terça-feira, 29 de setembro de 2015
Curso orienta produtores sobre o descarte das embalagens de agrotóxico

Produtores de Paço do Lumiar estão recebendo orientações de técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED) sobre a programação de recebimento itinerante de embalagem vazias de agrotóxicos, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura – SEMAPA. Nesta segunda – feira, 28, a palestra foi realizada na comunidade de Tendal/Mojó, grande polo agrícola da região.

Clique para obter Opções
O curso aborda também técnicas de logísticas do agrotóxico, que vão desde a compra, uso correto nas plantações, prazos de validade e cuidados no manuseio
A partir de outubro contêineres serão instalados nas comunidades da Sede, Iguaíba e Cumbique para que os produtores possam fazer o descarte das embalagens e, desta forma evitar a contaminação humana e do meio ambiente.

O curso aborda também técnicas de logísticas do agrotóxico, que vão desde a compra, uso correto nas plantações, prazos de validade e cuidados no manuseio. Até o final da semana as equipes da AGED e SEMAPA levaram o curso para as comunidades de Cumbique, Iguaíba, Pau Deitado e Pindoba.

Matéria enviada pela Coordenação de Comunicação da Prefeitura de Paço do Lumiar
Ex-prefeito Júlio Matos vem visitando lideranças ribamarenses um ano antes da eleição. Estratégia aponta para aproximação com o eleitor 'desconfiado'. 

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O médico e ex-prefeito Júlio Matos(PMDB) vêm mudando a estratégia politico-eleitoral em São José de Ribamar, desde que ficou claro que os ribamarenses não aceitarão mais baterem às suas portas os chamados ‘candidatos de última hora’. Aqueles que só aparecem três meses antes das eleições para pedir votos.

Resultado de imagem para julio matos sao jose de ribamar
O comandante dos oposicionistas de Ribamar, Júlio Matos: 'reciclagem' 
Contando com o apoio de nomes como Júnior Câmara, responsável pelo grupo politico do saudoso prefeito Jota Câmara no município, e do filho Júlio Filho, Matos já se autoanunciou candidato a Prefeito na cidade balneária em 2016.
Convidado de forma insistente pelos demais pré-candidatos da oposição a formar um grupo unificado ao Executivo ribamarense, Júlio ainda não se decidiu pela unidade. Mas, ainda assim, caiu em campo.  O mesmo que faz  o ex-policial Arnaldo Colaço em tom de desespero.
Resultado de imagem para junior camara  sao jose de ribamar
Júnior Câmara representa o espólio politico do saudoso prefeito Jota Câmara, dentro do grupo do médico: ele vem direcionando as ações externas de Matos em Ribamar 
O fato é que, segundo apontam as recentes pesquisas, o anúncio da candidatura de Luís Fernando Silva(PSDB) a Prefeito da Balneária no pleito vindouro tornou a conjuntura eleitoral em Ribamar, cerrada. Fernando detém a maior parte da preferência do eleitorado diante de seus adversários.

Resultado de imagem para luis fernando silva
Anúncio de que de Luís Fernando Silva(foto) será candidato em São José de Ribamar forçou sentimento de renovação interna no grupo julinista; ou um novo nome ou o tucano 
Correndo contra o tempo e enfrentando o sentimento de renovação dentro do seu próprio grupo, Júlio Matos precisou se ‘reciclar’.  Dentro e fora do ambiente politico, os ribamarenses que votam na oposição pedem um novo nome. Ou votam num novo nome da oposição ano que vem ou em Luís Fernando Silva. Eis aí o dilema vivenciado, atualmente, pelos oposicionistas comandados pelo médico. 

Nelma Sarney ‘atropela’ juíza e Lidiane do Leite fica presa no Corpo de Bombeiros

Essa prática é tipica do judiciário maranhense e velha conhecida em todo Brasil. A decisão da Desembargadora Nelma Sarney, Corregedora-geral de Justiça, em anular ontem em cima da hora a ordem da juíza da 1ª Vara de Execuções Penais Ana Maria Almeida que recambiava Lidiane Leite para o presídio feminino do Complexo de Pedrinhas, causou a maior confusão entre agentes da SEJAP, Militares do Corpo de Bombeiros e os advogados da ex-prefeita de Bom Jardim.

Lidiane Leite presa na sede da Polícia Federal em São Luís. Foto:  César Hipólito
Lidiane ficará presa no Corpo de Bombeiros, onde não deveria 
Foi uma guerra de decisões entre Desembargadora e Juíza que criou uma briga generalizada no quartel do CBMMA no Itaqui-Bacanga. Era bombeiro gritando que Lidiane era dele, logo em seguida os agentes penitenciários diziam que Lidiane iria com eles e por fim o advogado “careca” Sérgio Muniz que partiu pra cima de todo mundo gritando: “Lidiane é minha cliente e ela vai ficar aqui por determinação da Desembargadora e ponto final”!

Pelo visto todos querem a “Loira Ostentação” em seu poder. Mas o que mais chamou a atenção do Blog foi a decisão da Desa. Nelma Sarney dizendo que uma juíza de Execuções Penais não possui poder de decisão sobre um preso de Justiça.

Desembargadora Nelma Sarney
DESMORALIZANDO A MAGISTRATURA Para mostrar poder, Nelma Sarney tomou decisão solitária em favor da ex-prefeita corrupta 
Isso é Maranhão! Com a palavra nossos amigos advogados criminalistas do Estado…

As informações são do Blog do MM

Edição da Agência Baluarte 
Reitor e Governador inauguram o Campus de Grajaú em ritmo de festa e comemoração
GRAJAÚ - A cidade de Grajaú esteve em festa na última sexta-feira, 25. Foi o dia em que o reitor Natalino Salgado, o governador Flávio Dino e a diretora do Campus Grajaú, Sandra Barros, acompanhados de autoridades federal, estadual e municipal inauguraram o Campus de Grajaú, localizado no centro maranhense, a 580 km da capital.
Em 2007, nascia o anseio da população grajauense em ter consolidada a Universidade Federal do Maranhão, conta o governador Flávio Dino, que, na época, ocupava o cargo de Deputado Federal. Ele lembra que, em época de campanha para elegê-lo à Deputado Federal, realizou uma visita na cidade de Grajaú, onde recebeu diversos estudantes com um abaixo assinado de mais de 22 mil assinaturas, dizendo que o apoiariam se ele trouxesse a UFMA para Grajaú.
Neste mesmo ano, estava acontecendo eleições para escolha do novo reitor, ocasião em que o atual reitor Natalino Salgado estava concorrendo. Dino, por ser docente da UFMA, tem direito de voto para escolha do reitor. Quando Salgado foi conversar com Flávio e pedir apoio a ele, instantaneamente, ele jogou a responsabilidade para o então candidato à reitoria, dizendo que só votaria nele para reitor se ele prometesse construir um campus em Grajaú. Assim, Natalino Salgado aceitou o desafio e firmou seu compromisso.
Clique para obter Opções
Grajaú ganhou Campus da UFMA

Vencidas as eleições, e tendo o professor Alan Kardec como “filho de Grajaú”, este ficou incumbindo, pelo então deputado federal, a conquistar a implantação do campus na cidade, estando ao lado do reitor Natalino Salgado e ajudando-o a concretizar este sonho. Nesta mesma época, 2007, o então presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva, havia lançado o Reuni, um programa voltado para a expansão e reestruturação das universidades, o qual foi o ponto chave para que o reitor Natalino Salgado desencadeasse a ideia, tirasse do papel e colocasse em prática a construção deste campus.
Foi então, em maio de 2010, que o campus começou a ser construído. Enquanto aguardava a construção, as aulas aconteciam na escola municipal Darcy Ribeiro, que foi cedida pelo então prefeito do município. Em setembro de 2010, o prédio ficou concluído e foi realizada a primeira aula inaugural dos cursos de licenciatura em Ciências Naturais – Química e Ciências Humanas – Geografia.
Este era o desejo da população grajauense que agora comemora esta vitória, uma vez que, mesmo já sendo utilizado, porém não inaugurado, podem desfrutar da consolidação do campus na cidade e do processo de inclusão por meio da interiorização, o que tem sido uma das prioridades do reitor Natalino Salgado, desde o início da sua gestão. “A educação é um privilégio ainda de poucos e a minha satisfação e alegria hoje externada e compartilhada com todos vocês é que nos incentivam a trabalhar pelo bem da comunidade. Estamos inaugurando este campus, tendo em sua maioria, professores doutores, que trabalham e produzem conhecimentos e pesquisa, incentivando os estudantes do centro maranhense a estarem conectados cada vez mais ao mundo acadêmico”, disse.
O reitor ainda enfatiza que tendo o governador Flávio Dino à frente do Estado, será possível contar com o seu apoio para o desenvolvimento da educação que ainda passa por grandes problemas. “Tendo esse canal direto ao governador e vendo sua preocupação com a educação maranhense, será possível investir mais não só na graduação, como também na pós-graduação, o que formará profissionais ainda mais qualificados e preocupados com a educação e o desenvolvimento do Estado. Inaugurar este campus e outros do continente é, portanto, a maior transformação da história da Universidade, ou seja, é o maior projeto de interiorização. Todas essas benfeitorias acontecem justo agora quando, em 2016, a UFMA completará 50 anos. Nossa gestão tem esse comprometimento de trabalhar com a inclusão social e levar a educação a quem precisa”, finaliza.
O governador Flávio Dino, entusiasmado em participar da inauguração deste campus, uma vez que foi um dos que contribuiu para que este campus fosse construído, diz que está nascendo uma bela e grandiosa obra, que é fruto do engajamento de muitas pessoas que fizeram com que esse sonho se tornasse realidade.
“O reitor Natalino Salgado é um gestor exemplar que liderou obras e ações com garra e muita energia. É um exemplo de administrador. Hoje, a UFMA é uma referência. Ela cresceu não só em quantidade, mas também em qualidade, com sua infraestrutura apta a receber seus alunos e professores. A construção de um campus como este, é um empreendimento educacional. Nesta gestão, enquanto governador, temos o compromisso de melhorar os índices da educação no Maranhão. Vamos investir mais de 500 milhões de reais, desde a educação infantil até as universidades. Vamos trabalhar em parceria, porque queremos que o Estado cresça, evolua e se desenvolva. Meu compromisso não é com eleição e sim com a população maranhense. Sei que o resultado desse trabalho árduo só será visto depois de 6, 10 ou até 20 anos, mas o importante é que no futuro seja reconhecido e que o Maranhão saia do ranking de pior estado em termos da educação”, afirmou Flávio Dino.
Atualmente, o Campus de Grajaú possui 22 docentes e mais de 200 estudantes distribuídos entre oito turmas, sendo quatro de Ciências Naturais – Química e quatro de Ciências Humanas – Geografia. Segundo a diretora do Campus, Sandra Barros, está previsto ainda a implantação dos cursos de Ciências Naturais – Biologia e Ciências Humanas – Sociologia e Pedagogia, cuja demanda partiu da solicitação dos próprios estudantes e da comunidade grajauense e foi prontamente atendida pela administração da Universidade. O prédio possui salas de aula climatizada, auditório, biblioteca, restaurante universitário, além de salas administrativas.
Na ocasião, o governador Flávio Dino assinou documento se comprometendo a ajudar financeiramente a Universidade para ampliar o terreno do campus, garantindo uma expansão no campus. Esta notícia deixou a comunidade grajauense feliz e entusiasmada com tamanha expansão, o que duplicará ainda mais os espaços permitindo assim, a instalação de novos cursos.
Sobre Grajaú
Localizada em uma área de 8.842.782 quilômetros quadrados, a cidade de Grajaú, cujo topônimo é derivado do termo tupi, que significa rio Carajás, foi fundada pelo navegador e alferes Antonio Francisco dos Reis, em 29 de abril de 1811, e hoje possui uma população com mais de 68 mil habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Dentro da sua economia, cabe destacar o sal, seu maior produto comercializado neste entreposto, que é altamente necessário para o consumo humano e do gado e vendido em saca de quarenta quilos, assim como o açúcar, o café, a farinha, o querosene, a bolacha, o arroz, entre outros. Grajaú é uma das vinte cidades mais populosas do Maranhão, situada na meso-região Centro Maranhense, que compreende os municípios de Arame, Barra do Corda, Joselândia e Sítio Novo, enquanto que na micro-região do Alto Mearim e Grajaú, compreende a cidade de Tuntum.
Quanto ao trabalho de produção agrícola que mantém a economia local, há um destaque especial para a produção de arroz. Já, entre os minérios, existem a areia, a pedra seixo, a pedra granito e a pedra branca. Em se tratando de educação, atualmente, a rede de escolas de Grajaú, compreende a zona urbana e rural, atendendo a uma camada de 2 .629 alunos na educação infantil, 13.342 no ensino fundamental, 437 no ensino médio e 351 alunos na educação de jovens e adultos. Já na zona urbana, existem 43 escolas, enquanto que na zona rural, há um total de 177 escolas, além de 52 escolas indígenas, na zona rural, sete escolas estaduais, na zona urbana e quatro escolas particulares.

Matéria enviada pela Assessoria de Comunicação da Universidade Federal do Maranhão-UFMA

MPF/MA propõe recomendação para coibir conflitos agrários em Centro Novo do Maranhão

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), recomendou à superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e à coordenação do Programa Terra Legal no Maranhão  que apure se a área reservada ao assentamento Quadra 30 está sendo ocupada irregularmente por mineradores, no município de Centro Novo do Maranhão (MA).
A recomendação é resultado de denúncias feitas por assentados que estariam sendo vítimas de violência em conflitos gerados por uma empresa mineradora instalada em área próxima ao assentamento Quadra 30. O conflito já havia sido identificado em relatório de viagem produzido pela equipe do Incra, no qual consta que há lotes de terras em demarcação pelo Programa Terra Legal que estariam sendo ocupados indevidamente por garimpeiros.
Resultado de imagem para MPF/MA
De acordo com o relatório, um grupo que já desenvolvia atividades de garimpagem patrocinava os conflitos e tentava se apropriar de cerca de 80 hectares de terra
De acordo com o relatório, um grupo que já desenvolvia atividades de garimpagem patrocinava os conflitos e tentava se apropriar de cerca de 80 hectares de terra. Além disso, criavam resistência para que a área não fosse regularizada pelos moradores cadastrados no Programa Terra Legal.
Após denúncias de invasões às áreas de assentamento, com uso de força armada e ameaça a moradores, o MPF/MA requisitou à Secretaria de Segurança Pública do Maranhão o deslocamento de força policial ao local do conflito para que sejam adotadas providências para garantir a segurança dos envolvidos.
Na ação, o MPF/MA pede que o Incra promova, no prazo de seis (06) meses, o levantamento de eventuais ocupações irregulares no assentamento e adote providências sobre a regularização fundiária da área do conflito.
Fonte: MPF/MA

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB