sábado, 22 de março de 2014
Morre humorista Canarinho aos 86 anos

Do Zero Hora

Conhecido pelo programa A Praça é Nossa, o humorista Canarinho morreu nesta sexta-feira (21/3), segundo a assessoria do SBT. O comediante sofreu um infarto agudo do miocárdio no último domingo (16/3), e estava internado no Hospital Santana, em Mogi das Cruzes, em São Paulo.

Canarinho foi um dos grandes humoristas brasileiros: deixará saudades
Aloísio Ferreira Gomes, de 86 anos era natural de Salvador (BA). Iniciou sua carreira aos 17 anos, com passagens pelo rádio, cinema e televisão. Em 1987, Canarinho entrou para A Praça É Nossa, do SBT. Ele completaria 27 anos na emissora. Em cena, Canarinho usava o telefone próximo de outras pessoas, falando alto e metendo-se em conversas alheias. 

A família irá realizar o desejo do humorista em ser cremado. Informações sobre o velório ainda não foram divulgadas.
Mulher de 45 anos é vítima de estupro em hotel da capital
Do JP

Na madrugada desta sexta-feira (21), um caso de estupro a uma mulher de 45 anos foi registrado em um hotel da capital.

e1479c60fc7d7f4f708d42f869f837c8_M
Plantão Central da Beira-Mar
Fábio Francisco do Nascimento, mecânico de uma companhia aérea, de 36 anos, identificado como suspeito, estava hospedado no local. Ele foi autuado em flagrante no Plantão Central da Beira-Mar, que já registrou três ocorrências de furto.

A segunda ocorrência foi um assalto a uma agência bancária, localizada na Rua do Sol.  Os suspeitos, identificados como Ismael Ribeiro Rocha e Manoel Pinto Cardoso, foram presos com CPUs e monitores.

Outro registro aconteceu na noite desta quinta-feira (20), no plantão de polícia da Cidade Operária, em São Luís. Aroldo Ferreira da Costa, de 25 anos, foi abordado por dois homens armados que levaram dele o veículo, modelo YBR 125, de cor preta e placa NMP 4496.

Prefeitura de Bacabal assina contratos de R$ 4,1 milhões para locação de veículos


Blog do Raimundo Garrone


De uma coisa a população de Bacabal pode ter certeza. Não vão faltar carros no município, e todos novos conforme se espera quando se aluga um automóvel.
 
A prefeitura assinou cinco contratos de locações de veículos no valor total de R$ 4.172.934,00(quatro milhões, cento e setenta e dois mil e novecentos e trinta e quatro reais) para serem usados durante doze meses; uma verdadeira frota e um exemplo de que realmente vivemos em um estado rico como propaga a governadora Roseana Sarney.

O prefeito de Bacabal, José Alberto Veloso, do PMDB: se depender dele, ninguém andará mais à pé na cidade
Foram três contratos com a Diagonal Locação de Veículos Ltda, no valor final de R$ 4.005.360,00; dos quais R$ 180 mil foram para a Secretaria de Saúde; R$ 3. 3 milhões para a de administração e R$ 475 mil para a Educação.


Os outros dois contratos foram com a H.L. Macedo e Serviços Ltda. que somados chegam a R$ 167.574,00, em sua maioria para a Saúde e R$ 54 mil para a Educação.

Um negócio do outro mundo.

Veja os contratos:

EXTRATO DE CONTRATO. RESENHA DE CONTRATO No. 001/ 2014. PREGÃO PRESENCIAL No. 008/SEMADP/2013. CONTRA- TANTE: O Município de Bacabal, através do Fundo Municipal de Saúde. CONTRATADA: Diagonal Locação de Veículos Ltda-ME, CNPJ No. 12.231.343/0001-46; OBJETO: Prestação de Serviço de locação de veículo para atender as necessidades desta Secretaria. VA- LOR TOTAL: R$ 180.000,00 (cento e oitenta mil reais). VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura. BASE LEGAL: Lei no. 8.666/93 e Decreto no. 7.982/2013. ANTÔNIO HIDALGO DA SILVEIRA LEDA – Secretário Municipal de Saúde

EXTRATO DE CONTRATO. RESENHA DE CONTRATO No. 001/2014. PREGÃO PRESENCIAL No. 008/SEMADP/2013. CON- TRATANTE: O Município de Bacabal através da Secretaria Muni- cipal de Administração e Planejamento. CONTRA T ADA: Diagonal Locação de Veículos Ltda-ME, CNPJ No. 12.231.343/0001-46; OBJETO: Prestação de Serviço de locação de veículo para atender as necessidades desta Secretaria. VALOR TOTAL: R$ 3.350.160,00 (três milhões, trezentos cinquenta mil, cento e sessenta reais). VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura. BASE LEGAL: Lei no. 8.666/93 e Decreto no. 7.982/2013. PRENTICIMAR VELOSO GUSMÃO – Chefe de Gabinete

EXTRATO DE CONTRATO. RESENHA DE CONTRATO No. 008/ 2014. PREGÃO PRESENCIAL No. 008/SEMADP/2013. CON- TRATANTE: O Município de Bacabal através da Secretaria Muni- cipal de Educação CONTRATADA: Diagonal Locação de Veículos Ltda-Me, CNPJ No. 12.231.343/0001-46; OBJETO: Prestação de Serviço de locação de veículo para atender as necessidades desta Secretaria. V ALOR TOTAL  R$ 475.200,00 (quatrocentos e setenta e cinco mil, duzentos reais)   VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura. BASE LEGAL: Lei no. 8.666/93 e Decreto no. 7.982/2013. W ALTERSAR JOSÉ DE MESQUITA CARNEIRO- Secretário Municipal de Educação

EXTRATO DE CONTRATO. RESENHA DE CONTRATO No. 002/ 2014. PREGÃO PRESENCIAL No. 008/SEMADP/2013. CONTRA- TANTE: O Município de Bacabal, através do Fundo Municipal de Saúde CONTRATADA: H.L Macedo e Serviços Ltda, CNPJ No. 04.840.433/0001-06; OBJETO: Prestação de Serviço de locação de veículo para atender as necessidades desta Secretaria. VALOR TOTAL: R$ 167.520,00 (cento e sessenta e sete mil, quinhentos e vinte reais). VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura. BASE LEGAL:Leino.8.666/93eDecretono.7.982/2013. ANTÔNIOHIDALGO DA SILVEIRA LEDA – Secretário Municipal de Saúde

EXTRATO DE CONTRATO. RESENHA DE CONTRATO No. 007/ 2014. PREGÃO PRESENCIAL No. 008/SEMADP/2013. CONTRA- TANTE: O Município de Bacabal através da Secretaria Municipal de Educação CONTRATADA: H.L Macedo e Serviços Ltda, CNPJ No. 04.840.433/0001-06; OBJETO: Prestação de Serviço de loca- ção de veículo para atender as necessidades desta Secretaria. VA- LOR TOTAL: R$ 54.000,00 (cinquenta e quatro mil reais). VIGÊNCIA: 12 (doze) meses, a contar da data de sua assinatura. BASE LEGAL: Lei no. 8.666/93 e Decreto no. 7.982/2013. PRENTICIMAR VELOSO GUSMÃO – Chefe de Gabinete



Por Reinaldo Azevedo
Tentaram queimar um fusível para ver se conseguem interromper os desastres causados pelo curto-circuito. Nestor Cerveró, que era diretor da Área Internacional da Petrobras em 2006 e agora respondia pela Direção Financeira da BR Distribuidora, foi exonerado. É mesmo, é? Estamos diante de um caso clássico, emblemático, de bode expiatório. Por que só agora?

Ao mandar botar Cerveró na rua, Dilma reforça a versão de que os conselheiros foram enganados por um memorial executivo manco, que não trazia as informações completas sobre a natureza do contrato da Petrobras com a Astra. Ok.

Mas isso só reforça o óbvio: a decisão de Dilma tem pelo menos sete anos de atraso, não é mesmo? Em 2007, ano seguinte à compra, quando a Astra entrou na Justiça americana, a então presidente do Conselho ficou sabendo da natureza do contrato. Quando assumiu a Presidência, em 2011, a empresa brasileira ainda lutava para não ter de pagar quase US$ 1 bilhão pela outra metade da refinaria. Em 2012, a causa chegou ao fim. A Petrobras perdeu. E lá se foram US$ 820,5 milhões pelo ralo.

Quase dois anos depois, até este dia 21 de março, lá estava Cerveró — cujo resumo executivo manco, então, Dilma conhece, no mínimo, desde 2007 — como diretor financeiro da BR Distribuidora, divisão da Petrobras comandada pelo PT. O chefe máximo é José Eduardo Dutra, ex-presidente do partido e um dos “Três Porquinhos”.

Vai ficar só nisso? Dilma manda demitir Cerveró porque admite, então, que ele fez um resumo executivo que foi lesivo à Petrobras, mas não ordena que Graça Foster, presidente da Petrobras, mobilize a área jurídica da empresa contra José Sérgio Gabrielli, então presidente da estatal (ou melhor: empresa de economia mista; há acionistas que foram lesados)? Gabrielli deixou claro que sabia de tudo e ainda sustenta que se tratou de operação corriqueira.

Das duas uma: a) ou bem se trata mesmo de uma burla, como parece que é, e isso justifica a demissão de Cerveró — o que implica que se busque punir também Gabrielli; b) ou bem não foi uma burla, e a demissão é, então, injusta. Qual é a alternativa correta, soberana?
Mais: ao mandar demitir Cerveró, Dilma admite que só esse “negocinho” na gestão Lula-Gabrielli provocou um prejuízo bilionário à Petrobras.


Reinaldo Azevedo é blogueiro de Veja.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores