quarta-feira, 27 de março de 2013



A ocupação necessária


Populares invadem casas do programa Minha Casa Minha Vida no residencial Nova Terra localizado em São José de Ribamar no Maranhão. Acontecimento mostra a insatisfação generalizada de uma população com o tratamento dispensado ao programa federal por parte do Governo local


Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte


O tratamento dispensado pelo governo do prefeito peemedebista Gil Cutrim ao programa de habitação federal ‘Minha Casa, Minha Vida’do governo Dilma ganhou notoriedade para além da cidade maranhense São José de Ribamar comandada pelo gestor de 33 anos. Sendo a única cidade brasileira a cobrar o Imposto Sobre Transações Imobiliárias-ITBI de uma população carente que vive à margem das políticas públicas com uma renda per capita girando em torno R$ 600 reais, a cidade balneária como é também denominada, trava uma ‘guerra’ constante com a prefeitura do município pela isenção do imposto.
Ontem, segunda-feira (25), a situação-que já era insustentável-irrompeu na invasão feita por populares ao residencial ‘Nova Terra’localizado naquele território. Sem oposição na câmara de vereadores, o governo Gil Cutrim não encontra obstáculos para reverter quadros de não aceitação de suas medidas inflexíveis no Legislativo. Nas ruas do município a realidade é outra. As mais de 7 mil famíliasque vem sendo prejudicadas pela decisão do Executivo ribamarense em manter o imposto, há dois meses se reúnem com frequência no afã de adquirir suas moradias. 

Pedro Luís, um dos ribamarenses que aclamou a invasão, diz queguardou dinheiro por toda a vida para realizar o sonho da casa própria. Mesmo sendo um dos sorteados o vendedor externo viu suas expectativas se frustrarem naquele município. ’’É a maior injustiça que eu já vi em toda minha vida, só que agora estar acontecendo com a minha família, guardei esse dinheiro a vida toda para pagar essa casa, tem muita gente sem ter onde morar,dormindo na rua’’, afirma. 

 Manisfestantes na área do residencial Nova Terra em São José de Ribamar no Maranhão: luta constante pela posse das moradias

A cidade, que hoje se divide entre os grupos políticos de Gil Cutrim e do advogado maranhense Arnaldo Colaço (candidato ao Executivo nas últimas eleições) tem adeptos de plantão em circunstâncias como essas. Em defesa do prefeito peemedebista, o militante do PMDB, Oliveira, tenta paleativizaras acusações. E culpa o povo:’’ É uma cidade tranquila, o que está acontecendo é que o povo não sabe esperar, o governo GilCutrimsempre quer o melhor para todos’’, tergiversa. Do outro lado, a dona de casa Rosemary Santos é vista aos gritos. ‘’Quero minha casa, isso que estão fazendo (cobrança do imposto) é uma crueldade com o povo de São José de Ribamar’’, deflagra. Rosemary é uma das muitas sorteadas do programa federal que participa da campanha lançada pelo Partido Socialista Brasileiro-PSB de São José de Ribamar pela obtenção (sem IPTI) dos imóveis. 
O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim: esbarrando no marketing inventado

A discussão perpassa os limites da terceira maior cidade do Maranhão. Há aproximadamente um mês virou matéria institucional na Assembleia Legislativa maranhense se arrastando até Brasília onde o prefeito articula junto à bancada federal a ‘solução’ para a celeuma. Enquanto nada é resolvido, as viagens do gestorservem como pauta para o noticiárioestadual dentro de uma estratégia de marketing que visa camuflar a fragilidade do diálogo entre o governo e os contemplados no Programa. O líder comunitário Cícero da Matinha aproveita para lançar um enfoque. ’’ Foi preciso a população fazer uma campanha para eles (governo Gil Cutrim) reagirem de alguma forma e nem se sabe se é a favor do povo, enquanto isso, numa horas dessas não aparece um vereador defendendo os interesses da população, estão todos amarrados, contra o povoeengessados, do jeito que eles gostam, a mídia é grande para mostrar que o povo estar feliz e satisfeito, mas o povo de Ribamarestaré de fato revoltado, cadê os vereadores de oposição da Câmara? Devem estar embaixo da cama assistindo a tudo’’,alfineta. 

Liminar é concedida-Dos corredores da Assembleia Legislativa do Maranhão, mais precisamente das dependências do gabinete do deputado petista Bira do Pindaré (um dos apoiadores da campanha pela isenção) um dado novo é acrescentado à tensão da discussão. Enquanto essa reportagem estava sendo produzida, a equipe da Agência Baluarte foi informada de que uma liminar havia sido aprovada nas últimas horas suspendendo os efeitos da cobrança do imposto. A notícia já começa a ganhar as ruas dos bairros da carente São José de Ribamar. O sorteado Francisco Gonçalves comemora, mas ainda sob hesitações.’’ Tomara que der certo, é uma conquista para nossas famílias, mas será se vai dar certo? Eu espero que sim, é a maior conquista do povo de Ribamar nos últimos 10 anos’’, festeja. 

O governo do prefeito Gil Cutrim tenta evitar possíveis confrontos com as classes populares da cidade. Sabe que não seria nada vantajoso para uma administração que prega total aprovação da gestão pela população vê essa ‘’verdade’’ ser desmontada por conflitos que remetem a uma desorganização espacial do município com ecos em reivindicações de cunho ruralista já historicamente superados. Nas cidades brasileiras onde alguns prefeitos difundem o milagroso conceito de ‘atuação moderna’ como é o caso de São José de Ribamar, esbarrar no marketing inventado seria catastrófico, com consequências inclusive, além-fronteiras. A oposição toca o dedo na ferida. ‘’ Não adianta querer forjar que eles (governo Gil Cutrim) estão lutando pela isenção e pelo povo, a luta pela isenção foi uma iniciativa da nossa oposição, o prefeito nesse caso só pode fazer uma coisa, que é abrir mão do imposto, ele estar sendo levado a tomar essa decisão pela luta popular e agora pela Justiça’’, vangloria-se o estudante universitário Denis Campelo, ligado ao PC do B da cidade. Outra sigla partidária que vem colhendo os frutos das manifestações no entornodo descontentamento dos ribamarenses.

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB