quinta-feira, 28 de agosto de 2014

JUSTIÇA DÁ 48 HORAS PARA RIBAMAR ALVES ENTREGAR DOCUMENTOS À CPI EM SANTA INÊS


A Justiça da Comarca de Santa Inês emitiu, nesta quarta-feira (27), parecer favorável ao pedido de busca e apreensão feito pela Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI da Educação, na Câmara de Vereadores do município, presidida por Akson Sousa (DEM), tendo como relatora Creusa da Caixa (PSL) e contando ainda com Aldoniro Muniz (PMDB), Solange Nerval (PMDB) e Tomaz Martins (PHS) como membros.

O prefeito Ribamar Alves: chegou a hora de ele parar de dá a língua à população de Santa Inês 

Pela decisão da Justiça, Ribamar Alves (PSB) tem 48 horas para entregar toda a documentação solicitada pelos vereadores, que abrange os processos licitatórios, contratos realizados e todos os processos de pagamento; o livro razão do Fundeb e da merenda escolar dos anos de 2013 e 2014; o quantitativo de creches e escolas municipais e sua localização; assim como a quantidade de alunos e professores, entre contratados e concursados; e a quantidade de ônibus que fazem o transporte escolar locado e o valor mensal pago por eles. 

(Do Santa Inês Agora).

O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,stf-rejeita-prisao-domiciliar-para-roberto-jefferson,155048TCU adia decisão sobre bloqueio de bens de Graça Foster

Cinco dos oito ministros já votaram contra o bloqueio


Agência Brasil


Um pedido de vista do ministro Aroldo Cedraz adiou para setembro a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre a proposta de bloqueio dos bens patrimoniais da presidente da Petrobras, Graça Foster, em processo que investiga denúncias de irregularidades na aquisição da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. A refinaria foi comprada pela Petrobras em 2006.Último a se manifestar na sessão de hoje (27), ao pedir vista do processo, Cedraz alegou que precisaria se debruçar melhor sobre o caso. Cinco dos oito ministros do TCU tinham votado contra o bloqueio dos bens de Graça Foster. Dois votaram a favor da proposta.


O relator, ministro José Jorge, manteve o voto apresentado no início do mês em que pedia medida cautelar determinado o bloqueio dos bens da executiva e de 11 dirigentes e ex-dirigentes da empresa envolvidos na aquisição da refinaria. No texto, José Jorge diz que operação resultou em prejuízo de US$ 792,3 milhões na compra da refinaria, mas responsabiliza Graça Foster por US$ 90 milhões desse total.
A corrupção nunca foi um bom negócio: Graça Foster foi mexer no que é alheio e hoje vive à mercê do TCU

Cedraz que adiou a decisão com a justificativa de que precisaria se debruçar melhor sobre o caso. A maioria, contudo, seguiu o entendimento do ministro Walton Alencar Rodrigues, que apresentou uma nova proposta, incluindo a presidenta e o ex-diretor da Área Internacional da empresa Jorge Zelada como responsáveis, mas sem o bloqueio dos bens.
José Jorge comentou também a transferência de bens a parentes, feita por Graça Foster e pelo ex-diretor Nestor Cerveró. Segundo o ministro, a questão não será objeto de análise nesta parte do processo.
A divulgação das informações na semana passada motivou o adiamento da sessão do TCU na última quarta-feira (20). "Isso será discutido posteriormente, durante a Tomada de Contas Especial [que o tribunal fará para averiguar as responsabilidades dos dirigentes da empresa]", disse o relator.
Cerveró e o ''olho que tudo vê'': grandes transferências ao lado de Foster 
O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, acompanhou a sessão do tribunal. Ao final, Adams mostrou-se satisfeito com o entendimento do tribunal. "Tenho para mim que esta convicção [de negar a indisponibilidade dos bens] permanece. Ela pode não ter sido concluída em face de um voto, mas está consolidada, e eu acredito que o tribunal fez justiça para a Petrobras," disse ele.
Após a conclusão dessa fase, o TCU fará oitivas com os dirigentes da Petrobras implicados no processo. "O processo vai ser analisado após a oitiva desses diretores, quando será avaliada a permanência, ou não, desta medida cautelar [indisponibilidade de bens]," acrescentou.
Além do relator, votou pela indisponibilidade dos bens o ministro Augusto Sherman. Walton Alencar, Benjamin Zymler, Raimundo Carreiro, Bruno Dantas e José Múcio foram contra.
Ex-prefeito de Itapecuru, Júnior Marreca vem a cada dia consolidando a campanha na cidade que já considera sua ‘segunda casa’.

Por Fernando Atallaia
Editor da Agência Baluarte

O ex-prefeito de Itapecuru-Mirim e ex-presidente da Famem Júnior Marreca, segundo apurou ANB Online, vem a cada dia consolidando a campanha na cidade balneária rumo à Câmara Federal.

Júnior, que nos últimos meses ganhou a adesão de grandes e fortes lideranças de São José de Ribamar, nas comunidades, povoados e bairros do município vem sendo festejado pelos ribamarenses ávidos por propostas consistentes que melhor se adequem à realidade da terceira maior cidade do estado.

O ex-prefeito de Itapecuru e hoje candidato a deputado federal, Júnior Marreca: propostas consistentes para São José de Ribamar, cidade que ele já considera sua 'segunda casa'. 

Com forte inclinação para as bandeiras do Social, Júnior Marreca ganhou também nas últimas semanas a simpatia do público jovem de Ribamar a quem tece relevantes  considerações e deferências. ‘’ As pessoas, os munícipes e principalmente as famílias e a juventude ribamarense são de uma simpatia, de um carinho acolhedor e de uma educação sem precedentes; está em São José de Ribamar, poder vir aqui é uma felicidade sem tamanho, Ribamar é uma cidade que já considero sem sombra de dúvidas minha segunda casa’’, disse em reunião recente no balneário.

O candidato que ao longo do último semestre vem alternando presença entre os demais municípios  maranhenses e a cidade balneária resolveu intensificar atos de campanha em território ribamarense. Uma demonstração de prioridade que já vem sendo notada com destaque pelos munícipes Ribamar afora.
‘’ O fato é que em Ribamar a energia, a alegria, a amizade e a boa convivência falam muito alto, é apaixonante e muito envolvente fazer a campanha aqui na cidade com apoio de muitos amigos que já temos a honra de termos como parte de nosso projeto no município; o que tenho a afirmar como retribuição, é que se eleito deputado federal certamente Ribamar fará parte de meu mandato de forma prioritária e permanente’’, frisou Júnior

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB