domingo, 11 de janeiro de 2015

Pela 1ª vez, duas chapas disputarão a presidência da Colônia de Pescadores Z-14 em Ribamar


Por J. Nunes, do 180 graus

Os pescadores de São José de Ribamar irão escolher no dia 15 de fevereiro deste ano, o novo presidente para o mandato de três anos que vai de 15 de fevereiro 2015 a 15 de fevereiro 2018, em eleição que será em um domingo das 8h às 16h na sede da Colônia Z-14 de Ribamar. 
Os associados poderão escolher dentre as duas chapas a que vai conduzir os destinos e defender os interesses dos pescadores do Município. 
Nunes.jpg
Eleição acontece dia 15 de fevereiro
“Eu tenho 25 anos na Z-14,mas nunca vi duas chapas,fiquei feliz,só assim temos nossos direito de escolha e tinha um presidente desde 2003”declarou Silva.
A Z-14 depois de um ano com presidente em exercício terá nova eleição. 
Segundo o presidente em exercício Zé Rodrigues, foram duas chapas escritas para concorrer o pleito, mas ainda falta a confirmação da FECOPEMA.
Do Blog Marrapá
Ligada ao grupo Sarney, Ester Marques é a nova secretária de Cultura do governo Flávio Dino.
Ligada ao grupo Sarney, Ester Marques (primeira à esquerda) é a nova secretária de Cultura do governo Flávio Dino.
Francisca Maria

“Quero dizer que estou muito mais muito insatisfeita com o Governo do Maranhão. Eu lutei, fui perseguida, carreguei bandeira, pedi votos pra que esse povo dos Sarneys saísse do governo.
Após toda essa luta eu não queria emprego, não queria facilidade nenhuma, só queria um novo Maranhão. E nada disso está acontecendo na Cultura. Fui na Secma, ontem, e encontrei tudo de ruim que estava no governo Sarney lá.
A estrutura que continua lá se empenhou com unhas e dentes pela eleição de Edinho Lobão. Gente como a Márcia, que é conhecida por roubar os grupos no carnaval e São João cobrando brincadas, os grupos brincam 5 vezes e a Secma paga 10 brincadas as outras ficam com ele e seu bando. Ela continua com toda a equipe que nos perseguiu, e agora sob o comando de Paulo de Aruanda. Quase chorei quando olhei ele lá como superintendente de organização do Carnaval. Paulo de Aruanda é testa de ferro de Astro de Ogum no Parque Folclórico.
Meu Deus, foi pra isso que elegemos o governador? Passei a tarde na Secma e não fui nem atendida pela secretária Ester Marques, que continua a mesma. Os grupos estão sendo atendidos por um adjunto que tem sido muito gentil educado e trata todos bem, mas que não tem poder. Lamento que eu tenha lutado para eleger o governador e ele manter aquele bando lá. Lamento mesmo”.
Mario Santos da Cunha

“Acho que o Flávio Dino tem que tomar uma providência com relação a Secretaria da Cultura. É inconcebível que pessoas que hostilizavam oposicionistas continuem a mandar e fazer ironia com gente que acreditou na mudança. Nomear pessoas que defenderam Roseana e a oligarquia com unhas e dentes, que cantavam com Roseana, serem nomeadas é uma sacanagem com pessoas como a Francisca.
Abre o olho Dino. Isso não é mudança, mas sim continuação”
Klider

“Na Secretaria de Cultura continua tudo antes como no quartel de Abrantes. A secretária Ester Marques tem conservado em altos cargos comissionados todos os aliados de Roseana e Lobão Filho, atendendo indicações da antiga secretária Olga Simão, quer ver um exemplo? Jeane que foi chefe de gabinete na gestão de Olga foi mantida no cargo. Márcio continua como chefe de transporte. Joacy que era motorista de Olga continua lá. Douglas é assessor sênior e bolsista da Fapema. Vilma continua no gabinete. Todos esses fizeram campanha aberta para Lobão Filho. Como Flavio Dino entrega uma secretaria como aquela para uma sarneyzista?
O governo da mudança não chegou na Secma. Abre o teu olho, Flávio Dino”.

Ex-prefeito de Ribamar quer desestabilizar Arnaldo Colaço na cidade balneária

É um salve-se quem puder dos infernos. Depois do extermínio total do grupo Sarney no Maranhão (pelo menos em tese), o oportunismo vem falando alto no estado.  

Grandes figurões do sarneysismo por décadas não se coçam, por exemplo, de escancarar a traição ao grupo que os fez ricos, ostentosos e arrogantes ao longos anos. É o caso de nomes como Gastão Vieira e Luís Fernando Silva. Este último, no melhor estilo ‘puxando a cachorrinha’ tenta cavar espaço aonde der.

Luís Fernando, que já sabia da derrota de seu grupo nas eleições passadas, é o único que não se faz de rogado ante o medo do ostracismo. Afinal de contas, para quem sempre esteve no poder, passar um hiato de quatro anos fora dele é barra.

PUXANDO A CACHORRINHA Luís Fernando quer com uma cajadada só ganhar guarida no PSB e ainda desestabilizar Arnaldo Colaço. É mole?
O espólio de políticos de Roseana só tem uma saída: tentar disputar eleições em 2016 ou atrapalhá-las. Em São José de Ribamar, o ex-prefeito e ‘amigo’ da ex-governadora optou pela segunda opção.

Visivelmente uma das principais forças oposicionistas da cidade balneária, o socialista Arnaldo Colaço acusou o golpe na tarde desse domingo(11)  a Agência Baluarte. ‘’Quer tentar me desestabilizar’’, disse Colaço sobre o fato de Luís Fernando ter anunciado uma aproximação com o PSB, mesmo partido dele.

Atirando para todos os lados, Luís Fernando Silva já mandou às patavinas o PMDB e agora busca guarida nas legendas de oposição que, atualmente, são as únicas que gozam de prestígio junto aos eleitorados. 

O socialista Colaço já é um dos principais nomes da oposição de São José de Ribamar; para grande parte da população ele representa a mudança
Mais não é só isso. O grupo de Luís Fernando Silva em Ribamar estar fragilizado e disperso. Gil Cutrim não honrou o padrinho e a grande maioria das lideranças antigamente ligadas ao ex-prefeito já afirmou que não irá apoiar o candidato de Cutrim ou mesmo o próprio Luís Fernando numa possível candidatura ao Executivo municipal. O clima em Ribamar é de mudança. Daí a declaração de Arnaldo Colaço ser, além de pertinente, mais que acertada.


Por Fernando Atallaia
Direto da Redação
Presença feminina diminui na Assembleia Legislativa
O Imparcial
Mulheres perderam uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão, para o exercício de 2015-2018. Nesta atual legislatura que ainda está em exercício, 2011-2014, a bancada feminina da Assembleia conta com sete deputadas. A próxima legislatura, que será iniciada no próximo mês, o número de mulheres que atuarão no parlamento estadual cai para seis.
Ana do Gás, Andréa Murad, Francisca Primo, Graça Paz, Nina Melo e Valéria Macedo são as representantes das mulheres na Assembleia
O QUE ESPERAR DELAS? Andréa, Ana, Graça, Nina, Francisca e Valéria são as representantes das mulheres na Assembleia

Entre as perdas está a deputada Eliziane Gama (PPS) que foi eleita deputada federal. Outras duas deputadas que não estarão mais presentes na Casa Legislativa maranhense são Cleide Coutinho (PSB) e Vianey Bringel (PMDB), que não concorreram à reeleição. A única parlamentar que concorreu à reeleição e não obteve êxito foi a deputada Gardênia Castelo (PSDB).
 
“Temos que aumentar a participação feminina nos parlamentos. A queda não foi só aqui. Temos que defender os interesses femininos, vamos estudando ao longo do mandato pautas que sejam ligadas ao segmento”

Com as mudanças no número de mulheres, o PMDB conseguiu eleger o maior número de deputadas. Duas, das seis pertencem ao PMDB, o que corresponde a mais de 33% da bancada feminina. No total, as mulheres representam um total de pouco mais de 14% de todos os deputados da Assembleia do Maranhão.

Deputadas da Legislatura 2011-2014

Cleide Coutinho (PSB)
Eliziane Gama (PPS)
Francisca Primo (PT)
Gardênia Castelo (PSDB)
Graça Paz (PSL)
Valéria Macedo (PDT)
Vianey Bringel (PMDB)

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB