terça-feira, 5 de março de 2013


Mercado Público J. Câmara opera sem condições de funcionamento



Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte



O mercado J. Câmara localizado na sede do município de São José de Ribamar está agonizando. Responsável pelo abastecimento de bairros como Centro, São Raimundo, Moropoia, Campina e Panaquatira, o centro comercial opera atualmente sem as mínimas condições de funcionamento, o que vem incomodando tanto os feirantes que trabalham no local quanto os ribamarenses que necessitam do mercado para fazer compras, diariamente.

Itinerário do descaso: buraco por onde passam dejetos e água contaminada até as dependências internas do Mercado

A estrutura do mercado, constituída por 40 boxes onde aproximadamente 90 profissionais trabalham para fornecer os principais produtos que fazem a feira de centenas de famílias, está ruindo em mau cheiro e falta de iluminação interna. Um esgoto estourado fortalece o abandono assim como o descaso da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento da prefeitura de São José de Ribamar patrocina o desprezo àquele local.

A parte que lhes cabe: Urubus colhem dejetos de esgoto estourado em frente ao Mercado J. Câmara

De acordo com o feirante José Carlos, a direção do Mercado já tentou por diversas vezes, junto à prefeitura, buscar apoio para reverter a deplorável realidade pela qual passa o Centro, mas ficou a ver navios em todas as tentativas. ’’ Estamos buscando uma solução para os problemas do Mercado, não temos iluminação nem o mínimo de infraestrutura, o povo não merece uma situação dessas, mas a Secretaria de Agricultura até hoje nada fez para mudar a situação’’, explica o feirante.
O secretário de Agricultura e Abastecimento da prefeitura de São José de Ribamar, Pedro Oscar: '' responsabilidade é da Secretaria de Obras''

A denúncia chegada à redação da Agência de Notícias Baluarte é uma, dentre tantas, que acompanhada da acentuada revolta popular dá conta de que o mercado J. Câmara já vem sofrendo as agruras da ausência de políticas públicas do Governo Municipal há anos. A equipe de produção   de ANB Online registrou nos últimos dois meses 123 ligações telefônicas denunciando a real situação do mercado J. Câmara em São José de Ribamar.

Diante das denúncias, a reportagem contatou o secretário de Agricultura da prefeitura de São José de Ribamar, Pedro Oscar, que afirmou ser de responsabilidade da secretaria de Obras e Infraestrutura os reparos na estrutura física do prédio que comporta o Mercado. O secretário afirmou ainda que os problemas relacionados à iluminação interna já haviam sido solucionados, mas curiosamente as reclamações em torno das péssimas condições de funcionamento do Mercado J. Câmara não param de chegar a nossa Redação.







Com a colaboração de Ivan Morais.






Diretor do CDP de Pedrinhas é preso

POR OSWALDO VIVIANI


O diretor administrativo do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pedrinhas, Márcio Wendel D’Ávila dos Reis, foi preso em flagrante, ontem (4) à tarde (cerca de 17h), acusado de ter, momentos antes, facilitado a fuga do detento Anders de Araújo Cerqueira, o “Gago”. O preso – que até a manhã de hoje (5) não havia sido recapturado – é acusado integrar uma quadrilha de arrombadores de caixas eletrônicos no Maranhão, com o uso de maçaricos.

Segundo contou Márcio Wendel à polícia, “Gago” teria se queixado de dor de dente e foi levado pelo diretor do CDP num carro – sem algemas e nem escolta – a um ortodontista da Cohab. Ao chegar ao local, o criminoso teria aberto a porta do veículo e fugido correndo, entrando em outro carro, que já o estaria aguardando.

Anders de Araújo é perito em estourar caixas eletrônicos com maçarico

O diretor Márcio Wendel foi encaminhado para a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), onde prestou depoimento ao delegado André Luís Gossain sobre o caso. Após depor, ele pagou uma fiança de R$ 1.360 e foi liberado. Vai responder em liberdade à acusação de facilitação de fuga de preso. Também responderá a inquérito administrativo, aberto pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Anders de Araújo Cerqueira foi preso em maio de 2011, após uma busca que durou vários meses. Deveria cumprir 13 anos de prisão.

Segundo o delegado André Gossain, Anders é um criminoso “de alta periculosidade e sabe tudo sobre arrombamento de caixas eletrônicos com o uso de maçarico”.

MPF/MA move ação contra vereador de Paço do Lumiar

Do MPF/MA

Durante seu mandato como presidente da Câmara municipal, em 2009, Alderico Campos atentou contra os princípios da legalidade e honestidade da administração pública
O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação de improbidade contra o vereador do município de Paço do Lumiar (MA), Alderico Jefferson Abreu Silva Campos, por irregularidades cometidas durante seu mandato. Ele é vereador do município desde 2008, e assumiu a presidência da Câmara, em 2009.
Apesar de ser vereador e presidente da Câmara, Alderico permaneceu como sócio administrador da empresa Qualitech Engenharia Ltda., e firmou contrato para realizar obras para diversos órgãos federais, como Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA), Instituto do Patrimônio Artístico Nacional (Iphan) e Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).
Vereador Alderico Campos: ação do MPF não o deixa dormir tranquilo
De acordo com a Lei Orgânica do município, o vereador não pode, desde a expedição do diploma, firmar ou manter contrato com pessoas jurídicas de direito público, autarquia ou empresa concessionária de cláusula uniforme. Para o MPF/MA, ao permanecer como sócio administrador da empresa Qualitech Engenharia Ltda. e firmar os contratos com estes órgãos, Alderico infringiu os princípios da honestidade e legalidade da administração pública. 
Na ação, que tramita na 6ª vara da Justiça Federal do Maranhão, o MPF/MA pede que Alderico Jefferson Abreu Silva Campos seja condenado com base na lei que dispõe sobre as penas aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício do mandato, cargo, emprego ou função na administração pública (Lei 8.429/92).
Nº processo: 0002054-72.2013.4.01.3700

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB