sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Mulher de Luciano Genésio é exonerada da Hemomar

A médica Thaiza de Aguiar Hortegal – Thaiza Genésio – foi defenestrada do Serviço Administrativo do Centro de Hematologia e Hemoterapia – Hemomar, cargo comissionado que ocupava desde março último. A portaria de exoneração foi publicada no Diário Oficial do Estado no último dia 04 de dezembro. 
Thaiza Genésio e Luciano Genésio
Dupla dinâmica Genésio e Thaiza: esquema exterminado na Hemomar
Fontes da Hemomar revelaram ao blog que Thaiza, que é esposa do superintendente ‘figurativo’ de Articulação Regional de Pinheiro, Luciano Genésio, foi convidada a deixar o cargo após terem sido levadas ao secretário estadual de Saúde, Marcos Pacheco cópias de conversas gravadas por fornecedores do órgão, que revelam prática de corrupção, tentativas de extorsão e propostas de negociatas por parte da própria médica e de seu marido, além do uso político do cargo.
Ao tomar ciência da denúncia, o secretário Marcos Pacheco teria levado o caso ao governador Flavio Dino, que resolveu cortar as asinhas da dupla, cortando o mal pela raiz. Em seu lugar já dá expediente o novo diretor, José Ricardo Raposo Moreira.
Ato de exoneração (Fonte-Diário Oficial do Estado)
Ato de exoneração (Fonte-Diário Oficial do Estado)
Antes de ocupar o cargo na Hemomar, Thaiza Genésio já havia passado pelo Hospital Materno Infantil e outras unidades de saúde do estado.
Iludidos com o currículo da moça, Dino e Pacheco a nomearam para o cargo na Hemomar. Ao tomar conhecimento da nomeação, em março deste ano, a médica chegou a afirmar a blogueiros aliados de seu marido estar pronta para dar sua contribuição “ao governo e ao povo do Maranhão”.
Mas além do currículo da moça, o secretário e o governador deixaram de ver a folha ‘corrida’ de serviços da médica.
Em Pinheiro, para quem não lembra, Thaiza é famosa pelo parentesco com a família Genésio onde deve ter sido contaminada pelo vírus da corrupção, que vem sendo passado de geração a geração. Quando a mãe do superintendente figurativo, defensor da mudança, esteve à frente da secretaria de Saúde de Pinheiro, na gestão do ex-prefeito Zé Arlindo, justamente a mulher de Luciano, Thaiza e o pai Talvane Hortegal, recebiam mais de R$ 120 mil reais em salário como médicos no Hospital Antenor Abreu em Pinheiro, supostamente cumprindo jornadas de plantões que só poderiam dar se o dia tivesse 48 horas.
O nome de Thaiza é também figurinha carimbada também na enrolada passagem por Pinheiro da Cooperativa de Profissionais Específicos de Saúde – COOPES, durante a gestão do ex-prefeito Zé Arlindo.
Esquema familiar – ‘Dize-me com quem andas que te direi quem és’. Para quem não lembra, Thaiza não é a única na família a andar de braços dados com irregularidades. Dentre outras ‘peraltices’ da família Genésio, vale a pena relembrar algumas.
Inelegível por mais de 20 anos, Zé Genésio teve contas julgadas irregulares pelo TCU ano passado, através do processo 006.241/2008-7. O processo resulta de Tomada de Contas Especial, envolvendo também a ex-mulher, Graça Silva Soares.
Nesse processo foram comprovadas irregularidades na aplicação de recursos do SUS, uso de documentos falsos e desvio de recursos. O ministro do TCU Augusto Sherman Cavalcanti condenou, em outubro de 2014, Zé Genésio e Graça Soares ao pagamento de multas e à devolução, ao Fundo Nacional de Saúde – FNS dos recursos desviados, cerca de R$ 42 mil, corrigidos e acrescidos de juros desde 1998 até a data do pagamento. Até hoje não se sabe se os dois devolveram o dinheiro.
Graça também responde na Justiça por prática dos crimes de peculato, formação de quadrilha e emprego irregular de verbas públicas, num desvio de mais de R$ 200 mil reais, verbas essas destinadas à construção de uma UPA em Pinheiro. 
Responde também, junto com Zé Arlindo, a uma Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público Federal – MPF, que pede a condenação de ambos por crime de improbidade administrativa e atos lesivos ao erário público.
Na ação, o MPF pede a devolução, pelos réus, de aproximadamente R$ 1 milhão e 300 mil, além da condenação por ato de improbidade, cuja consequência é a suspensão de direitos políticos e o pagamento de multas vultosas por crimes como: enriquecimento ilícito e pela contratação irregular da COOPES para administrar a Saúde de Pinheiro, burlando a lei do concurso público.
Cooperativa – Aliás, a atuação da famigerada Cooperativa foi investigada por meio de auditoria realizada em 2012 pelo Fundo Municipal de Saúde – FMS por meio do Departamento Nacional de Auditoria do SUS – DENASUS.
Em apenas dois anos de gestão na Saúde de Pinheiro, a COOPES levou a bagatela de R$ 19 milhões de reais, por ano, conforme contrato feito na época por Zé Arlindo.
Muito desse dinheiro ajudou a engordar as contas de Zé Arlindo e de todos os membros da família Genésio, incluindo Thaiza Hortegal. Sob a gestão de Graça Soares na Saúde, por meio da Cooperativa foram “beneficiados” Thaiza e o pai, contratados por valores altíssimos e em regimes de plantão não admitidos pelas leis trabalhistas; e Lúcio André, irmão de Luciano, secretário adjunto na gestão da mamãe generosa, que recebia altas somas como pagamento pelo cargo comissionado.
E, além disso, o contrato com a Cooperativa garantiu remunerações e bonificações para profissionais de Saúde já detentores de vínculo com o serviço público, como é o caso do vereador Leonardo Sá.
Caso Marcos Pacheco e Flavio Dino tivessem se dado ao trabalho de pesquisar o histórico da família Genésio teriam visto tudo isso. Teriam visto que no clã dos Genésio, quem por acaso não é corrupto ou não teve oportunidade ou está esperando a vez. Ou será que eles viram e preferiram ignorar? Essa é uma questão a ser respondida.
AS INFORMAÇÕES SÃO DO BLOG PIABA
EDIÇÃO DA AGÊNCIA BALUARTE

Prefeito morde orelha de professor que cobrou três meses de salários atrasados

O professor de Educação Física Paulo José da Silva, conhecido como PJ, ao cobrar salários em atraso, teve sua orelha mordida pelo prefeito municipal de Boa Hora, no Piauí, Zé Resende. O fato ocorreu durante festa de colação de grau da escola Cecília Coelho de Resende, realizada na noite de sexta-feira (18), no Ginásio Luiz Mamede.
O professor informou que se assustou com a mordida, pois nunca esperou uma reação desta. “Do nada, ele apareceu e mordeu minha orelha na frente dos estudantes, país dos alunos, padrinhos e convidados, só por que perguntei pelo meu pagamento que está atrasado há três meses”, conta Paulo José. O professor é funcionário da escola Cecília Coelho de Resende. Ele registrou boletim de ocorrência da Delegacia de Barras/PI na manhã deste sábado (19).
professor com orelha mordida

O ato tresloucado do prefeito repercutiu mal nas redes sociais. Não é a primeira vez que o prefeito reage com violência, segundo Maria Raimunda Júlio.“Esse prefeito está viciado. Na festa de aniversário dele, deu um tapa em um rapaz e agora mordeu a orelha do pobre do PJ, meus deus!”, comenta indignada a internauta.
“E eu que pensei já ter visto de tudo no mundo. É inaceitável uma situação dessa. Onde já se viu um prefeito agir como canibal? Sinceramente, é lamentável o rumo que essa história está tomando. E tudo por causa de um salário que é direito dos professores. Que vergonha”, destaca Tuane Paulino.
Prefeito de Boa Hora

Débora Karine em comentário no Facebook, disse: “Lamentavelmente a atitude dessa pessoa! Espero que a população considere esse tipo de atitude sem falar na real situação da cidade, levando a resposta às urnas!”, disparou.
A história pegou mal para o prefeito que não está com a ‘popularidade’ em alta por conta dos atrasos de salários, contas reprovadas no Tribunal de Contas do Estado (TCE) repetidas vezes e a vontade de querer demitir servidores efetivos.
Solidários, professores esperam que alguma medida punitiva seja aplicada contra o prefeito. Além da polícia, aguardam um posicionamento do Sindicato do Servidores Municipais.
As Informações do portal Realidade

Oito presos fogem de delegacia em Grajaú

Caso foi confirmado pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI).
As circunstâncias da fuga não foram esclarecidas pela SSP.


Oito detentos fugiram da Delegacia de Grajaú (MA) nesta quinta-feira (24). A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), que não esclareceu em que circunstância ocorreu à fuga e nem se houve facilitação na ação empreendida pelos detentos.

Segundo a SSP, homens da Polícia Civil e Militar já estão mobilizados e realizando buscas para localizar e recapturar os oito detentos.  Os foragidos foram identificados como: Irlande da Cruz Silva; Francisco Plácido da Silva; Rafael Pereira da Conceição; Izaul Gomes Guajajara; Francisco Pereira França; Jardiel da Conceição Oliveira; Ezio Silva dos Santos e Rodrigo Alcântara Oliveira.

Resultado de imagem para SECRETÁRIO DA SEJAP
O titular da Sejap, Murilo Andrade: pondo em risco a vida da população maranhense
Até a publicação desta matéria, nenhum detento havia sido recapturado. Nos últimos quatros meses vários presos fugiram ou foram resgatados do sistema prisional do Maranhão. (Relembre alguns casos abaixo).

Cronologia das fugas
Em setembro, sete presos escaparam da delegacia de Cândido Mendes (município localizado no litoral oeste do estado e a 197 km de distância da capital), após cavarem um buraco na parede da delegacia.

Em outubro, dois presos fugiram da Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Eles teriam rendido os agentes penitenciários e saído. Depois foi constatada a facilitação por parte da segurança do presídio.

Em novembro, 22 detentos foram resgatados da Delegacia Regional em Zé Doca. Na ocasião, três suspeitos renderam o policial e o carcereiro – que é funcionário da prefeitura da cidade – da unidade, quebraram os cadeados os colocaram na cela, levaram armas – uma calibre .40 e armas de inquérito – e outros objetos da delegacia e liberaram os detentos.

A última fuga ocorreu na quarta-feira (23), após um detento identificado como Lailson Almeida dos Santos ter se passado pelo irmão, Leonardo Almeida Santos, e receber alvará de soltura no lugar dele. O caso aconteceu no Presídio São Luís 2 (PSL 2).


AS INFORMAÇÕES SÃO DO G1MA

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores