quarta-feira, 12 de junho de 2013

 

Poesia Sempre!


Rendez-vous

 
Poema de Fernando Atallaia para brochas enrustidos, puritanos e padres casamenteiros.

 
 
Não destruam minha casa nem achem graças das chamas da desgraça

Demorei anos para construir este serralho

Demorei séculos para gozar neste latifúndio.



Não empurrem minhas fachadas rumo ao precipício de seus dias

Nem acordem as cortesãs que lutaram as noites todas de todos os dias  por alguns pães

 
Demorei muito para achar este lugar-me perder neste desvão.
 

Não tolham essa família de raparigas nos corredores das casas grandes- Casas minhas
E nem façam como da última vez que uma andorinha voou longe em seus Verões

O inferno das meninas é não ter cama nas cozinhas é não ter Bocas para as fomes


Desistam do meu nome e me mandem aos meus aposentos de todo Tempo

Lá sem pasárgadas nem brasis atropelados as cabrochas cospem em meus Pés alguns momentos

Não me tenham por medo de ser vós o que agora sois neste poema

Caiam fora morram sem a foda saiam fora sem a xana de uma donzela na Cadeira

Pois além dessas teias há ainda muitos girassóis

Há muitos e muitos girassóis.

Caiam fora.



 
 
2007



 
Vacinação contra a Paralisia Infantil tem continuidade em Ribamar
 
Doses gratuitas da vacina estão disponíveis nas UBS da cidade. Somente no último sábado, mais de oito mil crianças foram vacinadas, o que corresponde ao alcance de 64% da meta estabelecida.

 
 
Terá prosseguimento até o próximo dia 21 deste mês a campanha municipal de vacinação contra a Paralisia Infantil na cidade de São José de Ribamar.
 
Promovida pela administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB), através da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), as doses gratuitas da vacina estão disponíveis em todas as Unidades Básicas de Saúde da cidade.
 
A meta da prefeitura ribamarense é vacinar 12.651 crianças menores de 05 anos, das quais 1.308 crianças com idade variando entre 06 meses a 01 ano; 11.343 crianças entre 01 a 04 anos.
 
Somente no último sábado, considerado como o Dia D de vacinação contra a Pólio no município (na ocasião, foi promovido um grande mutirão, inclusive com o oferecimento de postos alternativos de vacinação), foram vacinadas 8.110 crianças, o que representa o alcance de 64% da meta.
 
São José de Ribamar é uma cidade, cuja erradicação da Poliomielite, está em estado mais do que avançado. No entanto, seguindo determinação do Ministério da Saúde, o município mantém uma adequada Vigilância das Paralisias Flácidas Agudas (PFA), como forma de manter altas e homogêneas as coberturas vacinais contra a doença, tanto nas ações de rotina, como nas campanhas de vacinação.

O objetivo é manter a erradicação da Poliomielite estabelecendo proteção coletiva e evitar a disseminação do vírus vacinal no meio ambiente, através de 100% da cobertura vacinal das crianças menores de 05 anos e resgatar indivíduos suscetíveis (esquema vacinal incompleto ou nunca, vacinado), já que o risco de retorno do poliovírus é uma grande realidade.
A vacina oral contra a Paralisia Infantil é extremamente segura, sendo raras as reações associadas a sua administração. O evento adverso informado como associado à vacina oral produzida a partir dos poliovírus atenuado é a Poliomielite pós-vacinal ou Poliomielite associada ao vírus vacinal, que se caracteriza pelo desenvolvimento de paralisia flácida aguda (PFA) idêntica a que ocorre com o vírus selvagem, podendo também determinar seqüelas motoras definitivas. A ocorrência da paralisia associada à vacina, no entanto, é muito rara.
 
 
 
 
 
Matéria enviada por Assessoria de Imprensa da PSJR.

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB