sábado, 22 de dezembro de 2012

 

Dominguinhos segue internado em Recife

 
O estado de saúde do sanfoneiro, cantor e compositor pernambucano Dominguinhos, de 71 anos, está estável, mas o...
 
 
O Estado de São Paulo



O estado de saúde do sanfoneiro, cantor e compositor pernambucano Dominguinhos, de 71 anos, está estável, mas o artista segue internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Santa Joana, em Recife (PE). De acordo com boletim médico da manhã deste sábado, Dominguinhos se mantém em cuidados intensivos, usando antimicrobianos, sedado e em assistência médica ventilatória mecânica.
O cantor Dominguinhos: internação e quadro de saúde estável

"Não há programação de modificação das condutas terapêuticas atuais nas próximas 48 horas", informa o documento assinado pelo médico intensivista diarista do CTI, dr. Gustavo Trindade Henriques Filho.


José Domingos de Moraes, seu nome completo, está internado no CTI do Hospital Santa Joana desde a última segunda-feira (17). Em 2011, o sanfoneiro teve diagnosticado um câncer de pulmão, posteriormente tratado. Na semana passada, o artista foi uma das atrações das comemorações do centenário de Luiz Gonzaga que aconteceram na cidade de Exu, no sertão pernambucano. Foi consagrado "herdeiro artístico" pelo Rei do Baião aos 16 anos.
 
Monólogo das Mãos
 
Por Giuseppe Ghiaroni  



Para que servem as mãos?
 
As mãos servem para pedir, prometer, chamar, conceder, ameaçar, suplicar, exigir, acariciar, recusar, interrogar, admirar, confessar, calcular, comandar, injuriar, incitar, teimar, encorajar, acusar, condenar, absolver, perdoar, desprezar, desafiar, aplaudir, reger, benzer, humilhar, reconciliar, exaltar, construir, trabalhar, escrever......


As mãos de Maria Antonieta, ao receber o beijo de Mirabeau, salvou o trono da França e apagou a auréola do famoso revolucionário;
múcio Cévola queimou a mão que, por engano não matou Porcena;
foi com as mãos que Jesus amparou Madalena;
com as mãos David agitou a funda que matou Golias;
as mãos dos Césares romanos decidiam a sorte dos gladiadores vencidos na arena;
Pilatos lavou as mãos para limpar a consciência;
os anti-semitas marcavam a porta dos judeus com as mãos vermelhas como signo de morte!



Foi com as mãos que Judas pôs ao pescoço o laço que os outros Judas não encontram.

A mão serve para o herói empunhar a espada e o carrasco, a corda;
o operário construir e o burguês destruir;
o bom amparar e o justo punir;
o amante acariciar e o ladrão roubar;
o honesto trabalhar e o viciado jogar.

Com as mãos atira-se um beijo ou uma pedra, uma flor ou uma granada, uma esmola ou uma bomba!

Com as mãos o agricultor semeia e o anarquista incendeia!

As mãos fazem os salva-vidas e os canhões;
os remédios e os venenos;
os bálsamos e os instrumentos de tortura, a arma que fere e o bisturi que salva.

Com as mãos tapamos os olhos para não ver, e com elas protegemos a vista para ver melhor.

Os olhos dos cegos são as mãos.


As mãos na agulheta do submarino levam o homem para o fundo como os peixes;
no volante da aeronave atiram-nos para as alturas como os pássaros.

O autor do "Homo Rebus" lembra que a mão foi o primeiro prato para o alimento e o primeiro copo para a bebida;
a primeira almofada para repousar a cabeça, a primeira arma e a primeira linguagem.

Esfregando dois ramos, conseguiram-se as chamas.




A mão aberta, acariciando, mostra a bondade;
fechada e levantada mostra a força e o poder;
empunha a espada a pena e a cruz!
Modela os mármores e os bronzes;
da cor às telas e concretiza os sonhos do pensamento e da fantasia nas formas eternas da beleza.
Humilde e poderosa no trabalho, cria a riqueza;
doce e piedosa nos afetos medica as chagas, conforta os aflitos e protege os fracos.


O aperto de duas mãos pode ser a mais sincera confissão de amor, o melhor pacto de amizade ou um juramento de felicidade.



O noivo para casar-se pede a mão de sua amada;
Jesus abençoava com as mãos;
as mães protegem os filhos cobrindo-lhes com as mãos as cabeças inocentes.

Nas despedidas, a gente parte, mas a mão fica, ainda por muito tempo agitando o lenço no ar.
Com as mãos limpamos as nossas lágrimas e as lágrimas alheias.

E nos dois extremos da vida, quando abrimos os olhos para o mundo e quando os fechamos para sempre ainda as mãos prevalecem.

Quando nascemos, para nos levar a carícia do primeiro beijo, são as mãos maternas que nos seguram o corpo pequenino.

E no fim da vida, quando os olhos fecham e o coração pára, o corpo gela e os sentidos desaparecem, são as mãos, ainda brancas de cera que continuam na morte as funções da vida.




E as mãos dos amigos nos conduzem...
E as mãos dos coveiros nos enterram!






Giuseppe Ghiaroni foi escritor. Autor do seriado "Tancredo e trancado", sucesso na Rádio Nacional no começo dos anos 50; de "O romance da eternidade", uma adptação para o rádio, em 300 capítulos do Antigo Testamento; e do "Monólogo das mãos", sucesso das carreiras de Bibi Ferreira e Lucio Mauro no teatro e na TV. Ghiaroni, nos anos 80, foi redator da "Escolinha do professor Raimundo". ele escrveu também "Mãe", uma das novelas de maior sucesso da Rádio Nacional.


MPMA garante bloqueio das contas do Município de João Lisboa

Medida objetiva pagamento dos salários dos servidores, atrasados desde o mês de novembro


A pedido do Ministério Público do Maranhão, a Justiça determinou, nesta quinta-feira, 20, em caráter liminar, o bloqueio de todos os recursos depositados - no período do deferimento da decisão liminar até o dia 31 de dezembro - nas contas bancárias da Prefeitura de João Lisboa, município localizado a 637km de São Luís. A medida tem a finalidade de garantir o pagamento dos salários dos funcionários públicos do município, atrasados desde o mês de novembro.

A decisão acolhe pedido de Ação Civil Pública, proposta pelos promotores de justiça da Comarca de João Lisboa, Maria José Lopes Corrêa e Tarcísio José Sousa Bonfim.
De acordo com a promotora de justiça Maria José Lopes Corrêa, a inadimplência da prefeitura está acarretando prejuízos, inclusive, ao comércio local. Além disso, ofende os direitos coletivo e difuso de todas as pessoas que prestam serviço público no município. "Inúmeros pais de família têm relatado ao Ministério Público que seus lares estão sendo dominados por um clima de instabilidade e aflição", ressaltou, na ação.
O bloqueio das contas deve incluir os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), entre outros.

No prazo de 24 horas após a intimação, o secretário municipal de Administração ou de Finanças deve apresentar a folha de pagamento e os contracheques atualizados dos servidores municipais para providenciar a regularização dos salários atrasados.
Em caso de descumprimento, os gestores podem responder por crime de prevaricação, desobediência e ato de improbidade administrativa.




Redação: Eduardo Júlio (CCOM - MPMA)



Prédio de secretaria municipal de Buriticupu é incendiado

Secretaria de Finanças do município foi incendiada neste sábado (22).
Polícia ainda não sabe as causas do incêndio.


Do G1 MA



A polícia vai apurar as causas de um incêndio ocorrido nas primeiras horas deste sábado (22), em Buriticupu, na região oeste do Estado. Segundo o superintendente de Polícia Civil do interior, delegado Jair de Lima Paiva Junior, o prédio onde funciona a secretaria de Finanças do município pegou fogo, mas a origem do incêndio até o momento não foi detectada.

Incêndio atingiu prédio da prefeitura de Buriticupu (Foto: Luiz Silva/Divulgação)
Prédio da Secretaria de Finanças de Buriticupu em chamas

 
De acordo com o delegado, agentes do Instituto de Criminalística (Icrim) de Imperatriz foram acionados para realizarem uma perícia no local. O laudo será divulgado em dez dias, para a conclusão de um inquérito já intaurado pela polícia local. "Precisamos averiguar se esse incêncio foi criminoso ou casual", afirmou Paiva. O delegado também informou que não houve vítimas, apenas danos materiais.


No entanto, o prefeito Antonio Marcos de Oliveira não descarta que a origem do incêndio tenha sido criminosa: "Ainda não temos elementos científicos que comprovem isso, porque a perícia ainda vai ser feita. Mas temos pessoas que viram um homem de moto saindo do local na hora do incêndio. Por isso temos a suspeita que possa ser uma espécie de queima de arquivo".


O prédio é tombado pelo patrimônio municipal. No local, além da parte de finanças, também funciona a secretaria de Meio Ambiente e um espaço reservado à história da cidade.

Presidente do STF deixou voz da instituição falar mais alto
 
 
Por Fernando Leal


A decisão do ministro Joaquim Barbosa negando o pedido de prisão imediata dos réus condenados feito pelo Ministério Público revela quatro aspectos interessantes.
Primeiro, que há limites para se insistir na tese de que o mensalão é diferente dos outros processos envolvendo questões penais que chegam ao Supremo. É diferente, mas até certo ponto.

Presidente do STF rejeita pedido de prisão de condenados do mensalão

A orientação tradicional do tribunal, firmada a partir do julgamento de diversos habeas corpus, é a de que não se pode prender alguém até que haja uma decisão definitiva --ou seja, contra a qual não cabe mais nenhum tipo de recurso.
Ontem Barbosa mostrou que mesmo uma ação penal que começa e termina na mais alta corte do país não escapa da regra. No caso do mensalão, recursos ainda podem ser interpostos.
E, por isso, decisões podem ser mudadas.


Barbosa deixou claro, em segundo lugar, que o cabimento de embargos infringentes ainda será analisado pelo plenário. Se esses recursos forem admitidos pela corte nos casos de condenação em que houver pelo menos quatro votos favoráveis à absolvição, diversas decisões poderão ser revistas.

E antes que se afirme algo em contrário, a possibilidade não é desprezível. Do julgamento desses recursos poderão participar tanto o ministro Teori Zavascki, recentemente empossado, como, se for nomeado a tempo, o ministro que ocupará a vaga de Ayres Britto.

Em terceiro lugar, a decisão mostrou-se politicamente sábia. Ao não determinar a prisão dos réus, entre os quais há parlamentares, Barbosa impediu novos conflitos com o Legislativo.

Finalmente, Barbosa deu exemplo de colegialidade ao deixar possíveis convicções pessoais de lado e fazer a voz da instituição falar mais alto. O tema enfrentado ontem não era inédito no tribunal e sobre ele Barbosa já se manifestara.

No julgamento do habeas corpus 84.078, por exemplo, o ministro entendeu ser possível a prisão de réus condenados antes da decisão final. Mas foi vencido em plenário. Ontem, como presidente, poderia ter decidido diferente, seguindo sua orientação. Mas não o fez. Exerceu sua função pensando também na integridade da instituição e das suas decisões.
 
 
 
 
Fernando Leal é professor da FGV Direito Rio.
 
 
 
Fim de semana de Cantata Natalina em São José de Ribamar
 
 
Programação organizada pelo Sesc e que conta com o apoio da prefeitura ribamarense será realizada nas dependências da Igreja Matriz, na sede do município.
 
 
O município de São José de Ribamar recebe, neste fim de semana, uma vasta programação cultural em homenagem ao período natalino. Trata-se da Cantata Natalina, evento promovido pelo Sesc Maranhão e que conta com os apoios da administração do prefeito Gil Cutrim (PMDB) e da direção do santuário religioso da cidade.

A programação será realizada na Igreja Matriz, situada na sede do município, e terá início hoje (22) com a apresentação do Coral UEB Sá Vale e encenação do espetáculo infantil “Natal da Dama e o Vagabundo”.

Já no domingo, a partir das 19h50, será a vez das apresentações dos Corais Vozes da Sabedoria e Arte Canto.
 


Programação da Cantata Natalina de São José de Ribamar


 
 
Sábado (22)


19h50 - Coral UEB Sá Vale
20h30 - Natal da Dama e o Vagabundo (espetáculo infantil) 

 
 
Domingo (23)

 
19h50 - Coral Vozes da Sabedoria (TSI SESC)

20h30 - Coral Arte Canto

IPVA 2017

Pesquisar em ANB

Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 9164 10 67

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB