segunda-feira, 10 de junho de 2013
 
Márcio Jerry dá piti após divulgação de nota do Sindicato dos Funcionários Públicos de São Luis
 
Do blog do Robert Lobato
 
 
Na última sexta-feira, dia 7, o Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís – SINFUSP/SL realizou uma Assembleia Geral para deliberar sobre o reajuste salarial de 7,5% oferecido e chancelado pela Prefeitura de São Luís.
 
Após a referida Assembleia Geral, o SINFUSP/SL divulgou uma nota afirmando que o “reajuste Salarial de 7,5% não é aprovado pela categoria dos municipais” (veja abaixo).
 
 
Foi o suficiente para o secretário de Comunicação da Prefeitura de São Luis, Márcio Jerry, sair ligando para Deus e o mundo no sindicato cobrando explicações sobre a nota, num verdadeiro desrespeito à entidade que representa milhares de pais e mães de família.
 
Completamente transtornado, Jerry viu “manipulação” do conteúdo da nota do SINFUSP/SL pelo “Planalto” e pelo “Governo do Estado”, e que a nota era apenas para “estampar a capa do jornal O Estado do Maranhão no outro dia”. É mole?
 
Talvez a paranoia do secretário deva-se ao fato do vice-governador do Maranhão, Washington Luiz, ter cumprido agenda em Brasília no mesmo dia da assembleia, como se Washington não tivesse coisa muito mais importante para tratar no Planalto do que a pauta da assembleia do SINFUSP/SL, que, convenhamos, não é assunto de interesse nem do Governo do Estado e muito menos do Planalto.
 
São atitudes inconvenientes, autoritárias e desrespeitosas como esta relatada por uma fonte do Blog do Robert Lobato bem situada no SINFUSP/SL, que vêm causando transtornos ao prefeito Edivaldo Júnior.
Veja a íntegra da nota do SINFUSP/SL divulgada na sexta-feira, dia 07 de junho de 2013:
 
O Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís – SINFUSP/SL realizou na manhã desta sexta-feira (07) uma Assembleia Geral com servidores do município, onde puderam discutir o reajuste salarial de 7,5% oferecido e chancelado pela Prefeitura de São Luís. O ato aconteceu no Auditório do SINDSEP (Monte Castelo).
 
“Entendemos este reajuste como algo discriminatório. Para o grupo de Magistério (professores), o aumento foi de 9,5% e para os demais servidores, somente o 7,5%. A categoria esperava que todos fossem tratados sem diferença. A lei prevê tratamento igualitário em matéria de reajuste salarial. Nós não concordamos com esta situação”, criticou o Secretário de Finanças do Sinfusp – Cristovam Araújo.
 
Além das propostas e encaminhamentos que vão ser direcionados ao Executivo Municipal, o Sindicato vai solicitar o apoio da Câmara Municipal de São Luís, a fim de quê, com a ajuda dos vereadores, possam melhorar o valor do reajuste. O Sinfusp/SL entende que a Prefeitura vai ter condições financeiras para que a partir do 2° quadrimestre possa conceder um reajuste complementar (de acordo com a variação/aumento da Receita).
 
Alguns dos servidores presentes propuseram movimento grevista demonstrando total insatisfação com a proposta indecorosa do Governo.
Evitando qualquer descontentamento entre os funcionários municipais e a Prefeitura, o Sinfusp/SL propôs traçar estratégias de mobilizações até o mês de Setembro e afirma que apesar de aceitar o valor de 7,5%, quer um maior percentual de reajuste salarial. Entre as partes está a insatisfação devido aos percentuais não serem consensuais.
 
Desta forma, face às inúmeras contestações acerca do reajuste salarial 2013, a Entidade quer tratar também de questões cruciais que devem ser levadas em conta pelo Governo Municipal, pelos Parlamentares e também pelas Centrais Sindicais nesse debate, entre elas: a continuidade permanente da Mesa de discussão para que outras pautas possam ser tratadas – a Implementação do PCCV (Plano de Cargos, Carreiras e Salários), os 40% dos cargos comissionados, assistência médica e de formação aos servidores, além de uma valorização e incentivo ao servidor para que este possa oferecer um serviço de qualidade à população.

'Formiga louca' infesta regiões dos EUA e ataca aparelhos eletrônicos

Inseto deve ter sido levado do Brasil e da Argentina, dizem cientistas.
Formiga causou prejuízos de US$ 146,5 milhões em um ano no Texas.


Do G1, em São Paulo

Uma espécie de formiga invasora está causando prejuízos em pelo menos quatro estados americanos, apontam jornais e sites de notícias dos EUA. Elas comem de tudo e atacam aparelhos eletrônicos, como celulares, computadores e TVs, afirma o site "ABC News", da rede de televisão americana "ABC".
Pequenos animais também não estão a salvo do inseto, da espécie Nylanderia fulva. Ela é chamada popularmente de "formiga louca", de acordo com o "ABC News".
Formiga da espécie Nylanderia fulva, que está causando prejuízos nos EUA (Foto: Gotzek/Brady/Kallal/Wikicommons)
Formiga da espécie 'Nylanderia fulva', que está causando prejuízos nos EUA (Foto: Gotzek/Brady/Kallal/Wikicommons)
Só no Texas, as formigas causaram prejuízo de US$ 146,5 milhões em equipamentos eletrônicos em um ano, informa o "ABC News". Elas também foram encontradas na Flórida, no Mississippi e na Louisiana, de acordo com os veículos de imprensa.

Os insetos são minúsculos e provavelmente foram levados aos EUA de forma involuntária por pessoas vindas da Argentina e do Brasil, diz o "ABC News". O tamanho diminuto facilita que milhões de formigas se escondam dentro de um laptop, por exemplo, dizem os jornais.

O nome "formiga louca" foi dado porque a trilha que o animal deixa conforme se alimenta é confusa e errática, dizem os jornais americanos.

Primeiro registro

 O primeiro registro da Nylanderia fulva nos EUA foi na cidade de Houston em 2002, afirma o jornal britânico "Daily Mail". O pesquisador Ed LeBrun, da Universidade do Texas, disse ao periódico que as formigas onívoras atacam e matam outras espécies, além de monopolizar fontes de comida, causando problemas ao ecossistema em que estão inseridas.


Produtos químicos que matam insetos comuns não funcionam contra as "formigas loucas", diz o "Daily Mail". O jornal aconselha às pessoas que encontrarem os animais em suas casas a chamarem empresas especializadas no controle de pestes para se livrar do bicho.

'Formigas loucas' percorrem mão de americano (Foto: Reprodução/YouTube/TomRasberry)
'Formigas loucas' percorrem mão de americano (Foto: Reprodução/YouTube/TomRasberry)
Ao atacarem um equipamento eletrônico, as formigas são eletrocutadas e emitem um odor no ar que atrai outras da mesma espécie. Numa série de "ataques", em que tentam "devorar" fios e componentes, as formigas mortas vão se amontoando no aparelho e eventualmente causam um curto-circuito, diz o "ABC News".

Pesquisadores afirmam que as formigas não conseguem sobreviver em ambientes muito secos ou frios. Estes insetos não possuem picadas dolorosas, mas causam prejuízos e invadem carros, casas, aparelhos eletrônicos e outros locais com facilidade, dizem os cientistas.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores