terça-feira, 24 de novembro de 2015

Moradores cercam delegacia para linchar suspeitos de participação no caso Maísa
O depoimento foi transferido para a cidade de Chapadinha para não gerar mais tumultos
Boatos surgiram que acusados de terem participação no caso Maísa tinham sido presos e seriam apresentados na delegacia da Polícia Civil de Urbano Santos. Centenas de moradores revoltados, cercaram a delegacia na tarde desta terça-feira, no interior do estado, para tentar linchar suspeitos de participação no crime da menina Maísa.

Reprodução/Aconteceu Virou notícia
De acordo com as primeiras informações de moradores da cidade, 4 suspeitos de terem participação no crime bárbaro da menina Maísa
De acordo com as primeiras informações de moradores da cidade, 4 suspeitos de terem participação no crime bárbaro da menina Maísa, de 5 anos, que foi violentada sexualmente, iriam depor na delegacia.

Resultado de imagem para MAISA URBANO SANTOS
O corpo de Maísa(foto) só foi encontrado no dia seguinte, em um matagal no bairro Queimadas, com várias marcas e sinais de abuso sexual
O delegado da superintendência da Polícia Civil do Interior, Dircival Gonçalves, disse que o depoimento era de testemunhas e não de suspeitos do caso que iriam depor, mas foi transferido para a cidade de Chapadinha para não gerar mais tumultos. 

Reprodução/Aconteceu Virou notícia
O crime aconteceu no sábado, 21, quando a menina Maísa Moreno da Silva, de 6 anos, estava brincando próximo a sua casa

A polícia já pediu a prisão de suspeitos de terem participação no crime. 
O caso
O crime aconteceu no sábado, 21, quando a menina Maísa Moreno da Silva, de 6 anos, estava brincando próximo a sua casa. O corpo de Maísa só foi encontrado no dia seguinte, em um matagal no bairro Queimadas, com várias marcas e sinais de abuso sexual.

O Instituto Médico Legal (IML) levou o corpo para fazer exames.

As informações são de O Imparcial
Edição da Agência Baluarte

Polícia Civil apura 'golpe da gostosa' após denúncia de político em MS

Suspeita se passa por médica, envia fotos e pede dinheiro, diz delegado.

Durante investigação, diversas pessoas trocaram mensagens com golpista.


A Polícia Civil, em Campo Grande,  investiga um crime que ficou conhecido nacionalmente como o "golpe da gostosa". A farsa chegou ao conhecimento das autoridades após um político da cidade denunciar uma pessoa com quem ele estava trocando mensagens, tanto pelas redes sociais como o WhatsApp.
Foto utilizada pela suspeita (o) no perfil do WhatsApp (Foto: Reprodução WhatsApp)
Foto utilizada pela suspeita (o) no perfil do WhatsApp (Foto: Reprodução WhatsApp)
Ao G1, o delegado responsável pelas investigações disse que, durante as buscas, diversas pessoas trocaram mensagens com a pessoa. No entanto, ainda não é possível definir se é um homem ou uma mulher que engana as vítimas.

"Ela ou ele sempre age da mesma maneira. Existe um perfil na internet, com fotos de mulheres deslumbrantes. Os homens então adicionam e ela fala que seria melhor conversar pelo WhatsApp. Quando elogiada, a mulher diz que é médica, recém separada e que possui um filho. Inclusive existem diversas fotos de supostos atendimentos médicos em seu perfil". 
Mensagens trocadas via WhatsApp (Foto: Reprodução WhatsApp)
Mensagens trocadas via WhatsApp
(Foto: Reprodução WhatsApp)
Quando a conversa começa a ter um "tom mais íntimo", a (o) golpista envia fotos de mulheres deslumbrantes. "Nós investigamos a fundo e descobrimos que duas das imagens pertencem a uma musa fitness do Rio de Janeiro e a outra seria da ex-modelo Andressa Urach. Ela apenas faz o corte do rosto algumas vezes. A partir daí, ela fala que é perseguida pelo marido e pede dinheiro para comprar uma passagem de avião e ir ao encontro da vítima", comentou o delegado.
Polícia investiga golpe (Foto: Reprodução WhatsApp)
Polícia investiga golpe (Foto: Reprodução WhatsApp)
Assim que confirmado o depósito, ela some por um período e busca novas vítimas. Em seu último perfil, a polícia constatou que a(o) dona(o) do perfil possuía diversos amigos residentes na capital sul-mato-grossense.
Já a conta na internet teria sido criada na cidade do Rio de Janeiro. "Ainda não é possível verificar ao certo o número de vítimas. Mas fica um alerta para as pessoas desconfiarem deste tipo de conduta", finalizou o delegado.
O Mercado, que é o principal centro de abastecimento da Sede da cidade, foi abandonado pela atual gestão.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Lixo, ratos, espaço decrépito e em ruínas, além de visível esfacelamento de sua estrutura, o Mercado Municipal de São José de Ribamar localizado na Sede da cidade balneária, foi lançado à própria sorte.

O Mercado Municipal de São José de Ribamar: lixo, ratos, espaço decrépito e em ruínas, além de visível esfacelamento de sua estrutura

Ribamarenses da região, que utilizam o Mercado para compra e venda de produtos, estão revoltados com a triste situação do local e com o descaso da atual Gestão municipal com o centro comercial. Outrora um dos pontos turísticos mais movimentados de São José de Ribamar.

Local desprezado dando lugar à ferrugem, o Mercado Municipal é o retrato do abandono 
Nas redes sociais, internautas do município publicam fotos onde mostram a deplorável realidade do mercado. Os desabafos também ganharam nas últimas semanas bairros e localidades ribamarenses. 

Resultado de imagem para gil cutrim
O prefeito Gil Cutrim: raiva do Mercado Municipal de São José de Ribamar? 
A Agência de Noticias Baluarte, que já vinha recebendo reclamações e imagens enviadas por dispositivos dando conta do acentuado desprezo pelo qual passa hoje o Mercado Municipal, conferiu in loco. Nossa reportagem se deparou com os mais graves e agudos protestos por parte dos munícipes que ali frequentam. 

BOAS-VINDAS O lixo permanece como cartão de visitas a turistas, ribamarenses e visitantes

Diante das denúncias, ANB Online tentou contatar por diversas vezes os secretários de Agricultura, Infraestrutura e de Governo para obter esclarecimentos sobre os fatos, mas nenhuma ligação por nós feita foi atendida.


O lixo permanece como cartão de visitas a turistas, ribamarenses e visitantes. 

Vice-presidente da Assembleia é réu em 07 processos, mas só foi condenado por um

O deputado Othelino Neto (PCdoB), vice-presidente da Assembleia Legislativa responde ao menos a sete processos na Justiça, entre ações cíveis, de improbidade administrativa, ações populares e até ações criminais. Desses casos, apenas um foi julgado pelos magistrados de São Luís.

Os crimes imputados ao comunista referem-se a sua passagem pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), durante a gestão Jackson Lago (PDT). De todos eles, o comunista já foi condenado em um, por improbidade administrativa ambiental, concessão de licença sem cumprimento de formalidades e omissão do dever de fiscalização, em ação da Promotoria de Defesa do Meio Ambiente.
QUADRILHA
Dos seis restantes, um deles é decorrente de um inquérito policial que apura crime contra a ordem tributária. As acusações: formação de quadrilha ou bando, peculato, corrupção passiva, inserção de dados falsos em sistema de informações, condescendência criminosa e falsidade ideológica. O processo é de 2010, tramita na 8ª Vara Criminal e foi remetido à Central de Inquéritos em 10 de novembro de 2015. O curioso é que os autos passaram nada menos que 888 dias parados e só voltaram a ser movimentados no dia 2 de outubro do ano passado.
Resultado de imagem para othelino neto
QUEM ACOBERTA OTELINO? Deputado condenado ainda se mantem no cargo. Com apoio de quem? 
Outros três processos tratam de improbidade administrativa. Um deles tramita na 2ª Vara da Fazenda Pública, também após denúncia do Ministério Público. Nesse caso, de 2014, a Promotoria identificou irregularidades na contratação do Instituto Superior de Educação Continuada (Isec) pela Sema. Apenas em setembro deste ano, Othelino apresentou contestação nesse caso, que aguarda decisão.
DESVIOS
Suspeitas de desvios de recursos de um contrato entre a Sema e a Serquip tratamento de resíduos sólidos levaram a outra ação na Vara de Interesses Difusos e Coletivos, a mes ma onde tramita a terceira, por “violação aos princípios administrativos” e “danos ao erário” em contrato com UTE Porto do Itaqui geração de energia S/A. Duas ações trata de “crimes contra a flora”, uma de 2010 e outra de 2013. Ambas referem-se, também, à passagem de Othelino Neto pela Sema e foram movimentadas pela última vez no mesmo dia, em 10 de novembro deste ano.
1ª CONDENAÇÃO 
No mais adiantado dos processos contra o deputado Othelino Neto, o comunista já chegou a ser condenado por improbidade administrativa ambiental, concessão de licença sem cumprimento de formalidades legais e omissão do dever de fiscalização. A decisão, de 1º grau, é de janeiro de 2014. O parlamentar já recorreu ao Tribunal de Justiça. A decisão é do juiz Manoel Matos de Araújo Chaves, em ação proposta pela Promotoria de Defesa do Meio Ambiente.
O processo remonta a sua passagem pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Neto também é acusado por um empresário de ter cobrado propina de R$ 700 mil para autorizar a licença de instalação de um empreendimento turístico na cidade de Carolina. O depoimento do empresário foi dado à comissão de crimes contra o erário estadual em fevereiro de 2010. Três anos antes, Othelino também foi acusado de ter destinado pouco mais de R$ 35 mil para a construção de um Centro de Visitantes do Jardim Botânico de São Luís.
As informações são do Blog do Antônio
Edição da Agência Baluarte 
Suspeito é linchado após homicídio na Região Metropolitana de São Luís
Caso aconteceu em área urbana de ocupação irregular, por volta das 6h45.
Vítima de linchamento teve rosto esmagado e garganta cortada.
Um duplo homicídio, sendo um por linchamento, foi registrado na região da Vila Luizão, Região Metropolitana de São Luís (MA), no início da manhã desta terça-feira (24). O caso aconteceu em uma área urbana de ocupação irregular, por volta das 6h45.
A primeira vítima foi identificada como Raimundo Nonato da Silva, de 30 anos. Ele saiu do barraco onde morava, atravessou a rua e de dentro do barraco à frente, três suspeitos – que, segundo a polícia, aguardavam sua saída – dispararam contra Raimundo da Silva, que morreu no local.
Duplo homicídio é registrado na Vila Luizão, um por linchamento (Foto: Domingos Ribeiro)
Duplo homicídio é registrado na Vila Luizão, um por linchamento (Foto: Domingos Ribeiro)
Os suspeitos fugiram pela lateral da Unidade de Educação Básica (UEB) de Ensino Fundamental Governador Leonel Brizola. Em perseguição, moradores da invasão conseguira capturar um dos suspeitos, identificado como Marcelo Lisboa Alves, de 21 anos. A tiros e pedradas, ele foi morto pelos populares. Marcelo teve o rosto esmagado pelas pedradas e a garganta cortada.
Segundo o capitão Moreira, da Unidade de Segurança Comunitária (USC) da Vila Luizão, uma equipe da Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) havia passado 10 minutos antes pelo mesmo local dos homicídios, como parte de buscas em outra ocorrência.
´Vídeo mostra jovem sendo linchado depois de furtar bicicleta no Maranhão (Foto: Reprodução / G1)
Vídeo mostra jovem sendo linchado depois de
furtar bicicleta no Maranhão
“Diuturnamente, a gente faz rondas aqui. Aqui não é por falta de policiamento, não. Aqui é a população que não coopera. Não ajuda a gente”, disse o militar, em tom de desabafo.
De acordo com as primeiras informações colhidas pela PM-MA no local dos crimes, Raimundo da Silva e Marcelo Alves eram amigos, ao ponto de um frequentar a casa do outro.
“Segundo a própria mãe dele, viu que Marcelo atirou nele, ainda chegou a falar com ele”, conta o capitão Moreira.
A polícia ainda não identificou o suspeito que matou Raimundo da Silva e já iniciou as buscas pelos outros dois fugitivos.
Linchamentos
É o segundo caso de linchamento registrado em menos de 72h na Ilha de São Luís. Um vídeo enviado para o G1 no sábado (21)mostra um jovem sendo espancado por moradores do bairro Jardim América, em São Luís.  Ele teria tentado roubar uma bicicleta, mas acabou sendo perseguido pela vítima e por populares que viram a movimentação.
Segundo a polícia, a vítima estava em uma ‘lan house’ e deixou sua bicicleta do lado de fora do estabelecimento. O suspeito, identificado como Jardiel de Jesus Silva, 26 anos, aproveitou o descuido e tentou furtar a bicicleta.
As informações são do G1MA

A garota de gelo

Em uma gelada manhã de dezembro de 1980, um homem abriu a porta dos fundos de sua casa em Lengby, Minnesota, e encontrou Jean Hilliard, sua vizinha de 19 anos de idade, congelada na neve no quintal. O corpo da moça havia sido transformado em um bloco de gelo — totalmente sólido — depois de ficar exposto durante toda a noite a temperaturas abaixo dos -20 °C. Jean foi levada imediatamente ao hospital, e seu estado chocou a equipe que a atendeu.
Foto da imagem. Você consegue explicar? 
A garota estava tão seriamente congelada que nenhum de seus membros podiam ser movimentados. Além disso, ela se encontrava tão rígida que os médicos não conseguiam sequer injetar qualquer tipo de medicamento em seu corpo. Seu estado grave a ponto de que, se voltasse à consciência, ela provavelmente apresentaria sérios danos neurológicos e teria as duas pernas amputadas devido à gangrena.
Entretanto, depois de passar algumas horas enrolada em cobertores térmicos, Jean começou a sofrer violentas convulsões, voltando a ficar consciente e, para a total perplexidade dos médicos, sem apresentar qualquer dano cerebral ou físico, apenas alguns sinais de confusão mental. A garota de gelo deixou o hospital 49 dias depois, sem perder uma única unha devido ao grave congelamento, mostrando simplesmente algumas pequenas cicatrizes.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores