sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

TJ nega recurso e mantém decisão: Júnior do Mojó e Elias Orlando vão a Júri Popular


A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) negou recurso e manteve decisão do juízo da 2ª Vara de São José de Ribamar, que submete a julgamento perante o Júri Popular o ex-vereador Edson Arouche Júnior, o “Júnior do Mojó”, e o corretor de imóveis, Elias Orlando Nunes Filho.
Acusados de mandar matar o empresário Marggion Lenyer Ferreira Andrade, no dia 14 de outubro de 2011, num terreno no Araçagy, município de São José de Ribamar, Júnior do Mojó e Elias Orlando ingressaram com recurso no TJMA alegando, ausência de indícios e provas sobre sua participação no crime de homicídio, entre outros argumentos.
Elias Orlando e Júnior do Mojó irão a júri popular
O ex-vereador Edson Arouche Júnior, o “Júnior do Mojó”, e o corretor de imóveis, Elias Orlando Nunes Filho irão a júri popular
O relator do processo, desembargador José Bernardo Rodrigues, não acolheu os argumentos dos acusados e verificou a presença de fortes indícios que apontam a participação dos acusados no crime, cabendo ao Júri Popular, enquanto juízo natural, a análise aprofundada do caso.
“Deve a tese defensiva ser examinada, de forma detalhada e pormenorizada, pelo Tribunal do Júri, juízo constitucional competente para o julgamento dos crimes dolosos contra a vida”, ressaltou.
O magistrado citou diversos trechos de depoimentos dos executores do crime e familiares da vítima, dando conta de que o mesmo já denunciara ameaças de morte de estelionatários que pretendiam esbulhar terreno de sua propriedade, sendo seguido por veículos de propriedade de Elias Orlando.
O caso
Os familiares do empresário Marggion Lenyer Ferreira Andrade comunicaram seu desaparecimento na noite de 14 de outubro de 2011.
O corpo de Marggion Andrade foi enterrado numa cova rasa
Marggion Andrade foi morto por um tiro na nuca disparado por Alex, que confessou ter cometido o crime em troca de R$ 15 mil, e citou os nomes de Elias Nunes Filho e Júnior Mojó.
O caseiro Roubert dos Santos e um adolescente confessaram a participação no crime, que teria sido cometido a mando de Elias Filho. Marggion Andrade teria dito ao caseiro que Elias Nunes Filho e Júnior Mojó queriam tomar o terreno de sua propriedade e viviam ameaçando-o de morte.
O caseiro comentou com seu cunhado, o ex-presidiário Alex Nascimento de Sousa, sobre a proposta de R$ 5 mil que lhe teria sido oferecida para matar o empresário.
Marggion Andrade foi morto por um tiro na nuca disparado por Alex, que confessou ter cometido o crime em troca de R$ 15 mil, e citou os nomes de Elias Nunes Filho e Júnior Mojó.

As informações são do TJMA

NEPOTISMO DESCARADO 

Secretário, Márcio Jerry emprega o irmão no governo de Flávio Dino 


Blog do Luís 

Descarado. Essa é a palavra que define a postura do secretário de Articulação Política, Márcio Jerry (PCdoB), que tem o cinismo em dizer nas suas entrevistas que está “extinguindo privilégios”.
Jerry empregou o próprio irmão no Governo Flávio Dino. Isso é extinção de privilégios?
Silas André Saraiva Gomes Barroso, governador Flávio Dino e o secretário Márcio Jerry
FAZENDO COMO SARNEY FAZIA Silas André Saraiva Gomes Barroso, governador Flávio Dino e o secretário Márcio Jerry
O secretário emplacou o irmão caçula, Silas André Saraiva Gomes Barroso, como assessor especial III na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) – pasta comandada pelo comunista Clayton Noleto.
O mais grave é que para tentar esconder a nomeação do irmão de Jerry, omitiram o sobrenome “Barroso” do nome de Silas. No ato de nomeação publicado no Diário Oficial consta apenas o nome Silas André Saraiva Gomes [Barroso].
Isso é crime.
Abaixo o ato de nomeação do irmão de Márcio Jerry:
Nomeação - Silas André Saraiva Gomes Barroso
Note que eles esconderam o 'Barroso' pra não dá na cara 

Partido vem  sendo alvo de boataria que acusa o Diretório Municipal de ter se alinhado ao Prefeito

Por Fernando Atallaia
Direto da Redaçao

O diretório do Partido Comunista Brasileiro-PCB de São José de Ribamar, através de Josivaldo Correa, presidente da legenda, negou na tarde de hoje(06) em entrevista a Agência Baluarte, via uma rede social , os boatos de que o partido teria se ‘vendido’ para o atual prefeito do município, Gil Cutrim, do PMDB.

Correa foi enfático ao afirmar que o PCB lançará nas próximas eleições candidatura própria ao Executivo ribamarense. O partido vem sendo alvo de críticas de lideranças locais que questionam a ausência da legenda comunista no debate político-social que vem sendo travado em Ribamar nos dias atuais, onde as demais siglas de oposição vem tendo destaque pela atuação permanente.
O presidente do PCB ribamarense, Josivaldo Correa: ''Estamos em processo de reorganização do diretório municipal e seguiremos sozinhos, fazendo oposição, mas dentro do nosso conceito de atuação que é bem diferente da atuação dos demais partidos, não temos nenhuma relação institucional com o prefeito, não tem isso de se vender, o PCB é um partido que caminha independente e é soberano, sempre''. 

Josivaldo Correa explicou que o partido presidido por ele destoa da forma com a qual os demais partidos vem conduzindo o processo oposicionista em São José de Ribamar, e que não se unirá às frentes de oposição que surgiram na cidade, atualmente.

‘’ Estamos em processo de reorganização do diretório municipal e seguiremos sozinhos, fazendo oposição, mas dentro do nosso conceito de atuação que é bem diferente da atuação dos demais partidos, não temos nenhuma parceria política ou institucional com o prefeito, não tem isso de se vender, o PCB é um partido que caminha independente e é soberano sempre, lançaremos, inclusive, candidatura própria em 2016'', disse ele.


O PCB ribamarense nos últimos anos se ausentou do debate e da discussão da realidade do município. Josivaldo atribuiu  o hiato à discordância que a legenda impõe diante dos demais partidos de oposição existentes hoje em Ribamar. ‘’Não concordamos com a maneira com a qual alguns partidos que se dizem oposição trabalham em Ribamar; não buscamos cargos públicos, não queremos espaço no  governo; queremos organizar a sociedade e conscientizá-la para melhor escolher seus representantes, é uma outra forma de vê as coisas, assim é o PCB ribamarense’’, finalizou o comunista. 

Algo de estranho no reino do prefeito Eric Costa

O prefeito de Barra do Corda (MA) afastou três servidores responsáveis pela folha de pagamento


Blog do Carlinhos 

De uma hora para outra, três servidores da Prefeitura de Barra do Corda que trabalhavam no setor pessoal (responsável pela folha de pagamento da Prefeitura) foram afastados de seus respectivos cargos. Com um agravante: um deles é tio do prefeito. Esses afastamentos têm dado o que falar na cidade, principalmente nos órgãos públicos municipais. São diversos e preocupantes os comentários. Os cordenses estão com a pulga atrás da orelha.

O prefeito de Barra do Corda, Eric Costa: porque ele afastou os servidores responsáveis pela folha de pagamento ?
Os habitantes de Barra do Corda buscam saber por que o prefeito determinou o afastamento dos funcionários Sergio Barbosa, Rubinho e Chiquinho do setor de Recursos Humanos da Prefeitura. 


De fato, há algo de estranho no reino do prefeito Eric Costa e somente ele tem o poder de revelar esses mistérios...
Maranhãozinho e Presidente Médici terão de prestar contas de recursos federais.
A Controladoria Geral da União vai fiscalizar a utilização de recursos federais destinados a duas cidades do Maranhão: Presidente Médici e Maranhãozinho.

A medida foi publicada na edição desta sexta-feira (7) do Diário Oficial (leia aqui). A fiscalização é um procedimento comum da CGU e, além das duas cidades maranhenses, outros 60 municípios terão de prestar contas do repasse feito pelo Governo Federal.

Entre os programas de transferência de dinheiro pactuados entre municípios e união, estão o Fundo de Manutenção e e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) ambos com foco na educação. 

Fonte: TV Guará

Encapetadas, mulheres seduzem, dopam agentes e 28 presos fogem


Do GI

Pelo menos 28 detentos fugiram da Cadeia Pública de Nova Mutum, no Mato Grosso (269 km de Cuiabá), durante a madrugada desta quinta-feira (5).
A Polícia Civil confirmou que os dois agentes prisionais que estavam de plantão foram dopados por duas mulheres o que resultou na fuga em massa dos detentos da unidade.
A delegada responsável pelo caso, Angelina de Andrade Ferreira, contou que uma das mulheres é namorada de um dos presos e teria ido até à cadeia acompanhada de uma amiga, com bebidas alcoólicas para entregar ao companheiro.
Agente é seduzido e dopado e 28 fogem de cadeia
Depois da entrega, elas teriam ficado na frente da unidade prisional conversando com os agentes
Depois da entrega, elas teriam ficado na frente da unidade prisional conversando com os agentes, que foram dopados por alguma substância química ainda não identificada pela polícia. A delegada informou que os agentes foram negligentes quanto à guarda dos presos.
“O plano era seduzi-los. Elas deram algo para os agentes beberem e depois abriram a grade central de acesso às celas internas”, explicou. O diretor da cadeia juntamente com os dois agentes prisionais foram presos e vão responder por facilitação qualificada de fuga de presos, sob sua custódia, e peculato culposo pela subtração de armamento da cadeia. Há suspeita de que os agentes fizeram uso de bebidas durante o expediente.
26-presos-fugiram-de-mato-grosso-portal-plantão-policial-alison-maia1
“O plano era seduzi-los. Elas deram algo para os agentes beberem e depois abriram a grade central de acesso às celas internas”
O autor do plano seria o detento Bruno Ojeda Amorim, que responde por crimes de roubo, tentativa de homicídio, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. O suspeito, em posse da chave repassada pela namorada, abriu as cinco celas da unidade, dando fuga aos reeducando.
Da cadeia, os detentos também furtaram três espingardas calibre 12, dois revólveres calibre 38 e várias munições. Uma espingarda foi recuperada e oito dos 28 presos foram recapturados até o momento.
O balanço foi divulgado pela Secretaria de estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), responsável por gerir o sistema prisional de Mato Grosso.
Os fugitivos respondem crimes como homicídio, formação de quadrilha, roubo, assalto à mão armada, extorsão e tráfico de drogas, entre outros. Buscas continuam sendo realizadas para localizar o restante dos foragidos. O caso está sendo investigado.
COM INFORMAÇÕES DO BLOG CAPOEIRENSE

Bira do Pindaré segue nomeando na Assembleia

Blog do Jorge

Se o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) não desistiu de assumir a Secretaria de Ciência e Tecnologia (SECTEC) do Governo do Maranhão, tem algo muito estranho acontecendo na Assembleia Legislativa.
Bira do Pindaré foi anunciado como secretário da SECTEC em dezembro do ano passado pelo governador Flávio Dino (PCdoB), mas ao contrário dos demais colegas deputados, não assumiu a pasta em janeiro, pois queria castigar o ex-colega do PT Valdinar Barros, então seu primeiro suplente.
BIRA DO PINDARÉ NÃO AJUDA NINGUÉM Ele foi anunciado como secretário da SECTEC em dezembro do ano passado pelo governador Flávio Dino (PCdoB), mas ao contrário dos demais colegas deputados, não assumiu a pasta

No entanto, apesar de não ter assumido a pasta, ia agindo como, e levando inclusive o próprio Governo do Maranhão a praticar alguns atos equivocados.
Bira do Pindaré assegurou ao governador que assumirá a SECTEC na próxima semana, mas estranhamente continua nomeando funcionários na Assembleia Legislativa do Maranhão. O Diário da Assembleia, do dia 04 de fevereiro, na página 61, apresenta algumas novas nomeações de Bira do Pindaré. Veja abaixo.

BIRANOMEACOES

Tudo bem que, mesmo sem atuar como deputado, Bira, apesar de se dizer honesto e moralista, irá optar pelo salário de parlamentar, afinal não é tolo para trocar um salário maior por um menor, mas nomear funcionários para um gabinete, inclusive o chefe de gabinete, que não será dele, já que quando assumir a SECTEC, o seu suplente é que herdará o gabinete, aí parece demais.
Será que o suplente Fernando Furtado (PCdoB) sabe disso? Afinal o correto e ético seria o suplente ter direito de nomear as pessoas com quem vai trabalhar, pelo menos durante o período em que for deputado e Bira do Pindaré secretário.
O Blog até sabe que em alguns casos existe a benevolência, digamos imoralidade, de um deputado sair para uma secretaria e conseguir deixar alguns dos seus empregados, mas isso não seria uma coisa digna, legal e moral, afinal será a população quem pagará tais salários.
Como o deputado estadual Bira do Pindaré arrota austeridade e se julga mais honesto que os demais colegas, fatalmente não cometeria esse tipo de prática. Sendo assim, deve ter tido algum equivoco com o Diário da Assembleia, não foi isso, meu caro Bira do Pindaré?

Inflação acelera para 1,24% em janeiro, a maior taxa desde 2003

A inflação oficial brasileira, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiu 1,24% em janeiro, a maior taxa registrada desde fevereiro de 2003, quando esta havia fechado em 1,57%. Com o resultado, a inflação acumula alta de 7,14% em 12 meses, ficando assim acima do teto da meta determinado pelo governo, de 6,5%. A taxa em 12 meses foi a mais alta desde setembro de 2011 (7,31%).
Os dados foram divulgados na manhã desta sexta-feira, 6, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado de janeiro ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pela Agência Estado, que iam de uma taxa de 1,10% a 1,35% e levemente abaixo da mediana, de 1,25%. 
O resultado ficou 0,46 ponto percentual acima da taxa de dezembro (0,78%). Já em janeiro de 2014, a tava havia ficado em 0,55%.
O mercado já projeta inflação de 7,01% em 2015, segundo o relatório Focus do Banco Central divulgado nesta semana.
O que ficou mais caro. Segundo o IBGE, os grupos Alimentação e Bebidas, Habitação e Transporte foram responsáveis por 85% do índice em janeiro. Nos alimentos, vários produtos apresentaram aumentos expressivos, destacando-se a batata-inglesa (38,09%), o feijão-carioca (17,95%) e o tomate (12,35%)
Apresentando aumento expressivo, o tomate saiu da salada do brasileiro no mês de janeiro
Em habitação, o destaque ficou com a energia elétrica, cuja alta de 8,27% gerou impacto de 0,24 ponto porcentual no índice final, o mais elevado no mês. Porto Alegre registrou o maior aumento da conta de luz (11,66%), seguido por São Paulo (11,46%).
Os reajustes de passagens de ônibus pesaram mais no bolso das famílias em janeiro. As tarifas de ônibus urbano aumentaram 8,02%, os bilhetes de ônibus intermunicipal ficaram 6,59% mais caros, e o ônibus interestadual subiu 1,21%. "Em transportes, o destaque é ônibus urbano", apontou Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de Índices de Preços do IBGE.
Também influenciaram a elevação das despesas com Transportes (alta de 1,83% em janeiro), os aumentos no metrô (9,23%), táxi (2,63%) e trem (8,95%). Outros itens de consumo importantes que subiram foram automóvel novo (1,03%), automóvel usado (1,38%), conserto de automóvel (1,97%) e etanol (1,47%). 
(Com informações da Agência Estado)
Polícia Federal busca jóias e dinheiro em casas de Eike Batista
Policiais federais estão neste momento em duas casas do empresário Eike Batista. Por ordem da justiça buscam dinheiro, joias e documentos, além de computadores. A ordem de busca e apreensão está sendo cumprida desde as 6 horas da manhã.
Ontem, a Justiça Federal do Rio de Janeiro, através da decisão do juiz Flávio Roberto Souza, determinou na noite desta quarta-feira o bloqueio de bens do empresário Eike Batista, de seus dois filhos mais velhos, de sua ex-mulher Luma de Oliveira e da mãe de seu terceiro filho, Flávia Sampaio.
ESQUEMÃO PESADO Eike Batista(foto) por um quase não afundou o País; Polícia busca jóias e dinheiro 
AQ ordem determina o bloqueio de R$ 1,5 bilhão ativos financeiros e outros R$ 1,5 bilhão em imóveis e móveis (como veículos), somando R$ 3 bilhões. Além disso, o juiz solicitou informações das contas bancárias do empresário.
Segundo o documento judicial, Thor, Olin, Luma e Flávia, foram beneficiados com doações do empresário. Os advogados de Eike Batista foram procurados pela Bloomberg, mas não responderam ao contato.
Esta determinação vai além dos bloqueios efetuados em 2014, quando o empresário teve seu saldo em conta bancária retido por duas vezes. Desta vez, o juiz ordenou o bloqueio de barcos, aeronaves, imóveis e participações acionárias. Com isto, eles não podem vender nem transferir os bens.
Eike é acusado de falsidade ideológica, formação de quadrilha, indução do investidor ao erro, uso de informações privilegiada e manipulação de mercado. Até o momento, havia apenas um processo pela prática dos dois últimos crimes. Porém, outros processos correlatos estão sendo unificados, com as denúncias que ampliaram as acusações.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores