segunda-feira, 21 de julho de 2014
ELA NÃO TEM NADA DE DIFERENTE
Candidata a Deputada Federal do PSB, Elisiane Gama prega ‘nova política’ para o Brasil, mas no Maranhão é adepta das velhas práticas. 

Por Fernando Atallaia

Editor de ANB Online 



Quem vê a deputada Elisiane Gama, hoje candidata à Câmara Federal, pregar de forma incisiva a tal ‘nova política’ para o Brasil pode até convencer-se de que a popular-socialista vive realmente o que diz. Na prática, a realidade é bem outra: Elisiane tem exatamente os mesmos procedimentos e a conduta duvidosa que a grande maioria dos políticos maranhenses quando o assunto é usar e abusar das velhas práticas eleitoreiras em eleições. 


A candidata a Deputada Federal Elisiane Gama do PSB: ‘’nova política’’, mas de preferência na companhia das velhas práticas

A deputada, que é conhecida por visitar as lideranças somente de quatro a quatro anos, em São José de Ribamar, por exemplo, retorna todas as vezes que necessita  de apoio à sua candidatura. Depois de eleita, some. O descontentamento em relação ao comportamento politiqueiro de Elisiane se faz ouvir também no seio do seguimento evangélico, onde a deputada é alvo de críticas  constantes por parte dos ‘’irmãos’’


Carregando uma aura de importância que já não tem, Elisiane Gama sufragou ao projeto de Flávio Dino e perdeu a relevância no cenário político. Mas ainda assim tenta impor a imagem de ‘’diferente’’, ‘’original’’ e até de intelectual para um  Maranhão que, segundo ela, precisa urgentemente da ‘nova política’ para alcançar o desenvolvimento. Assim como alguns de seus pares, a candidata esbarra na insatisfação que ela mesma construiu ao longo dos anos. É comum a todos na Grande São Luís, o fato de a deputada jamais ter honrado os compromissos de campanha com eleitores, apoiadores, lideranças e até correligionários. 


A ‘’nova política’’ de Elisiane Gama, portanto, só existe na cabeça dela. Já as velhas práticas de politicalha, essas sim, insistem em lhe acompanhar.


ELE SÓ É CANDIDATO 
Deputado do PEN, o crescimento político e eleitoral de J. Pinto em São José de Ribamar vem incomodando ao grupo do atual prefeito Gil Cutrim e vereadores alinhados. Como resposta eles foram ao ataque.  

Por Fernando Atallaia

Editor da Agência Baluarte


Ainda que queira provar o contrário, o grupo do atual prefeito de Ribamar Gil Cutrim caiu em desespero com o acentuado crescimento político e eleitoral do deputado do PEN J. Pinto em São José de Ribamar. Nas últimas duas semanas, Cutrim e seu grupo mostraram fragilidade. No jargão político ribamarense, o chefe do Executivo e seus vereadores alinhados não disfarçaram o medo à campanha do parlamentar em solo ribamarense. 


O motivo foi claro: o ex-prefeito de Ribamar Júlio Matos (detentor da segunda maior capilaridade eleitoral do município e líder absoluto do segundo maior grupo político da cidade) aderiu ao projeto de J. Pinto à reeleição na Assembleia. Na mesma sintonia, um dos mais bem votados vereadores nas eleições passadas, Teté Vieira (PV) rompeu com Cutrim e também declarou apoio no município ao deputado. Gil não deixou por menos. Reagiu. 

Gil Cutrim: apoio de Júlio Matos e Teté  a J. Pinto fez o seu grupo arrotar desespero, medo e outros lagartos  
Utilizando das conhecidas táticas de perseguição, os ataques do grupo governista (onde ainda se inclui o ex-prefeito Luis Fernando) foram direcionados e os alvos como são de praxe, Julinho e família, e agora Teté. 

O fato é que em Ribamar há a existência daqueles que acham que são os donos da cidade. Pensam que tem o poder de decidir quem entra ou sai no ‘quintal’ político do município.  E J. Pinto vai de encontro justamente a essa truculência. 

O ex-prefeito de Ribamar Luís Fernando: desespero antecipado
De origem humilde e já bem querido em Ribamar, o deputado teve uma votação expressiva em 2010 contra o candidato de Luis Fernando, à época tido como o predileto naquela disputa. Hoje passados quatro anos da empreitada, o parlamentar continua a ganhar a adesão das maiores lideranças políticas de toda cidade. Até mesmo quem não apoiará J. Pinto nessas eleições alimenta por ele grande afeição, consideração e respeito. Em contato com ANB Online, o agora vereador Cícero da Matinha, por exemplo, comentou a presença do deputado em São José de Ribamar. ‘’ Gosto de J. Pinto, se não tivesse apoiando outros candidatos com os quais me comprometi de antemão, estaria com ele nessa luta, tenho por ele muita admiração e respeito’’, disse Cícero. 

O deputado do PEN  J. Pinto: sua campanha em Ribamar caiu no gosto popular e gerou ataques do grupo Cutrim que já pensa em 2016
Apontando indicativos para a disputa a Prefeito em 2016 próximo,  o projeto de reeleição de J. Pinto à AL ameaça as intenções de consolidação do grupo Cutrim no município, com especial atenção para a mais que possível candidatura de Luis Fernando ao Executivo ribamarense neste mesmo ano. Tanto Gil quanto Luis Fernando sabem que com Júlio Matos ao lado do deputado numa concreta articulação rumo ao comando do Governo municipal, a probabilidade de uma polarização entre os grupos governista e oposicionista será um fato com, inclusive,  possibilidades de vitória deste último. Daí advém os ataques, as demonstrações de desespero e o os muitos sustos e assombros. Medo de perder a Prefeitura. 


Tudo leva a crer que os ataques não pararão por aí.  

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores