terça-feira, 13 de janeiro de 2015

TUDO JUNTO E MISTURADO

Luís Fernando e Flávio Dino numa aproximação estratégica

Por Hugo Freitas

Queridos Leões, vocês nunca mais rugirão para o povo do Maranhão". Essa foi uma das muitas frases de efeito utilizadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) no dia de sua posse. Mas, à medida que o tempo passa, a fábula contada vai sendo desencantada.

A foto abaixo é o exemplo claro disso. O ex-pré-candidato ao governo do Maranhão e ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva (PMDB), foi recebido pelo governador, no Palácio dos Leões. Segundo os releases de assessoria distribuídos à imprensa, a pauta do encontro foi apresentar ao peemedebista o que o governo comunista vem realizando e planejando para o Estado.

Contudo, para se entender essa foto no mínimo "inusitada", já que o ex-secretário da Casa Civil do governo Roseana Sarney (PMDB) era adversário eleitoral de Dino até a fatídica "desistência", é necessário compreender o cenário que a engendra.

Os dinistas Márcio Jerry, Carlos Brandão e o próprio Flávio Dino abriram as portas para o sarneysista tarimbado Luis Fernando Silva: interesses unidos para um futuro bem próximo 
A poucos dias, foi ventilada a hipótese de filiação de Luís Fernando no PSB, partido comandado pelo vereador Roberto Rocha Júnior, filho do senador e ainda vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, também do PSB.

Como é sabido, Fernando e Rocha são amigos de longa data, já que são "crias" do que se convencionou chamar de "sarneysismo". Aliás, muitos dos que hoje governam o Maranhão também foram gestados politicamente no berço da famigerada "oligarquia".

Ocorre que Fernando pretende disputar as eleições de 2016, seja em São José de Ribamar ou em São Luís. E, para isso, busca costurar alianças favoráveis às suas intenções, o que explica a possibilidade de filiação no partido do amigo Rocha.
FOGO AMIGO No meio desses sorrisos há uma guerra que você nem ousaria imaginar as proporções
Contudo, Roberto Rocha não goza da confiança de muitos próceres do "dinismo". Basta observar que nos jornais, rádios e blogs alinhados ao governador, o vice-prefeito passou a ser acusado de ter sido o "delator" da suposta desistência de Flávio Dino de vender a Casa de Veraneio. A impossibilidade de venda está ancorada em lei vigente que trata da área onde o imóvel oficial do Governo do Maranhão está situado, legislação esta não verificada (?) pela dita "competente" equipe jurídica dos comunistas durante a campanha nem durante o processo de transição, mas alardeada como possível.

Uma vez Fernando filiado no partido de Rocha, ambos sairiam fortalecidos para a disputa não só das eleições de 2016, mas também de 2018. Roberto Rocha elegendo o prefeito de São Luís, fica gabaritado politicamente para a disputa do governo, seu sonho maior, exatamente como Flávio fez ao ajudar na eleição de Edivaldo.

Sensível a essa jogada, Dino acena para Fernando com o intuito de evitar um fortalecimento maior de Rocha e, mesmo, de enfraquecê-lo. Sob a proteção do governador, Luís Fernando tanto pode sair como vice de Edivaldo, candidato natural pela prerrogativa da reeleição, quanto disputar a cadeira de prefeito de São Luís em 2016 contra o seu atual ocupante.

Essa segunda hipótese é a mais improvável, mas não impossível. Afinal, Edivaldo amarga uma péssima avaliação popular de sua gestão, que beira à casa dos 70% de desaprovação. Contra si, pesa ainda o nome de Eliziane Gama (PPS), deputada federal eleita que se articula para viabilizar sua candidatura municipal em 2016, dada como vitoriosa por muitos ainda no primeiro turno.
ELA QUE SE CUIDE Nesse sentido, a entrada de Luís Fernando na corrida sucessória de São Luís pode quebrar essa suposta hegemonia do nome de Eliziane
Nesse sentido, a entrada de Luís Fernando na corrida sucessória de São Luís pode quebrar essa suposta hegemonia do nome de Eliziane, forçando mesmo um (im)provável segundo turno. Nessas circunstâncias, a balança penderá para o lado de quem for mais abraçado pelo governador. Este, por sua vez, tenta criar uma configuração onde sua influência seja decisiva para todos os cenários vitoriosos possíveis.

Por fim, e não menos importante, é o próprio Flávio Dino quem sai fortalecido com um acordo com um dos "figurões" do PMDB. Depois de ter sido "assediado" publicamente pelo ex-ministro "sarneysista" do Turismo, Gastão Vieira (PMDB), que certificou o fim do grupo Sarney, uma aliança com Luís Fernando permite a Flávio ser o "crupiê" do jogo político no Maranhão, minimamente pelas próximas quatro disputas eleitorais.

Afinal, Flávio terá sob seu comando nada menos que caciques dos três maiores partidos do Brasil: PT, PSDB e PMDB, com a lisonja de que este último parece sinalizar que não irá caminhar para uma oposição ao novo governo estadual, como deixou entrever a polêmica entrevista de Gastão. Certamente, o acúmulo desse capital político credencia Flávio a alçar voos mais altos.

A "Rocha" no sapato de Dino fica por conta de dois "problemas": primeiro, do senador "aliado", que não pretende abrir mão novamente do sonho de ser governador do Maranhão, tal como seu pai o foi, o falecido Luís Rocha.

E, principalmente, por conta do discurso eleitoreiro do "anti-sarney", que perdeu sua eficácia com a aposentadoria de José Sarney e de sua filha, Roseana Sarney, e com os inúmeros apoios de "(ex)sarneysistas" durante a campanha e que hoje estão no governo, ocupando inclusive postos de comando, o que exigirá de Flávio Dino a elaboração de uma outra estratégia midiática para convencer o eleitorado a acreditar novamente em alguém que, no dia da "posse da mudança", prometeu que os "queridos leões" nunca mais rugiriam para o povo do Maranhão.

Na verdade, os "queridos leões" estão voltando para o Palácio. Ou será que nunca saíram dele?


Hugo Freitas é Editor-Chefe do Blog do Hugo Freitas. 

São Luís é a 7ª cidade mais perigosa do Brasil, informa ranking internacional

George Marques

Relatório da fundação City Mayors destaca a cidade de São Luís, capital do Maranhão, como a 7ª mais perigosa do Brasil, em virtude do número de  homicídios ocorridos na capital. O relatório da fundação destacou as 50 cidades mais perigosas do mundo, sendo que destas 16 são brasileiras.
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior: capital governada por ele é a 7ª mais perigosa do Brasil
O critério utilizado foi o número de homicídios por 100 mil habitantes, numa média de 57 só em São Luís.
Em 2014 São Luís sofreu diversos ataques de bandidos, com ônibus queimados em pontos da capital. Além da já conhecida rebelião de Pedrinhas que em 2013 teve mais de 60 decapitações.
No ranking mundial, São Luís é a 15ª mais violenta.
Clique aqui para analisar o ranking completo.
Carlos Brandão será presidente do PSDB por mais três anos
O Imparcial com edição da Agência Baluarte

O vice-governador Carlos Brandão foi reconduzido à presidência do diretório do PSDB do Maranhão afirmando que o Brasil assiste à renovação tucana. A vigência do diretório estadual tucano teve início no dia 31 de dezembro e permanecerá até a mesma data, em 2017.

A executiva nacional optou pelo nome de Brandão para continuar dirigindo o partido porque nele foi depositada a missão de compor novos quadros. Isso se explica pelo ambiente favorável ao partido no Maranhão. Em posição de destaque no governo do Estado, o tucano é considerado peça-chave para atrair lideranças políticas para a sigla, com potencial de disputa para as próximas eleições.

Aliado do presidente nacional do partido, o senador Aécio Neves, Brandão declarou que possui a forte intenção de promover, nessa nova fase, o que o PSDB do Maranhão há tempos não incorpora: nomes inéditos para a legenda, com capacidade e estatura para disputar cargos e ocupar espaços no governo.
O vice-governador do Maranhão mostrou-se determinado em corresponder à confiança em seu trabalho de articulação política. Assim como a executiva nacional, Brandão também acredita que este é o momento adequado para permanecer apostando no crescimento do partido que, no início de sua presidência, possuía 80 diretórios municipais. Hoje, são 214.
CONTINUÍSMO O vice-governador Carlos Brandão continuará a dá as cartas no PSDB maranhense
“Partimos da premissa de lançar candidatos e de os elegermos. Mas, não somente. O desafio principal da manutenção de um partido é a sua oxigenação. E é o que temos feito”. Garantiu o presidente do PSDB-MA.

Para o PSDB maranhense, estas reconstruções são tratadas como prioridade porque cristalizam o partido e fortalecem suas bases, por meio de políticas públicas viabilizadas pelo atual governo do qual Brandão faz parte.

Com o horizonte já emoldurado para 2016, os planos tucanos para o Maranhão incluem abertura para o diálogo e novas filiações; além da efetivação de um calendário político voltado para as atividades públicas e de caráter interno.

Além do presidente Carlos Brandão, compõem a atual formação do diretório estadual do PSDB do Maranhão: o vice-presidente, Pinto Itamaraty; o secretário-geral, Neto Evangelista; o tesoureiro, Júnior Viana; os membros Elson dos Santos, Gardênia Castelo e Sebastião Madeira.

Homem é baleado em frente a banco na Cidade Operária, em São Luís

Polícia investiga se rapaz foi vítima de uma "saidinha bancária"
Ele foi atingido com um tiro no tórax.


G1

Um homem foi baleado no tórax no fim da manhã desta terça-feira (13), em frente ao Banco do Brasil da Cidade Operária, em São Luís. Identificado como Sandoval, ele teria ido ao banco para realizar um deposito quando, durante uma tentativa de assalto, ele reagiu e foi atingido. A polícia investiga a hipótese de ter sido uma tentativa de "saidinha bancária".



Segundo o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), o Sandoval levou um tiro no tórax e foi encaminhado para o centro cirúrgico do Hospital Clemetino Moura (Socorrão II). Ainda não há informações sobre o suspeito do crime.
Homem é preso acusado de atirar em meninas e matar uma delas depois de ter sexo negado

Suspeito de matar uma menina de 14 anos, Daniel Viana Campos, de 34, se entregou nesta segunda-feira na Divisão de Homicídios da Baixada. O crime foi no dia 1º de dezembro, na Estrada do Riachão, em Austin, Nova Iguaçu. Com a vítima, Katlyn Gabrielly Bispo Bezerra da Silva, estava uma amiga de 15 anos, que sobreviveu ao fingir-se de morta.

Segundo a polícia, as duas bebiam com Daniel num bar da Estrada Luís Mário da Rocha Lima. Após saírem para um passeio de carro, a colega de Katlyn se recusou a fazer sexo com o acusado. A negativa, segundo os investigadores, motivou o crime.

Daniel chegou a pedir desculpas à mãe de Katlyn na delegacia
Como não teve, ele matou 
— Pelo que apuramos, ele chegou a ter relações com a vitima. Já a colega se negou. Com isso, Daniel disse para as duas saírem do carro e disparou. As duas caíram na calçada. Mas a colega de Katlyn sobreviveu — informou o delegado Fábio Salvadoretti.

Ela ficou internada duas semanas no CTI do Hospital da Posse. Seu depoimento foi fundamental para a polícia identificar o acusado. À tarde, parentes de Katlyn foram à Divisão de Homicídios e gritaram “assassino!” quando Daniel passou. A mãe da vítima, a recepcionista Cilene Bispo, de 29, chegou a conversar com o acusado:

— Ele foi cínico ao me pedir desculpas e dizer que sabia o que eu sentia. É impossível saber. É uma dor de se chorar todos os dias. Pelo menos a justiça foi feita — desabafou a mãe de Katlyn.
Segundo a polícia, Daniel era conhecido nos bares de Austin, onde costumava ir com frequência. Com um equipamento de som potente no seu carro, ele atraía mulheres, a grande maioria menor de idade.


Fonte: Extra Rio

Garantida a vaga de Cabeção na Câmara Federal


Do GI

Em cumprimento à decisão monocrática do ministro Dias Toffoli (presidente do Tribunal Superior Eleitoral) proferida em 23 de dezembro de 2014 na Ação Cautelar 1935-81.2014.6.00.0000, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão efetuou na noite desta segunda-feira, 12 de janeiro, a retotalização dos votos proporcionais das eleições 2014 para contabilizar os 56.171 votos recebidos pelo candidato Deoclides Macedo, mais conhecido na região tocantina como “Cabeção”, que concorreu ao cargo de deputado federal.
TRE-MA-retotalizacao-votos-deputadofederal-assinaturaata
Cabeção passará quatro anos em Brasília. Agora é saber se ele será um bom Deputado Federal 
Com a recontagem, Julião Amim, que foi diplomado como primeiro suplente de deputado federal em 19 de dezembro, foi considerado eleito pela Coligação Todos pelo Maranhão 2 (PDT, PTC e PROS).
nova diplomação de Julião Amim ocorrerá após publicação no Diário da Justiça Eletrônico do Relatório Geral das Eleições 2014 relativo ao primeiro turno.
Já a de Deoclides Macedo, que assumirá a vaga deixada por Amim, só poderá ser realizada quando a prestação de contas dele for julgada pelo TRE-MA, o que deve ocorrer na primeira sessão do órgão, prevista para o dia 27 de janeiro.
ALBERTO FILHO DANÇOU Ele terá que ficar ajudando o pai em Bacabal
Participaram do ato, além dos desembargadores Froz Sobrinho (presidente do TRE-MA) e José Eulálio Figueiredo de Almeida (ouvidor), representantes de partidos políticos, advogados das partes e representante do Ministério Público Eleitoral.
Entenda
Deoclides Macedo concorreu ao cargo de deputado federal sub judice porque seu registro de candidatura havia sido indeferido pelo TSE por ele ter figurado como gestor ordenador de despesas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão.
COM INFORMAÇÕES ASCOM TRE, COM EDIÇÃO DO GI
Sesi e Senai abrem vagas para educação profissional
As unidades operacionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Social da Indústria (Sesi) na cidade de Açailândia estão com inscrições abertas para cursos de Educação Profissional, Educação Básica e Educação de Jovens e Adultos (EJA).
No Sesi, há vagas para o Ensino Fundamental (da 5ª a 8ª série), Ensino Médio (do 1º ao 3º ano) e na modalidade EJA, Educação de Jovens e Adultos. As matrículas podem ser realizadas na própria Unidade e as vagas são exclusivas para industriários ou dependentes de trabalhadores da indústria. Para o EJA, haverá turmas também no bairro industrial do Pequiá (Viena Educar) e na Vila Bom Jardim.
Já no Centro de Educação Profissional e Tecnológica do Senai Açailândia, as vagas são para cursos Técnicos e cursos de Aperfeiçoamento Profissional nas áreas demandadas pelas indústrias da região.
NÃO PERCA TEMPO A sala de aula ainda é o melhor lugar para se conquistar um futuro
“A Educação Básica oferecida pelo Sesi e a Educação Profissional oferecida pelo Senai são destinadas ao aperfeiçoamento dos trabalhadores das indústrias e preparação de mão de obra para quem quiser ingressar no ramo industrial. Para tanto, os cursos são ofertados com base no que as indústrias estão precisando, a partir de uma pesquisa de mercado para identificação da necessidade local”, afirmou a gerente do Senai Açailândia, Edilene Oliveira.
Na área Técnica, as oportunidades são para os cursos de Técnico em Segurança no Trabalho e Técnico em Eletromecânica. Para se inscrever, o candidato precisa ter a partir de 18 anos e o Ensino Médio completo, além de apresentar cópias do RG, CPF, comprovante de residência (atualizado) e escolaridade.
O curso Técnico em Segurança do Trabalho tem carga horária de 1580 horas e funcionará no horário noturno, das 19h às 22h, com aulas iniciando no dia 26 de janeiro, na sede do Senai em Açailândia.
O de Eletromecânica começa no dia 2 de fevereiro, no período matutino (das 7h30 às 11h30), com carga horária de 1600 horas. Para ambos, o investimento é de R$ 200,00 mensais, a serem pagos pelo período de dois anos.
Aperfeiçoamento – Também estão abertas inscrições para os cursos de Aperfeiçoamento Profissional nas áreas de Transporte, Eletroeletrônica e Automação.
Na área de Transporte, estão previstos para iniciar entre os meses de janeiro e fevereiro, os cursos de Movimentação e Operação de Produtos Perigosos - MOPP (50h), Curso de Operador de Guindaste Móvel - Munck (40h) e o Curso de Formação de Condutores para Transporte Coletivo de Passageiro Urbano (50h).
Para o Curso de Movimentação e Operação de Produtos Perigosos (MOPP), um dos pré-requisitos é que o candidato tenha Carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias B, C, D ou E. O investimento é de R$ 220,00 e o início das aulas 26 de janeiro.
O Curso de Operador de Guindaste Móvel (Munk) também exige a CNH, mas nas categorias D ou E, e as aulas serão ministradas no turno vespertino, das 13h às 17h, a partir do dia 9 de fevereiro, ao custo de R$ 270,00.
Já o Curso de Formação de Condutores para Transporte Coletivo de Passageiro Urbano inicia no final de fevereiro, a partir do dia 23, das 19h às 22h e o investimento é de R$ 220,00. Para a inscrição, o candidato precisa apresentar cópias de RG, CPF, comprovante de residência (atualizado) e CNH nas categorias D ou E.
Na área de Eletroeletrônica, as vagas são para os cursos de Comandos Elétricos e na área de Automação, para o curso de Comandos Hidráulicos, ambos com carga horária de 60 horas.
Para o de Comandos Elétricos, é exigido que o candidato tenha a partir de 18 anos e ter cursado, no mínimo, o 9º ano do Ensino Fundamental. O investimento é de R$ 250,00. Para o de Comandos Hidráulicos, a exigência é Ensino Fundamental Completo e investimento de R$ 300,00.
Mais informações podem ser obtidas na sede do Sesi e Senai de Açailândia, localizada na Rua Alzino Pereira de Oliveira, s/nº, Vila Bom Jardim, Açailândia (MA), ou pelos telefones (99) 35384089 ou 35384100.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores