenho por parte da pasta em manter um discurso vazio, ilusório e antipragmático quando de polêmicas envolvendo o segmento.

A secretária de Juventude do Estado, Tatiana Pereira: referencia de hipocrisia para Laurinda 
Recentemente, a titular da Secretaria, Laurinda Pinto emitiu uma nota de repúdio motivada pelo episódio de ‘taradice’ envolvendo o prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves. Velada, a tal nota não cita o ator e protagonista do ‘espetáculo’. Alves é aliado de Flávio Dino. Foi protegido.

É nesse contexto de injustiças, parcialidades e muita, muita hipocrisia que a Secretaria da Mulher vem operando. Na mesma lógica da Secretaria de Juventude. Ambas ainda podem ser acrescentadas à Secretaria de Direitos Humanos que nada apresentam à população do estado, mas que em suas peculiaridades desembocam para o mesmo rumo: torram dinheiro público sem pena e alimentam a expectativa em torno de novos escândalos. O objetivo? Emitir notas que em nada refletem em melhorias para seus respectivos públicos.


Os titulares das pastas sabem disso. 
Em dois anos, o Brasil passou a ter cinco cidades a mais na lista das 50 mais violentas do mundo, divulgada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal nesta segunda-feira (25). O país aparece agora com 21 cidades na lista. Em 2014, 16 cidades brasileiras faziam parte da lista mundial.

O ranking apontou Caracas, capital da Venezuela, como a cidade mais violenta do mundo. Fortaleza, que ficou na 12ª colocação geral, foi a líder em mortes violentas no Brasil.

O governador Flávio Dino parabeniza o prefeito Edivaldo Holanda Júnior pela colocação; ao fundo, os secretários de Flávio ciceronizam
O destaque negativo no país é a região Nordeste, que aparece com um quarto dos municípios mais violentos do planeta.

Para fazer o cálculo do ranking, a entidade usa a taxa de número de homicídios por cada 100 mil habitantes. A pesquisa avalia apenas os municípios com mais de 300 mil habitantes.

Mudanças

No levantamento de 2014, Maceió era a líder nacional. A capital alagoana agora é a quinta menos segura do país. Belo Horizonte foi a única cidade nacional a deixar a lista de 2014.

Na lista divulgada nesta segunda, Fortaleza aparece com taxa de homicídio de 60,77 - praticamente a mesma de Natal (60,66) e da Grande Salvador (60,63).

A região Nordeste, por sinal, é a que tem mais cidades no ranking – além das nove capitais, completam a lista Campina Grande (PB) e Feira de Santana e Vitória da Conquista (ambas na Bahia). Em 2014, eram nove cidades nordestinas na lista: Teresina, Feira de Santana e Vitória da Conquista não estavam.

Além dos munícipios do Brasil e da Venezuela, completam a lista cinco cidades do México, quatro da África do Sul e dos Estados Unidos, três da Colômbia e duas de Honduras.

Cidades mais violentas do Brasil* no ranking mundial:

12º Fortaleza - 60,77
13º Natal – 60,66
14º Salvador (e Região Metropolitana) – 60,63
16º João Pessoa – 58,40
18º Maceió – 55,63
21º São Luís – 53,05
22º Cuiabá – 48,52
23º Manaus – 47,87
26 Belém – 45,83
27º Feira de Santana (BA) – 45,50
29º Goiânia (e Aparecida de Goiânia) – 43,38
30º Teresina – 42,64
31º Vitória – 41,99
36º Vitória da Conquista (BA) – 38,46
37º Recife – 38,12
38º Aracaju – 37,70
39º Campos dos Goytacazes (RJ) – 36,16
40º Campina Grande (PB) – 36,04
43 Porto Alegre – 34,73
44º Curitiba – 34,71
48º Macapá – 30,25

*taxa por cada 100 mil habitantes

Do Blog do Hugo Freitas, com informações do portal UOL
Edição da Agência Baluarte

Vereador de Santa Inês é torturado durante assalto em Pindaré

O presidente da câmara de vereadores de Santa Inês, Orlando Mendes, foi vítima de um assalto na noite de terça-feira (2) em Pindaré Mirim. Ele estava indo para casa quando foi abordado por dois homens em um posto de combustível.
Segundo familiares, o vereador tinha acabado de abastecer o seu carro em um posto de combustível quando um homem pediu carona.
Como era uma pessoa conhecida, o parlamentar(foto) permitiu que o suspeito entrasse no carro. Ao abrir a porta do seu veículo foi surpreendido por mais um homem
Como era uma pessoa conhecida, o parlamentar permitiu que o suspeito entrasse no carro. Ao abrir a porta do seu veículo foi surpreendido por mais um homem.
Os criminosos renderam e levaram o vereador para uma estrada vicinal que dá acesso a um balneário na zona rural de Pindaré. No trajeto, Orlando conseguiu pular do carro em movimento e os suspeitos fugiram levando o veículo.
O parlamentar chegou a ficar cerca de uma hora em poder dos assaltantes e durante todo esse tempo recebeu ameaças de morte e foi vítima de várias agressões físicas.  Orlando Mendes teve cortes na mão e na perna e algumas escoriações pelo corpo. Ele foi encaminhado para o Hospital Tomaz Martins e depois liberado para voltar para casa.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO JP
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE
SINDJUS-MA convida a OAB-MA para campanha conjunta de combate à corrupção na administração pública 
O Sindicato dos Servidores da Justiça do Estado do Maranhão-SINDJUS-MA procurou na manhã desta terça-feira 02/02, o presidente Ordem dos Advogados do Brasil- OAB/MA Thiago Diaz e o conselheiro Charles Dias, aos quais pediu apoio para uma reunião conjunta do sindicato com a Ordem.
O objetivo principal foi discutir uma proposta legislativa do SINDJUS-MA, a qual o Sindicato espera obter o apoio e sugestões  de outras entidades da sociedade civil, visando garantir a implantação de um calendário fixo, único e público de pagamento anual dos fornecedores de bens e empresas prestadoras de serviços contratados pela administração pública no Estado do Maranhão.
Resultado de imagem para SINDJUS
A mesma sugestão também foi encaminhada para análise e decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão –TJMA, desembargador Cleones Cunha, que também  manifestou simpatia pela ideia e solicitou análise e parecer de sua assessoria  
A medida é resguardar a transparência financeira, impessoalidade e a moralidade da administração pública e, ao mesmo tempo, blindar o empresariado maranhense de ser eventualmente vítima de tentativas de extorsão ou chantagem para pagamento de propina a membros da administração pública, em troca da garantia do regular pagamento dos seus créditos pelos gestores de plantão no âmbito dos três poderes (judiciário, executivo e legislativo) e nas três esferas da administração pública (municipal, estadual e federal).
“É muito comum surgirem rumores de que empresários maranhenses não conseguem receber seus créditos por serviços prestados a gestores públicos no Maranhão, porque tais pagamentos estariam sendo artificialmente retardados como forma de coagir os empresários e fornecedores da administração pública ao pagamento de propina. É urgente, portanto, que a sociedade maranhense e brasileira ponha um fim de uma vez por todas nessa "cultura do propinoduto", a exemplo dos fatos que temos todos tomado conhecimento através da imprensa pelo acontecido na Petrobrás, no Metrô de São Paulo, no pagamento de precatórios judiciais como também notícias, que envergonham a todos nós, desacreditam as instituições e encarecem a máquina pública”, declarou Aníbal Lins, presidente do SINDJUS-MA.
A proposta do SINDJUS-MA que foi apresentada ao Presidente Thiago Diaz foi considerada, por ele, bastante interessante e o mesmo se propôs a estudá-la com sua assessoria.
A mesma sugestão também foi encaminhada para análise e decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão –TJMA, desembargador Cleones Cunha, que também  manifestou simpatia pela ideia e solicitou análise e parecer de sua assessoria.  
O SINDJUS-MA, através do seu presidente Aníbal Lins, pretende ainda levar a proposta para análise da procuradora geral de justiça do Maranhão Regina Rocha, ao Governador Flavio Dino, ao Prefeito de São Luís Edvaldo Holanda Junior e a todos os membros da bancada estadual e federal maranhense, independentemente de partido político.
“Convidamos também na manhã de hoje o ilustre presidente da OAB Maranhão Thiago Diaz a promover juntamente com o SINDJUS-MA um seminário com representantes da sociedade civil para discutir essa proposta, bem como eventuais alterações na lei de licitações, que visam proteger a sociedade da nefasta prática da corrupção na administração pública, seja na contratação, seja no pagamento de bens e serviços contratados de particulares pela administração pública”, disse Aníbal Lins presidente do SINDJUS-MA.  
MATÉRIA ENVIADA POR MÔNICA ALVES, DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO SINJUS-MA 

Quatro homens explodem agência bancária em Peri-Merim

Ação criminosa aconteceu na madrugada desta quarta-feira (3).
Sobe para 15 o número de agências bancárias roubadas no MA.

Quatro homens explodiram os caixas eletrônicos do banco Bradesco na cidade de Peri -Mirim, a 346 km de São Luís, na madrugada desta quarta-feira (3). Este foi o 15º ataque a agências bancárias registrado no Maranhão em 2016. O valor roubado não foi revelado.

Segundo a polícia, quatro homens participaram da ação. Os bandidos estavam em duas motos e atiraram pelas ruas da cidade para intimidar a população, antes de irem até a agência que fica no centro da cidade para estourar os caixas eletrônicos. “Moro perto do banco e ouvi pelo menos três explosões”, disse um morador que não quis se identificar.



Quatro homens explodem agência do Bradesco em Peri Mirim, MA (Foto: Michel Nunes / Divulgação)
A última ocorreu na madrugada desta segunda-feira (1º), na cidade de Tufilândia, a 3825 km de São Luís. Na ocasião, bandidos explodiram os caixas eletrônicos do banco Bradesco
A polícia está em busca dos assaltantes e mobilizou todas as bases ao em torno da cidade de Peri-Mirim para colaborarem na busca dos quatro criminosos envolvidos no roubo a agência bancária.

G1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e ainda aguarda posicionamento.
05/01Alto Alegre do Pindaré
06/01Igarapé Grande (duas agências)
08/01Bacuri
10/01Maracaçumé
12/01Icatu e Grajaú
18/01Alcântara e Paulo Ramos
19/01Paraibano
25/01Araguanã
26/01Paraibano
29/01Duque Bacelar
1º/02Tufilândia
03/02Peri-Merim

Com esta ação, chega a 13 o número de cidades que foram alvo de ladrões de banco em 2016. Em 2015, foram registrados 60 arrombamentos em 52 municípios.
Jeferson Portela, secretário de Segurança do Estado
Entre as cidades atacadas neste ano estão: Alto Alegre do PindaréIgarapé GrandeBacuriMaracaçuméIcatu,GrajaúAlcântaraPaulo RamosParaibano (duas vezes), AraguanãDuque BacelarTufilândia e agora Peri-Mirim.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB