sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014
FUNC desmoraliza edital e privilegia Bicho Terra no carnaval de São Luís

Blog Marrapá 

A Fundação Municipal de Cultura resolveu desmoralizar seu próprio edital, que classificou doze grupos para o carnaval 2014, e “convidou” o Bicho Terra para abrir oficialmente as folias de Momo em São Luís.

bicho terra FUNC desmoraliza edital e privilegia Bicho Terra no carnaval de São Luís
Vocalistas do Bicho Terra: boquinha graúda também na FUNC
O Bicho Terra, brincadeira símbolo do apadrinhamento do grupo Sarney, sequer participou da licitação por considerar os cachês pagos pela prefeitura de São Luís muito baixo. Os classificados na categoria Banda/Grupo (formato A) ganharão R$ 4 mil por apresentação, enquanto o grupo comandado por Zé Pereira Godão, cobra no mínimo R$ 8 mil.

download FUNC desmoraliza edital e privilegia Bicho Terra no carnaval de São Luís
O presidente da Fundação, Francisco Gonçalves: fazendo par com Olga Simão da Secma ou seis por meia dúzia
Além de desrespeitar os grupos que se submeteram ao edital, a FUNC ainda vai pagar o dobro do preço para o Bicho Terra, repetindo o privilégio que o grupo da Madre Deus sempre teve na Secretaria de Estado da Cultura durante as gestões de Luiz Bulcão.

E a situação deve se repetir no São João.
Isso sim que é transparência…


VEJA A LISTA DOS DOZE GRUPOS CLASSIFICADOS E HUMILHADOS PELA FUNC

Lapada Banda

Jeguefolia

Confraria do Copo

Bloco Sem Limite

Grupo Lamparina

Dueto Folia

Te Gruda no Meu Fofão

Banda Infantil Curumim Peralta

Amigos do Samba

Banda Afro Akomabu

Veja cópia do cheque da Câmara de São Luís, no valor de R$ 1,16 milhão, usado em esquema de ‘agiotagem’

  Blog do Gilberto Lima  

 

 

O blog teve acesso à cópia do cheque nº 000364-6/Bradesco, da conta-corrente da Câmara Municipal de São Luís, no valor de R$ 1.163.500,00, que está em poder de um ‘empresário’ de São Luís. O documento pode ser a principal prova de uso indevido de recursos da Câmara em esquema de ‘agiotagem’, investigado pela polícia maranhense.

O cheque está assinado pelo presidente da Câmara, vereador Antônio Isaías Pereira Filho, e pelo diretor financeiro, José Almir Valente Costa. Esse cheque teria sido repassado ao empresário pela então gerente do Bradesco Raimunda Célia, intermediária da negociação entre ele e o comando da Câmara.

 

José Almir Valente Costa(financeiro) e Antônio Isaías Pereirinha (presidente) assinam o cheque milionário

A transação ocorreu poucos meses antes de estourar o escândalo dos empréstimos, que resultou na demissão da gerente do Bradesco, Raimunda Célia de Abreu, hoje tida como foragida. 
Datado do dia 28 de novembro de 2013, o cheque foi depositado em conta-corrente de uma empresa denominada de CONSTRUSERV, mas foi devolvido por ter sido sustado ou por falta de fundos.
Pelas informações de informantes do blog, esse montante ‘emprestado’ ao presidente da Câmara teria sido depositado em contas de pessoas indicadas pela direção da Câmara de São Luís. 
Essa ‘agiotagem’ com recursos da Câmara Municipal de São Luís pode levar à cassação de mandatos de uma dezena de vereadores, supostamente envolvidos no esquema. Só a revelação da cópia desse cheque é uma prova inconteste de crime de improbidade administrativa, configurando-se quebra de decoro parlamentar.

O blog está aberto às manifestações do presidente da Câmara, Isaías Pereira, que continua se esquivando da imprensa, evitando falar desse escândalo, sem precedentes, na Câmara de São Luís.


Prefeitura abre temporada carnavalesca do “Itapecuru Folia 2014”


            A Prefeitura Municipal de Itapecuru-Mirim, município conhecido tradicionalmente como um dos melhores carnavais do estado, se prepara para receber mais de 20 mil brincantes durante o “Itapecuru Folia 2014”.  


            Um dos pontos de destaque da festa oficial acontecerá entre a Praça da Cruz e a Praça Gomes de Souza, local onde está sendo montada uma megaestrutura de palco, som e iluminação.  Outro ponto da folia será a Avenida Beira-Rio, onde haverá apresentações todos os dias do carnaval de marchinhas. A proposta do evento é resgatar a história e tradição dos antigos carnavais, com sambas e marchinhas como “Abre Alas” e “Mamãe eu quero”, incluídas no repertório das bandas.




            Segurança - Este ano, para proporcionar mais segurança aos foliões, a festa contará com um sistema de videomonitoramento, além da presença de 50 homens da Polícia Militar e mais 90 seguranças particulares contratados para reforçar a ordem e tranquilidade em todo o circuito carnavalesco. Com a expectativa de uma grande demanda para a temporada, a prefeitura de Itapecuru intensificou ainda os serviços básicos e os atendimentos à população. No trânsito, algumas alterações serão realizadas nas principais vias, proporcionando segurança aos foliões e ao tráfego em toda a área de eventos. A ação contará com o acompanhamento de agentes e fiscais, que estarão organizando o trânsito pelas áreas da folia.


            A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Itapecuru, promove neste período uma campanha de Prevenção contra Doenças Sexualmente Transmissíveis e HIV/Aids, por meio de blitzen educativas, com distribuição de orientações  e panfletos, dentre outras atividades. Além disso, o órgão irá disponilizar em vários pontos da cidade serviço de ambulância para atendimentos de emergência. 



Programação “Itapecuru Folia 2014”

28 de Fevereiro (Sexta) - Moleque Doido e bandas locais

1º de Março (Sábado) - Forró Estourado, Chicana e bandas locais

02 de Março (Domingo) - Gargamel e banda, Moral Sertanejo, Bandassa e bandas locais

03 de Março (Segunda) - Forrozão Free Lancer, Axerife e bandas locais

04 de Março (Terça) - Forró Sacode, Moral Sertanejo e bandas locais  



Matéria enviada por Assessoria de Imprensa da prefeitura de Itapecuru-Mirim. 
Belfort desiste de enfrentar Weidman, e Lyoto disputará cinturão dos médios
Corte do uso de TRT fez com que 'Fenômeno' deixasse o duelo pelo título
 
Ag Fight 

A decisão da Comissão Atlética de Nevada de banis o uso do TRT em esportes lutas dentro de seu estado caiu como uma bomba para o UFC. Algumas horas depois de ser anunciada a decisão, Vitor Belfort, que faz o Tratamento de Reposição de Tertosterona, anunciou sua desistência em enfrentar o campeão Chris Weidman, em duelo que estava confirmado para o UFC 173, em Las Vegas, no dia 24 de maio.

A decisão foi oficializada através de uma nota emitida pelo lutador que, em poucas palavras, resume que não poderia retomar sua melhor forma física sem o uso do TRT no período até o duelo com o americano.

Belfort não disputará mais o cinturão e deu lugar a Lyoto Machida - Montagem/Ag. Fight
Belfort não disputará mais o cinturão e deu lugar a Lyoto Machida - Montagem/Ag. Fight
"A Comissão Atlética de Nevada mudou sua política e não mais licencia lutadores que fazem uso de TRT. Sabendo que outras comissões podem vir a tomar a mesma decisão, vou deixar de fazer o TRT e pretendo competir no MMA sem o tratamento. Dadas as circunstâncias envolvendo a atual norma e a minha próxima luta em maio, decidi não pedir a licença para lutar no estado de Nevada desta vez", declarou Belfort.

Com a desistência do 'Fenômeno', Lyoto Machida foi convocado para substituir o compatriota e enfrentar Weidman no mesmo UFC 173. O baiano radicado no Pará vem de duas vitórias nas duas lutas que fez na categoria dos médios.

"Estou muito feliz por ter conquistado a oportunidade de lutar pelo cinturão dos pesos-médios contra Chris Weidman. Vou treinar muito para esta luta", declarou Lyoto ao site "Fox Sports".

Apoio de Dana White

Assim que a Comissão Atlética de Nevada anunciou que o TRT estava vetado, Dana White, presidente do Ultimate, comemorou a decisão do órgão. "É um grande dia para o esporte. Aplaudo a comissão. O TRT precisava ser banido. Vamos seguir Nevada", afirmou o dirigente ao site "ESPN.com".

Weidman, que agora vai pegar Lyoto, também ficou satisfeito com a decisão e rasgou elogios aos membros da comissão. "Este é um dia fantástico para o esporte. É uma decisão que gostaria de ver há muito tempo. TRT foi e sempre será uma vantagem, e estou orgulhoso de que a Comissão de Nevada reconheceu isso, especialmente antes de eu enfrentar um adversário que usa TRT. Espero que outras comissões atléticas sigam isso", comentou ao site "MMA Fighting".
Ela abriu o bico! 

Secretária de Cultura tenta dá explicações sua sobre péssima atuação à frente da Secma em entrevista ao jornal O Imparcial.  ANB Online foi a primeira a denunciar em nível nacional os descasos patrocinados por sua Pasta no trato com artistas do estado. 

 O Imparcial

A partir do dia 1º de março, a estrutura administrativa da Secretaria Estadual de Cultura (Secma) vai contar com um órgão adjunto voltado ao fomento da economia criativa, segundo informou a secretária Olga Simão. A titular da Secma revelou ao Imparcial que a mudança reforça o desenvolvimento econômico como prioridade das políticas culturais, agregando-se às áreas de preservação da memória e das tradições maranhenses.

 Secretaria Estadual de Cultura (Secma) do Maranhão, Olga Simão
Olga Simão: da mesma prole gestora dos ãos Bulcão, Godão e Brandão, ela resolveu abrir o bico e defender o indefensável após denúncias da Agência Baluarte

 Como a identidade do Maranhão é ressaltada no Carnaval da Secma?
“Ao longo dos anos, o governo vem procurando incentivar todas as manifestações culturais. O carnaval do Maranhão é diferente, tem uma mistura muito grande de ritmos e sons, do Tambor de Crioula às Tribos de Índios, os Grupos Afros e os Blocos Tradicionais. Todos participam dos cortejos, desfiles e apresentações em São Luís, e este ano estamos intensificando os circuitos [nos trechos ligando Praça Deodoro, Madre Deus e Cajazeiras], com uma participação muito forte de mais de cem cantores maranhenses”.

Quanto ao interior?
“Aqui em São Luís é mais visível, mas o carnaval no interior do Maranhão é muito forte, e o governo apoia os municípios com convênios, ou diretamente com atrações. Temos também as jardineiras, que são palcos móveis com estrutura completa, banda e grupos de artistas, e têm a vantagem de atender mais de um município por dia. Tem uma jardineira específica para os vários municípios da Região Tocantina, que fica em Imperatriz nos dias de Carnaval, na Beira-Rio”.

Qual o investimento total?

“Temos um Carnaval grande, [inclusive em] todo o interior, com um investimento considerável, mas ainda não fechamos porque estamos realizando parcerias com o interior. Números concretos, só quando fecharmos. Mas as mais de 950 apresentações, em torno de 100 cantores e todos os outros grupos recebem o cachê para participar das atrações. É firmado um convênio com as entidades representativas de classe, a exemplo de associações de blocos carnavalescos e cantores. É muito variado, porque temos vários tipos de grupo, [cada um] com mais ou menos componentes”.

E o cachê das atrações nacionais?

“O carnaval é realizado por uma parceria muito grande, e não é a Secma [a única secretaria estadual ou instituição pública ou privada] que realiza. As atrações nacionais não são contratadas via governo, mas por um patrocínio captado pela parceria com o [São Luís] Convention [& Visitors] Bureau, que é uma entidade representativa da classe turística e viu [a parceria como] uma forma de fomento. As contratações integram o carnaval, mas esse trabalho é feito por essa ação de captação de patrocínio organizada pelo Convention Bureau”.

Como tem recebido as críticas sobre a organização do carnaval?
“As críticas são naturais, mas como coloquei, o próprio palco da Deodoro tem uma atração nacional por noite, e duas até quatro atrações locais. A prioridade do palco, que integra um circuito grande, é para os artistas maranhenses. Seria o contrário se tivéssemos vários artistas nacionais e um local”

Saindo da questão do Carnaval, qual o eixo central da política cultural maranhense?


“A área cultural é muito grande e diversificada. Temos da música às artes cênicas, a preservação da nossa memória no arquivo, as áreas de literatura e arqueologia. [Desde] Quando assumi, temos procurado trabalhar todas as áreas, com as priorizações, valorizando e interiorizando as ações, levando-as aos municípios. Mas temos como ponto central de uma reestruturação da cultura o Sistema Nacional de Cultura (SNC), que tem a participação de todos os entes: governos federal, estadual e municipais, e sociedade civil. Estamos trabalhando na implementação do sistema”.





Saiba onde tudo começou, aqui: 

http://agenciadenoticiasbaluarte.blogspot.com.br/2014/02/humilhacao-tem-limite-programacao-do.html




Com edição de ANB Online. 


Itália começa a discutir lei eleitoral


 Agência ANSA


Na próxima terça-feira (4), a Câmara dos Deputados da Itália vai começar a examinar o projeto de lei eleitoral apresentado pelo centro-esquerdista Partido Democrático (PD), do premier Matteo Renzi, e pela sigla de centro-direita Forza Italia (FI), do senador cassado Silvio Berlusconi.    

Segundo a presidente da Casa, Laura Boldrini, serão avaliadas cerca de 220 emendas, mas o texto final deve ser votado ainda durante a semana que vem. Alterar a legislação que trata sobre o sistema de eleições no país é uma das principais promessas do novo primeiro-ministro, que assumiu após a renúncia de Enrico Letta. 
   
Matteo Renzi, em uma foto de dezembro.
Matteo Renzi: parceria com Berlusconi não agrada a todos
O projeto definido por Renzi e Berlusconi tem como principal ponto um "prêmio de maioria" para o partido ou coalizão que ficar em primeiro em um eventual pleito, mas desde que alcance um limite mínimo de 37% dos votos. Se o ganhador ultrapassar essa barreira, ele irá faturar automaticamente 55% das vagas na Câmara, ou seja, 340 assentos. Caso ninguém supere esse patamar, será realizado um segundo turno entre as duas legendas mais bem colocadas para definir quem terá direito à maioria. 
Laura Boldrini
Laura Boldrini: ''o que esses dois estão querendo?''
A proposta também inclui uma cláusula de barreira de 8% para partidos que disputam sozinhos e de 4,5% para as siglas que concorrem em aliança. A lei eleitoral ainda inclui uma cláusula apelidada de "Salva-Liga". Para não prejudicar formações de forte vocação local, como a legenda de extrema-direita Liga Norte, quem apresentar candidatos em até sete regiões não precisará alcançar os percentuais previstos para as siglas nacionais.    
Além disso, os eleitores continuarão sem votar diretamente em seus candidatos preferidos, mas sim em listas fechadas definidas por cada partido. Os nomes presentes nessas relações deverão respeitar um princípio de paridade entre homens e mulheres. Os políticos italianos também deverão discutir em breve a abolição do Senado, ideia que tem sido bastante defendida no país.    

Contudo, existem dúvidas sobre a legalidade da proposta apresentada por Renzi e Berlusconi. No final de 2013, a Justiça declarou que a lei vigente é inconstitucional por, entre outras coisas, ter listas fechadas, o que impediria uma participação mais direta do cidadão na escolha dos seus representantes, e um prêmio de maioria, o que configura uma "distorção que impede a liberdade de voto". Estes dois itens estão presentes no novo projeto, por isso ele também poderia ser considerado ilegal assim que aprovado.
Cientistas criam capa high tech de silicone que monitora o coração  
O equipamento poderá ser usado em cirurgias e em exames de diagnóstico

Correio Braziliense 

Um instrumento que consegue vigiar o coração, envolvendo-o com uma capa de silicone repleta de sensores eletrônicos capazes de acusar qualquer tipo de disfunção. Esse dispositivo moderno é o mote de uma pesquisa desenvolvida por cientistas americanos e que tem rendido frutos positivos. A estratégia de monitoramento cardiovascular foi testada em um coração artificial e será colocada à prova em órgãos de animais. Caso o moderno dispositivo tenha sucesso nas próximas etapas, há uma chance grande de ele ser usado em humanos, facilitando cirurgias, auxiliando no monitoramento de batimentos e até de implantes fixos.

 ( AFP PHOTO/USDA)
A partir de hoje seu coração estará sendo monitorado...
A capa high tech é um dos experimentos científicos pioneiros em membranas eletrônicas. O dispositivo foi elaborado anatomicamente, com base em uma parte do coração humano que o envolve, o pericárdio. “A nossa membrana é uma espécie de instrumento eletrônico que funciona como um pericárdio artificial”, explica John Rogers, professor de engenharia da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, e autor principal do estudo publicado na revista americana Nature Communications desta semana.

Para testar a eficácia dos sensores, os pesquisadores criaram um coração artificial de coelho, feito em uma impressora 3D, também de acordo com moldes do órgão do animal. Uma capa de silicone foi a solução encontrada por eles a fim de garantir que os sensores se encaixassem de forma adaptável, não atrapalhando o funcionamento da bomba cardíaca.

FICÇÃO MARANHENSE: REFINARIA DA PETROBRAS ESTREIA NOVO CAPÍTULO  

 

Por Ed Wilson 



A novela sobre a instalação de uma refinaria de petróleo no Maranhão terá novas cenas rodadas em Bacabeira. O roteiro está pronto e deve ser filmado até o meio do ano, perto da eleição.



O script será assim:

Cena 1 - O jornal O Estado do Maranhão dá manchete sobre novas tratativas para a implantação da refinaria (esta cena foi rodada na edição de hoje);

Cena 2 - Os deputados da base governista farão pronunciamentos ressaltando a manchete do jornal;



Cena 3 - A governadora Roseana Sarney (PMDB) mandará as empreiteiras colocarem dezenas de tratores para cavar buracos no canteiro de obras de Bacabeira;



Cena 4 - Caminhões levarão canos gigantes para o canteiro;



Cena 5 - O helicóptero do governo vai fazer imagens aéreas, belíssimas, sobre a retomada do empreendimento;
Cena 6 - O filme será exibido no informe publicitário "Maranhão em ação", apelidado de "Mentirão em ação";

Cena 7 - A governadora vai anunciar um programa de capacitação e formação de mão-de-obra em petróleo e gás, que vai gerar "milhares de empregos";
Cena 8 - A presidente da Petrobras, pressionada por José Sarney, fará a milésima declaração sobre a vinda da refinaria para o Maranhão;

Cena 9 - José Sarney escreverá um artigo na sua coluna dominical no jornal O Estado do Maranhão, intitulado "O petróleo é nosso", algo parecido com "O Maranhão com todo gás";

Cena 10 - Lula, Dilma, o ministro Edison Lobão e José Sarney serão fotografados, em Brasília, após uma suposta reunião na qual ficou acertado que a refinaria "agora vai";

Cena 11 - O secretário de Infra-Estrutura e pré-candidato a governador, Luis Fernando Silva, terá duas páginas de entrevista falando sobre o potencial energético do Maranhão;

Cena 12 - Lula virá ao Maranhão, antes da eleição, montar em um trator ao lado de Roseana, em Bacabeira;

Cena 13 - A presidente Dilma Roussef vai aparecer no programa eleitoral de Luis Fernando Silva, garantindo pela milésima vez a refinaria no Maranhão.

E, assim, a refinaria será uma versão da realidade.



Ed Wilson é blogueiro, jornalista e professor de comunicação da Universidade Federal do Maranhão. 

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores