quarta-feira, 19 de novembro de 2014
UMA ELEIÇÃO HISTÓRICA

No páreo para sucessão do atual prefeito, nomes como Rodrigo Valente, Arnaldo Colaço, Eudes Sampaio, J. Malheiros, Júlio Filho e pretendentes ligados à recém-lançada Frente de Libertação de São José de Ribamar já começam a fortalecer respectivos grupos. Expectativa é de que a eleição de 2016 seja a mais concorrida da história da cidade.

Por Fernando Atallaia 
Editor-Chefe da Agência Baluarte
        
Quem imaginou que as corroborações em torno das eleições para Prefeito de São José de Ribamar só começariam às vésperas da votação como é de praxe, se enganou. Desta vez, as articulações anteciparam o pleito em quase dois anos, mostrando assim, o interesse dos possíveis postulantes à cadeira de Gil Cutrim, naquela que será, indiscutivelmente, a eleição mais concorrida da cidade. Com, inclusive, características de histórica. 

Nas ultimas três semanas, a Agência de Notícias Baluarte manteve contato com declarados pré-candidatos ao Executivo ribamarense e com novos nomes que tendem ousar a empreitada. Um dos quadros do PSB que, apesar de ter mudado o discurso oposicionista para consolidar presença nas comunidades ribamarenses de forma mais branda, o socialista Arnaldo Colaço aposta numa eleição vitoriosa em 2016. Terceiro na disputa passada, Arnaldo vislumbra ser a opção do PSB na cidade. Uma decisão que,  mesmo diante da visível animação do advogado, caberá ao diretório municipal da legenda.

O advogado Arnaldo Colaço: animação que poderá ser protelada pelo diretório municipal do PSB
Já o comunista Júlio Filho alimenta, atualmente, grande indisposição junto ao partido do governador eleito Flávio Dino, após seu pai, o médico Júlio Matos ter declarado apoio a Lobão Filho nas eleições passadas. Do mesmo partido de Dino, fontes ligadas a Flávio afirmam que o governador lançará oficialmente um candidato a Prefeito da cidade balneária destoando do nome do jovem político. Uma forma de dá o troco ao que considerou 'traição'. 


PREJUDICADO PELO PAI Do mesmo partido de Flávio Dino, Júlio Filho poderá ser isolado da disputa em 2016
Um dos articuladores mais respeitados do município, J. Malheiros vem colecionando insucessos nos últimos cincos anos na esfera política. O ex-vereador e ex-assessor de J. Pinto, no entanto, ainda consegue mobilizar grande parte das vozes oposicionistas de Ribamar. Malheiros é um dos nomes que defende para 2016 uma ampla aliança entre os partidos que queiram unir-se para bater o candidato dos Cutrim na eleição vindoura.

J. Malheiros(foto) defende a unificação de forças em torno de um nome que bata nas urnas o candidato dos Cutrim 
Na mesma sintonia, foi lançada recentemente, pelo PPS do município a ‘Frente de Libertação de São José de Ribamar’, projeto embrião que visa, segundo Marco Aurélio Ferreira, presidente do partido na cidade, congregar aqueles que alimentam o sonho de uma administração comprometida com a Causa Social  em solo ribamarense. A Frente segue com algumas reuniões até aqui já realizadas.

Marco Aurélio Ferreira(imagem frontal) lançou a 'Frente de Libertação de São José de Ribamar'; reuniões já começaram a ser realizadas 
Na quase representatividade governista ao Pleito, mas, gradativamente, impondo originalidade ao nome, o ex-secretário de Saúde da prefeitura de Ribamar e sobrinho do ex-prefeito Luís Fernando Silva, Rodrigo Valente é um dos possíveis postulantes que não hesitaria em concorrer ao Executivo. Valente afirma que a decisão que poderá escolhê-lo caberá ao grupo ao qual ele pertence, mas já deixou claro o interesse em ser o candidato do Governo municipal em 2016. Amigo de Gil Cutrim, o economista vem fortalecendo ações na cidade e, facilmente, teria condições e viabilidade ao projeto de sucessão.  Realidade já distante para o seu colega de grupo, o vice-prefeito Eudes Sampaio.

O ex-secretário de Saúde da Prefeitura de Ribamar, Rodrigo Valente: à disposição  do Grupo, ele lutará pela indicação
Sampaio não agrada muito aos setores sociais da cidade. Criticado pela postura distanciada e impopular, Eudes seria o candidato natural a Prefeito nas eleições que virão, mas, segundo informações de bastidores, o imediato de Cutrim, poderá encarnar o eterno vice em obediência a uma implacável decisão que poderá tirá-lo do páreo.

ETERNO VICE? Eudes Sampaio poderá ser mantido no mesmo lugar


Agora é aguardar os desdobramentos. 

Em São José de Ribamar, Ministério Público obtém liminar em favor de abrigamento de idoso

Após ajuizar Ação Civil Pública contra o município de São José de Ribamar, no dia 13 de novembro, o Ministério Público do Maranhão obteve na Justiça, em 18 de novembro, liminar que ordena o imediato abrigamento de um idoso.

A decisão acolhe pedido formulado pela promotora de justiça Silvia Menezes de Miranda, determinando prazo de cinco dias para que a Prefeitura providencie o abrigamento do idoso, seja em instituição pública ou em privada.


mini mini mini PJ S J Ribamar reduz
 Após pressão da Agência de Notícias Baluarte, Ministério Público de Ribamar já começa a mostrar serviço 
De acordo com a ação, movida pela 3ª Promotoria de Justiça Cível de São José de Ribamar, o idoso estaria sendo vítima de maus tratos por parte da senhora Marta Regina Abreu Bastos.  Esta teria encontrado o senhor sozinho na rua, o levado para casa e passado a administrar desde então o Benefício de Prestação Continuada (BPC) do mesmo.
O fato chegou ao conhecimento do MPMA, por meio de ofício encaminhado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). Diante da situação apresentada, a promotora de justiça requisitou providencias à prefeitura.

O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim: resposta negativa da Prefeitura e multa de R$ 1 mil por dia em caso de descumprimento da decisão 
Em resposta, o MPMA recebeu relatório de acompanhamento do caso, elaborado pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), no qual consta que o município não dispõe de instituição de acolhimento. "A situação demonstra nítida afronta aos direitos básicos do idoso e ante à resposta negativa do município de São José de Ribamar em atender a requisição ministerial, vem o MPMA propor a presente demanda", afirma a representante ministerial.

A multa diária pelo eventual descumprimento da decisão foi estipulada em R$ 1 mil.


Redação: CCOM-MPMA

Miss Honduras Mundo 2014 e irmã são encontradas mortas

Do Uol, em SP

A Miss Honduras Mundo 2014, María José Alvarado, 19, e sua irmã, Sofía Trinidad, 23, desaparecidas desde o dia 13 novembro no departamento hondurenho de Santa Bárbara, foram encontradas mortas nesta quarta-feira (19), informou uma fonte oficial.
"Podemos confirmar efetivamente que se trata das duas jovens irmãs que estão enterradas no setor da aldeia Cablotales, em Santa Bárbara", disse o diretor de Investigação Criminal, Leandro Osorio, à Radio América, da capital Tegucigalpa.
A Miss Honduras Mundo 2014, María José Alvarado: beleza assassinada
Osorio acrescentou que há uma pessoa detida que "supostamente" seria "o autor material" do crime e "uma testemunha protegida".
As autoridades também apreenderam uma arma com a qual teriam matado as irmãs e um veículo no qual foram levadas ao local onde foram enterradas, segundo Osorio.
Na terça-feira, a polícia de Honduras prendeu dois homens suspeitos de envolvimento no desaparecimento das duas. Antonio Ruiz Plutarco, 28, namorado de Sofía, foi detido durante uma batida policial no município de San Vicentes. A polícia também capturou Aris Valentín Maldonado para averiguar sua relação com o caso.
Antonio Ruiz Plutarco é suspeito de envolvimento no caso
A mãe das irmãs Alvarado, Teresa Muñoz, pediu que as autoridades investigassem Ruiz, já que ele foi uma das últimas pessoas que tiveram contato com suas filhas antes do desaparecimento.
As irmãs estiveram na última quinta-feira em uma festa em Santa Bárbara -- conhecida pela atuação de criminosos envolvidos com o tráfico de drogas -- para comemorar o aniversário de Plutarco.
"María José chegou de Tegucigalpa às seis da tarde, se arrumou em alguns minutos e entrou em um carro sem placas que veio buscá-la", afirmou Muñoz. Segundo ela, dentro do carro havia três homens desconhecidos.
O noivo de Trinidad disse à polícia que as duas saíram da festa, no balneário de Aguagua, por volta de 20h naquele mesmo dia. Depois disso não foram mais vistas.
O caso estava sendo tratado como desaparecimento, já que não houve contato com a família sobre pagamentos de resgate. 
María José participaria do Miss Mundo – um dos três maiores concursos de beleza da atualidade – nesta semana em Londres. Seu país pode ser desclassificado.
A jovem havia acabado de chegar em casa após uma viagem à capital hondurenha, Tegucigalpa, onde recebeu as últimas instruções e as roupas para participar do concurso de beleza internacional. (Com agências internacionais e a BBC).

Número de MORTES violentas CRESCEU 25% na Grande Ilha

(CCOM-MPMA)
O Centro de Apoio Operacional do Controle Externo da Atividade Policial (CAOp-Ceap) do Ministério Público do Maranhão divulgou as estatísticas referentes à violência na Grande São Luís, apresentando, por meio de gráficos, os comparativos entre os crimes de homicídios, mortes violentas e assaltos ocorridos nos municípios de São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar e o Município de São Luís.
Somente em 2014, foram registradas até o mês de outubro 970 mortes violentas, que incluem mortes por armas de fogo, armas brancas, instrumentos de ação contundente e/ou perfurocortante, esgorjamento, estrangulamento, espancamento e agressão física. Em relação a 2013, quando foram registrados até o mesmo período 775 crimes violentos, o crescimento foi de 25%.
A governadora do estado, Roseana Sarney: ela será lembrada pelo aumento da violência sem precedentes em toda história do Maranhão
Segundo o promotor de justiça José Cláudio Cabral Marques, coordenador do Centro de Apoio Operacional do Controle Externo da Atividade Policial, o crescimento da violência na Grande São Luís decorre, principalmente, do esfacelamento do sistema de segurança pública do Estado. “Tanto na Polícia Civil como na Polícia Militar existe, entre outros problemas, um déficit muito grande de pessoal. Faltam delegados, escrivães, investigadores, sem contar na necessidade de, pelo menos dobrar, o efetivo da PM, que atualmente é de 8.300 policiais”, avaliou o promotor de justiça.
O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior. criminalidade, violência e insegurança destroçam a capital que ele governa e ele, nem aí 
As informações levantadas pelo Ministério Público do Maranhão têm como base os dados extraídos mês a mês dos livros do Instituto Médico Legal (IML). No comparativo com os números registrados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, há uma diferença significativa. De janeiro a outubro de 2014, a SSP indica a ocorrência de 729 mortes violentas na Grande São Luís. São 141 casos a menos do que o levantamento efetuado pelo Ministério Público.
A divergência ocorre, conforme José Cláudio Cabral Marques, porque a Secretaria apresenta somente os dados de homicídios, não estando neles inseridas outras ocorrências, como resistência seguida de morte (mortes praticadas por policiais em serviço), latrocínio, infanticídio, disparo acidental com resultado morte, mortes a esclarecer e vítimas de homicídios procedentes de penitenciárias, centros de detenções e delegacias.
O secretário de Segurança Pública do Estado, Marcos Afonso já jogou a toalha; segurança da população maranhense segue ao deus-dará 
GRÁFICOS
No levantamento do Ministério Público, constam ainda graficamente representados os números de mortes ocorridas na Grande São Luís, do ano de 2010 a outubro de 2014. Mas os dados, até dezembro de 2012, enfocam apenas os casos de homicídios.
A partir de janeiro de 2013, o Centro de Apoio do Controle Externo da Atividade Policial adotou a metodologia CVLI, proposta pela Senasp.
ASSALTOS A COLETIVOS

Como informações relevantes, estão relatados também em gráficos os números fornecidos pelo SET (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís) referentes aos assaltos ocorridos a coletivos, na Grande São Luís. Houve uma redução de 24% dos casos registrados no mesmo período de janeiro a outubro entre 2013 a 2014. Foram 511 em 2013 e 390 neste ano. A redução foi obtida como decorrência das operações realizadas pela Polícia Militar e Secretaria de Estado da Segurança Pública.
Os números completos sobre a violência na Grande São Luís podem ser acessados no site do Ministério Público do Maranhão (www.mpma.mp.br/centros de apoio/controle externodeatividadepolicial/dadoseestatística).

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB