quarta-feira, 20 de janeiro de 2016
Marcos Morini é baterista do O Surto, grupo de sucesso nacional que pertence à mesma geração de bandas como Raimundos e Charlie Brown Jr.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O baterista da banda de rock nacional O Surto, dona de sucessos nacionais como 'Tudo é Possível' e 'A Cera', em comentário enviado ao blog oficial da Agência Baluarte, ANB Online, criticou duramente a fusão feita pelo governador Flávio Dino(PCdoB) envolvendo a Secretaria de Estado da Cultura e a Secretaria de Turismo do Maranhão.

Em seu comentário publicado na matéria que destaca a insatisfação da classe artística local ( veja o comentário do músico aqui: http://agenciadenoticiasbaluarte.blogspot.com.br/2016/01/cultura-pra-boi-dormir-fusao-da-secma.html ) com a medida de Dino, Marcos Morini chama atenção para a diversidade cultural do estado e mostra preocupação com a tradição  artística maranhense.
O baterista Marcos Morini, da banda de rock nacional O Surto: críticas à fusão da Secma com a Secretaria de Turismo em comentário enviado ao blog ANB Online
''Sou de São Paulo, mas como artista, vejo com muita preocupação esse tipo de fusão. O Maranhão é um Estado riquíssimo em diversidade cultural e merecia uma atenção especial do Governo para manter e valorizar essa tradição. Marcos Morini
baterista da banda O Surto'', diz ele, citando os próprios créditos.


A banda O Surto se destacou na década de 1990 emplacando músicas de seu repertório em seriados e novelas como Malhação, da TV Globo. Em 2001, com o sucesso do disco de estreia, O Surto foi convidado a se apresentar no Rock in Rio 3, dividindo o palco com grandes estrelas do Brasil e do mundo como Capital Inicial, Silverchair e Red Hot Chilli Peppers. 

9 comentários:

  1. Não é preciso ser do Maranhão para perceber que nossa cultura esta sendo desvalorizada pelo governo atual. Lamentável

    ResponderExcluir
  2. Porque ele não fundiu com a Educaçao para levar Cultura aos bairros com atividades socio/culturais/educativas? A coisa é pão e circo pra inglês ver?

    Rosana Bertholdo- Imperatriz

    ResponderExcluir
  3. Cultura não é pasta para turismo. A cultura existe com ou sem o turismo. É independente dele!

    ResponderExcluir
  4. Engraça ...muito engraçado ne pessoal esse vagabundo fundiu as secretarias reduzindo o valor e a importancias das duas e pq/?
    / a desculpa foi a redução de gasto e no mesmo momento ele cria uma nova secretaria. é muita cara de pau
    rogerio sena do tambor de alcantara

    ResponderExcluir
  5. Bom dia a todos!!! Sobre esta fusão Cultura e Turismo, eu como agente cultural e membro do Conselho Estadual de Cultura entendo que o momento é de crise no cenário nacional e claro teremos consequências. Porem sou totalmente contra uma medida como esta que a mim representa um total retrocesso. Ambas as pastas em momentos tem politicas transversais mas a verdade é que são pastas com princípios diferentes. Uma pasta especifica da Cultura nos permite entende-la e trabalhar seu conceito em toda sua amplitude. Juntas podem ter uma visão limitada de Cultura. Politicas publicas de Cultura são diferentes de Politicas publicas de Turismo. E como músico apoio totalmente a posição do baterista. A Cultura já foi apêndice de outras pastas e ficou provado que é prejudicial, sim. É um retrocesso sim.

    Carlos Magno

    ResponderExcluir
  6. Esse desgovernador está acabando com tudo no Maranhão!!!

    ResponderExcluir
  7. Que pena mais é a realidade nossa cultura aos poucos esta sumindo é triste porque nosso Sao Joao é lindo...

    ResponderExcluir
  8. Também vejo esta fusão como um risco. Alguma coisa vai dar errada, ou a Cultura ou o Turismo. Ou ambas.

    ResponderExcluir

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB