terça-feira, 18 de março de 2014

3 PERGUNTAS PARA RAIMUNDO PIRES

Raimundo Pires, 37 anos, presidente da Associação dos Guardas de São José de Ribamar, é um monçonense de origem humilde que conseguiu trazer para a realidade da terceira maior cidade do Maranhão o conceito de sindicalismo, associativismo e cooperação com êxito e sucesso.

Pires, que também é evangélico confesso, reúne em torno da instituição a qual preside cerca de 200 guardas associados, que hoje contam com assistência dirigida às suas muitas reivindicações. Entrevistamos Raimundo Pires para a série ‘’3 Perguntas para’’ da Agência de Notícias Baluarte. A íntegra  da entrevista você confere aqui agora em primeira mão. 

Por Fernando Atallaia
Editor da Agência Baluarte
atallaia.baluarte@hotmail.com
 

Agência Baluarte- Quais os projetos atuais da Associação dos Guardas de São José de Ribamar para categoria?

Raimundo Pires- Há vários. Estamos buscando parcerias para fornecer cursos com descontos significativos em matrículas. Em nossa Sede já temos assessoria jurídica gratuita aos guardas e ainda prestação de serviços em várias áreas. Para este ano, o setor de informática já está sendo otimizado e vamos também ter bons convênios na área da Saúde. Os projetos implementados são uma resposta às demandas da categoria e partem na maioria das vezes das sugestões dos guardas hoje presentes na Associação em mais de 200 associados, o que representa um total de mais de 80 por cento de todo contingente existente no município. 

Raimundo Pires, presidente da Associação dos Guardas Municipais de São José de Ribamar: projetos e mais projetos para a Categoria
Agência Baluarte- Como está hoje a Associação dos Guardas Municipais de São José de Ribamar?

Raimundo Pires- Está consolidada e reconhecida pelas várias frentes de atuação que sempre defendemos e que chegaram às conquistas atuais como resultado de nosso trabalho. Estamos sempre lutando por dias melhores e à frente da valorização da categoria. Um exemplo disto é a inauguração de nossa sede. Fomos pioneiros na cidade com essa iniciativa.

Agência Baluarte- Como presidente da Associação que mensagem você deixaria aos guardas municipais de São José de Ribamar?

Raimundo Pires- Que continuem conosco se associando espontaneamente como tem sido; que visitem a sua sede quando precisarem de alguma orientação ou informação e, que, sobretudo, se unam às nossas lutas e aos debates em torno de novas conquistas e melhorias para os guardas municipais de nossa cidade.

Deputado não fala com a governadora desde o carnaval

Por Fernando Atallaia
Direto da Redação

Em contato com a Agência Baluarte na tarde de hoje (18) o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Arnaldo Melo revelou por telefone ao Blog que desde o sábado de carnaval não conversa com a governadora Roseana Sarney sobre seu possível afastamento do Executivo estadual. ''A última vez que falei com ela(Roseana) foi no sábado de carnaval, quando ela me pediu para que a base governista continuasse unida'', disse Arnaldo.

arnaldo-mello
Deputado Arnaldo Melo: ignorado por Roseana
Arnaldo Melo mostrou descontentamento com a atitude da governadora que, segundo ele, afirmou que o presidente da AL seria o primeiro, a saber, sobre seu destino político. Atualmente, Roseana vem dando declarações extraoficiais de que continuará no Palácio dos Leões até o final de seu mandato. ''Ela me afirmou que eu seria o primeiro saber sobre sua decisão, mas até hoje nunca mais conversamos, nem sei o que está acontecendo'', afirmou o deputado.

Roseana já chegou a estar na frente de Lula nas pesquisas de intenção de voto para a eleição de 2002 (Foto: O Globo)
A governadora Roseana Sarney: biquinho e beijinho no ombro para Arnaldo Melo
As relações entre Arnaldo Melo e a governadora Roseana Sarney azedaram desde quando ela impôs ao chefe do Legislativo maranhense o nome do secretário de Infraestrutura Luís Fernando Silva como candidato à eleição indireta na AL. Arnaldo, porém, nunca escondeu a ninguém o desejo de ser ele mesmo o Governador do Estado em substituição à governadora. 
 
Participante do BBB sugere extermínio de pessoas com Aids


Participante de programa global sugere extermínio das pessoas que vivem com Aids. Outro integrante comentou que as pessoas HIV positivo não “passam dos 40 anos”. Movimento Nacional das Cidadãs PositHIVas exige retratação da emissora


Revista Fórum

 
Angela, 26, participante da atual edição do Big Brother Brasil, sugeriu, em conversa que aconteceu na última sexta-feira (14), o extermínio de pessoas vivendo com o HIV como maneira de “solucionar” a questão. “Vamos matar todo mundo (…) o que mais irrita é saber que a Aids existe porque teve um idiota que foi transar com um macaco”, argumentou a advogada de São Roque (SP).

A fala da participante gerou indignação dos demais, mas as bobagens em torno da questão não pararam por aí. O participante Cássio, 22, incorreu em erro ao dizer que as pessoas de sorologia positiva “não vivem mais de 40 anos”. “O que o homem gasta com remédios para portadores de aids, se ele gastasse apenas três vezes mais, em 40 anos acabava a aids no mundo. Daria remédio para todas as pessoas. Quem já tem, geralmente não dura mais de 40 anos, eles falecem e a aids acaba”, declarou o participante gaúcho.

angela bbb hiv aids
Participante da atração global BBB sugere extermínio de pessoas com HIV (Reprodução)
A declarações geraram forte reações na rede. A ativista do Movimento Nacional das Cidadãs PositHIVas, Silvia Almeida, que vive há 20 anos com o vírus, declarou que tudo o que foi dito são “idiotices”. “O mínimo que a Globo tem de fazer para reparar esse absurdo é expulsar essa participante do programa. É justamente por causa de pessoas assim que temos um trabalho enorme de conscientização e prevenção”, criticou a ativista.

O movimento social de Aids/HIV lançou uma petição pública onde exige a imediata retratação da Globo.

Polêmica racial

Semanas atrás outra participante da mesma atração causou indignação por afirmar, durante discussão sobre cor de pele, que se não usar desodorante fica com “cheiro de neguinha” (relembre aqui). Franciele foi acusada de racismo pelos colegas e eliminada do programa em votação do público dias depois.

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB