segunda-feira, 6 de outubro de 2014
Escaldados, ressabiados e desconfiados, maranhenses se mantiveram contidos.

Por Fernando Atallaia
Editor da Agência Baluarte
Direto da Redação

Quem esperava para Flávio Dino uma ovacionada comemoração à base de faniquitos e a exemplo do que foi a vitória de Jackson Lago para o Governo do Maranhão, se decepcionou.

A vitória de Flávio aconteceu entre suspeitas e ressalvas. O candidato do PC do B logrou êxito rumo ao Palácio dos Leões em meio a centenas de acordos com políticos de conduta duvidosa, a grande maioria processada por corrupção. Para fugir a esta realidade, Flavio Dino defendeu do inicio ao final da campanha, o discurso de um ‘Maranhão de todos nós’. Ou seja, venham todos, corruptos ou não.  A intenção? Eleitoral: ganhar o apoio e os votos de quem quer que seja com o claro objetivo de sair vitorioso diante de seus adversários. Deu certo.
Flávio Dino com o deputado corrupto que foi reeleito ontem Weverton Rocha: parcerias que ameçam a governabilidade do Maranhão 
O maranhense, por sua vez, mais consciente e desacreditado dos políticos do estado, viu no comunista posicionamentos controversos. Em São José de Ribamar, por exemplo, Flávio Dino abraçou a oligarquia Cutrim em detrimento dos oposicionistas locais, seus maiores e professos apoiadores.

O governo de Flávio Dino terá tudo para dá certo se um terço do que ele disse em campanha se realizar no primeiro ano de mandato. Uma possibilidade de mostrar a que veio e imprimir o conceito de sua Gestão que tem pontos expostos como que num manifesto voltado para a boa e exemplar governabilidade.

Aqui ao lado de três políticos maranhenses processados por corrupção: no melhor do 'vale tudo para se chegar ao Poder', o hoje governador Dino fez alianças que cobrarão Secretarias de Governo 
Nos bastidores, se sabe que não é bem assim. Grande parte dos apoiadores do agora Governador nesta campanha já reivindicam espaço no Governo. Querem Secretarias de Estado e autonomia para dá as regras nas Pastas. O perigo mora justamente aí: Flávio terá voz nestas Secretarias? Uma eleição feita na barganha poderá calar a voz do chefe-maior do Executivo maranhense, sabe-se.

O então candidato a governador Flávio Dino se rende ao Self da Oligarquia ao lado de Gil Cutrim, prefeito dela 

Para destoar do atraso oligárquico que tanto foi combatido pelos dinistas, há de se pensar que eles Flavio Dino e companhia, terão de negar o modelo adotado pelos Sarneys e turma ao longo dos últimos 40 anos. Na teoria, é o que exaustivamente foi dito, consumado e apregoado pelos comunistas até ontem. Na prática, Flávio Dino já mostrou que é capaz de tomar decisões bem parecidas com os políticos que ele faz questão de destacar como responsáveis pelo subdesenvolvimento e miséria do Maranhão. Os políticos que já estão com ele. A população maranhense está desconfiada. 

Cerca de 20% do eleitorado do Brasil não compareceu às urnas; veja balanço do TSE

Ministro Dias Toffoli faz balanço das eleições deste domingo (5) no país

Em entrevista a jornalistas nesta noite, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Dias Toffoli, fez um balanço das eleições gerais no país neste domingo (5). O ministro disse que as eleições ocorreram em clima de normalidade, sem incidentes relevantes. Ressaltou que o Brasil é a quarta maior democracia do mundo. “O Brasil só se encontra abaixo em número de eleitores da Índia, dos Estados Unidos e da Indonésia. Dos mais de 142,8 milhões de eleitores brasileiros, 80% compareceram às urnas. No dia de hoje, o balanço é de vitória da democracia”.
Segundo Toffolli, “a democracia pode ter as suas dificuldades, seus percalços, mas realizar uma eleição com quase 143 milhões de eleitores, a quarta maior eleição do mundo, tudo que verificamos é que esses percalços não foram significativos”.
Dias Toffoli destacou ausência do eleitorado nestas eleições 
Ele agradeceu o empenho dos ministros do TSE, desembargadores dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), juízes eleitorais e servidores da Justiça Eleitoral e dos 2,4 milhões de mesários, dentre outros cidadãos, que contribuíram para o êxito das eleições. Agradeceu e parabenizou, em especial, o povo brasileiro, que novamente se dirigiu às urnas com ampla tranquilidade, para escolher o futuro do país.
Biometria
O presidente do Tribunal destacou o avanço e o sucesso da identificação biométrica (pelas impressões digitais) nestas eleições. Toffoli afirmou que o uso da biometria “é a garantia de que o eleitor brasileiro só poderá votar uma única – e somente uma única vez”. “A Justiça Eleitoral não voltará atrás de fazer esse trabalho de identificar o eleitor brasileiro biometricamente”, sustentou.
No primeiro turno destas eleições, mais de 21,6 milhões de eleitores de 764 municípios de todos os estados e do Distrito Federal puderam ser identificados pelas digitas.
Presenças
Além do presidente do TSE, estiveram presentes na mesa da coletiva o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, os ministros do TSE, o vice-procurador-geral Eleitoral, Eugênio Aragão, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Marcus Vinicius Furtado Coêlho.
O presidente do STF, Ricardo Lewandowski, chefe do Poder Judiciário, afirmou que “a cada eleição, as instituições republicanas se fortalecem. E se fortalecem graças à coordenação que é feita pela Justiça Eleitoral”. Ele salientou que a Justiça Eleitoral proporcionou uma eleição segura, tranquila e eficiente.
CARTA AO POVO DE PAÇO DO LUMIAR


Amigas e amigos de Paço do Lumiar e da Grande São Luís é com muito orgulho que venho agradecer-lhes pelos mais de 1 400 votos recebidos somente neste importante município da Região Metropolitana que é Paço. 

Agradeço também pela acolhida calorosa de todos que, do inicio ao fim da campanha, me outorgaram confiança, credibilidade e centenas de adesões voluntárias e espontâneas.

Temos a plena consciência que, apesar dos poucos recursos, levamos nossas propostas de um Paço mais próspero e de todos nós. Elegemos nosso governador Flávio Dino e temos em Roberto Rocha a certeza de acertada representatividade no Senado Federal já a partir de janeiro de 2015.

A campanha deste ano não foi fácil. Enfrentamos acordos maquiavélicos de nossos adversários políticos que investiram a todo o momento nos sentido de nos fragilizar em Paço do Lumiar e circunvizinhança. Mas ainda assim, fizemos frente às investidas e realizamos grandes e memoráveis caminhadas, carreatas e atividades agregadoras.

O trabalho continua e nos sentimos satisfeitos. Eu, minha equipe e correligionários queremos a agradecer a você luminense pelo voto de deferência e irrestrita confiança às nossas ações e projetos para Paço.

Saudações afetuosas e um grande abraço a todos!


Raimundo Filho
Ex-prefeito de Paço do Lumiar, Vice-presidente do PROS maranhense e ex-candidato a Deputado Federal. 

Advogado de Roberto Rocha é morto a facadas em festa de comemoração


Blog do LP


O advogado do candidato eleito ao Senado Federal, Roberto Rocha e secretário geral do PSB-MA, Bruno Eduardo Soares Matos foi morto a facadas pelo vizinho, no bairro Olho- d’ Água. A vítima estava em uma casa, numa festa de comemoração a vitória do candidato.
O som estaria incomodando as pessoas que residem no local, então houve uma discussão e carros dos convidados da festa foram quebrados pelo vizinho. Um homem identificado como Humberto Filho teria puxado uma faca, dando vários golpes em Bruno Matos. O irmão dele, Alexandre Matos Soares, e um outro homem, identificado como Kelvin Kim Chanes, ficaram feridos e estão internados, em estado grave, num hospital particular de São Luís.
Bruno Eduardo Soares Matos foi morto a facadas em festa de comemoração de Roberto Rocha 
O crime aconteceu por volta das 5h30 da madrugada, o suspeito foi preso em casa e teria negado o assassinato. Mas pessoas que observaram tudo confirmaram que era Humberto Filho que praticou o homicídio. Ele foi encaminhado para a Delegacia do Cohatrac.
Bruno Eduardo está sendo velado na Pax União, no Centro, e vai ser enterrado no Cemitério do Gavião, durante a tarde.
Em nota de pesar, Roberto Rocha comentou a ocorrência. “Com profunda consternação registro a perda de nosso companheiro, amigo e membro do PSB, Brunno Eduardo Matos Soares, ocorrida ontem à saída de uma festa organizada por amigos de nossa campanha. Brunno foi covardemente assassinado por um vizinho, em visível estado de perturbação mental, sem qualquer motivo, a não ser a indisposição com a alegria manifesta em um encontro pacífico e de justificada alegria. Dois outros companheiros foram atingidos, mas sobreviveram ao ato insano de um covarde. Que a justiça dos homens cumpra seu papel com o rigor que o ato merece e que a misericórdia de Deus amenize a dor da família de Brunno. A ele, devemos lições diárias de profissionalismo, alegria, dedicação e companheirismo”.
(Com informações do Imirante)

Flávio Dino, do PCdoB, é eleito governador do Maranhão

Com 99% das urnas, ex-juiz federal alcançou 63,59% dos votos válidos.
Principal concorrente, Lobão Filho (PMDB) teve 33,62% dos votos válidos.


G1 MA

Flávio Dino, do PCdoB, foi eleito neste domingo (5) governador do Maranhão para os próximos quatro anos. Com 99% das urnas apuradas, o pecebista obteve mais de 63,59% votos válidos, contra 33,62% de Lobão Filho (PMDB). O governador eleito terá como vice o deputado federal Carlos Brandão (PSDB).
A vitória marca a primeira vez em que um candidato que não é apoiado pelo Palácio dos Leões vence uma eleição para o governo maranhense, e a segunda vez em que um candidato do grupo político liderado pelo senador José Sarney (PMDB) não se elege. A outra havia sido em 2006, quando Jackson Lago (PDT) venceu Roseana Sarney, então no antigo PFL. Em 2009, Lago teve seu mandato cassado pelo TSE.
Flávio Dino esmagou seu principal adversário tornando-se o novo Governador do Maranhão 
“Vamos fazer um governo bom, simples, com os pés no chão e que vai garantir que nosso estado caminhe na direção correta. Vamos enfrentar a corrupção, fazer com que os recursos sejam empregados a serviço da justiça social, tirar nosso Estado das páginas policiais. Nossa vitória é grandiosa pelos que aqui não estão como quilombolas, quebradoras de coco, jovens, conselheiros tutelares, pelas pessoas que vi no Maranhão sem ter o que calçar, sem ter o que comer, em casas de taipas. Por estas pessoas nossa vitória é grandiosa”, afirmou Dino.
Já Lobão Filho desejou boa sorte a Dino, e disse que sai da disputa mais forte: “Tive mais de 900 mil votos e agradeço a cada um desses votos que recebi. Nessa caminhada saí mais forte do que entrei, tive a oportunidade de ter apoio dos jovens, mulheres crianças, idosos. Parabenizo a vitória do candidato Flávio Dino, agora futuro governador do Maranhão que possa efetivamente cumprir tudo o que prometeu nesta campanha”.
O governador eleito tem 46 anos, foi deputado federal em 2006 e exerceu o cargo até 1º de fevereiro de 2011. Antes, em 2010, disputou pela primeira vez uma eleição ao governo maranhense, mas foi derrotado por Roseana Sarney (PMDB), ficando em segundo lugar com 859.255 votos, o que correspondeu a 29,48% dos votos válidos.
Flávio Dino de Castro e Costa nasceu em São Luís em 30 de abril de 1968, filho de Rita Maria e Sálvio Dino. Cursou o ensino médio no Colégio Marista, onde deu início à vida política como líder estudantil. Formou-se bacharel em Direito pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), onde exerceu o cargo de coordenador do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Exerceu o cargo de juiz federal por 15 anos, tendo abandonado a carreira em 2006 para ingressar na vida política, se filiando ao PCdoB. Foi presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), cargo que ocupou até março deste anos, devido à sua pré-candidatura ao governo do MaraCampanha
Durante a campanha Dino liderou as pesquisas por intenções de votos, de acordo com os três levantamentos divulgados pelo Ibope, nos dias 2 de outubro20 de setembro e 6 de setembro.
Apesar de ser apoiado pelo PSDB, Dino apresentou propostas de governo e programas muito parecidos aos da campanha da presidente Dilma Rousseff. Dentre eles estão uma versão estadual dos programas ‘mais médicos’, ‘bolsa família’ e ‘minha casa minha vida’, desenvolvidos pelo Governo Federal. Outra proposta apresentada é dobrar números de policiais em todo o Estado nos próximos quatro anos, como forma de tentar conter os problemas de segurança pública e no sistema carcerário maranhense, intensificados principalmente após 2013, com rebeliões no Complexo Penitenciário de Pedrinhas e nos atentados a veículos, que acabaram sendo incendiados a mando de facções criminosas que atuam no Estado. 
Confira votação dos candidatos com 99% das urnas apuradas
Flavio Dino (PCdoB): 63,59%
Lobão Filho (PMDB): 33,62%
Pedrosa (PSOL): 1,14%
Saulo Arcangeli (PSTU): 0,93%
Zeluis Lago (PPL): 0,60%
Prof. Josivaldo (PCB): 0,12%

Veja a lista dos deputados eleitos no Maranhão

Estaduais

Josimar de Maranhaozinho (PR) - 99.020

-Glauber Cutrim (PRB) - 85.917
-Ana do Gás (PRB) - 78.225
-Andrea Murad (PMDB) - 77.836
-Dr. Antônio Pereira (DEM) -73.291
-Humberto Coutinho (PDT) - 67.977
-Roberto Costa (PMDB) - 57.559
-Edilázio (PV) - 55.718
-Edson Araújo (PSL) -55.232
-Nina Melo (PMDB) - 52.872
- Leo cunha (PSC) - 50.823
-Max Barros (PMDB) - 49.491
-Adriano Sarney (PV) - 48.427
-Sousa Neto (PTN) - 48.092
-Eduardo Braide (PMN) - 47.249
Carlinhos Florêncio (PHS) - 41.991
-Stênio Rezende (PRTB) - 41.853
-Rigo Telles (PV) - 40.872
-Bira do Pindaré (PSB) - 38.807
-Zé Inácio (PT) - 38.722
-Ricardo Rios (PEN) - 38.430
-Rogerio Cafeteira (PSC) - 37.223
-Neto Evangelista (PSDB) - 36.289
-Cesar Pires (DEM) - 36.141
-Alexandre Almeida (PTN) - 36.020
-Fábio Macedo (PDT) - 35.733
-Paulo Neto (PSDC) - 34.580
-Raimundo Cutrim (PC do B) - 33.740
-Valéria Macedo (PDT) - 33.149
-Vinicius Louro (PR) - 32.867
-Junior Verde (PRB) -32.867
-Edvaldo Holanda (PTC) - 31.676
Professor Marco Aurélio (PC do B) - 30.899
-Sérgio Frota (PSDB) - 30.501
-Graça Paz (PSL) - 30.199
-Othelino Neto (PC doB) - 30.177
-Fábio Braga (PT do B) - 29.606
-Hemeterio Weba (PV) - 27.457
-Francisca Primo (PT) - 27.295
-Welington do Curso (PPS) - 22.892
-Cabo Campos (PP) -19.287
-Dr. Levi Pontes (SD) - 19.599
Federais 

1º ELIZIANE GAMA (PPS) – 133.485
2º HILDO ROCHA (PMDB) – 125.198
3º RUBENS PEREIRA JÚNIOR (PC DO B) – 118.081
4º CLEBER VERDE (PRB) – 105.181 – REELEITO
5º SARNEY FILHO (PV) – 91.630 – REELEITO
6º ZÉ CARLOS (PT) – 90.460
7º ZÉ REINALDO (PSB) – 86.671
8º PEDRO FERNANDES (PTB) – 85.321 – REELEITO
9º VICTOR MENDES (PV) – 85.033
10º JOÃO MARCELO (PMDB) – 83.763
11º JUSCELINO FILHO (PRP) – 83.727
12º WEVERTON ROCHA (PDT) – 81.112 - REELEITO
13º ALBERTO FILHO (PMDB) – 67.839 - REELEITO
14º WALDIR MARANHÃO (PP) – 66.189 - REELEITO
15º ANDRE FUFUCA (PEN) – 56.863
16º JOÃO CASTELO (PSDB) – 52.766
17º JUNIOR MARRECA (PEN) – 50.920
18º ALUISIO MENDES (PSDC) – 50.483


Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB