quarta-feira, 19 de junho de 2013
Diretor impõe lei do silêncio no Socorrão
Do blog do Daniel Matos

Devido ao repasse de informações a alguns jornalistas e blogueiros, incluindo este que vos escreve, o diretor-geral do Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, Yglesio Moises, impôs uma espécie de lei do silêncio aos profissionais que trabalham na unidade de saúde. A gota d’água para o gestor foi a matéria aqui postada ontem, sob o título “Sem direito a conforto“, que denunciou as condições inadequadas da sala destinada ao repouso de técnicos de enfermagem, maqueiros e funcionários da higienização do Socorrão I.

O diretor do Socorrão I, Yglesio Moisés( de costas) pressionando funcionária do hospital
A mando de Yglesio, a chefe da área de Enfermagem passou a monitorar todos os passos dos profissionais do setor para evitar que os mesmos façam imagens das instalações do hospital e vazem-nas à imprensa não alinhada à administração municipal. O clima é tenso e alguns servidores se dizem intimidados.

Para se ter ideia do impacto da última denúncia feita por este blog, imediatamente após a publicação da matéria, por volta das 18h desta terça-feira, Yglesio determinou a limpeza geral da sala de repouso e a troca dos colchões rasgados.

Uma prova incontestável de que a exposição dos problemas do serviço público é o melhor caminho para solucioná-los.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores