sexta-feira, 19 de julho de 2013

De Volta para o Passado

                  
O medo tomou conta de nossa civilização. O mesmo medo que assaltou os ingleses do século XV e que Thomas Morus descreve em sua Utopia
 

Por Menalton Braff 
      

Um parente de meu vizinho aqui da esquerda recebeu uma visita indesejada numa noite qualquer do mês passado. Dois indivíduos armados pularam-lhe o muro e entraram pela porta da cozinha. Por isso, uma semana depois, ele, o meu vizinho aqui da esquerda, apareceu cá por casa (coisa que não fez durante os anos em que vizinhamos) para se despedir. Ele tinha o olhar apreensivo e irrequieto de quem vê uma ameaça debaixo de cada folha.  Estava de mudança para um condomínio fechado. Soube, também, que aderiu ao teletrabalho: não precisa mais sair de casa nem pra ganhar o pão-nosso-de-cada-dia.

Medo
O medo tomou conta de nossa civilização. O mesmo medo que assaltou os ingleses do século XV e que Thomas Morus descreve em sua 'Utopia'
Ontem parou aqui ao lado um destes caminhões que a gente chama de baú, porque carregam nossos móveis e nossos segredos. Logo depois uns nem sei quantos automóveis e congêneres. Foi um movimento de formigueiro. Camas e vasos, caixas de papelão lacradas, sei lá, toda esta bugiganga sem a qual uma casa não fica com a cara dos donos. Poucas horas depois, ouvi batidas das portas do caminhão-baú, para que não nos esqueçamos - de alguns automóveis e congêneres, e a curiosidade me mordeu: fui espiar. Os móveis já haviam sido engolidos pela casa e os segredos jamais nos serão revelados, pois se o forem deixarão de sê-lo.

Voltei para minha cadeira preguiçosa onde um livro me esperava com sisuda paciência. Mal sentei, o susto: dois homens faziam buracos em cima do muro, enfiavam nestes buracos pequenas hastes de ferro que chumbavam lá no alto com cimento. Uma operação rápida, verdadeira blitzkrieg, e aquilo me assustou um pouco. Nem me levantei, para perguntar irritado o que era que faziam ali, quase dentro do meu quintal.

- O patrão mandou eletrificar, respondeu-me o que já vinha trabalhando mais perto.

A resposta, primeiro, me deixou pasmo porque entendi, não sei por que livre associação, "eletrocutar". E realmente antes que caíssemos todos nós, eu na preguiça e o dia nas sombras, corriam quatro fios que se ligavam às hastes por cima do muro, que estava devidamente eletrocutado. Depois, mercê do que vira, caí novamente, mas desta vez caí do livro em cima de uma reflexão. De queda em queda fui percebendo que o homem não consegue andar em linha reta. Há de fazer sempre seus círculos. Alguns acreditam que a história se desenvolve em círculos; outros acreditam que se desenvolve em espiral, voltando sempre ao mesmo ponto, mas alguns furos acima. Seja como for, percebi que voltáramos à Idade Média.

O medo tomou conta de nossa civilização. O mesmo medo que assaltou os ingleses do século XV e que Thomas Morus descreve em sua Utopia. Depois de criar bandos imensos de miseráveis, a nobreza britânica resolveu enforcá-los porque se tornaram uma ameaça aos seus produtores. Reeve, em sua History of Law, conta que foram enforcados 70.000 nos últimos 14 anos do reinado de Henrique VIII. No Brasil, se tivéssemos de enforcar os ladrões, bem, isso já é outro assunto.

Estou convencido de que a história se desenvolve em espiral. As muralhas dos castelos medievais, hoje, foram transformadas em condomínios fechados ou naqueles quatro fiozinhos que vejo daqui passando por cima do muro aí do lado. E o trabalho em casa, dos mestres artesãos e seus aprendizes, não é mais distribuído por um mercador, mas por outro fio, o telefônico. Alguns furos acima.



Menalton Braff  é cronista e colaborador da revista Carta Capital.

Prefeitura inicia recuperação da Avenida 1 do Maiobão


A Prefeitura de Paço do Lumiar, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra) deu início na manhã de ontem, às obras de recuperação da Avenida 1, do conjunto Maiobão, nas proximidades do Sítio Grande. O local está recebendo serviços de raspagem e terraplanagem, com o objetivo de favorecer o fluxo intenso de veículos e pedestres no local.
 
De acordo com o prefeito Josemar Sobreiro, as obras de infraestrutura viária refletem o compromisso da sua gestão para com a população luminense. "Em  alguns casos, como a Avenida 1, é necessária a realização de serviços diferenciados, com qualidade e durabilidade", observou.
O secretário de Infraestrutura, Marconi Lopes destacou que, além dos serviços viários, a Sinfra está operando na recuperação dos serviços de iluminação pública de todo o município, regularizou a coleta de lixo doméstico e limpeza pública.
 
 
 
 
Matéria enviada por Coordenação de Comunicação da prefeitura de Paço do Lumiar.
 
Caminhão da Juventude será lançado neste sábado em Ribamar
 
 
Solenidade acontece no Liceu Ribamarense I onde a Prefeitura também realizará o projeto Compromisso em Ação, através do qual serão oferecidos gratuitamente à população serviços variados.
 
Em solenidade a ser realizada na manhã deste sábado (20), o prefeito Gil Cutrim lançará oficialmente a versão 2013 do projeto Caminhão da Juventude, ação pioneira em São José de Ribamar e no Maranhão que funciona como uma escola itinerante profissionalizante gratuita, promovedora da inclusão digital, e que visa capacitar os jovens da cidade para inseri-los, de forma mais rápida e eficiente, no concorrido mercado de trabalho.
 
A solenidade acontece às 10h na Escola Municipal Liceu Ribamarense I, localizada na Sede do município, onde a Prefeitura também estará realizando, no horário das 8h às 13h, um grande movimento social, denominado Compromisso em Ação, através do qual serão oferecidos gratuitamente aos ribamarenses serviços variados, tais como teste de glicemia, aplicação de flúor, consultas medicas e de enfermagem, verificação de pressão arterial, atendimento odontológico, oficinas de dança e expressão corporal, oficina de beleza (pedicure, manicure, corte de cabelo e maquiagem), oficina de artesanato, palestras educativas, atividades esportivas, distribuição de mudas, inscrições para cursos do Pronatec, emissão do cartão do SUS, distribuição de preservativos, dentre outras.  
Um total de 110 ribamarenses, moradores da Sede, irão participar gratuitamente dos cursos de informática básica (20 horas), manicure e pedicure (40 horas) e práticas administrativas (40 horas) oferecidos no Caminhao. As aulas terão início já nesta segunda-feira (22) e terão continuidade até o dia 02 de agosto. Em seguida, o projeto seguirá para a região das Vilas, onde as inscrições acontecem entre os dias 22 a 26 deste mês na Escola Municipal São José de Ribamar, sendo que as aulas serão realizadas no período compreendido entre os dias 05 a 16 de agosto.
 
O Caminhão da Juventude, a exemplo dos anos anteriores, percorrerá todas as regiões de São José de Ribamar levando aos moradores uma vasta e gratuita carga de conhecimento.
Funcionamento e lan house gratuita – Em menos de três anos, o Caminhão da Juventude já capacitou mais de oito mil jovens de São José de Ribamar. O projeto funciona da seguinte forma: O laboratório de informática (com 12 computadores interligados à Internet), assim como o espaço para a realização dos cursos profissionalizantes, que também possui computadores interligados à Internet, foi instalado pela prefeitura no container de um caminhão baú de 13 metros de comprimento, que foi totalmente adaptado e climatizado para receber bem os jovens.
 
É importante destacar, ainda, que no horário das 18h às 20h (período no qual os cursos de profissionalização não estão sendo ministrados) o Caminhão da Juventude funciona como uma lan house gratuita. Só para se ter uma ideia, durante o período no qual o Caminhão ficou instalado nas regiões da cidade mais de 50 mil pessoas que não possuem computar em casa, em menos de três anos, utilizaram a Internet gratuita oferecida no espaço.
 
 
O QUE: Lançamento da versão 2013 do projeto Caminhão da Juventude em São José de Ribamar. Durante toda o período da manhã, também será realizado o projeto Compromisso em Ação.

ONDE: Na Escola Municipal Liceu Ribamarense I, localizada na Sede do município.
 
QUANDO: Neste sábado, dia 20, às 10h.
 
 
 
 
 
Matéria enviada por Assessoria de Imprensa da PSJR.

 

Programa de Recuperação Ambiental abre seleção para engenheiro civil


Interessados devem enviar currículo até esta sexta-feira (19).
Cópia do diploma e declaração de que não é servidor devem ser enviados.


Do G1 MA

O Programa de Recuperação Ambiental e Melhoria da Qualidade de Vida da Bacia do Bacanga, executado pela Prefeitura de São Luís, em parceria com o Banco Mundial (Bird), recebe currículos de profissionais formados em Engenharia Civil, até às 18h desta sexta-feira (19).
 
O profissional contratado terá como atribuições a execução de serviços técnicos especializados para o desenvolvimento de estudos, projetos e proposição de soluções para os problemas existentes na Bacia do Bacanga, assessoramento de especialistas.
Os interessados devem enviar currículo, conforme modelo disponibilizado no link “Avisos – Termos de Referência”, do blog da Secretaria Extraordinária de Projetos Especiais (Sempe). Os currículos deverão ser enviados com a cópia do diploma e uma declaração de que o candidato não faz parte da administração pública federal, estadual, municipal ou do Distrito Federal.
 
Os documentos devem ser encaminhados para os e-mails: janildaismenia@sempe.com.br; emileneoliveira@sempe.com.br; e elzabraide@sempe.com.br. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (98) 3212-3402/3212-3403.

 

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB