segunda-feira, 8 de julho de 2013




Volúpia(Giovanni Montini)

 

Giovanni Montini

Minha língua a deslizar pelas linhas do teu rosto

Ao inclinar do pescoço

E ao ínclito ponto culminante do teu seio

Respiramos a mil.



Saboreio ao gosto natural da tua estrutura corporal e sinto

A minha alucinante viagem transcendental

Delírios com a sensibilidade da pele

Onde o brilho do olhar reflete

A tua imagem penetrada na minha imagem

A tua boca junto à minha boca

A tua língua enroscada pela minha língua

 
 
Tesões, beijos molhados, línguas mordidas, ego atingido
Puro orgasmo

Peles, pêlos, mãos à loucura, atos e ações

Tu vives e eu também.

No momento, quem somos?

Não somos ninguem.

No momento, quem fomos?

Fomos e somos, um para o outro, o bem.



 

Giovanni Montini é formado em Jornalismo pela Universidade Estadual da Paraíba-UEPB. Tem mais de 100 textos escritos, entre poemas e letras de canções. Elabora atualmente uma seleção de textos para publicação, que em breve sairá em livro. Além de escritor é também funcionário público lotado na Secretaria de Saúde da prefeitura municipal de São José de Ribamar.
 
 
 
 
 
 
-Textos para essa sessão devem ser enviados para agencia.baluarte@hotmail.com

Envolvimento de Eike Batista com o governo do PT pode gerar escândalo muito maior que o Mensalão

Do Ucho.info


Confusão a caminho – As relações do governo do PT com o megaempresário Eike Batista pode ser maior do que o escândalo do Mensalão do PT, esquema de corrupção montado no governo Lula para comprar apoio de parlamentares no Congresso Nacional, cujo principal mentor, o ex-deputado e então ministro José Dirceu, foi condenado juntamente com outros parlamentares pelo Supremo Tribunal Federal. A opinião é do presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP).
Eike e Dilma estão unidos pelos laços da corrupção já faz um bom tempo
Freire defendeu a união dos partidos de oposição para exigir investigação em todas as instâncias cabíveis de Eike Batista e seus negócios com o governo Lula. “Pelas relações promíscuas e eivadas de corrupção, pelas facilidades com que esse empresário circulava nas hostes governistas, este escândalo poderá ser maior do que do Mensalão, nestes tempos lulopetistas. É preciso que as oposições exijam apuração deste caso”, afirmou Freire.
O 'casamento' era inevitável
Ele lembrou que foi graças ao patrocínio do ex-presidente Lula que Eike Batista foi elevado a “símbolo de capitalista dos tempos de ouro do governo petista”.

O parlamentar defendeu que os contratos do empresário com a Petrobras sejam apurados, bem como o uso do BNDES (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social) para beneficiar onze empresas do grupo EBX, de propriedade de Eike Batista, com o empréstimo de R$ 10 bilhões. “O BNDES é apenas um instrumento desse colossal escândalo que, se for apurado com rigor, poderá abalar a República”, alertou Roberto Freire.

Pimentel deve explicações

O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), protocolou nesta segunda-feira requerimento em que cobra do ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, informações detalhadas sobre os empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES) às empresas de Eike Batista. No documento, Bueno quer saber quais foram os critérios utilizados pela direção do banco para a escolha da EBX como beneficiária dos aportes, cujos recursos são provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

Grupo Sarney define chapa de 2014. Roseana não será candidata

Do blog do Raimundo Garrone


Os últimos dias foram de extrema tensão no seio da família Sarney: depois de meses de indecisão e intriga entre os membros do clã, Roseana e o pai José Sarney bateram juntos o martelo: Luís Fernando Silva será candidato e Roseana permanecerá no governo do estado até o fim do mandato. Lobão continuará no ministério, cedendo lugar no Senado a Lobinho.

Com forte queda na opinião pública e com rejeição crescente devido à paralisia total do governo, que não consegue cumprir as mais simples promessas de campanha, Roseana desistiu de concorrer ao Senado para não passar pelo vexame de não se eleger no próximo ano.

luisfernando1
Luis Fernando já com a taça em mãos para comemorar a vitória em 2014
Representando o clã Sarney, o candidato ao Senado será Gastão Vieira, para substituir a vaga deixada por Cafeteira. As decisões foram tomadas em um momento delicado para a oligarquia mais longeva do país e explicam o chá de sumiço que a governadora tomou nas últimas semanas.

A decisão foi anunciada aos políticos mais próximos após longas reuniões e muitos barracos entre os principais membros do grupo Sarney. Após pesquisas semanais quantitativas (intenção de voto) e qualitativas, além do fraco desempenho de Luís Fernando, ficou evidente que Roseana não tem chances de vencer a disputa pelo Senado.
Agencia Brasil
Gastão Vieira temia remanejamento
Diante do caos que está por vir, o chefe da família passou o veredicto: o único jeito de se manter no poder é a velha força bruta, comprando a eleição. Para isso, Roseana tem que ficar no Palácio dos Leões no momento da eleição.
 
A chapa decidida pelo grupo é, talvez, a mais fraca eleitoralmente da história do grupo Sarney nas disputas pelo poder. Com um candidato a governador que representa a continuidade de um modelo político arcaico, que não convence na tentativa de ser simpático e tem péssimo desempenho nas reuniões políticas (pois não tem paciência para falar com lideranças do interior e atender aos pedidos que recebe), o grupo fez a aposta menos onerosa para quem quer se enraizar no poder.
 
Tentar vencer na força bruta e comprar a eleição com dinheiro do governo do estado foi a estratégia definida para o grupo Sarney tentar permanecer no poder, mesmo com candidatos pouco competitivos.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores