sábado, 14 de fevereiro de 2015
Ladrão de bancos é preso quando se preparava para passar o carnaval na Região dos Lagos

Extra Rio

Depois de ser acusado de assaltar dois bancos em 48 horas e de roubar um total de R$ 180 mil, Jonatan Monteiro Sambade, de 33 anos, foi preso nesta sexta-feira, em Santíssimo, na Zona Oeste do Rio, quando se preparava para passar o carnaval na Região dos Lagos. Apontado como principal integrante de uma quadrilha especializada em roubos a agências bancárias, Jonatan, que também é conhecido como J, ofereceu R$ 100mil para não ser preso.

Com ele, a polícia apreendeu uma pistola calibre nove milímetros. Segundo o delegado Márcio Braga, da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), mesmo algemado, Jonatan teria tentado pular a janela de uma patrulha da DRF. Ele foi autuado em flagrante por porte de arma de uso restrito, resistência a prisão e corrupção ativa. Em nome do bandido havia ainda um mandado de prisão temporária expedido pelo Tribunal de Justiça do Rio.

O assaltante de bancos Jonatan Monteiro Sambade foi preso pela DRF quando ia para a Região dos Lagos
O assaltante de bancos Jonatan Monteiro Sambade foi preso pela DRF quando ia para a Região dos Lagos Foto: Divulgação / Divulgação

J. também é suspeito de participar de assaltos a agências da Caixa Econômica Federal. Com oito anotações criminais por roubos a banco, Jonatan aumentou sua lista de crimes na última terça-feira. Ele e outros sete homens atacaram o banco Santander, da Boulevard 28 de Setembro, em Vila Isabel. Depois de passar pela porta giratória, e render os vigilantes, o bando fugiu em dois carros levando R$ 130 mil.


Na fuga, parte da quadrilha foi detida em uma blitz da Polícia Rodoviária Federal, em Irajá. J. estava em outro automóvel e conseguiu fugir.
Anteontem, Jonatan e outros cinco homem roubaram o Santander de Pilares, de onde levaram R$50 mil.

Ontem, a polícia descobriu o endereço de Jonatan. O assaltante entrou em um Logan e foi seguido pelos policiais. Na Avenida Brasil, o bandido foi interceptado pelos policiais da DRF.

— Já estávamos monitorando o Jonatan e o seguimos. Ele estava indo passar o carnaval na Região dos Lagos— disse o delegado.

Mulher é presa após furtar R$ 13 mil
A policia prendeu Antônia Cardoso de Morais por furto. O caso aconteceu em São Domingos do Azeitão, no interior do estado.
Ela levou R$ 13 mil reais de uma residência em que trabalhava como empregada doméstica.
947a60c160a81567c71c514e8029e7aa_XL
A empregada doméstica Antônia Cardoso de Morais furtou R$ 13 mil da residência em que trabalhava 
A vítima o senhor identificado como Iron Duarte Sousa, quando sentiu falta do dinheiro, prestou queixa a policia.
Com a acusada a policia ainda encontrou R$ 8 mil reais. A prisão foi efetuada pela 6ª Companhia Independente da Policia Militar.
Três detentos fogem do Presídio São Luís III
Três detentos que estavam no Presídio São Luís III, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, fugiram hoje (14) por volta das 10h durante o banho de sol.
Nilson da Silva Sousa, o Diferente, Ubiraci dos Santos Borges Filho , o Yuri, e Marinaldo Assunção Roxo, o Cerequinha, arrebentarem a grade  do teto e pularam a cerca do presídio.
Resultado de imagem para secretário de administração penitenciária flavio dino
O CURRÍCULO FOI POR ÁGUA ABAIXO O secretário de Estado de Justiça e Administração Penitenciária do governo Dino, Murilo Andrade de Oliveira: fugas em pleno Carnaval do Maranhão
Buscas estão sendo feito no intuito de recaptura-los, mas até o momento nenhum deles foi localizado. O jornalismo da TV Difusora tentou contato com a Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap), mas ninguém foi localizado para falar sobre o assunto.

Veja a programação do Carnaval 2015 em Paço do Lumiar.


Será aberto oficialmente neste sábado, 14, o carnaval da Prefeitura Municipal de Paço do Lumiar, que, este ano, traz o tema “Brilho e Fantasia”. A programação estabelecida pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer – Semcel - segue até o dia 17, no Corredor da Cultura, no Maiobão.

Uma grande estrutura de palco, som e iluminação receberá durante os quatro dias de carnaval, atrações como: Banda Reprise, Kzueira, Forró Pankada, Forró Ostentação, Swing de Gueto, Banda Maria Bebeu, Felino Maranhão e, direto da Bahia, Serginho e a Rapaziada. O carnaval da Prefeitura de Paço do Lumiar, também será realizado na comunidade de Iguaíba, na terça-feira de carnaval.


Para o secretário de Cultura Fernando Muniz, é esperado mais de 30 mil pessoas durante os dias de festa. “As famílias poderão se deslocar para os pontos de folia e divertirem com total segurança. Este será mais um grande carnaval da administração do prefeito Josemar Sobreiro”, concluiu Muniz.


Um forte esquema de segurança foi montado para manter a tranquilidade dos foliões, com o monitoramento de homens da segurança privada dentro do Corredor da Cultura, e no Iguaíba, e terá ainda, apoio do efetivo da Polícia Militar, e do Serviço Móvel de Urgência –SAMU 192.


Matéria enviada por Coordenação de Comunicação da Prefeitura Municipal de Paço do Lumiar. 

Empresas contratadas pela prefeitura de Turiaçu têm o mesmo endereço; Ricardo Rios tenta defender irregularidade


Blog do Antônio Martins


Documentos obtidos pelo blog confirmam denúncias do Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio da Promotoria de Justiça da Comarca de Turiaçu, sobre irregularidades na gestão do prefeito Joaquim Umbelino Ribeiro (PV) e desmente o deputado estadual Ricardo Rios, que em pronunciamento na Assembleia Legislativa, afirmou que as “acusações contra o prefeito não tinham fundamento”.


JÁ MOSTROU A QUE VEIO Documentos desmentem deputado Ricardo Rios (FOTO). Mas qual a sua preocupação em tentar defender algo supostamente irregular?
De acordo com informações ao qual o blog teve acesso, entre janeiro de 2013 e maio de 2014, a prefeitura de Turiaçu assinou contratos com empresas que supostamente ‘existem apenas no papel’.
Prefeitura de Turiaçu teria contratado empresa supostamente ‘existe apenas no papel’
Prefeitura de Turiaçu teria contratado empresa que ‘existe apenas no papel’
O mais grave nisso tudo é que, um dos contratos foi fruto de convênios com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), no valor total de R$ 2.626.917,28. Os recursos deveriam ser utilizados para melhoramento de estradas vicinais.
E a confusão não para por aí. Duas das empresas contadas pela Prefeitura aparecem na Receita Federal com o mesmo endereço: Avenida Laranja, número 29, no Residencial Safira, em Paço do Lumiar, município da região Metropolitana de São Luís. E, além de ocupar o mesmo espaço, as empresas que participaram da licitação, disfarçadamente, pode pertencer ao mesmo dono, conforme cópia de extratos de contratos publicados no Diário Oficial do Estado (DOE).
Empresário Almir Matos Macedo assinou contratos das empresas cadastradas no mesmo endereço
Empresário Almir Matos Macedo assinou contratos das empresas cadastradas no mesmo endereço
Uma das contratadas é a empreiteira A.I Construções Comércio e Serviços Ltda. A empresa assinou contrato de R$ 1.044.825,65 (Um milhão quarenta e quatro mil, oitocentos e vinte e cinco reais e sessenta e cinco centavos) com a Prefeitura para realização dos serviços. Registrada com CNPJ 09.052.638/0001-40, a empresa que tem o nome fantasia “Construtora Macedo”, deveria recuperar estradas vicinais nos trechos que compreende o contrato em anexo.
Dados da Receita Federal comprovam que endereço desta empresa funciona no mesmo de outra contratada pela Prefeitura
Dados da Receita Federal comprovam que endereço desta empresa funciona no mesmo de outra contratada pela Prefeitura
O acordo foi assinado no dia 02 de abril de 2014 no valor já citado, e tinha um prazo de 120 dias. Especializada em obras de alvenaria, a Construtora Macedo oferece serviços que vão desde a construção de edifícios, até comercio varejista de matérias de construção, segundo o comprovante de inscrição cadastral.
NO MESMO ENDEREÇO
Outra empresa contratada pelo prefeito Umbelino foi a ‘A Matos Macedo – ME’. Conforme o blog apurou, a empresa assinou dois contratos que somam quase R$ 200 mil, para fornecer material de consumo e limpeza para os órgãos da prefeitura turiense. A ‘fornecedora’ tem o mesmo endereço da empresa A.I Construções Comércio’ que também foi contratada pela mesma prefeitura: Avenida Laranja, número 29, no Residencial Safira, em Paço do Lumiar. O mais grave é que quem assina todos os contratos das duas empresas é a mesma pessoa: o empresário Almir Matos Macedo.
 Depois ganhar mais de R$ 1 milhão com uma empresa, empresário assina mais dois contratos com outra empresa.
Depois ganhar mais de R$ 1 milhão com uma empresa, empresário assina mais dois contratos com outra empresa.
MAIS IRREGULARIDADESOutro fato que chamou a atenção no processo de contratação da empresa A.I Construções Comércio e Serviços, diz respeito à realização dos trabalhos de melhoramento de estradas vicinais. Por não ter estrutura física, as obras não foram realizadas pela empresa, mas por funcionários municipais ou por pessoas diretamente contratadas pela prefeitura, utilizando equipamentos da administração municipal.
Mais um documento da Receita Federal que comprova dados cadastrais de outra empresa com contração suspeita na Prefeitura de Turiaçu.
Mais um documento da Receita Federal que comprova dados cadastrais de outra empresa com contratação suspeita na Prefeitura de Turiaçu.
Foi para investigar esse esquema que, no dia em 22 de janeiro, a Promotoria de Justiça da Comarca de Turiaçu, entrou com uma Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa, pedindo, inclusive, a quebra imediata do sigilo bancário de todas as contas da Prefeitura. Além do prefeito, figuram na ação os empresários Almir Matos Macedo e Mirian Pereira Leite Alves; e os membros da Central Permanente de Licitação (CPL) do município, Josué de Jesus França Viegas, Heráclito Sousa Pires e Adailda Silva Azevedo.
SIGILO BANCÁRIO E FISCAL
Além da ação, o Ministério Público solicita ao Banco Central a quebra do sigilo bancário dos membros da CPL e dos empresários, no período de 1º de janeiro de 2014 até a data atual. O órgão ministerial também requer dados sobre as situações patrimonial e fiscal, incluindo as declarações do Imposto de Renda, no período de 1º de janeiro de 2013 até hoje.
MAIS ESQUEMA
Mas as denúncias não param por aí. Existem suspeitas de que partes dos recursos do convênio tenham sido desviados para campanha eleitoral de outubro passado. O blog vai trazer nos próximos dias todos os detalhes do esquema que pode atingir, inclusive, um dos deputados novatos. Aguardem!
O QUE DIZ A PREFEITURA?
O blog entrou em contato com a assessoria do prefeito Joaquim Umbelino Ribeiro para que ele falasse sobre as denúncias, mas até o fechamento desta matéria não obteve sucesso.
Imagem forte da sexta-feira 13
Jovem tem rosto crivado de bala
Do Gazeta da Ilha
Mais um crime violento aterroriza a capital maranhense. O jovem Leandro dos Santos Silva, foi assassinado na manhã desta sexta-feira, 13, com vários tiros no rosto, quando tentava entrar na casa  de sua irmã no Residencial José Reinaldo Tavares, na região da Cidade Olímpica.
De acordo com informações de testemunhas, o jovem gritou desesperadamente por socorro, chamando pela irmã, para que ela abrisse a porta o mais rápido possível.
crime na josé reinaldo tavares- tiro no rosto
Duas pessoas teriam acompanhado Leandro até a sua chegada à casa da sua irmã.
No entanto, antes da irmã abrir a porta ele foi alvejado por vários tiros no rosto.
Duas pessoas teriam acompanhado Leandro até a sua chegada à casa da sua irmã.
Há a suspeita de que o crime esteja relacionado com o envolvimento da vítima com uma mulher comprometida, mas existe a possibilidade da polícia investigar o caso para descobrir os reais motivos do crime.

Processo de Roseana Sarney começa a tramitar na Justiça do Maranhão

O ministro Luis Felipe Salomão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ),  enviou para a justiça do Maranhão o processo no qual a ex-governadora Roseana Sarney, (PMDB) foi envolvida a partir de delação feita pelo doleiro Alberto Youssef, na Operação Lava-Jato. Fontes do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-MA) informaram ao Jornal Pequeno que o processo foi distribuído na Terceira Vara Cível e deverá começar a ser apreciado pelo juiz José Gonçalo de Sousa Silva.

Em delação premiada à Polícia Federal, o doleiro Alberto Youssef, principal alvo da Operação Lava-Jato, afirmou que pagou, em 2013, propina de R$ 3 milhões para João Abreu, então chefe da Casa Civil do governo Roseana para viabilizar o pagamento de um precatório de R$ 113 milhões da empreiteira Constran.

Resultado de imagem para ROSEANA SARNEY
ELA É CORRUPTA ATÉ OS OSSOS Justiça briga para que os milhões do dinheiro público ganhos e roubados por Roseana Sarney sejam devidamente... 
Ao ser recentemente questionado pelo jornal “O Estado de São Paulo”, o criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, advogado da ex-governadora Roseana Sarney afirmou que os precatórios pagos à construtora Constran não furaram fila.

Para liberar o pagamento de outros títulos dessa natureza, assessores de confiança de Roseana teriam cobrado propina. O precatório no valor de 113 milhões seria vendido por R$ 40 milhões, e o governo do Maranhão participaria da negociação, por meio de um Fundo de Investimentos e pagamento de propina.

Segundo Kakay, atualmente Roseana passa temporada nos Estados Unidos com o marido,  filhos e netos. E acompanha de forma tranquila o andamento das investigações. Na delação, Youssef afirmou, ainda, que Adarico Negromonte, irmão do ex-ministr0das Cidades, Mário Negromonte e Rafael Ângulo Lopes – carregadores de malas do esquema desbaratado na Petrobrás – e uma terceira pessoa levaram duas parcelas de R$ 800 mil do montante. O doleiro contou, também, que ele mesmo levou outra parcela de R$ 1,4 milhão “a qual ele mesmo entregou na data em que foi preso” em um hotel em São Luís (MA), no dia 17 de março do ano passado. O doleiro afirmou não saber se João Abreu consultou a então governadora Roseana Sarney, que deixou de ter direito a foro privilegiado. Youssef  diz, porém, que o chefe da Casa Civil afirmou ser interesse do Estado “pagar essa dívida”.

No mês de janeiro passado, o governo do Maranhão, através da Secretaria de Transparência e Controle do Estado, decidiu interromper o pagamento dos super precatórios das empreiteiras do cartel alvo da Operação Lava Jato.
Em ofício à Justiça Federal do Paraná, o órgão pediu compartilhamento das informações referentes às supostas irregularidades cometidas pelo governo de Roseana Sarney – que deixou o cargo 21 dias antes do fim de sua gestão, em dezembro de 2014, alegando problemas de saúde – “no que diz respeito a irregular quitação de um precatório devido à empresa UTC – Constran”.

Ao autorizar o compartilhamento dos documentos, o juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Lava-Jato, ressaltou que Roseana não desfruta mais de foro privilegiado. O magistrado afirma, ainda, que o compartilhamento dos dados poderá servir tanto ao governo do Maranhão como à Justiça Estadual do Maranhão.   
Ações movidas pelo Ministério Público encontram resistência quanto à efetivação

Por Fernando Atallaia
Direto da Redação

O Maranhão é um dos estados brasileiros com maior incidência de casos de corrupção por parte dos gestores públicos no País. Representando o retrato da impunidade, o estado ainda alimenta de forma escrachada a velha prática dos ‘acordos de amizade’ que beneficiam condenados por malversação do dinheiro público e outros delitos.

Resultado de imagem para gil cutrim
Gil Cutrim já foi acionado pelo Ministério Público que constatou inúmeras irregularidades no exercício de sua gestão; nada aconteceu 
Em São José de Ribamar, essa realidade ecoa de maneira escandalosa. Nos últimos 20 dias, Prefeito e presidente da Câmara de Vereadores foram acionados quase que simultaneamente pelo Ministério Público local que pede a condenação, ressarcimento integral de eventuais danos causados ao erário, a perda da função pública e a suspensão de seus direitos políticos de três a cinco anos.

Resultado de imagem para beto das vilas
O presidente da Câmara de Vereadores de Ribamar, Beto das Vilas foi acionado pelo MP que pede  a perda da função pública e a suspensão de seus direitos políticos de três a cinco anos. População ribamarense teme impunidade 
Mesmo sendo enfática, as ações do MP começam a perder a vitalidade diante do cenário corrosivo que demonstra forte presença de tráfico de influência. Nem mesmo as sanções solicitadas na Ação pela promotora responsável pelos casos foram até agora efetivadas. No jargão popular, nada aconteceu. Ou não deu em nada.


Resultado de imagem para promotora elizabeth
PERDENDO PARA OS ACORDOS ESPÚRIOS A promotora Elisabeth Albuquerque, autora das Ações que podem cair no esquecimento 
Como contraponto à impunidade, os ribamarenses entraram no debate por justiça e cobram nas redes sociais e bairros do município, a condenação de Gil Cutrim e de Beto das Vilas. Ambos acionados pela mesma conduta que impera na administração pública ribamarense: falta de transparência e beneficiamento aparente de pessoas e empresas ligadas a eles.


Vai ficar impune? 

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores