domingo, 28 de abril de 2013
 
 
Diálogos pelo Maranhão participa do II Encontro Regional do PDT em Balsas
 
 
O Movimento Diálogos pelo Maranhão foi recebido na manhã deste sábado (27) na Câmara Municipal de Balsas durante o Encontro Regional de Planejamento Estratégico e Gestão Partidária do PDT, que reuniu lideranças de 16 municípios do sul do estado. O partido manifestou, durante o encontro, o confirmou atuação forte na próxima eleição para o governo do estado, reafirmando que o partido está convicto do apoio ao pré-candidato Flávio Dino.
 
 
A convenção do partido recebeu o Movimento Diálogos pelo Maranhão, que ouviu os problemas da região, reforçando a importância do encontro para discutir e buscar soluções viáveis para os impasses vivenciados pelo sul do estado.
 
 
“O povo do Maranhão cansou desses índices sociais lamentáveis que representam o estado. Essa região já deu inúmeras contribuições para demonstrar que é, sim, possível mudar a realidade do Maranhão. Temos que reforçar e nos imbuir deste sentimento de esperança, de fé, pois existe um caminho para transformar a realidade social do estado”, afirmou Flávio Dino.
 
O pré-candidato Flávio Dino: disputa pelo comando do Governo Estadual já começou
 
Durante o encontro, foi relembrada a atuação do ex-governador Jackson Lago e a percepção do PDT de que é fundamental que a oposição esteja unida na disputa eleitoral nas eleições de 2014.
 
 
Para o presidente do PDT de Balsas, Márcio Honaiser, esse encontro representa o desejo dos partidários de se alinhar ao movimento de mudança de modelo político que está espalhado em todo o estado.
 
 
“Nosso partido já tem candidato para a disputa do governo estadual. O PDT de Balsas e do Sul do Maranhão está unido no propósito de mudança não só para a nossa região, mas para todo o estado. Desse modo, não há melhor nome que represente este propósito. Estamos com a camisa Flávio Dino”, afirmou Honaiser.
 
 
Para Weverton Rocha, deputado federal e presidente do diretório do PDT São Luís, o encontro representa, de fato, a disposição de união. “O sentimento do PDT é pela vitória do pré-candidato, Flávio Dino, e isso está expresso não apenas em palavras, mas em toda a articulação que temos feito para que esse desejo se concretize”.
 
 
O deputado relembrou ainda que há tempos o partido reúne forças para a união da oposição, movimento que começou desde a eleição municipal de São Luís, quando o partido apoiou Edivaldo Holanda Jr.
 
 
“Com a união da oposição, o povo fez a sua parte e escolheu a mudança. O mesmo acontecerá em 2014. Entendemos que agora só existe um partido, o partido que prima pela valorização do nosso povo”, reforçou o deputado Weverton Rocha. 
 
 
O movimento Diálogos pelo Maranhão discutiu a necessidade de superação de injustiças e desigualdade social vivenciada pelo estado. “Os 13 bilhões anuais do orçamento estadual não são aplicados para a maioria do povo. São muitas as promessas que não se concretizam e as pequenas realizações, diante da potencialidade e riqueza do estado”, lembrou Flávio Dino.


 

Matéria enviada por Assessoria de Comunicação do PC do B.

 
 
MPF/ES denuncia falso juiz que enganou 118 pessoas
 
Pedro Paulo da Silva é acusado de praticar crime de estelionato por 121 vezes, além de falsificar documento público


O Ministério Público Federal em Cachoeiro de Itapemirim (ES) denunciou Pedro Paulo da Silva, 44 anos, por enganar 118 pessoas em Ibatiba, Sul do Espírito Santo. O denunciado instalou no município o que denominou de “Tribunal de Justiça Arbitral de Direito Federal do Brasil" e se passava falsamente por juiz. Somente entre junho e setembro de 2009, ele praticou o crime de estelionato por 121 vezes.

Além disso, no mesmo período, o denunciado fez uso, por 329 vezes, do brasão da República falsificado – todos colocados nas capas dos processos apreendidos em seu poder. Também fez uso indevido, por 33 vezes, do brasão da República verdadeiro, em proveito próprio, ao utilizá-lo na capa de envelopes. Em cada um deles havia um contrato de prestação de serviço, celebrado entre o denunciado e diversos credores locais, prevendo o pagamento de 10% e 30% dos valores das dívidas, a título de custas e de honorários, respectivamente. Não satisfeito com a vantagem, o denunciado cobrava honorários também dos devedores. O total de lucro indevido - desconsiderados os contratos que não especificavam valores – ultrapassa R$ 150 mil, valor ainda não atualizado.


Denúncia - Segundo as apurações do MPF/ES, com um discurso enganoso, empregado em conjunto com a utilização de toda a estrutura falsamente montada do “Tribunal Arbitral”, Pedro Paulo, em expediente ilegal e fraudulento de cobrança, induziu 118 pessoas a acreditarem que estariam obrigadas não apenas a se submeterem à arbitragem, como a firmarem acordos de pagamentos de dívidas contraídas no comércio local.
 

O denunciado fazia as vítimas acreditarem que era detentor de poder estatal, a ponto de obrigá-las a se submeter às determinações dele. As “intimações” eram feitas por carta, como num processo oficial. Mas, diversamente do que ocorre em um tribunal arbitral legítimo, o falso juiz pactuava seus serviços apenas com os credores. Para constranger os devedores a cumprirem suas decisões, o denunciado ameaçava-os com a possibilidade de perda de seus bens, entre outras arbitrariedades.

 
O MPF entende que as condutas do denunciado se adequam aos tipos penais previstos nos artigos 171 (estelionato) e 296 (falsificação de selo ou sinal público), do Código Penal Brasileiro. Se for condenado, o acusado pode pegar mais de oito anos de reclusão, além de multa, somente pelo estelionato.

 
 
 


 
 
 

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB