segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Sindjus denuncia farra nos contracheques dos magistrados 

Desembargadora Cleonice Freire
A desembargadora Cleonice Freire: contracheques contemplados

Blog do Minard

O presidente do sindicato dos servidores da justiça do Maranhão, Anibal Lins divulgou na sua página pessoal, facebook e no site oficial do sindicato a verdadeira farra nos contracheque da atual administração da desembargadora Cleonice Freire. É coisa pra ir pro Fantástico. Tem desembargador que recebeu em um mês mais de R$ 300 mil reais .

Sindjus denuncia farra de dinheiro na gestão da desembargadora Cleonice Freire: já era hora

Veja pra onde está indo o dinheiro que deveria ser destinado para compras básicas nas comarcas do estado. Veja também o pedido de aumento salarial  que a desembargadora fez pra ela mesma decidir.

Aníbal Lins comemorou mais uma vitória do Sindjus-MA e disse que em breve os filiados poderão reaver esses recursos descontados indevidamente de seus vencimentos.
Anibal Lins, do Sinjus: denúncias contundentes

O blog está aguardando um posicionamento do Tribunal de Justiça do Maranhão para devidos esclarecimentos.

Praias impróprias para banho
 De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comunicação do Governo do Estado, as praias do Calhau e São Marcos (Litorânea) continuam sem condições para banho 

O Imparcial 
 
São Luís tem uma das maiores áreas litorâneas entre as capitais brasileiras e suas praias fazem inveja a muitas outras cidades. Porém, desde 2009, quando a Secretaria do Meio Ambiente informou que alguns trechos da área marítima da capital maranhense não estavam próprios para o banho, as praias perderam um dos seus maiores atrativos.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Comunicação do Governo do Estado, alguns trechos da praia do Araçagi, da Ponta D’Areia e do Olho D’água estão liberadas. Já as praias do Calhau e São Marcos (Litoânea) não estão em condições para banho. Desde junho de 2009 as áreas impróprias foram marcadas com placas de alerta, avisando os banhistas sobre a condição da qualidade da água em cada trecho.
Banhistas devem evitar mergulhos  
Muito se foi dito sobre as condições de banho das praias de São Luís desde a primeira placa de ‘não mergulhe’ foi afixada na nossa orla, há cinco anos. Hoje, alguns proprietários de estabelecimentos situados nas praias reclamam da sujeira e como este fator prejudica a clientela.

Trabalhando há mais de 20 anos na praia da litorânea, seu André Ferreira, 43 anos, proprietário do Bar Litorânea, viu o publico banhista diminuir e acredita que isso influencie diretamente no seu faturamento.

“As pessoas que vem para a praia, vem principalmente para pegar sol e tomar um banho. Estou aqui há mais de 20 anos e observo que o número de pessoas que tomam banho de mar diminuiu bastante. Hoje a praia está muito poluída. O pessoal deixa de vir a praia porque não pode tomar banho de mar”, destacou o empresário.
 Após algumas intervenções do governo do estado, alguns trechos da praia do Olho D’água receberam o aval para receber banhistas. Mesmo assim, o empresário Antônio Costa, de 48 anos, acredita que por já ter sido interditada algumas vezes pela excesso de poluição, uma das praias mais famosas de São Luís perdeu muito do seu público. Segundo ele, nos últimos anos, sua renda mensal com o bar caiu em mais de 50%.

“Estou há mais de 15 anos aqui e o número de pessoas que estão aqui na praia do Olho D’Água nos fins de semana é muito menor do que quando eu comecei. Aqui só vivia lotado, até mesmo em dias de semana. Hoje as pessoas que vem ficam um pouco de tempo e vão embora. Perdi mais da metade da minha clientela. Eu torço para que volte ser o que era antes”, fala esperançoso.
   
LULA ALMEIDA É INTERNADO EM ESTADO DE SAÚDE GRAVÍSSIMO
Blog da Kelly 
O quadro de saúde do Advogado Lula Almeida é gravíssimo. Segundo informações, ele deu entrada na noite desta sexta-feira (01) no Hospital Santa Mônica de Imperatriz, apresentando um quadro de saúde delicado, bastante debilitado e com dificuldades para respirar, vindo a ser transferido na noite deste sábado, por volta das 23h, para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde permanece respirando através de aparelhos.
Lula Almeida: estado de saúde grave e delicado
Lula Almeida tem uma história política no Maranhão. Como suplente, assumiu a Câmara de Vereadores de Imperatriz e a Assembleia Legislativa do Maranhão. Foi presidente da Associação dos Moradores do Conjunto Planalto, da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), diretor da União Nacional dos Estudantes (UNE), presidente do PCdoB de Imperatriz e do PSB do Maranhão, concorreu ao cargo de Deputado Estadual e é o atual Secretário de Governo e Projetos Estratégicos (SEGOV) do município e advogado.


Rico ri à toa. Nora de Lula ganha R$ 13,5 mil mensais no SESI para não ir trabalhar. Vejam quanta felicidade! 

 

A nora de Lula, Marlene Araújo Lula da Silva, com Dilma Rousseff. Amigas!
O casal 20. Ele com gravatinha igual a do Papi.
Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim, um ovo, dois, R$ 13, 5 mil ovos assim!

Acima um álbum da agitada vida de Marlene Araújo Lula da Silva, uma das noras do ex-presidente Lula. No papel e na conta bancária, ela trabalha no SESI, segundo matéria da revista Época que está nas bancas. Marlene é casada com o quarto filho de Lula, Sandro Luís Lula da Silva. Raramente aparece no serviço, apesar de ter um salário de R$ 13.500 mensais. Diz ser “formada em eventos”. Questionada sobre o que faz no Sesi, onde está empregada desde 2007, Marlene foi vaga. Disse trabalhar em programas do Sesi na capital paulista e na região do ABC. “Trabalho com relações institucionais. Fico muito tempo fora do escritório. Tenho uma jornada flexível. Quem me contratou foi o Jair Meneguelli”, afirmou. 

 

Meneguelli é o presidente do Sesi. Sindicalista e amigo de Lula, ocupa o cargo desde que o PT chegou ao Planalto, em 2003. “Mas por que está fazendo essas perguntas? Se você está me procurando, deve ser pela ligação que tenho de sobrenome”, disse. Marlene é apenas um dos fantasmas vermelhos que, segundo descobriu a Controladoria-Geral da União, a CGU, habitam a casa amarela. Os auditores da CGU estiveram no SESI várias vezes e jamais flagraram a nora de Lula trabalhando. Experimentaram ligar em horários alternados, na tentativa de achá-la na labuta. Nenhum vestígio. Por fim, decidiram perguntar ao Sesi que atividades Marlene exercera nos últimos tempos. A resposta foi evasiva. 

 

Agora, a CGU trabalha num relatório sobre a caça aos fantasmas. A rotina tranquila permitiu que Marlene se lançasse ao mundo corporativo. Em 2009, ela se tornou sócia do marido e de um cunhado, Marcos Luís, numa empresa de tecnologia que se diz especializada na produção de software, a FlexBr. Até hoje a empresa não tem site. Antes escanteada num imóvel da família do advogado Roberto Teixeira, compadre de Lula, em São Bernardo do Campo, a FlexBr mudou-se para um  belo prédio no bairro dos Jardins, em São Paulo. ÉPOCA também esteve lá na semana passada. As atendentes do prédio disseram que a empresa não funciona mais lá há pelo menos um ano.  Nunca viram Marlene ali.

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB