terça-feira, 1 de setembro de 2015

Assaltos e mortes em São Luís e banco explodido em Carolina

Mortes na lanchonete Subway na Cidade Operária
O Subway da Cidade Operária foi palco do terror nesta terça 
A primeira terça-feira do mês e setembro está sendo marcada pela violência extrema na Região Metropolitana de São Luís e também no interior do Estado.
Um dos assaltantes morto na Subway
Um dos assaltantes mortos no Subway
Na capital, por volta das 21hs dois homens foram mortos dentro da lanchonete Subway na Cidade Operária. Segundo relatos os dois tentaram assaltar o local e foram atingidos pelo vigilante.
Resultado de imagem para jeferson portela
O secretário de Segurança Pública do Estado, Jeferson Portela: falta de punho, precariedade conceitual e ausência de medidas preventivas; onda de criminalidade, insegurança e violência só aumenta no Maranhão
Também agora à noite dois homens foram atingidos por disparos de arma de fogo na Praça da Bíblia. Ainda não foi confirmado o óbito de nenhum dos dois, mas aparentemente foram socorridos sem vida.
Dois atingidos por tiros na Praça da Bíblia
Dois atingidos por tiros na Praça da Bíblia 
À tarde, um homem foi executado com quatro tiros no estacionamento do Tropical Shopping. Ele foi morto por dois homens não identificados que estavam numa motocicleta e fugiram tomando rumo ignorado. A vítima possuía uma pistola e há informações de que se tratava de um meliante que praticava saidinhas bancárias em outro Estado.
Um homem executado no Renascença
Um homem executado no Renascença 
Ainda há pouco na cidade de Carolina, sul do Maranhão, um bando formado por aproximadamente 12 homens colocaram pânico na população depois de explodirem a agência do Banco do Brasil. Houve inúmeros disparos de armas de grosso calibre na fuga dos bandidos que conseguiram levar todo o dinheiro da agência.

Banco do Brasil de Carolina explodido
Banco explodido em Carolina 


As informações são do Blog do Minard
Edição da Agência Baluarte

PREFEITO DE SÃO LUIS “DESESPERADO” CHAMA DEPUTADO WELLINGTON DE “MAU-CARÁTER E MENTIROSO'', APÓS DENÚNCIA DE PONTE “FANTASMA”

Parece que o prefeito Edivaldo Holanda Jr (PDT), está cada dia mais “enrolado” e desesperado com a denúncia feita pelo deputado Wellington do Curso (PPS), sobre serviços de drenagem, canalização e retificação do canal do Rio Gangan para a construção da Ponte “Pai Inácio”, no ano de 2013.
Em entrevista concedida com exclusividade ao Blog do Kiel Martins, o prefeito de São Luís chamou o deputado de “mau-caráter e mentiroso''. Segundo ele, um homem público como o deputado não pode fazer esse tipo de denúncia.
Edivaldo Holanda Júnior chamou Wellington do Curso de ''mau-caráter e mentiroso''
De forma corajosa e acertada, Wellington busca esclarecimentos sobre está obra que desde 2013 é prometida e nada foi feito. Na última semana Wellington do Curso durante seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, cobrou informações, em caráter de urgência, ao Ministério das Cidades, ao Tribunal de Contas da União e à Prefeitura de São Luís sobre os processos licitatórios, autuados ou em andamento, pareceres, empenhos e inscrições em restos a pagar, prestação de contas, ordens de pagamento e notas de crédito relacionados aos quase oito milhões destinados pela União à Prefeitura de São Luís para os serviços de drenagem, canalização e retificação do canal do Rio Gangan para a construção da Ponte “Pai Inácio”, no ano de 2013.
Ao justificar o requerimento e fazer referência ao discurso proferido por ele no último dia 25, no qual solicitou esclarecimentos sobre o motivo da demora na construção da ponte “Pai Inácio”, que já foi “lançada” duas vezes pela atual gestão, o parlamentar destacou o Princípio Constitucional da Publicidade e ressaltou a Lei de Acesso à Informação, além de enfatizar o direito do cidadão à transparência.
As informações são do Blog do Kiel Martins

Paço do Lumiar e São José de Ribamar estão entre as cidades brasileiras com alta vulnerabilidade

O dado faz parte de estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada que faz análise de todos os estado brasileiros

O Maranhão está entre os três estados da região Nordeste com a concentração de municípios com registros de alta vulnerabilidade social, Alagoas e Pernambuco completam a lista. O dado faz parte de estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que lançou nesta terça-feira, 1º de setembro, em Brasília, a publicação e a plataforma web (ivs.ipea.gov.br) do Atlas da Vulnerabilidade Social nos Municípios Brasileiros, que traz o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) para os 5.565 municípios do país.
Na análise de municípios por faixa de prosperidade social feita pelo estudo às cidades maranhenses de Paço do Lumiar e São José de Ribamar aparecem na faixa média de prosperidade social, em 2010, junto com outros 923 municípios. Elas se destacam também pela combinação de alto desenvolvimento humano com alta vulnerabilidade social.
Divulgação
Paço do Lumiar no Maranhão: alta vulnerabilidade 
O Ipea concluiu que a quantidade de municípios brasileiros com alta ou muito alta vulnerabilidade social caiu de 3.610 em 2000 para 1.981 em 2010. Já o número de municípios com baixa ou muito baixa vulnerabilidade social passou de 638 em 2000 para 2.326 dez anos depois. A evolução foi mais nítida em alguns estados das regiões Centro-Oeste (como a faixa de fronteira do Mato Grosso do Sul), Norte (especialmente Tocantins) e Nordeste (com destaque para o sul da Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte e leste de Pernambuco).
Renda e Trabalho
A dimensão do IVS em que o país apresentou maior redução é a de Renda e Trabalho, que envolve indicadores de insegurança de renda e de precariedade nas relações de trabalho. Todos os cinco indicadores desta dimensão tiveram melhoria entre 2000 e 2010, refletindo a redução da informalidade, a redução do trabalho infantil e o aumento da ocupação.
Vista aérea de São José de Ribamar
São José de Ribamar: alta vulnerabilidade 
O IVS Renda e Trabalho era, em 2000, de 0,485 (alto). Em 2010, o subíndice foi de 0,320, registrando uma evolução da ordem de 34%. Entre os indicadores de Renda e Trabalho, aquele relativo à desocupação da população de 18 ou mais anos de idade foi o que mais caiu no país – redução em torno de 47% no período.
Capital Humano
O subíndice que sofreu a segunda maior retração no período diz respeito ao Capital Humano. Este conjunto de indicadores que retratam aspectos sociais diversos de exclusão social, acesso aos serviços de saúde e educação, e situações de vulnerabilidade decorrentes de aspectos demográficos e familiares, caiu 28%, passando de 0,503 (muito alta) para 0,362 (média). Destacam-se os avanços observados nos indicadores que medem o percentual de pessoas de 6 a 14 anos que não frequentam a escola (52% de queda) e a mortalidade até 1 ano de idade (45% de queda), expressando, claramente, avanços resultantes de políticas sociais implementadas ao longo dos anos 2000.
As informações são do jornal O Imparcial
Edição da Agência Baluarte

São Luís vai fazer 403 anos e não tem quase nada para comemorar!


Por Mônica Alves

É do próprio ex-vice prefeito da atual administração – Edivaldo Holanda Júnior (PDT) – e agora senador, Roberto Rocha (PSB), as palavras:
“São Luís não é apenas a maior cidade do Maranhão. Ao longo dos anos ela vem sendo administrada como uma cidade pequena, com a mesma lógica com que são governados os menores municípios. Isso tem que mudar”.
20130928094033826974o
São Luís parece cidade primitiva, como se nós, habitantes dela, fôssemos obrigados a nunca caminhar para frente, é como se fôssemos condenados a pagar “algum pato” 
Se essas palavras são de quem um dia (na campanha de 2012) pregou que seria umas das “mudanças” da capital e, hoje, 2015, chama a cidade de “administrada como cidade pequena”, o que eu, uma cidadã comum, que todos os dias vejo a Ilha do Amor sendo maltratada e abandonada, vou dizer?
Sinceramente, no meu ponto de vista, São Luís tem perdido a sua beleza, em todos os aspectos, a cada dia. Tem perdido o que pode oferecer, tanto aos mais de hum milhão de moradores, quanto a quem se dispõe a visitá-la. E olha que não é a 1 vez que falo isso.
São Luís parece cidade primitiva, como se nós, habitantes dela, fôssemos obrigados a nunca caminhar para frente, é como se fôssemos condenados a pagar “algum pato” do passado e não conseguíssemos colher fruto de benesse alguma. Andamos em círculo, a verdade é essa. A cidade que não cresce, não desenvolve. Na realidade, o estado como um todo, não tem do que se orgulhar. Sempre são as mesmas “comemorações” que se resumem apenas a media dúzia de shows, bumba meu boi e carnaval. Não, não temos nada para oferecer além disso.
E aí e depois disso?
Quem é que num feriado próximo quer ficar aqui? Quem é que quer vir para São Luís?
Pelo contrário, as pessoas estão arrumando as malas para ‘pegar estrada’ porque a cidade não oferece um atrativo turístico. Não há investimento da rede pública, da rede empresarial. Ninguém quer mais investir aqui porque não tem retorno. Não há um retorno porque é uma cidade que vai se perpetuando ao abandono, a falta de interesse de seus governantes que só maquiam para os programas televisivos institucionais.
1968978_x240
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade fazendo valer as infinitas promessas políticas em período de campanha, que ao longo dos anos, não saem do papel
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade com licitações para novas linhas de ônibus, para que milhares de pessoas pudessem sair da humilhação de todos os dias, quando são enlatados dentro de latas velhas lotadas, chamadas de ônibus.
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade ganhando mais infraestrutura, mas uma infraestrutura de ponta e não apenas uma maquiagem que borra no 1 contato com a água. Um projeto de revitalização e não de remendos. Em outras palavras, poderíamos, também, comemorar os 403 anos da cidade melhorando “a cara” da centenária, em termos de iluminação, conservação dos prédios que são Patrimônio da Humanidade, limpeza de praças, ruas e avenidas, não apenas na zona urbana, mas na rural.
Resultado de imagem para EDIVALDO HOLANDA JUNIOR
PROJETO POLÍTICO FALIDO O ex-vice de Edivaldo em declaração ainda atual: “São Luís não é apenas a maior cidade do Maranhão. Ao longo dos anos ela vem sendo administrada como uma cidade pequena, com a mesma lógica com que são governados os menores municípios. Isso tem que mudar”.
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade investindo em mais educação, em mais políticas públicas de inserção e de atração ao jovem, em mais teatro, cinema. Capacitação profissional e incentivo a uma vida decente e de trabalho.
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade investindo em mais segurança nas ruas, dentro dos bairros, nas paradas, nos ônibus, nos becos, nos pontos turísticos (?), além da contratação de mais profissionais da área.
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade fazendo Leis valerem a pena. Punições sendo seguidas à risca.
praias
Enfim, eu teria muitos, centenas de problemas e de críticas construtivas a fazer da nossa moça cidade, mas, com certeza, não acabaria hoje
Poderíamos comemorar os 403 anos da cidade fazendo valer as infinitas promessas políticas em período de campanha, que ao longo dos anos, não saem do papel.
A cidade já é feia desde a sua entrada principal, no KM 0, Tirirical. Muita sujeira, trânsito desordenado, vendedores ambulantes sem padronização, sem falar, é claro, no nosso carma – a ausência de infraestrutura. E olha que fica ao lado do único aeroporto que temos.
3490807_x240
A cidade já é feia desde a sua entrada principal, no KM 0, Tirirical. Muita sujeira, trânsito desordenado, vendedores ambulantes sem padronização, sem falar, é claro, no nosso carma – a ausência de infraestrutura 
As pessoas que aqui residem, trabalhadores, servidores públicos, área privada, enfim, população em geral, bem que poderiam ajudar também. Poderiam rever conceitos e se tornarem pessoas mais educadas e gentis.

Enfim, eu teria muitos, centenas de problemas e de críticas construtivas a fazer da nossa moça cidade, mas, com certeza, não acabaria hoje. Mas, me restrinjo a dizer e pedir que os governantes e administradores da grande Ilha tivessem consciência e lutassem por um desenvolvimento planejado e moderno para a capital do Maranhão e melhor qualidade de vida para o seu povo.  Será que eles não se envergonham? Pois eu sim!

Mônica Alves é a titular e editora do Blog da Mônica Alves 
PETARDO REPERCUTIU NAS REDES SOCIAIS POR TODO DIA DE HOJE
''O Governador Flávio Dino ao apoiar a oligarquia Cutrim em São José de Ribamar,traiu a oposição e o povo que votou e acreditou nele!''. 

(Bruno Almeida, ex-comunista residente em Ribamar, detonando esquema do hoje governador Flávio Dino na cidade balneária)
Ex-secretário da Prefeitura de Ribamar publicou nota numa rede social, esclarecendo sua desfiliação do partido.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

O ex-secretário da Prefeitura de Ribamar, Rodrigo Valente publicou nota em resposta ao acordo realizado na tarde de ontem(31) entre oposicionistas e Diretório Estadual do PMDB para que a sigla seja comandada pelos julinistas em São José de Ribamar.

O antigamente peemedebista Rodrigo Valente com membro do partido em São José de Ribamar: nota em rede social para esclarecer desfiliação 
Valente, que aproveita para ratificar apoio ao ex-prefeito Luís Fernando Silva nas eleições de 2016 estava à frente do partido na Balneária desde a última campanha peemedebista, quando coordenou Edinho Lobão a Governador na cidade. Abaixo a íntegra da nota de esclarecimento de Rodrigo Valente à população ribamarense.  

Desfiliação PMDB

Por incompatibilidade com os princípios que pautam minha vida pessoal e profissional, acabo de protocolar minha desfiliação do PMDB.

Encaro os desafios sempre com muita dedicação, acreditando que os resultados acontecerão. Mas isso precisa ocorrer em coerência com os princípios de Deus, em primeiro lugar, com os meus princípios e com respeito ao trabalho em equipe, sem perder a atenção à individualidade. Quem me conhece e trabalhou comigo sabe como sou e que tenho sentimento de gratidão a todos que fazem parte da minha história.

Assim sendo, essa minha decisão é tomada frente à atitude dos dirigentes estaduais do partido, que decidiram por colocar a frente do partido em São José de Ribamar, um grupo do qual não faço parte e com o qual não tenho afinidade, sobretudo por serem oposição ao grande grupo do qual faço parte, chamado Luís Fernando.

Estarei reunido com Luís Fernando e nosso grupo político para decidir quais serão os novos rumos que tomarei. Uma coisa é certa: nunca abandonarei minha São José de Ribamar.


Rodrigo Valente

Deputado Zé Inácio acompanha ministro Patrus Ananias em Itapecuru-Mirim

O deputado Zé Inácio (PT) acompanhou o Ministro do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias em visita ao assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra Cristina Rosa e ao quilombo Santa Rosa dos Pretos, localizados no município de Itapecuru Mirim.

O Maranhão é o segundo estado que o Ministro Patrus realiza visitas em áreas de Assentamentos e Comunidades Quilombolas com o objetivo de dar continuidade ao compromisso de dialogar e conhecer a realidade dos territórios do Brasil rural.

Zé Inácio ressaltou importância da parceria entre os governos federal, estaduais e municipais
Zé Inácio ressaltou importância da parceria entre os governos federal, estaduais e municipais
O deputado Zé Inácio (PT) durante evento ressaltou a importância de ações como essas com a parceria dos governos federais, estaduais e municipais. Zé Inácio também destacou o papel dessas comunidades para o fortalecimento da agricultura familiar em nosso estado. “O papel dessas comunidades é importantíssimo para o desenvolvimento do nosso Estado, pois são elas que produzem a nossa agricultura e este é um momento impar para essas comunidades que ao longo dos anos foram esquecidas”, declarou o deputado.

Patrus afirmou que conhecer os territórios é uma oportunidade de valorizar os múltiplos olhares do país, para a criação de sinergias.

Zé Inácio e Patrus Ananias visitaram assentamento do MST e área quilombola em Itapecuru Mirim
Zé Inácio e Patrus Ananias visitaram assentamento do MST e área quilombola em Itapecuru Mirim
Zé Inácio ainda destaca a importância de investimentos nas áreas rurais para o desenvolvimento sustentável no Maranhão. “A produção agrícola do nosso estado precisa ser alavancada, pois existem gargalos, como falta de investimentos em tecnologias e capacitação, assim como também programas específicos para os agricultores, além de linhas de créditos. Já está mais que na hora de fazermos os reparos com os agricultores rurais (quilombolas, quebradeiras de coco, assentados, pescadores e indígenas), que vem sendo deixada de lado ao longo desses anos”.
Patrus no Maranhão
A vinda do Ministro ao Maranhão se deu ao lançamento do Plano Safra. Na oportunidade ele realizou visita aos territórios rurais, que tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico e universalizando programas básicos de cidadania, por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável, a participação social e a integração de ações entre Governo Federal, estados e municípios são fundamentais para a construção dessa estratégia.
O assentamento Cristina Rosa e ao quilombo Santa Rosa dos Pretos pertencem ao Território da Cidadania Vale do Itapecuru, que é composto pelos municípios de Ananatuba, Catanhede, Itapecuru Mirim, Matões do Norte, Miranda do Norte, Nina Rodrigues, Pirapemas, Presidente Vargas, Santa Rita e Vargem Grande, neste território, com mais de 8,9 mil quilômetros quadrados e quase metade da população vivendo no meio rural, nasceu o movimento das quebradeiras de coco babaçu.
Matéria enviada pela Assessoria de Imprensa do Deputado 
Carro fica prestes a cair em precipício causado por maré altaA época de maré mais alta do estado provocou muita destruição em pontos da orla da Ilha de São Luís (MA) em apenas dois dias. Na manha desta terça-feira (01) um veículo quase capotou em um precipício criado pela erosão na praia de Ponta d’Areia. O veículo estava pela metade à beira do abismo. 

Desde essa segunda-feira (31) a maré de sizígia destruiu o calçamento e derrubou um poste de iluminação pública e até um poste de um equipamento do Sistema de Videomonitoramento da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA), que foi retirado do local. 

O veículo estava pela metade à beira do abismo
O fenômeno conhecido como maré de sizígia ocorre quando o Sol e a Lua estão alinhados em relação à Terra e a atração gravitacional entre esses dois astros se soma, criando marés mais fortes, combinados aos ventos deste período do ano, segundo os especialistas. 

Segundo a Marinha do Brasil, ainda na manha desta terça-feira (01) a maré alta deve alcançar os 6,6 metros. À noite, por volta das 20h53, a preamar se repete, mas alcança os 6,4 metros.

As informações são do iDifusora 
Filho do saudoso prefeito Jota Câmara, Júnior pôs Julinho no comando do 15 na cidade balneária. 

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

Uma reviravolta daquelas. Assim podem-se classificar as recentes mudanças na conjuntura partidária ribamarense. E para melhor exemplificar a paisagem, na foto abaixo se veem o deputado federal João Marcelo, o ex-candidato a Prefeito Júlio Filho, o senador João Alberto e Júnior Câmara abalizando o comando do PMDB na Balneária para Júlio Matos, o Dr. Julinho, que não pôde se fazer presente à reunião realizada ontem(31) na sede do PMDB. 

Da esquerda para a direita: o deputado federal João Marcelo, Júlio Filho, o senador João Alberto e Júnior Câmara: grupo julinista agora comanda o PMDB na cidade balneária 

Câmara, em contato com a Agência Baluarte, deu a noticia em primeira mão à nossa equipe e em tom de comemoração. ''Dr. Julinho agora comanda o PMDB em São José de Ribamar'', exultou ele.

Júnior, que vinha articulando há algumas semanas levar o ex-prefeito e histórico pedetista para os quadros do partido de João Alberto, pretendia ao se aproximar da sigla, redesenhar a estrutura politico-partidária dos oposicionistas para o pleito vindouro.  Pelo visto, ele conseguiu.


Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores