quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Deu na FOLHA: Em meio a crise de segurança, Roseana lança publicidade sobre o ‘novo MA’

 Folha de São Paulo 

Em meio a uma das piores crises de segurança do país, o Maranhão lançou na primeira semana de janeiro uma campanha publicitária nacional para atrair investimentos para o Estado e exaltar obras da gestão Roseana Sarney (PMDB).

Em comerciais de um minuto, o governo diz que “grandes transformações constroem um novo Maranhão” e que o Estado é motivo de “orgulho”. As peças estão sendo exibidas nos canais por assinatura GNT, GloboNews e Sportv.

Os anúncios destacam investimentos de R$ 3,8 bilhões em infraestrutura para atrair indústrias ao Estado, além de obras nas áreas de educação e de saúde.
A estreia da campanha coincidiu com o período dos ataques a ônibus e delegacias na região metropolitana de São Luís que resultaram na morte de uma menina de 6 anos no último dia 6.

Roseana Sarney: um novo Maranhão somente na mídia
Cara de Pau, Roseana fala de um novo Maranhão que só existe na mídia
A ordem para os atentados, segundo o governo, partiu do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde 63 presos foram mortos desde 2013, muitos deles decapitados, conforme revelou a Folha.


Quando falou sobre o assunto, no dia 9, Roseana disse que a violência havia aumentado porque o Maranhão estaria mais rico.

“É um Estado que está se desenvolvendo, que está crescendo. E um dos problemas que está piorando a segurança do nosso Estado é que nosso Estado está mais rico, mais populoso também”, afirmou a governadora na ocasião, no último dia 9, em sua primeira entrevista sobre a onda crimes.

Apesar da declaração, o Estado tem um dos piores índices sociais do país.

 ‘ESTRANHEZA CONTRA O MARANHÃO’

O secretário de Comunicação Social do Maranhão, Sérgio Macedo, disse que a campanha estava sendo planejada desde outubro, antes da crise do sistema prisional, segundo ele.

Macedo afirmou ainda que o Estado está tentando “vender sua estrutura” para atrair negócios. “Todo Estado faz isso, mas quando o Maranhão faz causa essa estranheza toda. Vocês têm que se libertar dessa visão de que o Maranhão nasceu para ser pobre”, criticou.

No segundo semestre de 2013, o governo Roseana adotou o slogan “Você tem muitos motivos para se orgulhar do novo Maranhão”. Neste ano, ela tentará eleger como sucessor o secretário de Infraestrutura, Luis Fernando Silva (PMDB), e pode ser candidata ao Senado.

O titular da Comunicação afirmou que os comerciais atualmente no ar tiveram um custo de produção estimado em R$ 300 mil, que não inclui a compra do espaço nos três canais fechados. Esses valores, segundo o governo, serão apurados após o término da veiculação, no final do mês. Uma segunda fase da campanha, com a veiculação de novas inserções publicitárias, está em estudo.

As peças foram produzidas pela agência Phocus, uma das quatro empresas que atendem a conta do governo maranhense. Ela recebeu R$ 10,1 milhões da Secretaria de Comunicação Social em 2013, segundo o Portal da Transparência estadual.

Em dezembro passado, as quatro agências –Phocus, Canal Comunicação, VCR e AB Propaganda e Marketing– venceram concorrência de R$ 32 milhões para continuar atendendo a gestão Roseana.

 A lei orçamentária do Maranhão prevê R$ 42,5 milhões para divulgação das ações governamentais em 2014. O secretário, no entanto, disse que a verba programada para publicidade institucional neste ano é de R$ 22,5 milhões.
 

6 tipos de orgasmos femininos

Conheça e experimente as seis formas de conquistar o grande prazer!


Por muito tempo foi dado como certo que só existiam dois tipos de orgamos femininos: o imaturo (pelo estímulo do clitóris) e o maduro (vaginal). Felizmente, pesquisas feitas nos anos 70 demonstraram que o orgasmo clitoriano é o mais fácil de alcançar, e, para um grande número de mulheres, o melhor de todos. Isso não quer dizer que você deva se contentar apenas com ele. Existem outras formas de alcançar o grande prazer. O bom seria que seu homem experimentasse todas, até descobrir a mais gostosa para você. Ou faça por você mesma! Detalhamos seis tipos de orgasmo feminino para não faltar opção! Experimente.




1. O ponto U, até então inexplorado

A uretra - por onde sai a urina - é um ponto de prazer para muitas mulheres - o que não é de surpreender, já que fica entre o clitóris e a entrada da vagina, área supersensível. Pressioná-la ou massageá-la com os dedos ou a língua, abusando de movimentos circulares ou de cima para baixo, pode levar você a um clímax delícioso!

2. Ponto G e zona AFE

Para dar um descanso ao clitóris, procure o orgasmo estimulando o ponto G - aquela parte da vagina do tamanho de uma moedinha situada acima do osso púbico. Ou a zona AFE (sigla do inglês anterior fornix erotic, traduzindo, entrada erótica anterior), que fica na mesma parede vaginal, só que perto do colo do útero. Enquanto o G é um ponto bem preciso, a AFE é uma zona esponjosa maior e menos definida. Tem, porém, a vantagem de responder a estímulos suaves; o G só reage a contatos firmes. São fatos importantes para seu amado saber, antes de explorar com os dedos essas fontes de prazer. Para chegar ao orgasmo dessa forma, a posição ideal é a penetração num ângulo de 90 graus, com o gato de pé ou ajoelhado.

Uma das muitas reações/sensações


3. A magia dos seus seios
 
O respeitado sexólogo Herbert Otto garante que o estímulo dos seios é a segunda forma mais comum de uma mulher chegar ao clímax. Exagero? Pode ser. Mas não resta dúvida de que uma sessão de estímulos com a língua, os lábios e os dentes é de enlouquecer. E ao que parece esse tipo de orgasmo é mais frequente do que se imagina: numa pesquisa com 500 mulheres, 29% garantiram já ter experimentado.

Parece mexer mesmo com todas as estruturas...
4. Contatos imediatos com o clitóris

É fato: ele é o "botão mágico" do nosso corpo. Quando as mãos são usadas, movimentos circulares e para a frente e para trás fazem maravilhas. Uma técnica muito eficiente é a "borboleta de Vênus": enquanto uma das mãos acaricia o bumbum e o ânus (mas sem penetração), o anular e o médio da outra mão estimulam o clitóris para cima e para baixo - a ideia é que o movimento seja rápido e suave como o bater das asas de uma borboleta. Outra técnica de sucesso: o homem separa os lábios vaginais e massageia o clitóris com um ou dois dedos, em movimentos circulares ou laterais. Embora mãos competentes sejam uma glória, dificilmente superam a língua em destreza. O que se espera que um bom amante faça com a boca lá embaixo? Use toda a língua, não apenas a ponta, pois cada parte proporciona uma sensação diferente ao toque. Uma das técnicas mais enlouquecedoras é "escrever" todo o alfabeto com a língua. Outra: dar leves batidas com a ponta (mas sem exagerar). E há uma terceira, que chamaremos de SNRD (sente-se no rosto dele) - o nome dispensa explicações, não é? Estimular o clitóris com vibradores é mais uma variação bem-vinda. Melhor ainda se forem dois ou mais ao mesmo tempo, com texturas diferentes. Pedir ao seu amor que os use em você é instrutivo para ele e um bocado excitante para os dois.

5. Em busca do ápice vaginal
 
Algumas posições favorecem o prazer vaginal. As mais recomendadas são a mulher por cima - que, como você já deve saber, tem a vantagem extra de deixar seu amado doido de tesão porque, animal visual que é, fica fascinado com a imagem de seus seios tão perto do rosto e da boca e com sua expressão de prazer. O homem por cima também é favorável porque a penetração profunda e a força que o corpo dele exerce desencadeiam sensações prazerosas em toda a vagina. Para algumas mulheres, um pênis grosso é a melhor opção para chegar a um maravilhoso orgasmo vaginal. Já para as que têm maior sensibilidade na parte mais profunda do colo do útero, um comprido satisfaz à beça. Qual é o seu caso? Em pé, de lado, sentados, de joelhos, por trás... são posições que também levam a esse tipo de orgasmo - mas saiba já: ele nunca será o mais comum, nem o mais fácil, nem o mais intenso.

6. O encanto do mais proibido dos carinhos

Na lista de possíveis fontes de prazer não pode faltar o ânus, com suas terminações nervosas altamente excitáveis. Ele pode ser estimulado com os dedos, a boca, o pênis ou brinquedos eróticos como vibradores e bolinhas. Apenas, antes de se aventurar, tome o cuidado de usar um bom lubrificante para dilatar o esfíncter. Vale tentar.
em você é instrutivo para ele e um bocado excitante para os dois.

Milhões de crianças no mundo não aprendem o básico, diz Unesco


Jornal do Commercio 

Em países em desenvolvimento, 69 milhões de adolescentes e 57 milhões de crianças estavam fora da escola em 2011. Entre os que frequentam a escola, muitos não têm aprendizado  satisfatório devido à baixa qualidade da educação. Os dados estão no 11° Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos, divulgado nesta quarta-feira (29) pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).O relatório monitora os avanços de metas pactuadas entre 164 países a serem cumpridas até 2015. 

“A baixa qualidade da educação significa que milhões de crianças não estão aprendendo sequer o básico. De 650 milhões de crianças em idade de frequentar a educação primária, pelo menos 250 milhões não estão aprendendo o básico de leitura e matemática”, mostra o relatório.
Ela ainda não sabe o básico: de quem é a culpa?
O custo anual de 250 milhões de crianças sem aprender o básico equivale a US$ 129 bilhões, de acordo com a coordenadora de Educação da Unesco no Brasil, Maria Rebeca Otero. “O relatório  aponta que há uma crise de aprendizagem muito grande, em que se perde US$ 129 bilhões por ano, que poderiam estar mais bem investidos na educação”, diz.

Em relação aos adolescentes, o texto indica que muitos não adquiriram as habilidades básicas no primeiro nível de ensino secundário. O número de adolescentes fora da escola apresentou redução de 31%desde 1999. No entanto, a redução está estagnada desde 2007. “Em países de baixa renda, apenas 37% dos adolescentes completam o primeiro nível do ensino secundário e esse número chega a 14% nos países mais pobres”, informa o texto.

A capacitação dos professores e o investimento em educação estão entre os caminhos apontados para superar esses problemas. Os professores ganham atenção no relatório,que trata a capacitação como uma das formas de aperfeiçoar a qualidade da educação. De acordo com a publicação, os governos precisam intensificar os esforços para contratar 1,6 milhão de professores adicionais para conseguir universalizar a educação primária até 2015.

“É importante que possamos atrair bons candidatos para dar aula, pessoas que gostem do que fazem, e oferecer formação continuada.Há necessidade de valorizar melhor os professores e eles devem estar munidos de ferramentas como um currículo adequado”, avalia Maria Rebeca Otero.

Segundo o relatório, seriam necessários esforços significativos de governo e outros agentes, assim como novas formas de financiamento para implementar mudanças necessárias na educação. “No estágio atual, os governos simplesmente não podem se permitir uma redução no investimento da educação. Tampouco os doadores deveriam deixar de cumprir suas promessas de financiamento. Isso pede que exploremos novas formas de financiar necessidades urgentes”, acrescenta.

O relatório monitora os avanços das seis metas do Educação para Todos, estabelecidas por 164 países na Conferência de Dacar(Senegal), em 2000. O prazo para o cumprimento das metas é 2015, no entanto, o relatório conclui que nenhum objetivo será conquistado globalmente nesse prazo. 


Letras e Canções

Leia na íntegra a letra da canção ‘’Flores, Palavras’’ de autoria do cantor e compositor maranhense Fernando Atallaia

Flores, Palavras (Fernando Atallaia)


Flores, palavras e caminhos iguais me fez pensar que ia ser diferente

Alguém que como eu já havia sangrado o bastante de repente resolveu Chegar



Arruma a casa todo dia antes do jantar

Leva as crianças pra escola sem perguntar se tem licença pra levar


Me despreocupei com a cara com os sinais

Minha roupa lambuzei embriagado no quintal

E a vida sem divã pode parecer normal quando o avesso do apego me é peculiar



Flores, palavras e caminhos iguais me fez pensar que ia ser diferente

Alguém que como eu já havia sangrado o bastante de repente resolveu  chegar
Emergentes reagem para conter dólar

Aumento de juros na Índia e na Turquia dá alívio temporário ao mercado financeiro; EUA ainda afetam moedas
Dúvida sobre nova redução do estímulo econômico americano mantém cautela em relação a emergentes 
CAROLINA MATOS ANDERSON FIGO DE SÃO PAULO
 
Com a sua moeda perto do menor nível histórico, a Turquia decidiu elevar fortemente os juros em reunião de emergência do banco central local, uma semana após deixar a taxa inalterada.
A expectativa da medida (anunciada após o fechamento do mercado) e a decisão da Índia de também subir os juros levaram alívio ontem aos mercados emergentes, castigados por três dias seguidos. 

A taxa de referência indiana subiu em 0,25 ponto para 8% ao ano, e as duas principais turcas, de 4,5% ao ano para 10% ao ano e de 7,75% ao ano para 12% ao ano.
Desde que o BC anunciou anteontem a reunião de emergência, a moeda turca se valorizou em 2,8%, mas ainda acumula queda de 5% no ano. 

A Turquia e a Índia (com Brasil, Indonésia e África do Sul) foram chamados, pelo banco Morgan Stanley, de os "cinco frágeis" --os países emergentes sob risco.
Apesar da melhora de ontem, o ambiente, porém, passou longe da tranquilidade. A confiança no retorno financeiro de aplicações em países como o Brasil permaneceu abalada por dúvidas quanto aos próximos passos do programa de redução dos estímulos econômicos dos EUA pelo Fed (BC do país), que finaliza reunião hoje. 

Ontem, das 24 moedas emergentes mais negociadas, 17 tiveram alta em relação ao dólar e 7 caíram. A maior queda foi a do real (0,25%).
O dólar à vista terminou o dia no maior preço em cinco meses no Brasil, R$ 2,427, na sexta sessão seguida de alta. 

Já o Ibovespa, principal índice da Bolsa, subiu 0,29%, após três dias de queda.
Para analistas, o aumento de juros em países emergentes, a exemplo do que já fez o Brasil, é positivo, mas tardio, e tem efeito limitado. 

"Com o corte dos estímulos nos EUA, independentemente do ritmo, a tendência é que o investimento estrangeiro em emergentes diminua, o que significa queda tanto do real quanto das demais moedas emergentes ante o dólar", diz Eduardo Velho, economista-chefe da gestora Invx Global. 

Isso porque, com a redução dos recursos que o BC dos EUA injeta no país, diminui o dinheiro disponível para aplicações em outros mercados. 
Além disso, após a retirada total desses estímulos, esperada para o fim deste ano, a próxima medida do Fed deve ser aumentar o juro básico, hoje perto de zero. 
 
Nesse cenário, os títulos públicos dos EUA, remunerados pelo juro e de baixo risco, tendem a ficar mais atraentes.
Para Reginaldo Galhardo, gerente de câmbio da Treviso Corretora, na crise de credibilidade enfrentada pelos países emergentes hoje, o Brasil está em situação mais favorável que seus pares. 

"Prova disso é que, embora menor que no passado, temos tido investimento estrangeiro direto, aquele que produz riqueza no país." 

O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse que a crise atual é um momento de acomodação da economia global, que pode ser transitório.
segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Na manhã deste domingo (26), em mais uma visita às obras realizadas em toda a cidade, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, acompanhado do secretário de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, esteve no bairro do João Paulo para acompanhar os serviços de recuperação asfáltica e limpeza que seguem em ritmo acelerado.
Prefeitura de São Luís em uma de suas muitas ações voltadas para Infraestrutura da Capital 
Durante a visita, o prefeito Edivaldo conversou com comerciantes da região e foi muito bem recebido pelos moradores. Estamos nas ruas em um domingo como esse para assegurar a comunidade que estamos trabalhando noite e dia. Aqui são muitas ações, que se estendem para toda São Luís e demonstram o nosso compromisso de cuidar da cidade”, afirmou.


O secretário da Semosp, Antônio Araújo, explica que as ações irão desafogar o trânsito e oferecer conforto para quem trafega diariamente nas ruas mais movimentadas da região. “Para não afetar a vida dos moradores e comerciantes, estamos trabalhando intensivamente nos fins de semana. Com essas obras iremos resgatar a mobilidade urbana em todo o bairro”, assegurou.


O prefeito Edivaldo seguiu pela Estrada da Vitória e transversais, aproveitando para ouvir as solicitações dos moradores para novas melhorias. No João Paulo, cerca de 100 homens executam os trabalhos de pavimentação.

O bombeiro José Ribamar Neves conversou com o prefeito. Para ele, as ações irão reduzir a lentidão dos caminhões de carga na região comercial, resultando em satisfação de clientes e comerciantes. “Cada rua que é recuperada deixa tudo melhor para que tem comércio e para quem anda a pé ou de carro porque o conforto é muito maior”, destacou.

Também acompanharam a visita a primeira dama do município, Camila Vasconcelos, a filha Talita e os secretários Geraldo Castro (Educação), Márcio Jerry (Comunicação) e Osmar Filho (Articulação Política).



Matéria enviada por Assessoria de Imprensa da prefeitura de São Luís. 
quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Pelo fortalecimento do Social

Titular da Pasta, Dona Ivone Oliveira, primeira-dama do município, falou à Agência de Notícias Baluarte sobre os principais projetos e organograma da secretaria que dirige; ações implementadas já começam a fazer a diferença na cidade.  


Por Fernando Atallaia
Editor da Agência Baluarte


Combate às desigualdades sociais; fortalecimento dos públicos de maior vulnerabilidade existentes em Paço do Lumiar, e ainda a garantia plena dos direitos dos luminenses, além de um amplo mosaico de ações voltadas para a valorização dos idosos da cidade e juventude local, são algumas das prerrogativas que integram o organograma de atuação da Secretaria de Desenvolvimento Social do governo Josemar, que sob a direção de Dona Ivone Oliveira, segue na instauração de projetos no município.

Semana passada, ANB Online esteve com a secretária para conferir in loco as atividades realizadas pela Pasta. Dona Ivone, do alto de sua simplicidade, recebeu a equipe do Blog com a alegria que lhe é peculiar. Falou sobre os projetos já postos em prática na cidade, e ainda destacou a importância do fortalecimento da identidade sociocultural dos habitantes de Paço que, segundo ela, ainda carecem de muitas medidas, entre emergenciais e a médio e longo prazo que venham ao encontro da cidadania luminense. 

A secretária de Desenvolvimento Social e primeira-dama de Paço do Lumiar, Dona Ivone Oliveira: resgate da tradição do município e fortalecimento do Social através de ações estruturais voltadas para o desenvolvimento da cidade  
''A Secretaria de Desenvolvimento de Paço está trabalhando em principalmente três frentes de atuação, que são o fortalecimento do Social, sob o prisma do enfrentamento de problemas gritantes como a desvalorização dos idosos e a marginalização de nossos jovens; a inserção social sob a perspectiva de integrar todas as camadas sociais e públicos vulneráveis ao que eu chamo de tragédia humana, aí se incluindo o enfrentamento da violência e a humanização constante de nossa população através de políticas públicas concretas e palpáveis como a promoção de cursos voltados para geração de Emprego e Renda, e por fim o delineamento de ações estratégicas que imprimam ao Tecido Social do município uma abertura para o desenvolvimento humano em tudo que este traga de progresso à nossa cidade; estamos empenhados na construção deste organograma que já é uma realidade em Paço desde quando assumimos a titularidade da Pasta’’, explicou a secretária.

Dona Ivone Oliveira lembrou também a importância de se estabelecer o resgate da memória cultural de Paço do Lumiar através da junção das gerações passadas com as mais recentes. ‘’ Já estamos trabalhando esse encontro necessário à transmissão de dados e informações que somente a Tradição representada por nossos idosos pode fornecer; o encontro da Modernidade onde os jovens são a mola-mestra com a Tradição de nosso município; este ano, por exemplo, estaremos promovendo o baile da Terceira Idade, entre tantas outras ações que visem essa aproximação’’, assegurou a titular da Pasta.


A secretária reafirmou também  o interesse do Governo Municipal em apoiar as ações da Pasta pelos próximos três anos e ainda agradeceu pelo apoio recebido até aqui. ‘’ Estamos trabalhando nosso Plano de Metas e contando com a apoio de parceiros como os governos Municipal e Estadual que vem nos apoiando no sentido de cumprirmos o objetivo primordial  pré-estabelecido por nossa equipe, que é o total desenvolvimento da Paço de Lumiar através do Social, portanto, continuaremos na luta por melhores dias na cidade’’, finalizou Dona Ivone. 
quinta-feira, 16 de janeiro de 2014
Assembleia Legislativa do Maranhão arquiva pedido de impeachment de Roseana Sarney

Alex Rodrigues
Da Agência Brasil

Brasília - O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Arnaldo Melo (PMDB), arquivou o pedido de impeachment da governadora Roseana Sarney. O requerimento havia sido protocolado na terça-feira (14) por sete advogados e um bacharel de direito que pediam a saída de Roseana por não garantir direitos e garantias individuais dos presos maranhenses, sobretudo dos que cumprem pena no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

Segundo a assessoria da Assembleia Legislativa, Melo optou pelo arquivamento do pedido com base na recomendação jurídica da Procuradoria-Geral da Casa. A decisão já foi encaminhada para publicação no Diário Oficial, o que deve ocorrer amanhã (17).
Assembleia Legislativa do Maranhão arquiva pedido de impeachment de Roseana Sarney (© Estadão Conteúdo)
Quase, hein Roseana? 
O parecer da Procuradoria-Geral aponta não terem sido indicados fatos que comprovem o crime de responsabilidade por parte da governadora, não havendo justificativas para dar prosseguimento à representação contra ela. A procuradoria também concluiu que os autores do pedido descumpriram o Regimento Interno da Assembleia, que exige que a representação seja efetivada com firma reconhecida e rubricada folha por folha em duplicata. Além disso, uma duplicata do pedido deveria ser enviada imediatamente à governadora para que ela se defendesse. Apenas uma via do pedido foi protocolado na procuradoria, o que, segundo o parecer, 'impede a continuidade da representação por vício de forma'.

De acordo com a Assembleia Legislativa, a procuradoria considerou que a governadora tem adotado medidas para solucionar os problemas de Pedrinhas, entre as quais a instalação de um comitê gestor da crise no sistema carcerário. O comitê foi criado no último dia 9, quase uma semana após cinco ônibus terem sido incendiados por criminosos em São Luís. Cinco pessoas ficaram gravemente feridas em um dos ataques, entre elas a menina Ana Clara Santos Sousa, de 6 anos, que teve queimaduras em 95% do corpo e morreu no dia 6. Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), 60 detentos foram assassinados no interior de Pedrinhas ao longo de 2013.

Em entrevista à Agência Brasil e à Rádio Nacional, Rubens Glezer, um dos integrantes do Coletivo de Advogados em Direitos Humanos - ao qual pertencem os oito autores do pedido de impeachment -, destacou, na ocasião, que a retirada da governadora seria mais democrático e menos traumático que uma eventual intervenção federal, como defendem alguns setores, entre eles a Procuradoria-Geral da República (PGR), que anunciou que iria pedir a intervenção federal no estado. Glezer garantiu, na entrevista, que o pedido protocolado atendia aos requisitos legais e estava bem fundamentado.

'A lei que estabelece os crimes de responsabilidade, que fundamentam os pedidos de impeachment, permitem a todo e qualquer cidadão pedir isso', argumentou o advogado, explicando porque sete dos oitos signatários do pedido serem moradores de São Paulo. 'Por se tratar de um caso de violações de direitos humanos e das garantias individuais, pessoas de fora do estado muitas vezes têm mais condições políticas de fazer essa denúncia do que quem está sujeito ao sistema de segurança pública que está sendo questionado', argumentou Glezer.

Mulheres fazem 'Toplessaço' surpresa contra machismo

'Toplessaço' surpresa reuniu mulheres contra o machismo em Vila Velha e gerou polêmica

Do Pragmatismo Político 

Um ‘toplessaço’ movimentou a praia de Itapoã, em Vila Velha, na última segunda-feira. Sem anunciar na internet, como foi feito no primeiro encontro, o grupo de 15 mulheres foi à praia e ficou sem a parte de cima do biquíni. Segundo a organização, o protesto foi contra o machismo e a expectativa é que as pessoas encarem o manifesto como algo normal.
topless es vila velha
Liberdade: o sorriso diz tudo...
A escritora Tayana Dantas é uma das organizadoras e disse que o topless vai acontecer frequentemente a partir de agora. “Se o homem tem o direito de escolher estar com ou sem camisa, também podemos. Precisamos naturalizar essa prática”, comentou Tayana, que também organizou o toplessaço na Ilha do Boi, em Vitória, no dia 28 de dezembro de 2013.
topless vila velha es
Qual o problema? 
Tayana ainda disse que, há alguns dias, só vai à praia de topless. “Isso tem que se tornar natural. As pessoas têm que se acostumar”, disse.
topless surpresa mulheres vila velha
Ela faria tudo outra vez...
Em nota, a Polícia Militar informou que foi ao local e caracterizou o ato como “importunação ofensiva ao pudor”. Ninguém foi detido.

Incra MA apresenta para representantes da CNA plano de reassentamento de não-índios na Terra Indígena Awá


Da Ascom 


Com o objetivo de apresentar o Plano de Reassentamento que a autarquia está executando para assentar as famílias de não-índios que serão retiradas da Terra Indígena Awá, o superintendente regional do Incra no Maranhão, José Inácio Rodrigues, recebeu na manhã desta terça-feira (14) uma comissão da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) para tratar do processo de desintrusão da Terra Indígena Awá, localizada entre os municípios de São João do Caru, Zé Doca, Newton Belo e Centro Novo. A reunião foi na sede da Superintendência do Incra, no bairro do Anil, em São Luís. 
O presidente do Incra, Zé Inácio: plano de reassentamento de não-índios e preservação de reserva indígena 
Participaram da reunião o coordenador técnico do Instituto CNA, Arno Jerke Júnior; o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Maranhão (Faema); José Hilton Coelho; o assessor jurídico da  Faema, José Luiz Camargo; o consultor jurídico da CNA, Rudy Maia Ferraz e Leonilson Serrão, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Zé Doca.

O superintendente regional do Incra-MA, José Inácio Rodrigues, ressaltou que o governo está cumprindo uma determinação da Justiça. Informou que o trabalho de cadastramento das famílias será iniciado após as notificações, que, até o momento (14/01) não começaram a ser entregues. Os servidores do Incra que farão o cadastramento já estão em São João do Caru.
Ex-prefeito de Cajapió é condenado a devolver mais de R$ 1,3 milhão aos cofres públicos 

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/Ma) julgou irregulares nesta quarta-feira (15) as prestações de contas do ex-prefeito do município de Cajapió, Francisco Xavier Silva Neto, condenando o mesmo a devolver aos cofres públicos mais de R$ 1,3 milhão, além do pagamento de multas que, juntas, somam o valor de R$ 250 mil.  


Francisco Xavier teve julgadas irregulares as prestações de contas Anual (com débito de R$ 1 milhão e 94 mil; e multas de R$ 56 mil, R$ 28 mil e R$ 4 mil), do Fundo Municipal de Saúde (débito de R$ 323 mil e multa de R$ 8 mil), Fundeb (débito de R$ 77 mil e multa de R$ 14 mil) e Fundo Municipal de Assistência Social (multa de R$ 13 mil), todas referentes ao exercício financeiro de 2010. 

Várias foram as irregularidades detectadas pela Unidade Técnica e pelo Ministério Público de Contas, dentre elas despesas não comprovadas, omissão de receita e ausência de processo licitatório. 

Esta não é a primeira vez que Francisco Xavier é condenado pela Corte de Contas maranhense. Em 2011, no exercício do mandato de prefeito, ele foi condenado a devolver ao erário R$ 8,2 milhões. 

As contas julgadas irregulares foram referentes ao exercício financeiro de 2009. 

Na sessão desta quarta-feira, o TCE também julgou irregulares as prestações de contas dos ex-prefeitos Sebastião Lopes Monteiro (, Apicum Açu, contas de Governo, com multa de R$ 30 mil e referente ao exercício financeiro de 2009) e Antônio Rodrigues Pinho (Presidente Medice, Administração Direta, com multa de R$ 16 mil e referente ao exercício financeiro de 2007; Fundo Municipal de Assistência Social, com multa de R$ 4 mil, ano de 2007; Fundeb, com multa de R$ 8 mil e também referente ao exercício financeiro de 2007).  

Com relação ao Poder Legislativo Municipal, tiveram as prestações de contas julgadas irregulares os ex-presidentes de Câmaras, Sebastião Rocha dos Santos (São João do Paraíso, exercício financeiro de 2009, com multas de R$ 18 mil e R$ 10 mil e débito de 1 mil) e Geraldo Amélio Rodrigues Filho (Urbano Santos, exercício financeiro de 2009, com multas de R$ 13 mil e R$ 5 mil e débito de R$ 184 mil).








Matéria enviada por Ascom/TCE. 

Washington Luís visitou diretores da instituição na tarde de ontem e falou sobre projetos voltados para o desenvolvimento do estado e fortalecimento do comércio do País a partir da região Nordeste.


Por Fernando Atallaia
Editor de ANB Online


O ex-vice-governador do Estado, Washington Luís visitou ontem (15) a Câmara de Comércio Nordeste Brasil-Moçambique e parabenizou os diretores da instituição pela atuação do grupo junto ao continente africano e mais precisamente a Moçambique.
Washington aproveitou a oportunidade para opinar sobre possíveis projetos que venham a fortalecer a relação entre Brasil e aquela nação a partir da região Nordeste.

A visita, que teve caráter amistoso, versou também sobre a situação do Maranhão na nomenclatura de comércio exterior, onde a Câmara, sediada em São Luís, traça atualmente uma série de ações visando o estreitamento dos laços diplomáticos e comerciais entre os dois continentes.
Foto: O Presidente da Câmara de Comércio Nordeste do Brasil Moçambique Fabrizio Corrêa recebe o Governador Washington Luiz para tratar de.assuntos de interesse da Câmara e na oportunidade recebeu o livro enviado pelo escritor Rossini Correa..
O ex-vice governador do Maranhão, Washington Luís com o presidente da Câmara de Comércio Nordeste Brasil-Moçambique Fabrizio Correa: visita cordial e preocupação constante com o progresso e fortalecimento da relações de comércio entre as duas nações 
O presidente da instituição, Fabrizio Correa, declarou à reportagem de Agência Baluarte, que o propósito maior da visita do ex-vice governador do Estado, foi a delineação de um cenário que, segundo ele, aponta para grandes perspectivas de parcerias e negócios para Moçambique alavancadas pelo Maranhão.


‘’ O vice-governador, além de parceiro e amigo de nossa iniciativa, é um grande incentivador das ações da Câmara, e certamente nos sentimos honrados por sua visita que sabemos tratar-se de uma cordial e satisfatória lembrança em prol de nosso estado, só temos a agradecer nos colocando a disposição de todos aqueles que queiram e pensem o progresso e o desenvolvimento do Maranhão’’, frisou Fabrizio.
sexta-feira, 10 de janeiro de 2014


UM DESGOVERNO ATUANTE

Governo Roseana Sarney não consegue dá respostas à crise na Segurança Pública alavancada pela criminalidade que se coloca como um estado paralelo dando as cartas na capital do estado; já para o Governo Federal é hora da governadora e sua trupe jogarem a 
toalha.

Por Fernando Atallaia
Editor da Agência baluarte

Não há mais dúvidas que os noticiários locais, nacionais e internacionais dando conta da crise na Segurança Pública no estado do Maranhão puxam outros novelos de uma crise bem maior. Esta, estrutural, conjuntural e patrocinada pela conduta suspeita do governo Roseana Sarney, que emudecido pela torrente de incompetência, irresponsabilidade e malversação do dinheiro publico, além de farta e escancarada corrupção em seus palácios nada tem a dizer (como resposta à crise) à população maranhense e à opinião pública. Ambas sedentas de respostas.
Roseana Sarney reuniu-se com ministro da Justiça em São Luís
Roseana tenta explicar o inexplicável e o ministro da Justiça olha , estupefato: 
governadora do Maranhão não consegue esconder a culpa pela crise na Segurança 
As mortes em Pedrinhas são sintomas desta crise que já  se arrasta há décadas, e que só agora reclama seu espaço. Um Maranhão miserável, incontestavelmente isolado do restante do País, que por anos a fio esteve e ainda está deste lado do Brasil confinado ao abandono e ao bel-prazer politicalho-eleitoreiro de uma mulher sem o mínimo de preparo para governar. Esta é a raiz e a realidade do Governo Roseana e de onde provem o seu conceito de (des)atuação. Ou vice-versa.
Procurador da República, Rodrigo Janot, pedirá a intervenção
Procurador da República Rodrigo Janot pediu intervenção federal:  governo Roseana mostra total incompetência com a coisa pública 
Este cenário, escondido por uma mídia aliciadora que não dorme no ponto, se tornou insuportável, exasperado e visivelmente gritante. O que dizer de ataques freqüentes de facções criminosas por ruas de bairros da cidade, antigamente (bem, antigamente) pacatas; ônibus queimados; assassinatos; furtos e assaltos em grande escala; inocentes mortos, entre estes, crianças e idosos e os muitos casos de violência em todas as esferas de um poder criminoso que em suas ações anuncia o advento de um estado paralelo? 

Roseana Sarney é sim a culpada. Seu Governo, um amontoado de loucos e transviados secretários que não tem a hombridade de renunciar a seus cargos. O Governo Federal, a presidenta Dilma e o ministro da Justiça, além do procurador da República sabem da deformidade que é este Governo. Sabem além da verdade, da realidade. Do factual. Sabem de uma governadora que está levando o Maranhão à guerra civil, aonde cidadãos vem, mesmo que timidamente, dando sua própria resposta ao caos das ruas quando esbofeteiam assaltantes e socam ladrões em praça pública. Uma população assustada.
O secretário de Segurança do Governo Roseana, Aluisio Mendes: incompetente, inepto e ineficaz, ele continua no cargo. E ainda dá entrevistas 
Na Grande São Luís, a crise se instalou de tal forma que perpassa os limites da falta de vergonha da governadora que em entrevista acaba de ‘’informar’’’ que o estado governado por ela só cresce. Um estado de gente desempregada, faminta e sem perspectivas que é explorada por seu grupo político sempre que as eleições se aproximam. Do outro lado, os oposicionistas de plantão aproveitam as mortes e os levantes dos bandidos. Sem explicitar repúdio ou amor pela dor maranhense seguem firmes em seu propósito de chegar ao Poder. Uma coisa pela outra. Seis por meia dúzia.

O Governo Federal se ri de Roseana Sarney. Fica estupefato com sua calhordice. A sua e a de seu secretário, o lesmático e lendário guarda-costas da famíglia Aluísio Mendes, que dotado de atributos como ineficácia, ineficiência e surtos de mentecapto insiste em tapar o sol com a peneira. Estão todos descontentes: população, criminosos, bandidos e congêneres. Esta crise iniciada por Roseana Sarney não deixou saída a ninguém. O inimigo maior destes e daqueles são na verdade aqueles que estão ali próximo de todos, os verdadeiros responsáveis, aqueles que frequentam e habitam um conhecido palácio: o Palácio dos Leões. Se a barbárie deverá continuar, é para lá que ela deveria seguir. Nada mais justo. 

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB