domingo, 29 de novembro de 2015
Artista fez um real e contundente desabafo na sua rede social. Uendell é um dos principais expoentes das Artistas Plásticas de São José de Ribamar. Na sua cidade, ele nunca foi valorizado. Veja: 


Uendel em Pernambuco: reconhecimento que não teve na sua própria cidade 

O artista em ação: Uendell Rocha é reconhecido no País pela originalidade no uso da técnica; ele utiliza o carvão para pintar 

Exposição de Uendell Rocha na Livraria Cultura em Recife, Pernambuco: órfão na cidade balneária, artista foi adotado pela terra de Alceu Valença

'GOSTARIA DE AGRADECER A PREFEITURA DE RIBAMAR POR "NÃO" ME APOIAR QUANDO MAIS EU PRECISAVA, POR ISSO SAÍ A PROCURA DE NOVOS HORIZONTES E ENCONTREI ,NO ESTADO DE PERNAMBUCO UM VERDADEIRO APOIO AO MEU TRABALHO,SEM AO MENOS ME CONHECEREM TIVE AS MELHORES OPORTUNIDADES DE MOSTRAR O MEU VALOR . GRAÇAS A ESSES GOVERNANTES DE MERDA DA MINHA CIDADE, FUI EMBORA PRA ACONTECER FORA, SANTO DE CASA NÃO FAZ MILAGRES, NA CABEÇA DELES SÓ FAZEM FESTAS HORROROSAS QUE SÓ CONTRIBUEM PRA VIOLÊNCIA E MARGINALIDADE, E NADA FAZEM PELOS ARTISTAS LOCAIS QUE PENAM POR UM LUGAR AO SOL. PREFEITO E SECRETÁRIOS VEJAM SE TOMAM VERGONHA NESSAS CARAS SUJAS DE LAVA-PRATOS E PROCURAM APOIAR A ARTE EM GERAL . COM MUITA TRISTEZA SUBSCREVO'.

'Meninas' bebem demais, surtam em banheiro feminino e são banidas de bar na Austrália

Um grupo de 'meninas'  'surtou' e promoveu o caos no banheiro feminino de um bar em Perth (Austrália) no último domingo (22/11).
Um vídeo registrando a cena foi publicado inicialmente na conta no Facebook de Nicole Dowling, que fez a gravação, mas não é uma das envolvidas no episódio. O vídeo acabou sendo apagado por ela a pedido das 'meninas' vistas nas imagens, nas quais brincam com papel higiênico, cestas de lixo e fazem movimentos sensuais.
garotas
“Isso não é engraçado. É lamentável que jovens 'meninas' fiquem bêbadas e criem confusão considerada divertida. É triste!”, comentou Leigh Jarrett, de acordo com o site “Stuff”
Como resultado, as jovens moças foram identificadas pelo gerente do Innaloo Botanica Bar and Bistro e estão proibidas de frequentá-lo.
O vídeo provocou risos, alguns elogios à beleza das jovens e muitas críticas na internet.
“Isso não é engraçado. É lamentável que jovens 'meninas' fiquem bêbadas e criem confusão considerada divertida. É triste!”, comentou Leigh Jarrett, de acordo com o site “Stuff”.
Fonte: O Globo

Deputado Zé Inácio participa de Encontro Regional em Mirador

O deputado Zé Inácio (PT) participou do Encontro Regional do Partido dos Trabalhadores no município de Mirador, acompanhando do Presidente do Diretório Estadual Raimundo Monteiro e do Secretário de Organização do Partido Francimar Monteiro de Melo.
O evento contou com a presença de representantes dos municípios de Colinas, Riachão, São Felix de Balsas, Sambaíba, Balsas, São Domingos do Azeitão, São João dos Patos, Buriti Bravo, São Domingos do Maranhão e Mirador.
Zé Inácio marca presença em Encontro Regional em Mirador
O deputado Zé Inácio (PT) participou do Encontro Regional do Partido dos Trabalhadores no município de Mirador, acompanhando do Presidente do Diretório Estadual Raimundo Monteiro e do Secretário de Organização do Partido Francimar Monteiro de Melo
Durante o encontro foram discutidos a atual conjuntura Nacional, Estadual e Regional. O deputado Zé Inácio (PT) destacou que o encontro é muito importante para o desenvolvimento político local. “Este Encontro aqui em Mirador irá ajudar a fortalecer não só o nosso partido como também as lideranças do município”, disse Zé Inácio.
Também estiveram presente o presidente do diretório municipal do partido, o Vereador Marquinhos do PT (Marcos Fábio Moreira dos Reis) e lideranças de outros municípios da região.
Matéria enviada pela Assessoria de Imprensa do Deputado
“O Maranhão continua uma Casa-Grande e Senzala”, diz Edson Vidigal

Na opinião do ex-presidente do Superior Tribunal de Justiça, Edson Vidigal, pouco ou quase nada mudou no Maranhão, o estado continua vivendo uma “Casa-Grande e Senzala”. A referência feita à obra de Gilberto Freyre é para ele ilustrar o sentimento que ele tem ao analisar a atual vida dos maranhenses, pois segundo o ex-ministro, “nada mudou”.

De acordo com Vidigal “o Maranhão continua uma Casa-Grande e Senzala”, evidenciando a prática secular de que apenas os poderosos estão no poder. O advogado explica que o atual governador Flávio Dino (PCdoB), nada mais é que um representante também de uma das famílias que possuem posses e sempre estiveram atrelados ao poder.

No seu ponto de vista, Edson Vidigal acredita ser esse o motivo dele ser vítima de ataques promovidos por governistas e até aliados do Sarney, pois não segundo o ex-presidente do STJ, “eles (políticos poderosos) não aceitam que pessoas emerjam, eu sou diferente, eu nasci na exclusão social”.

Resultado de imagem para EDSON VIDIGAL
Edson Vidigal(foto) classificou governo Flávio Dino como 'Casa-Grande e Senzala'
Em uma conversa com este jornalista, o ex-ministro lembra fatos que desagradaram os dois grupos, mas por sempre ter buscado o seu caminho. A sua filiação no PSB foi um dos momentos em que lhe colocou em situação delicada com o ex-presidente José Sarney. “Eu nunca rompi com Sarney, ele acabou rompendo comigo ao tomar conhecimento da minha filiação ao PSB, que na época foi sob orientação do presidente Lula”, revela.

Já sobre o atual governador, Vidigal lembra que em 2006, Flávio Dino e Márcio Jerry (PCdoB), corriqueiramente estavam em sua residência na cidade de Caxias.“Eu tirei o PCdoB dos Sarneys, quando Renato Rabelo acompanhado do Flávio foi falar comigo em Brasília para eu ajudar na eleição de deputado federal, tirando o partido da base governista e colocando-o na oposição e consequentemente facilitando a vitória do Flávio”, recorda.

Mesmo após esse e outros gestos, que futuramente ele pretende contar, hoje Vidigal diz ser acusador também de traidor pelos atuais governistas.
“Gostaria de deixar claro, que tudo na minha vida alcancei por mérito próprio. Vivem falando por aí que foi o Sarney que me colocou no STJ, isso não existe. O meu trabalho fez eu merecer o reconhecimento e chegar até a presidência”, explica.

Vidigal acredita que sua história incomoda os poderosos do Maranhão, pois não há outro motivo para sofrer tantos ataques. “Tudo que eu falo desagrada”, argumenta.

No entanto, o ex-presidente do STJ diz que vai seguir sua trajetória fazendo o que mais gosta: escrever, pensar e advogar. Inclusive revela que continuará conhecendo todo o Maranhão (ele diz conhecer todos os 217 municípios maranhenses), para que ele possa dar sua parcela de contribuição para o desenvolvimento do estado, que caminha a passos lentos e cheio de amarras, uma vez que apenas os eternos detentores do poder, querem ficar se revezando nele.

As informações são do Blog do Diego
Edição da Agência Baluarte
Trote Verde promove embelezamento do Campus de Pinheiro
Estudantes, professores, servidores e funcionários do campus participam de doação de mudas para o paisagismo do centro
SÃO LUÍS – A comunidade universitária da UFMA, em Pinheiro, encontrou uma forma diferente de recepcionar os novos alunos do segundo semestre: o Trote Verde. A ação consiste na doação e plantio de mudas de várias espécies de plantas no campus. Alunos, professores e técnicos participam da ação, que tem caráter permanente.
As doações são recebidas pelas idealizadoras da iniciativa, as professoras Elizangela Araújo e Raysa Saraiva, do curso de Ciências Naturais - Biologia. Até o momento, já foram doadas mudas de acerola, jambo, caju, manga, ipê, pau-brasil, mogno, pitomba, jabuticaba, abacate, cajá e bacuri.
Em visita a Pinheiro, ontem, a reitora Nair Portela elogiou a iniciativa e plantou uma muda de Ipê-Amarelo. "Aqui nós temos outra perspectiva de trote, algo educativo, ecológico e que contribuirá com o paisagismo do local. Todos ganham e as pessoas se sentem felizes", exalta.
Clique para obter Opções
A reitora Nair Portela em ação do Trote Verde; iniciativa necessária da Universidade 
Quem não tinha uma muda de planta podia comprar em um espaço montado no prédio e, assim, fazer a doação. Toda a renda é revertida para a compra de utensílios de jardinagem e fertilizantes. A professora Elizangela Araújo se disse satisfeita com o envolvimento da comunidade acadêmica. "O campus abraçou a ideia por inteiro e estabelecemos a ação como projeto permanente. Agradeço aos alunos professores e servidores pela participação", declara.
As doações fazem parte da primeira etapa do plano de paisagismo. Em seguida, as professoras farão a triagem das mudas e construirão, com o auxílio dos próprios alunos, uma estufa feita de bambu, para conservar os exemplares de plantas em local apropriado até a época de início de chuvas, em dezembro. "Uma estufa padrão custa três mil reais, mas iremos construir uma com apenas seiscentos reais. Trazer uma muda é só o início de uma série de benefícios: teremos sombra, frutas, ornamentação e clima agradável", completa Elizangela.
A terceira etapa consiste na transferência das mudas para os locais de plantio. O próximo passo é produzir as próprias mudas para estender o projeto à cidade de Pinheiro. "Os alunos apoiaram totalmente e, muitos deles, por terem conhecimento de cultivo de espécies frutíferas, ajudarão bastante. Há outros que querem aprender essas técnicas", comenta a professora Raysa Saraiva.
Raphael Vidal, aluno do 1º ano de Medicina, doou uma muda de ipê-amarelo. "Esse projeto é muito interessante, pois os alunos participam da construção do campus. É muito mais sombra e beleza aos espaços", elogia.
Quem partilha da mesma opinião é o pró-reitor de Assistência Estudantil da UFMA, João de Deus Mendes. "Em Pinheiro esta ideia tomou grande proporção, envolvendo várias pessoas. É primordial que a universidade estimule valores como solidariedade e o envolvimento social das boas causas", ressalta.
Matéria enviada pela Assessoria de Comunicação da UFMA-MA

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo

Nota

A Abraji considera preocupante a sequência recente de execuções de blogueiros no Maranhão. Desde a semana passada, a associação apura as circunstâncias das mortes de dois comunicadores no interior do estado. Em 13.nov.2015, Ítalo Diniz foi assassinado a tiros em Governador Nunes Freire, a 460 km de São Luís. Oito dias depois, em 21.nov.2015, Orislândio Roberto Araújo (conhecido como Roberto Lano) foi executado em Buriticupu, região centro-oeste do Maranhão.

Os dois blogueiros executados: por que a polícia não diz nada?
Blogueiros Ítalo Diniz e Roberto Lano, assassinados no interior do Maranhão 
Ambos mantinham blogs em que criticavam políticos locais, além de publicar e reproduzir reportagens sobre a região. Nos dois casos, os executores estavam em motocicletas e fugiram logo após atirarem contra os comunicadores.
Para colegas de Ítalo Diniz, o crime foi represália a sua atuação no blog. Luciano Tavares, outro comunicador da região de Governador Nunes Freire, disse ao Comitê para Proteção de Jornalistas (CPJ) que Diniz “irritava apoiadores do ex-prefeito da cidade [adversário do atual]” com suas críticas. Uma pessoa próxima a Diniz disse à Abraji estar certa de que a morte dele teve razões políticas. Além da página na web, Diniz também trabalhava como assessor de imprensa do prefeito de Governador Nunes Freire, Marcel Curió (PV).

Resultado de imagem para ABRAJI

Cinco dias antes de ser assassinado, Roberto Lano publicou em seu blog uma crítica ao atual prefeito de Buriticupu, José Gomes (PMDB). Lano também era conhecido por sua atividade como promotor de eventos na região e locutor, inclusive em campanhas políticas.

A polícia maranhense não conseguiu determinar até o momento se as mortes têm relação com as atividades de Diniz e Lano como comunicadores. Responsável pelo caso de Diniz, o delegado Guilherme de Sousa Filho diz apenas que essa é uma das possibilidades que estão sendo investigadas. Quanto ao assassinato de Lano, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão diz em nota que “a polícia trabalha com várias linhas de investigação”.

A Abraji insta as autoridades maranhenses a apurar com precisão e celeridade a motivação de cada um dos crimes. É preciso esclarecer se as execuções foram consequência do que os blogueiros publicavam e punir os responsáveis. Só assim será possível evitar novos crimes contra a liberdade de expressão.


Diretoria da Abraji, 26.nov.2015

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores