quarta-feira, 10 de julho de 2013
Uma crise quase inevitável


O atual prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro foi eleito com ajuda de várias lideranças políticas do município, mas como agradecimento fechou os olhos para aqueles que o apoiaram e ainda acha que o mérito é só seu.


Por Fernando Atallaia
Editor de ANB Online
atallaia.baluarte@hotmail.com



Uma crise política quase inevitável já começa a rondar o cenário político do município de Paço do Lumiar a 26 KM de São Luís. Movida pelo descontentamento e insatisfação presentes na base aliada do prefeito, a crise tende a se arrastar se consolidando até os bairros de Paço.

Segundo Fontes ligadas a Sobreiro, Josemar tem se afastado(e literalmente) daqueles que o elegeram prefeito nas últimas eleições, achando que o mérito de sua vitória deve ser atrubuido somente à sua ''performance'' política, o que vem a ser um grande engano.

O fato é que a população de Paço do Lumiar naquele momento(Eleições 2012), não tinha outra alternativa menos desgastada e o nome de Josemar, devido as suas muitas tentativas de chegar ao Poder, estava na fila de espera como o mais cotado. 
Professor Josemar Sobreiro.
Prefeito Josemar Sobreiro tenta ''tapar o sol com a peneira'' ignorando crise que já se arrasta pelo município
A visibilidade do então postulante Sobreiro não era o bastante para elegê-lo, e foi necessário pensar a formação de uma ''força tarefa'' ou bloco unificado de apoio ao candidato Josemar. Deu certo. Josemar se elegeu com ajuda inconteste de centenas de lideranças políticas e comunitárias que à época combatiam Bia Venâncio em sua intragável corrupção.

Hoje já prefeito e caminhando para o último ano de atuação à frente do Executivo Municipal de Paço, Josemar repete sua antecessora em procedimentos questionáveis e nas velhas condutas politiqueiras de sempre. O discurso do ''novo e do fazer diferente'' esbarrou na vaidade do prefeito. Ou na infantilidade de quem nunca havia assumido um cargo público.

A equipe de reportagem da Agência Baluarte, conversou recentemente com alguns políticos de Paço, incluindo vereadores de mandato, e também foi às ruas saber das lideranças que apoiaram Josemar o que de fato estaria ocorrendo com o prefeito.

De um líder político colhemos a seguinte informação.
- Ele simplesmente acha que se elegeu por ele mesmo, quando na verdade só foi eleito porque todos se uniram em torno da candidatura dele, e para piorar hoje ele(prefeito Josemar) retribui colocando o povo de fora(leia-se políticos de São Luís e de outros municípios que integram a gestão de Paço) para governar, Josemar está fazendo como os Arôso(leia-se os ex-prefeitos de Paço do Lumiar, Amadeu e Gilberto Arôso) e Bia sempre fizeram, não há diferença nenhuma- explicou o líder.

As milhares de reclamações à administração Josemar em Paço encontram coro na instabilidade da gestão, que fragilizada na base política, já começa a dá sinais de instabilidade. Realidade que Josemar, se não esconde, faz questão de ignorar. Como Bia Venâncio, que só às vésperas de sua prisão, teve um lapso de consciência de que a ''festa havia acabado'', o prefeito Josemar Sobreiro segue aos sorrisos, equívocos e bocas abertas por onde passa, esquecendo-se contudo que a insatisfação já é um sentimento presente em todas as esferas e meadros de seu Grupo. Agora resta saber se ainda há tempo de contornar!

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores