quarta-feira, 29 de julho de 2015

Mulher é abandonada por parceiro, coloca fogo no motel e é presa

Uma mulher de 26 anos foi condenada a 2 anos e 8 meses de prisão por ter incendiado um motel em Pembrokeshire (País de Gales) após ter sido abandonada pelo parceiro.
Georgina Tranter tinha ido ao local após curtir um baile com o seu companheiro.
Inicialmente, após levar o fora, Georgiana, que estava sob efeito de álcool e cocaína, foi conduzida para casa por policiais.
galesa
Revoltada com o rejeição, a galesa encheu um galão com combustível do carro da mãe e voltou ao motel
Revoltada com o rejeição, a galesa encheu um galão com combustível do carro da mãe e voltou ao motel.
Felizmente, todos os 133 ocupantes do motel foi retirados do local em segurança, contou o “Metro”.
Após o incêndio, Georgina escreveu uma mensagem por celular para o parceiro que a abandonara: “Preciso de você. Fiz algo estúpido. Estou fugindo”.
Acabou presa e condenada.
Fonte: O Globo
Zé Inácio (PT) desde que assumiu o parlamento fez o compromisso em ter um mandato popular, por ter como plataforma de governo a defesa de quilombolas, assentados, quebradeiras de coco, agricultores rurais, pescadores, entre outras classes excluídas da sociedade.
A nossa atuação na Assembleia é pautada pela defesa do Governo Dilma e na participação popular visando aproximar o parlamento da sociedade”, ressalta o parlamentar.

O deputado Zé Inácio (PT) é o presidente da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias na Assembleia Legislativa. E desde que tomou posse como presidente desta Comissão vem atuando com muita perspicácia, com a realização de Audiências Publicas como a da Lei das Filas, sobre o Autismo, Conflitos Agrários, entre outros.
Resultado de imagem para zé inacio deputado
O deputado Zé Inácio em balanço do mandato legislativo: “A nossa atuação na Assembleia é pautada pela defesa do Governo Dilma e na participação popular visando aproximar o parlamento da sociedade”. 
Durante os cinco (05) meses de mandato, Zé Inácio (PT) também realizou inúmeras proposições, como a coibição dos Conflitos Agrários no Maranhão; Em Defesa do retorno do projeto da Refinaria Premium em Bacabeira e da criação da Lei Estadual de ATER e Agricultura Familiar.
Foi um dos grandes articuladores que fez com que o governador Flávio Dino autorizasse a licitação para construção da ponte Central/Bequimão. Além de reconhecer a importância do acordo celebrado entre Brasil e China, que prevê investimentos em vários estados, inclusive no Maranhão via Complexo Siderúrgico (Açailândia e cidades entorno).
E em defesa da Baixada Maranhense, buscou junto à Superintendência Estadual da Caixa Econômica Federal, a instalação de caixas eletrônicos no Porto Cujupe, local com grande fluxo de passageiros.
O petista destaca que o seu mandato é um mandato popular que tem como meta minimizar as diferenças sociais em todo o Maranhão.

Matéria enviada pela Assessoria de Imprensa do Deputado

Ministério Público exige MC Pedrinho fora da TV Aberta no Brasil 

Ministério Público Federal quer MC Pedrinho, de 13 anos, longe das emissoras da TV aberta (concessões públicas) do Brasil. Todas as redes de televisão já foram notificadas pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do MPF

As redes de televisão do país foram notificadas pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal (MPF) de São Paulo para que deixem de veicular apresentações do MC Pedrinho.
Com apenas 13 anos, o cantor mirim tem como maior sucesso o funk “Sexologia”, que tem mais de 1,7 milhão de visualizações no YouTube. O principal refrão da música é “Manda, manda putaria”.
MC Pedrinho ministério público
Com apenas 13 anos, o cantor mirim tem como maior sucesso o funk “Sexologia”, que tem mais de 1,7 milhão de visualizações no YouTube. O principal refrão da música é “Manda, manda putaria”.
No último mês de maio, a pedido do Ministério Público Estadual de São Paulo, o Juízo da Infância e da Juventude do mesmo estado concedeu medida liminar proibindo shows do MC Pedrinho em todo o país. O descumprimento pode acarretar multa de R$ 50 mil contra os responsáveis.
Agora, o MPF em São Paulo recomendou às emissoras de canal aberto que não incluam o cantor em sua programação.
“MC Pedrinho notabilizou-se por cantar funks com palavrões e conteúdo obsceno”, justifica o Ministério Público Federal em nota divulgada há pouco.
Segundo o procurador da República Jefferson Aparecido Dias, autor da recomendação, o Estatuto da Criança e do Adolescente só permite às emissoras de rádio e TV exibir, “no horário apropriado para o público infanto-juvenil, programas com finalidades educativas, artísticas, culturais e informativas, o que exclui apresentações com o teor das músicas de MC Pedrinho”.
As informações são do Congresso em Foco

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB