sexta-feira, 14 de agosto de 2015
Prefeito vem sendo alvo do descontentamento de dezenas de lideranças que o acusam de não ter cumprido a agenda social proposta e os acordos partidários.

POR FERNANDO ATALLAIA
DIRETO DA REDAÇÃO

A situação politico-administrativo do prefeito Josemar Sobreiro(PR) em Paço do Lumiar não é das melhores.

Enfrentando acentuado desgaste no município e deixando em aberto a possibilidade da indecisão por parte do eleitor luminense que já não sabe se ele mereceria uma nova chance para continuar no comando do Executivo local, Josemar, vice e secretariado, além de vereadores da base governista, passam por uma enseada de insatisfação gritante tanto nas ruas quanto na esfera interna da gestão.

Caetano Jorge(camisa preta) é um dos já fortes pré-candidatos a Prefeito de Paço que foi gerado pelas deficiências administrativas da gestão Josemar 
O visível atordoamento vivenciado por Josemar Sobreiro e grupo em Paço do Lumiar vem favorecendo a oposição e abriu frestas para uma disputa em 2016 mais que acirrada.  Em debandada constante para o seio dos grupos de pré-candidatos como Caetano Jorge, Inaldo Pereira, Dutra, Gilberto Aroso, Pastor Nauber e outros menos expressivos, as principais lideranças que apoiaram Josemar em 2012 já declararam publicamente fé no projeto de alternância para o pleito vindouro. Não apoiarão Josemar à reeleição.

Resultado de imagem para gilberto aroso
O ex-prefeito Gilberto Aroso promete voltar com todo gás; ele vem sendo bem pontuado nas pesquisas para 2016 
A insatisfação é tanta que num cenário até bem pouco tempo uniforme e que contemplava o prefeito a ponto de deixá-lo tranquilo em relação a seus adversários, os muitos erros de articulação promovidos pelos governistas, suplantaram a certeza de Josemar de que o gestor poderia facilmente empreender uma natural reeleição vitoriosa.

Problemas no setor da comunicação e debilitado diálogo com as bases das áreas rural e urbana de Paço revelaram um corpo de auxiliares que nada acrescenta em diferença em relação a seus antecessores. Por mais que se esforce, o prefeito assiste a presença de um secretariado protocolar demais, engessado e burocratizado. Diante do cerco que vem se fechando pelos oposicionistas à sua cadeira, Sobreiro não consegue perceber o 'perigo'. Dá de ombros com um desgaste que a cada dia se anuncia irreversível e irreparável

Resultado de imagem para josemar sobreiro
ALGOZ DE SI MESMO O prefeito Josemar Sobreiro: gestão deficiente que gera adversários  
Como se não bastasse essa irrefutável realidade, Josemar ainda trouxe para si a revolta daqueles que suaram a camisa por sua eleição, quando ao usar do fadado expediente da valorização de 'profissionais' de outras cidades lhes ofertando a prefeitura em detrimento dos locais, caiu na vala comum dos acordos espúrios politiqueiros. Não ouve equilíbrio: hoje em Paço há a endemia dos 'estrangeiros' que ocupam os lugares dos lumineses. As consequências vem sendo desastrosas. O prefeito é acusado de não ter cumprido a agenda social divulgada em campanha, nem tampouco os acordos políticos

Na conjuntura partidária, a situação se agrava. As legendas até então entusiastas do projeto de reeleição de Sobreiro vem se insurgindo contra ele. O prefeito, por sua vez, tenta mostrar poder. Se aproxima do Governo estadual e de partidos que estão em voga. Estratégia que nas próximas urnas de Paço, diante de tantas lacunas construídas pela administração de Josemar, será pouco satisfatória. As oposições de Paço veem um campo aberto pela incompetência de uma gestão que peca em erros primários, rudimentares e sabe que unida poderá com facilidade bater o professor em 2016. Uma constatação cada vez mais presente. 


Familiares pedem justiça após morte do jovem por policial

Em cortejo, o corpo de Fagner Barros dos Santos foi levado e sepultado no fim da tarde desta sexta-feira (14), em cemitério no bairro do Parque Vitória, em São Luís

Amigos e familiares do jovem Fagner Barros dos Santos, de 19 anos, morto por policial em reintegração de posse, na última quinta-feira (13) pedem justiça em velório que aconteceu na casa da mãe da vítima, na Vila Luizão, em São Luís.
A mãe de Fagner, Iolanda Santos Ferreira, estava muito comovida á beira do cachão, e em suas poucas palavras, com voz tremula e chorosa, dizia “Filho acorda, tá na hora de se arrumar para ir ao trabalho, levanta, mamãe te ama, tua filha tá acordada, vem ver ela”.
DIVULGAÇÃO
Fagner Barros deixou a namorada e uma filha de apenas dois meses
Já para o amigo da vítima, Welton Santos de Paiva, que estava ao lado de Fagner na hora do fato, diz que esse é um momento de indignação e revolta. “Graças a Deus não fui alvejado, mas o policial atirou contra a minha perna, e errou, eu só levantei minhas mãos e pedi para ele não me matar. Hoje não poderia está aqui falando, mas com vida, digo que estou revoltado com tudo isso, achei uma covardia essa atitude dos policiais, queremos que a justiça seja feita”, desabafou Welton.
Resultado de imagem para francisco gonçalves
ELE VAI QUESTIONAR AQUELE QUE O EMPREGA? O secretário de Direitos Humanos do Governo do Estado, Francisco Gonçalves: mudo ficou, mudo deve ficar  

Fagner Barros deixou a namorada e uma filha de apenas dois meses. Antes de ir à manifestação, familiares e até amigos estavam contra a atitude de Fagner, mesmo ele não tendo uma casa para morar com a família construída em pouco tempo, insistiu em ir, tentar conseguir uma terra para construir uma moradia.
Comovida, a namorada Mayara Pires, guarda o sentimento de profunda indignação. Ela culpa a polícia por destruir uma família. "Ele dizia que nunca iria nos deixar, do nada vem um policial irresponsável e destrói a nossa família, destrói a minha vida, destrói todos os meus sonhos.", disse a namorada.
Resultado de imagem para pedrosa psol
No fim da tarde desta sexta-feira (13), o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA, Antônio Pedrosa(foto), foi ao local da reintegração de posse, conversar com os ocupantes da terra
Em cortejo, o corpo de Fagner Barros dos Santos foi levado e sepultado no fim da tarde desta sexta-feira (14), em cemitério no bairro do Parque Vitória, em São Luís.
Direitos Humanos
No fim da tarde desta sexta-feira (13), o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-MA, Antônio Pedrosa, foi ao local da reintegração de posse, conversar com os ocupantes da terra.
Recebido por manifestantes, o presidente disse que a morte do jovem Fagner Barros, já começou a ser investigada pela Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios.
“Vamos ter três etapas nesse processo, a primeira, tem que ser a investigação da morte do jovem, a segunda, formar uma comissão de líderes para dialogarmos com a justiça e autoridades para resolvermos a causa, e a terceira, é que a Defensoria Pública do Maranhão irá apoiar essa causa”, disse Antônio Pedrosa.
Mais de 50 detentos não retornaram da saída temporária dos pais
Dos 325 detentos beneficiados com a saída temporária do Dia dos Pais na última sexta-feira (07), 312 saíram efetivamente, já que alguns foram impedidos por haver novas ordens de prisões judiciais. 


A saída foi determinada pela juíza da 1ª Vara de Execuções Penais (VEP), Ana Maria Almeida Vieira
Desse quantitativo, 57 apenados não cumpriram o prazo de retorno, até as 18h de ontem (13). Segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap), a saída foi determinada pela juíza da 1ª Vara de Execuções Penais (VEP), Ana Maria Almeida Vieira, por meio da portaria 016/2015, que prevê pena de regressão de regime caso descumprida.

As informações são do iDifusora

Dono de jornal do Itaqui-Bacanga ameaça radialista Rose Castro

A radialista Rose Castro registro denuncia no 5º Distrito Policial contra o proprietário do Jornal Itaqui/Bacanga, César Cutrim, que estaria lhe ameaçando após perder espaço na área para uma publicação. Segundo a radialista, o empresário da comunicação  tem lhe perseguido desde que fundou o jornal “Aquibacanga”, na região.
 Conforme Rose Castro, já na primeira edição do Aquibacanga passou a ser pressionada e depois  procurada pessoalmente pelo o empresário que lhe convenceu a retirar o nome “Aquibacanga”. Para evitar problemas, ela concordou achando que estaria se livrando das pressões.
César Cutrim foi denunciado por Rose Castro
César Cutrim foi denunciado por Rose Castro

“Concordei em tirar o primeiro nome do meu jornal porque me senti ameaçada, ele marcou um encontro, eu disse que iria se fosse local público e assim foi feito, chegando lá ele disse que seria melhor pra mim, mudar por que confundiria o leitor pela fonética dos nomes dos jornais ser parecida, me senti impotente devido às pressões e ameaças de que eu “pagaria por isso”, não sei que preço seria esse, então resolvi mudar o nome do nosso jornal”, disse Rose Castro.
Segundo o relato da radialista, feita a mudança, o jornal Aquibacanga, passou a se chamar Novo ibacanga.  Conforme a denunciante, tudo parecia ir bem, até que ela foi pessoalmente distribuir o impresso no último dia 27 de julho, quando foi seguida e teve o seu  veículo trancado dentro do bairro Fumacê, região Itaqui-Bacanga.
“Levei um grande susto ao ver aquele veículo Corola prata, se aproximar rápido do meu, quando percebi,  ele já estava na minha janela, mandando eu parar o carro, disse que queria falar comigo, então freie e ele passou veloz e parou na minha frente, eu e  minha equipe ficamos apavorados. Então ele desceu e veio até meu carro, parou olhou dentro do veículo e na janela  apontou o dedo pra mim e disse:  ‘Eu não já mandei você mudar o nome do jornal!? Você apenas fez uma pequena mudança, você tem de tirar por completo. O nome “Bacanga”, é meu, eu, patenteei e aqui na área Itaqui-Bacanga, ninguém pode fazer nem panfletos com esse nome!’, fez algumas ameaças a mais e foi embora do jeito que chegou, em velocidade. Agora o nosso jornal   está sem nome, recebi a solidariedade de alguns amigos, mas por temer a minha segurança vou tirar o nome por completo do nosso jornal”, desabafou.
Uma das pessoas solidárias a Rose Castro foi a também radialista Helena Leite que  abriu uma enquete no seu programa para que a população da área Itaqui-Bacanga, escolha um novo nome para o seu jornal.
Rose conta que pode ter mais alguém interessado na mudança do nome, por que das inúmeras vezes que o empresário ligou para ela,  ele citou um chefe, “Não sei à quem ele está se referindo, porque das vezes que me pressionou também por telefone, ele perguntava se eu já tinha resolvido mudar, porque ele tinha que passar a informação da mudança do nome pro chefe, achei estranho…Isso me motivou a tirar de vez, ele ainda citou o nome de um deputado que estaria a seu favor, e de uma mulher da justiça que a pedido do empresário, teria ligado para um patrocinador do jornal, “foi durante saída da delegacia que ele disse que essa senhora já teria informado à meu patrocinador que meu jornal é  clandestino à pedido dele, não sei quem poderia ser, enfim fiquei com muito medo”. Finalizou Rose Castro.
As informações são do Blog do Jorge Vieira

Segunda fase da Operação Cayenne apreende bens de empresário no Maranhão 

Ele teria movimentado R$ 21 milhões desviados da Univima

A Polícia Civil apreendeu alguns bens que pertencem  a um suspeito de envolvimento em desvios de R$ 34 milhões na Universidade Virtual do Maranhão (Univima), durante a Operação Cayenne, nesta manhã (14), em Barreirinhas.

O equipamento foi encontrado na residência do empresário Francisco Ferreira, acusado de ter relações próximas ao ex-servidor estadual Paulo Giovanni Aires Lima, que estaria à frente do esquema.
Resultado de imagem para univima
Segundo informações preliminares, ele teria movimentado R$ 21 milhões dos quase R$ 34 milhões desviados da universidade
De acordo com o Ricardo Moura, da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção, uma moto aquática, uma caminhonete de luxo, dois quadriciclos, documentos e computadores foram apreendidos na casa do empresário Francisco Ferreira, acusado de ter relações próximas ao ex-servidor estadual Paulo Giovanni Aires Lima, que estaria à frente do esquema.

Segundo informações preliminares, ele teria movimentado R$ 21 milhões dos quase R$ 34 milhões desviados da universidade, por meio da empresa ‘FJS Ferreira Comércio’.

O empresário é acusado de ter movimentado R$ 21 milhões dos quase R$ 34 milhões desviados da universidade, por meio da empresa ‘FJS Ferreira Comércio’. Essa movimentação foi descoberta pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda.

As informações são da TV Guará

Dilma faz petistas maranhenses de “trouxas” e indica aliados de Sarney para cargos no MA

Enquanto o PT do Maranhão aumentava o coro “não ao golpe”, durante a visita da presidente Dilma a São Luís na segunda-feira(10), os principais cargos do governo federal no Estado era distribuídos para “aliados” ligados ao clã-sarney.
Pelo menos três deles, já têm nomes certo e indicações garantidas:
Para a Companhia dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), que é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Integração Nacional, o nome é do ex-deputado Federal Sétimo Waquim(PMDB), aliado da oligarquia maranhense.
11060907_814321395332845_4273471746960845729_n
GOLPEADOS Petistas desprestigiados reuniram no último domingo(09) para marcar estratégias de recepção da presidente
A indicação do marido da ex-prefeita peemedebista de Timon, Socorro Waquim, causou descontentamento do deputado federal Waldir Maranhão (PP-MA), 1º vice-presidente da nova Mesa Diretora da Câmara Federal, pois o Ministério é comandado pelo PP, nada mais justo que o cargo no Maranhão ser indicação no partido local.
Outro sarneysista que assumirá cargo federal é o ex-secretário extraordinário de Articulação Institucional do governo Roseana, o petista Rodrigo Comerciário, assumirá a Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA) no estado do Maranhão. A indicação segue orientação direta do ex-presidente do senado, José Sarney.
Para completar a lista de ex-auxiliares do governo Roseana Sarney que irão para o governo federal, fecha a lista o ex-secretário de Estado de Pesca e Aquicultura, Davidson Franklin, que será nomeado nos próximos dias superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) no Maranhão.
Deputado-Federal-Sétimo-Waquim
NA MAMATA Sétimo vai para a Codevasf; Comerciário para a DFDA e Franklin para o Incra
O cargo até então ocupado por um petista, que lutava para indicar um companheiro do mesmo partido, vinha sendo disputado pelo PMDB e PDT, mas ninguém conseguiu impedir que o sarneysista Cléber Verde, deputado federal do PRB, fizesse a indicação.
Por fim, resta saber se a enrolada Genilde Campagnaro, que curiosamente também é ex-auxiliar de Roseana Sarney, ocupou a Secretaria de Estado do Meio Ambiente(SEMA), vai mesmo assumir a Superintendência Federal da Pesca e Aquicultura no Maranhão. Ela é apadrinhada pelo Deputado Federal Sarney Filho(PV).
As informações são do Blog do DC
Edição da Agência Baluarte
Espécie de polvo recém-descoberta faz “sexo selvagem”
Os listrados do Pacífico nem nome têm, mas já se mostram mais moderninhos que todas as outras espécies do gênero

Há décadas circulam relatos sobre um polvo listrado e com características bem incomuns ao gênero.

Só há alguns anos estudos mais focados na espécie começaram a ser realizados. Entre 2012 e 2014, pesquisadores da Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos, mantiveram alguns listrados em cativeiro para analisar seus comportamentos, de forma a introduzir a espécie formalmente à comunidade científica.

O polvo listrado do Pacífico finalmente foi estudado e introduzido à comunidade científica (Foto: Divulgação)
Essa é a imagem do 'bruto' que desbancou Rocco
A partir das observações, os cientistas puderam confirmar várias características atípicas do polvo. As principais dela se dão na forma de acasalamento. Segundo os cientistas, os polvos listrados do Pacífico (que ainda estão para ganhar um nome formal) fazem sexo selvagem. Enquanto os machos de outras espécies geralmente depositam o esperma nos braços das fêmeas, os casais de listrados se entrelaçam e emparelham boca contra boca, como se estivessem se beijando. Eles chegam, inclusive, a compartilhar refeições por meio desses “beijos”.

Essa não é a única diferença: os listrados gostam de conviver um pouco antes de partir para o acasalamento. Nas espécies mais comuns de polvos, os machos mal encostam nas fêmeas, pois elas costumam matá-los logo após as relações sexuais. Além disso, elas mesmas costumam morrer depois de botar a primeira ninhada de ovos. Já as fêmeas listradas podem acasalar e botar ovos várias vezes por meses.
“Observar e registrar o incrível comportamento desse polvo fascinante foi além de empolgante. Fez com que eu me lembrasse do quanto ainda temos a aprender sobre o misterioso mundo dos cefalópodes”, afirmou o cientista Richard Ross.
Fonte: Galileu
Edição: Agência Baluarte

Justiça afasta prefeito de Anajatuba

Uma decisão liminar da juíza Mirella Cezar Freitas determina o afastamento imediato, por 180 dias, do prefeito de Anajatuba (132Km de São Luís) Helder Lopes Aragão por suposto ato de improbidade administrativa. A decisão é resultado de uma ação civil pública (ACP) interposta pela Promotoria da Comarca de Anajatuba, onde o representante ministerial alega a existência de inúmeras irregularidades e ilegalidades na realização de processos licitatórios no município maranhense, que teriam resultado no desvio verbas públicas.
Também são citados por envolvimento no suposto esquema de desvio de verbas o secretário municipal de Administração e Finanças, Edinilson dos Santos Dutra; da secretária municipal de Educação Álida Maria Mendes Santos Sousa; do secretário municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Leonardo Mendes Aragão; do secretário municipal de Saúde Felipe Costa Aragão; e os vereadores Marcelo Santos Bogéa e Domingos Albino Beserra Sampaio. Juntamente com o prefeito, eles teriam praticado atos de improbidade administrativa, causando danos ao erário e promovendo o enriquecimento ilícito.
Resultado de imagem para prefeito de anajatuba
Uma decisão liminar da juíza Mirella Cezar Freitas determina o afastamento imediato, por 180 dias, do prefeito de Anajatuba (132Km de São Luís) Helder Lopes Aragão(foto), por suposto ato de improbidade administrativa
A juíza, com base na ACP, destaca que o Ministério Público instaurou processo administrativo com base em representação trazida pelo então vice-prefeito Sydnei Costa Pereira. As manifestações permitiram a instauração de procedimento investigatório criminal conduzido pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco). As investigações tiveram apoio da Polícia Federal, Controladoria Geral da União e do Tribunal de Contas da União.
Consta na decisão a existência de empresas que seriam de “fachada”, dentre elas, as empresas A4 Entretenimento, M.R. Comércio e Serviços, Vieira e Bezerra LTDA e a Construtora Construir. Segundo a ACP, não foram obedecidos dispositivos legais para realização das licitações, conforme determina as leis 8.666/1993 e 10.520/2002. Durante os procedimentos investigatórios foram identificadas supostas irregularidades em diversas modalidades licitatórias realizadas pelo Executivo municipal.
Ainda segundo o representante do Ministério Público, para atingir o fim criminoso o grupo teria montado dois núcleos de atuação. O primeiro chamado núcleo empresarial, responsável pela criação e operação das “empresas de fachada” composta por “sócios-laranjas”. Já o segundo seria montado o núcleo político, constituído pelos agentes públicos demandados na ação. Uma das empresas vencedoras teria sido criada 17 dias antes de vencer a concorrência pública para administrar uma verba de R$ 865.000,00 (oitocentos e sessenta e cinco mil reais).
Mirella Freitas determina que o vice-prefeito Sydnei Costa Pereira assuma o cargo de prefeito. Para isso manda que o presidente da Câmara de Vereadores de Anajatuba proceda com a convocação e lavratura do termo de posse e exercício provisório, comprovando o atendimento da medida no prazo de 05 (cinco) dias.
Quanto ao pedido de indisponibilidade e sequestro de bens a juíza negou o pedido do Ministério Público, alegando que o mesmo não indicou, na ACP, o valor relativo ao suposto prejuízo que pretensamente deverá ser recomposto ao erário.
Matéria enviada pela Assessoria de Comunicação da CGJ
Edição da Agência Baluarte

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores