terça-feira, 11 de março de 2014

Celulares de passageiros estão ligados

Familiares afirmam que celulares de passageiros do avião desaparecido permanecem ligados e online em rede social. Telefones tocam, mas ninguém atende

O Dia 

Familiares de passageiros do voo da Malásia desaparecido alegam que diversos celulares dos que estavam a bordo da aeronave continuam ligados. Segundo a imprensa chinesa e o jornal Washington Post, os telefones tocam, mas ninguém atende. O avião da Malaysia Airlines, um Boeing 777, desapareceu na madrugada deste sábado (hora local) com 239 pessoas a bordo e o ocorrido foi classificado como um “mistério sem precedentes”.

resgate avião desaparecido malásia
Equipes de resgate continuam procurando avião desaparecido (Reuters)
Um homem disse que o cunhado ‘apareceu’ online em uma rede social chinesa chamada QQ, segundo a publicação norte-americana. Ele disse ter enviado mensagens e feito ligações para o passageiro, mas que não foi respondido. De acordo com o jornal, o mesmo aconteceu com outros familiares.
 
A Interpol revelou nesta terça-feira a identidade dos dois iranianos que embarcaram com passaportes roubados no voo MH370, da Malaysia Airlines. “Quanta mais informação temos, mais pensamos que não se tratava de um atentado terrorista”, disse o secretário-geral da Interpol, Ronald K. Nobre, em entrevista coletiva.

Nobre disse ainda que dois passageiros com passaportes iranianos os trocaram em Kuala Lumpur e usaram passaportes italiano e austríaco roubados para embarcar no avião desaparecido. O voo MH370 fazia a rota Kuala Lumpur a Pequim, na China.
Weverton Rocha se reúne com Executiva Estadual do PDT/MA

             
O deputado federal Weverton Rocha se reuniu, na manhã desta terça-feira (11), com militantes e representantes políticos do Partido Democrático Trabalhista no Maranhão (PDT/MA) - de diversas regiões do estado - para discussão sobre o cenário eleitoral de 2014. A ocasião foi marcada pela presença do ex-secretário Aziz Santos, que retorna ao partido. “Volto neste momento emocionado em ver a unidade de nosso partido”, destacou Aziz. 

Weverton Rocha 20012012 300x252 Marco dEça relaciona Maragatuno a desvios no Ministério do Trabalho
Deputado Weverton Rocha: reunião para  fortalecimento do Partido
Estiveram presentes, também, o presidente da Executiva Estadual, Julião Amim, além de lideranças e integrantes do partido em todo o estado, como Rosângela Curado, Fábio Macedo, o deputado estadual Carlos Amorim, Raimundo Penha, Aziz Júnior, Renato Dionísio, Deoclides Macedo, Jerry Abrantes, Chico Leitoa, Márcio Honaiser, Kariadne Maia, entre outros.









Matéria enviada por Assessoria de Imprensa do Deputado.
Inscrições abertas para a VIII Conferência 
Municipal de Saúde

A Prefeitura de Paço do Lumiar, através da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) convida para VIII Conferência Municipal de Saúde, com o tema: “Fortalecimento Social do SUS”, a ser realizada nesta sexta-feira , 14, a partir das 08h, no Convento das Irmãs da Purificação, situado à Avenida 04, conjunto Maiobão. 

Secretária de Saúde de Paço do Lumiar, Nadir Morais
As inscrições para a Conferência podem ser realizadas até o dia 13 de março, das 09h às 17h, no Conselho Municipal de Saúde (CMS), localizado na Av. 13, s/n, CSU – Maiobão. Devem se inscrever presidentes e representantes de associações de moradores; associações comunitárias; associações de agricultores rurais e pescadores; associações beneficentes; associações folclóricas e culturais; associações religiosas; centros comunitários; união de moradores; clube de Mães, e órgão afins.


A secretária municipal de Saúde Nadi Morais ressalta que,  é indispensável a participação das entidades civis e organizadas, pois  garante a participação das mesmas na eleição do Conselho Municipal de Saúde de Paço do Lumiar.








Matéria enviada por Coordenação de Comunicação da prefeitura de Paço do Lumiar.

  

Orçadas em R$ 7,5 bilhões, obras da Transnordestina estão paradas 

Considerada uma obra fundamental para escoar a produção agrícola do Nordeste, as obras da ferrovia Transnordestina estão paralisadas desde o final do ano passado.

Orçada em R$ 7,5 bilhões, a ferrovia deveria ter sido entregue em 2010, mas teve a conclusão adiada para 2016 por conta de sucessivos problemas. No trecho que passa pelo Piauí, a obra sofreu várias paralisações, uma pela morte de dois operários, outras por questões trabalhistas. No ano passado, a construtora responsável rescindiu contrato com a concessionária da obra. Com 1,7 mil km de extensão, a ferrovia passa por três estados e 71 municípios. O trajeto passa por terrenos particulares e moradores se queixam das indenizações oferecidas pelo estado. “Até o momento só nos deu prejuízos, dividiu a nossa comunidade, as indenizações foram umas migalhas”, reclama a agricultora Jucélia Xavier.

Orçadas em R$ 7,5 bilhões, obras da Transnordestina estão paradas
A presidenta Dilma com auxiliares: atraso na execução da Transnordestina e muita, muita corrupção no andamento da obra 
De acordo com a defensoria pública do município de Paulistana, no Piauí, foram constatadas irregularidades nas indenizações oferecidas em cerca de 90 processos. “Temos processos aqui que o primeiro laudo de avaliação, ele foi avaliado em R$ 345, e depois de efetivada nova perícia, esse valor da desapropriação pulou para R$ 20 mil. Então, é a prova cabal de que o estado não efetuou essa avaliação corretamente”, diz a defensora pública Edvalda Regina Xavier.

Enquanto isso, o setor agrícola, que esperava os benefícios da ferrovia, lamenta. “Uma grande decepção, porque quando a gente pensa em produzir alimentos em uma região onde não tem desenvolvimento e um custo de logística elevadíssimo, essa opção seria uma grande opção para escoar a produção”, lamenta Sérgio Bortolozzo, da Associação Brasileira dos Produtores de Milho.
G1 via Opinião e Notícia
A arrogância de Luis Fernando Silva…

Por Marco D'Eça

Um coordenador de campanha com o peso de ter sob sua responsabilidade uma coligação que tem a própria governadora como candidata à reeleição não pode se dar ao luxo de escolher os telefonemas a serem atendidos.
 
É arrogante quem não atende telefone. Mostra desprezo pela outra pessoa e pouca capacidade de diálogo.

Na coligação de Roseana, todos os coordenadores atendem telefones. De Ricardo Murad a Sérgio Macêdo, de Hildo Rocha a Joaquim Haickel. Nenhum deles deixa de atender ou retornar. seja quem for que estiver na linha.

Luís Fernando com o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira: você pode ter certeza que nessa conversa só valeu a opinião do secretário. 
Menos Luís Fernando. Ele só atende quem estiver na agenda. E olhe lá. Números que ele não conhece, são ignorados com a prepotência de quem se acha acima dos outros.
Aliás, Luís Fernando tem o péssimo hábito de ligar – ou mandar ligar – para as redações quando lê em jornais alguma informação que não saiu dele. Como se fosse o único dono da verdade na coligação roseanista, detentor exclusivo do direito de informar.

Ainda que fosse, teria que ter, pelo menos, a educação de atender aos telefonemas.
O prefeito licenciado de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva, comete essas falhas no comando da campanha roseanista.

De difícil trato – opinião não minha, que não trato com ele, mas de amigos repórteres – Silva vende a imagem de bom técnico, mas não consegue chegar ao patamar de líder político.

Na relação com jornalistas, tenta impor seu ponto-de-vista de forma autoritária e não aceita opinião contrária.

Um líder que se preze, respeita a opinião de terceiros, divide funções de comando e procura ser gentil com todos.

Atender a um simples telefone celular é uma destas simples gentilezas.

O contrário é o maior exemplo de arrogância.

Pior para a candidata…




Publicado em  21/07/10 por às 09:56h no Blog do Marco D'Eça. 
Programa federal criado para socorrer vítimas da seca liberou verbas para donos de carros de luxo, vereadores e até prefeito

Dimmi Amora
Folha de S. Paulo

Programa federal criado para socorrer vítimas da seca liberou verbas para donos de carros de luxo, vereadores e até prefeito
Esse senhor até hoje espera pelas verbas

Donos de veículos de luxo, vereadores e até um prefeito receberam verbas de um programa federal criado para socorrer pequenos agricultores prejudicados pela seca no semiárido nordestino.

Essas são algumas das irregularidades apontadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União) no Garantia-Safra, programa gerido pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário que distribuiu R$ 1 bilhão em 2013.

Trata-se de uma espécie de bolsa paga pelo governo quando há problemas climáticos que impedem a colheita na região mais seca do Nordeste. No ano passado, cerca de 1,2 milhão de famílias de pequenos agricultores receberam R$ 850 cada, segundo o ministério.

Para receber o benefício, o agricultor tem que ter renda familiar de até 1,5 salário mínimo, além de preencher outros requisitos como, por exemplo, um tamanho máximo da propriedade. O cadastro é feito pelas prefeituras que aderem ao programa e os agricultores recebem o dinheiro em bancos públicos.

Os técnicos do TCU cruzaram as listas de beneficiários do programa entre 2012 e 2013 com outras bases de dados do governo federal e encontraram cerca de 35 mil cadastros com irregularidades em 2012 e outros 31 mil em 2013.

Os nomes e municípios não foram informados pelo relatório do TCU. As pessoas com cadastros considerados irregulares receberam, ao todo, R$ 66 milhões.Segundo o órgão de controle, em 2012, cerca de 7,1 mil pessoas que ganhavam mais de 1,5 salário receberam o benefício. Outras 11,4 mil pessoas que tem algum vínculo com o poder público, entre eles um prefeito, um vice-prefeito e cinco vereadores, também receberam.

O TCU também encontrou 135 mil beneficiários proprietários de veículos. A maioria tem motocicletas, mas o órgão determinou que esses cadastros sejam investigados porque, entre os que receberam a verba federal, há também donos de carros de luxo como Tucson, Pajero e Hilux.

Os técnicos do TCU elogiam o programa no relatório dizendo que ele representa “uma evolução positiva das práticas anteriormente existentes de clientelismo e assistencialismo no combate à seca”, mas afirmam que seu planejamento é falho e que o ministério não tem pessoal e meios adequados para controlar o cadastro.

O relator do processo, ministro José Múcio Monteiro, determinou que o Ministério do Desenvolvimento Agrário, que cuida do cadastro, inicie um processo de análise do sistema, exclua beneficiários irregulares e cobre de volta os recursos pagos a quem não poderia receber.

OUTRO LADO

O ministério do Desenvolvimento Agrário informou, por meio de nota, que União, Estados e municípios têm responsabilidades no programa e que “auditorias externas e os acompanhamentos internos são razão de aperfeiçoamento de procedimentos e melhora na gestão, com mais eficiência e transparência”.
MÃE MANDA MATAR O PRÓPRIO FILHO EM FEIRA DE SANTANA


A mãe da vítima, Nadja Carneiro Silva Almeida, teria pedido ao outro filho identificado como Anúbio Silva Almeida, para que investisse contra a vida de Rafael, após uma intensa discussão”, explicou a delegada Márcia Xavier da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que colheu informações de parentes na cena do crime.

O jovem já desfalecido: morto pelo irmão a pedido da mãe 
Mãe e filho, autores do crime
Ele não resistiu à facada e tombou: era o desejo dela



Saiba mais aqui: https://www.youtube.com/watch?v=gMIlVSGGNek
Entrevista com o clitóris: “Guardo ainda muitos segredos” 

Rita Abundacia
Falamos com o único órgão humano dedicado única e exclusivamente a dar prazer, e que é exclusivo do gênero feminino
(artigo publicado originalmente no El País em 04/02/2014)
clitoris
''Estou bem à vontade, podem começar a entrevista''.


Você é o único órgão humano encarregado única e exclusivamente de dar prazer e, no entanto, não tem sido reconhecido como merece. Isto é mais uma prova da tendência masoquista do ser humano?
 
O pênis tem muitos monumentos, uma corrente artística, quase um gênero — o fálico. A mim, foram feitas poucas estátuas, e deveria ser exatamente o contrário. O meu trabalho é totalmente altruísta e desinteressado. E, apesar disso, sou também o único órgão que deve pedir asilo político. Em alguns países cortam-nos a cabeça, e isto as próprias mães fazem com as filhas. Imagine-se um lugar onde fossem cerceadas as orelhas às crianças ao chegarem à puberdade! Seria uma loucura, mas com a gente continua acontecendo.


Imagino-o ressentido com a vagina, que lhe tirou ao longo da história todo o protagonismo…
 
O que se pode esperar de uma sociedade tradicionalmente machista e puritana?! A penetração vaginal tem uma função reprodutora, e a ordem durante séculos foi “crescei e multiplicai-vos”. Eu, ao contrário, não trago filhos ao mundo. Muita gente ainda identifica o órgão sexual masculino com o pênis, e o feminino com a vagina. Mas não, senhor. Sou eu. A vagina é muito menos sensível. Quando ainda ouço a diferença entre orgasmo vaginal e clitoridiano, começo a rir. Todos os orgasmos passam por mim. Os da vagina não são senão uma estimulação indireta da minha pessoa. Poder-se-ia dizer que sou como um iceberg, mostro apenas uma parte muito pequena de mim, a outra se ramifica por toda a pélvis.

E o que me diz do famoso ponto G?
 
Sim, vá lá, montou-se um marketing com esse halo de mistério que o rodeia e que flutua entre a realidade e a lenda. Mas a cada dia nascem mais pontos, o A, o U. Todo um alfabeto. De minha parte, vejo o ponto G como um plano B. Não é senão uma estimulação indireta de mim. A ciência ainda tem muito a descobrir a respeito. Ultimamente, começa-se a falar do complexo uretra-clitóris-vagina, uma zona de estimulação erótica e sensorial muito potente que ainda está por descobrir.


Os orgasmos que algumas mulheres podem experimentar manipulando os seios também passam por você?
 
Sempre se falou de uma ligação entre o mamilo e o clitóris, um fiozinho que une esses dois pontos e que algumas mulheres conhecem tão bem. Especialistas da Universidade de Rutgers, nos EUA, criaram em 2011 um mapa cerebral do prazer sexual feminino. Através de escâneres, os pesquisadores puderam identificar as áreas do cérebro implicadas na excitação dos genitais femininos. Os resultados, publicados no Journal of Sexual Medicine, revelaram que a estimulação do clitóris não é a única que ativa o córtex sensorial, como se pensava, mas que estimular a vagina, o colo do útero ou os mamilos também desencadeia respostas cerebrais. O biólogo Barry Komisaruk, principal autor do estudo, explicava ao diário argentino Perfil: “O inesperado foi que a autoestimulação do mamilo ativa as mesmas áreas cerebrais que a região genital anima”. O que explica que algumas mulheres possam chegar ao orgasmo somente com a masturbação dos seios.


A ciência não esteve muito interessada em você ao longo da história; de fato, sua anatomia completa foi vista pela primeira vez em 1998, graças aos estudos de imagem por ressonância magnética realizados pela uróloga australiana Helen O’Connell.
 
E faz somente quatro anos que os pesquisadores franceses Dr. Odile Buisson e Dr. Pierre Foldès criaram a primeira ultrassonografia completa em 3D do clitóris estimulado. Eu digo que nunca houve lá muito interesse em mim. Freud afirmou que eu era um pênis inacabado, e que a mulher que experimentava prazer apenas comigo não havia madurado o bastante. Só em minha parte externa possuo umas 8.000 terminações nervosas, o dobro que as do pênis, e estas se comunicam com mais outras 15.000 na região pélvica.


Entretanto, os estudos de Masters e Johnson deram-no a conhecer ao grande público, e até contribuíram para desenvolver um novo tipo de feminismo.
 
Sim, eles descobriram uma sexualidade feminina independente do coito com os homens. Os achados científicos sobre mim demonstravam que se podia prescindir do homem. “Com frequência a mulher não fica satisfeita com uma única experiência orgástica”, disseram Master e Johnson em seu livro A resposta sexual humana. As feministas mais radicais ficaram bem contentes com esses descobrimentos porque demonstravam a superioridade sexual da mulher, a qual, além de tudo, era multiorgástica. Enquanto isso, os conservadores viam o orgasmo clitorídeo como uma ameaça à heterossexualidade. Sem ir tão longe, nem ser tão apocalíptico, a verdade é que, graças a esses descobrimentos, muitas mulheres reformularam suas relações sexuais e começaram a tomar as rédeas de sua vida erótica. Posso presumir a minha contribuição ao feminismo.


Diz-se que você que aguenta melhor o passar do tempo que o pênis.
 
Muitas mulheres experimentam a sua plenitude sexual na maturidade, aos 40 e tantos, mas não é de todo certo que eu aguente o tempo tão bem. O meu mecanismo é muito similar ao do órgão masculino. Tenho ereções e ejaculo — às vezes da maneira masculina — e, como o pênis, sou um corpo cavernoso, e afetam-me a hipertensão e a diabetes. Os anos não me favorecem; o que ocorre é que muitas mulheres me descobrem tarde, e só então começam a me disfrutar, a viciar-se em sexo e a tentar recuperar o tempo perdido.


E o que me diz da sua fama de lento, de necessitar de mais tempo, de que se doure mais a pílula para começar a se pôr a trabalhar?
 
O que demora mais: fazer um frango empanado villeroy ou colocar uma pizza pré-cozida no forno? As coisas boas se fazem esperar, e o que chega rápido se vai ainda mais depressa. De todo modo, isso também é um mito. Um estudo realizado pela Universidade McGill, de Quebec, no Canadá, dirigido pelo Dr. Irv Binik, demonstrou que não existe diferença na quantidade de tempo que ambos os sexos requerem para alcançar o seu máximo nível de excitação. Binik e a sua equipe valeram-se da termografia, medindo a radiação, em termos de temperatura, que emitiam os genitais dos sujeitos da pesquisa enquanto contemplavam diferentes imagens, pornográficas ou não. Tanto os homens quanto as mulheres começavam a sentir excitação nos primeiros 30 segundos. Isso demonstra que, se estimulada adequadamente, a mulher pode chegar ao orgasmo tão rápido quanto o homem, mas, realmente, interessa correr tanto?


O problema parece ser que você é bastante esquisitinho, e encontrar o que lhe apetece não é tão fácil.
 
O que tem havido é muita incultura e desconhecimento. Se até muitas mulheres não estão muito familiarizadas comigo, que vamos pedir aos homens? Há aqueles que me ignoram totalmente e se dedicam a fazer espeleologia vaginal. Há os que, tão logo me veem, arremetem contra mim sem piedade e de forma bruta, isto me assusta e me retraio, pois sou bastante tímido. Abundam os que se creem especialistas com a boca e, em vez de lamber-me com cuidado, parece que estão fazendo a minha ablação. E depois estão aqueles que sabem me satisfazer, ainda que não se possa dizer que sejam uma legião. Peço apenas um pouco de tato e delicadeza, mas aí novamente criaram de mim uma fama que não mereço, a de não-me-toques. Como se o pênis também não tivesse os seus rompantes e os seus fracassos.


Como se deve tratá-lo então, para que se sinta à vontade?
 
Como merece uma parte da anatomia tão delicada e sensível. Para estimular a mulher, há que se começar a tatear as zonas erógenas secundárias, para em seguida ir às primárias. Uma vez na zona genital, eu devo ser o último a tocar. Deve-se iniciar pelo monte púbico, lábios maiores, menores, o espaço entre eles, para depois começar a tocar-me, primeiro indiretamente e, após, já diretamente. Às vezes será preciso retirar um pouco o capuz que me cobre. Gosto das lambidas e das sucções, mais lentas ou rápidas, e intercalando o ritmo. Cada mulher tem as suas preferências. Algumas vezes, abordar-me pela retaguarda é mais prazeroso que de frente. E uma ducha, bem dirigida, pode ser muito estimulante.

Tenho entendido que você gosta muito dos brinquedos, e que as vibrações o estimulam.
 
Sim, são como borbulhas de champanhe, e é preciso dizer que ultimamente quem mais se importa comigo é a indústria dos brinquedos eróticos. Quase todos os vibradores têm agora seus estimuladores do clitóris, cada vez mais anatômicos e sofisticados. Isto para não falar daqueles desenhados especialmente para nós. Meu empresário está buscando um patrocinador para mim e, por enquanto, não me foi permitido fazer publicidade, mas há verdadeiras maravilhas no mercado. Toda mulher deveria ter um pequeno kit de sobrevivência para as épocas de vacas magras e descobrir que, quando a colheita é ruim, também é possível ser autosuficiente.


No seu caso, o tamanho também importa?
 
Não para o meu perfeito funcionamento. E mais, se sou muito grande, acabo por complexar a minha dona, que vê a coisa pouco estética. O homem que tem um pênis grande, ao contrário, é muito orgulhoso dele. Ainda existem esses dois pesos, duas medidas.


O que me diz dos púbis depilados, é a favor ou contra?
 
Entre nós mesmos há diversos setores. Alguns preferem não estar rodeados de pelo, porque argumentam que assim são melhor localizados e que têm maior sensibilidade; mas também existem os da linha pró Mato Grosso, que defendem a naturalidade e o papel protetor da penugem dos genitais, que atua como barreira para evitar a entrada de vírus e infecções. Ter o púbis como o de uma atriz pornô exige a eliminação constante do pelo, causando a inflamação dos folículos pilosos e deixando feridas abertas microscópicas. Isto, combinado com o calor e o ambiente úmidos dos genitais, cria um caldo de cultura para as bactérias patogênicas. É uma questão de moda e, conforme li recentemente, já existem algumas defensoras do felpudo. Não me estranharia nada que voltasse a tendência dos genitais peludos. Muitas que fizeram a depilação a laser precisarão, nesse caso, recorrer aos postiços.

[tradução: Silvio Diogo]
[imagem: Laura Pacheco]
Incra/MA assegurou R$ 78 milhões para reforma agrária em 2013

O balanço das ações realizadas em 2013 pela Superintendência Regional do Incra no Maranhão (Incra/MA) visando a implementação e o desenvolvimento da reforma agrária no estado aponta a criação de 25 projetos de assentamento e o reconhecimento de outros três projetos do Instituto de Colonização e Terras do Estado (Iterma), ampliando, desta forma, a destinação de terras para essa política. O Incra/MA concluiu o ano assentando 2.702 famílias, superando em 20% a meta inicial, que era de 2.250 famílias.
 
Os dados de balanço foram divulgados pelo superintendente José Inácio Rodrigues na última quinta-feira (27). Ele acrescentou, ainda, que no decorrer de 2013 foram realizadas 20 vistorias preliminares e de avaliação visando a elaboração de Estudo da Capacidade de Geração de Renda (ECGR), totalizando 67.047 hectares vistoriados. A Procuradoria Federal Especializada do Incra/MA ajuizou 15 ações de desapropriação junto a Justiça Federal e aguarda decisão do Judiciário. O Incra/MA aguarda, ainda, o mandado de imissão de posse para 16 áreas, com capacidade total para 769 famílias.

O presidente do Incra/MA, Zé Inácio: R$ 78 milhões para reforma agrária em 2013
O Maranhão também foi um dos estados que mais teve áreas desapropriadas em 2013. Das 100 áreas decretadas pela Presidência da República de interesse social para fins de reforma agrária em todo o País, 15 imóveis estão localizados no Maranhão, num total de 32.061 hectares, com capacidade para assentar 689 famílias de trabalhadores rurais. A publicação dos Decretos no Diário Oficial da União é o primeiro passo para a criação de novos assentamentos.

“Se compararmos o desempenho do Incra/MA com as demais superintendências, verificamos que o Maranhão foi o Estado que criou o maior número de assentamentos. E, em relação ao número de famílias assentadas, ficamos em primeiro lugar entre as superintendências do Nordeste”, explicou Rodrigues.

Investimentos 
 
O superintendente destacou, ainda, que durante o ano de 2013 o Incra/MA destinou cerca de R$ 78 milhões para realização de ações diversas. “Fizemos convênios para construção de estradas, poços, recuperação ambiental e alfabetização de assentados. Também assinamos contratos para prestação de serviços de assistência técnica e elaboração de relatórios antropológicos visando à titulação de territórios quilombolas. Enfim, encerramos 2013 com a implementação de várias ações que irão melhorar a qualidade de vida dos assentados maranhenses”, frisou.

Infraestrutura e créditos

A superintendência regional aplicou efetivamente no ano de 2013, R$ 41.758,635,69 referentes ao crédito instalação nas três modalidades: 1.479 famílias receberam o crédito aquisição material de construção; 776 famílias receberam o recuperação material de construção e 1.528 famílias receberam o crédito apoio inicial. O crédito material de construção é destinado à construção de novas casas; o crédito recuperação para a reforma de habitações já construídas e o crédito apoio inicial é destinado à compra de alimentos e insumos agrícolas.

Foi também em 2013, que a construção de casas em assentamentos passou a ser realizada em parceria com o Programa Minha Casa Minha Vida Rural (MCMVR). O Incra/MA viabilizou a assinatura de 287 contratos junto a Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, totalizando um investimento de R$ 8.196.500,00.

As obras de recuperação de 904 km de estradas e a implantação de 17 sistemas simplificados de abastecimento d´água foram garantidas por meio de 18 convênios firmados entre o Incra/MA e 17 prefeituras. O valor total dos convênios é de R$ 30.675.248,70.

DAP e Titulação

Para que o assentado tenha acesso ao crédito instalação é necessário que ele possua o Contrato de Concessão de Uso (CCU), documento provisório que legitima o acesso aos benefícios da reforma agrária. Em 2013, o Incra/MA superou a meta de 5 mil CCUs emitidas, alcançando 5.544 contratos de concessão de uso.

Para acesso aos créditos do Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), os assentados necessitam também das Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP). Em 2013, o Incra/MA emitiu 7.253 DAPs, viabilizando o acesso dos agricultores a variadas linhas de crédito do Pronaf, disponibilizadas pelo Banco do Nordeste.

Assistência Técnica

A Associação Agroecológica Tijupá iniciou em 2013 a execução do contrato de prestação de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), beneficiando 1.516 famílias, em oito projetos de assentamento. O núcleo de Ater da superintendência regional também selecionou seis entidades por meio de chamada pública para prestar serviços de assistência técnica para 17,5 mil famílias, em 166 assentamentos, distribuídos em 34 municípios maranhenses. Os serviços terão início em 2014 e serão investidos R$ 37.643.631,51 milhões para realização desta ação. Cerca de 20% das famílias maranhenses assentadas estão sendo atendidas com serviços de assistência técnica.

Meio Ambiente

O Programa Assentamentos Verdes (PAV), desenvolvido pelo Incra, visa prevenir, combater e buscar alternativas ao desmatamento ilegal em assentamentos de reforma agrária na Amazônia Legal.

Em 2013, como parte do PAV, o Incra/MA realizou Chamada Pública de Meio Ambiente que resultou na celebração de um convênio com a entidade Associação Educação e Meio Ambiente (EMA), no valor de R$ 6 milhões, com objetivo de promover ações de recuperação de áreas degradadas por meio da implantação e do manejo de sistemas agroflorestais. Com vigência até dezembro de 2015, o convênio contempla 1.202 famílias de famílias assentadas, de 14 projetos de assentamento.

Entre outros resultados do PAV no Maranhão está o número de 203 assentamentos incluídos no Projeto Fundo Amazônia, executado em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), o que promoverá a identificação e integração das informações ambientais, visando o planejamento ambiental, monitoramento, combate ao desmatamento e regularização ambiental.

Educação no Campo

O Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) contou com 1.591 alunos assistidos pelo Programa no ano de 2013. Foram 360 alunos cursando nível médio com ênfase em Agroecologia; mil alunos participando da Educação de Jovens e Adultos (1ª a 4ª séries) e 184 alunos cursando nível superior em Pedagogia da Terra.

Ainda em 2013 foi iniciada a primeira etapa do curso de especialização em Questão Agrária, Agroecologia e Educação do Campo, com 47 alunos já graduados. A Superintendência Regional do Incra também assinou um convênio com o Movimento de Educação de Base (MEB) para alfabetizar (1ª a 4ª séries) 1.200 assentados. Esta ação foi realizada por meio de Chamada Pública. O valor total do convênio é de R$ 2.878.323,00, com duração de dois anos.

Documentação da Mulher

A superintendência regional realizou 48 mutirões do Programa Nacional de Documentação da Mulher Trabalhadora Rural no ano de 2013. Nesta ação, que é desenvolvida em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), foram emitidos 17.759 documentos, entre, CPFs, Carteiras de Trabalho, Registros no INSS, Certificados de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR) e outros. Todas as fotos e documentos emitidos foram gratuitos para as trabalhadoras rurais.

Quilombolas

O Incra/MA realizou um pregão regional que resultou na contratação de 29 relatórios antropológicos para a regularização de 29 territórios quilombolas. Essa ação beneficia aproximadamente 107 povoados de comunidades quilombolas maranhenses. Foram investidos nesse pregão R$ 1.345.5000,00.

Ainda em 2013 foram georreferenciados seis territórios quilombolas para titulação definitiva. São eles: Território Quilombola Santa Joana; Santa Maria dos Pretos; São Francisco Malaquias; Pitoró dos Pretos; Mata de São Benedito e Aliança e Santa Joana.

A Superintendência do Incra no Maranhão foi a primeira a instalar a Mesa Estadual de Acompanhamento Permanente de Regularização Quilombola, ação de grande importância para viabilizar o avanço desta política. A mesa se constitui em um espaço formalizado de diálogo e monitoramento das ações que a autarquia desenvolve no âmbito da regularização dos territórios quilombolas. Além do Incra, participam das discussões os movimentos sociais, entes do poder público e a sociedade civil.

Certificação e cadastro de imóveis

Em 2013, o Comitê de Certificação da Superintendência do Incra/MA certificou 677 imóveis, totalizando 1.163.946 de hectares. A região com maior número de imóveis certificados foi o Sul do Maranhão, com 323 imóveis. A certificação comprova que o imóvel rural foi medido e demarcado dentro das normas técnicas de georreferenciamento definidas pelo Incra.
Já o setor de Cadastro do Incra/MA foi responsável por emitir 9.586 Certificados de Cadastro de Imóveis Rurais (CCIR). Também foram emitidos 43.909 CCIRs pelos proprietários via internet. O Incra/MA realizou 13.371 atualizações cadastrais.
Para 2014, o superintendente José Inácio destacou que o Incra/MA vai continuar garantindo às famílias o acesso à terra, com melhores condições de vida. “Além da terra, vamos nos empenhar na qualificação dos assentamentos, garantindo as infraestruturas básicas e produtivas para que os assentados possam melhorar sua qualidade de vida”, frisou.

Com 'dor de barriga' freira vai a hospital e dá luz


Uma freira de 32 anos deu entrada na emergência da unidade sentindo fortes dores abdominais. 


Um caso chamou a atenção de médicos no hospital Camillo De Lellis, localizado em Rieti, na Itália, na última terça-feira (14). Uma freira de 32 anos deu entrada na emergência da unidade sentindo fortes dores abdominais, mas, na realidade, ela estava grávida e deu à luz a um bebê de 3,5 kg.
Mas nem ela e ninguém suspeitavam?
A equipe de resgate que socorreu a mulher levantou a possibilidade de ela estar grávida. No momento em que a paciente chegou ao hospital, os médicos confirmaram as suspeitas e realizaram um parto natural. O filho da freira nasceu com 3,5 kg. Segundo a Agência Italiana de Notícias (ANSA), a mulher foi colocada em um leito longe de olhares dos curiosos, mas as autoridades não conseguiram evitar que a notícia fosse divulgada.
“Eu não sabia que estava grávida, eu tinha só uma forte dor de barriga”, teria dito a freira para os socorristas. A notícia foi recebida também com muita surpresa pelas companheiras do convento. Nenhuma informação sobre quem seria o pai da criança foi divulgada.


Fonte: BHAZ


Blog do Domingos Costa 

A morte do vereador Paulo Lopes (PT), pode desencadear nova investigação sobre a prática criminosa de agiotagem no Estado do Maranhão.


Eleito em penúltimo colocação na eleição de 2012, com 287 votos (2,51%), “professor Paulo Lopes”, 36 anos, foi encontrado com hematomas na cabeça, às margens da BR 316, entre os municípios de Maracaçumé e Governador Vitorino Freire, no dia 1º de março (sábado de carnaval).

Deu entrada em um hospital de Governador Nunes Freire e foi transferido para São Luís na última semana, não resistiu aos vários ferimentos na cabeça e veio a falecer no Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, ontem segunda-feira (10).
Vereador Paulo Lopes Sales(PT) fazia oposição ferrenha à gestão de Marcel Curió: políticos e agiotas teriam mandado matá-lo?

Segundo a polícia, não resta dúvida que o parlamentar que fazia oposição ferrenha à gestão do Prefeito Marcel Curió(PV) foi assassinado. Entre os 11(onze) vereadores de Nunes Freira, Paulo Lopes Sales era avaliado pela população da Cidade como o mais atuante.


Colegas de parlamento da vítima estiveram reunidos com o secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, na sede da secretaria na tarde de ontem 10/03. Eles solicitaram um reforço nas investigações e urgência elucidação do crime. De acordo com o superintendente de Polícia Civil do Interior, delegado Jair Paiva, as polícias Civil e Militar serão deslocadas para atuar no caso. Policiais de São Luís também serão deslocados para o município.


A direção estadual do Partido dos Trabalhadores no Maranhão se manifestou. De acordo com o presidente do Diretório, Raimundo Monteiro, há forte possibilidade de o vereador ter sido vitima de crime político.

A morte do vereador que era casado e pai de três filhos, pode está relacionada a denúncias contra uma quadrilha que financiou a campanha do  atual prefeito e que praticava agiotagem na região.



Com revisão de Fernando Atallaia. 
ONGs denunciam nas Nações Unidas mortes no Complexo de Pedrinhas

Representantes das organizações não governamentais (ONGs) Justiça Global, Conectas e Sociedade Maranhense de Direitos Humanos fizeram um pronunciamento hoje (10), no Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU), denunciando os casos de mortes e de outras violações de direitos humanos ocorridos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís, no Maranhão.

A advogada da Conectas, Vivian Calderoni, fez um relato sobre os casos de morte e decapitações dizendo que a situação continua crítica no local. “A resposta dada pelo governo foi militarizar o presídio”, afirmou Vivian, que está em Genebra, na Suíça. Ela citou ainda a existência de um vídeo que mostra a Polícia Militar disparando balas de borracha nas costas de presos nus, enfileirados contra a parede.


Governadora Roseana Sarney: consequências de seu péssimo governo chegaram à ONU
Ela disse ainda que as cenas de horror não são exclusividade de Pedrinhas e falou das mazelas do sistema prisional brasileiro. Vivian destacou os problemas de falta de alimentação adequada e água nas prisões brasileiras, além da superlotação e das dificuldades de acesso a emprego, saúde e educação.

Representantes das ONGs pediram a visita do relator especial das Nações Unidas sobre a tortura, Juan Méndez, ao Complexo de Pedrinhas.

No dia 1º de março, mais um detento foi morto no interior do maior estabelecimento prisional maranhense, elevando para quatro o número de mortos em Pedrinhas desde o início do ano. Com isso, levando-se em conta os dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), chega a 64 o total de detentos assassinados em Pedrinhas desde o início de 2013.

Desde meados de dezembro do ano passado, quando uma rebelião deixou nove mortos e ao menos 20 feridos, policiais militares reforçam a segurança do complexo penitenciário. A pedido do governo estadual, homens da Força Nacional de Segurança Pública também auxiliam na segurança dos estabelecimentos prisionais da região metropolitana de São Luís, entre eles, o de Pedrinhas.

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB