quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

MPF/MA denuncia ex-prefeito de Vitorino Freire

José Juscelino dos Santos Rezende deixou de repassar mais de R$ 132 mil para escola de ensino fundamental
 
 
Do MPF/MA
 
 
O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), por meio do procurador da República Juraci Guimarães Júnior, denunciou o ex-prefeito do município de Vitorino Freire/MA, José Juscelino dos Santos Rezende, por irregularidades na aplicação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), que totalizaram um prejuízo de R$ 132.638,00 aos cofres públicos.
 
Em 2003, a prefeitura de Vitorino Freire incluiu no censo escolar a Escola Família Agrícola Nossa Senhora de Fátima, que é uma unidade comunitária de ensino sem fins lucrativos que atende alunos do 5º ao 8º ano, mantida pela Associação de Pais e Mestres da Roça Vitorinense. Com a inclusão, estes alunos passaram a compor a base de cálculo dos recursos do Fundef que foram repassados para o município, em 2004.
 
José Juscelino dos Santos Rezende: denunciado
 
 
De acordo com o contrato celebrado com a Associação dos Pais e Mestres da Roça Vitorinense, o município deveria repassar mensalmente R$ 12.058,00 do Fundef à Escola Agrícola Nossa Senhora de Fátima, para custear o pagamento de pessoal e a merenda escolar, porém, a prefeitura pagou somente duas parcelas, deixando de repassar R$ 132.638,00 (referente a 11 parcelas).
 
O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) julgou irregulares as contas do município, com a verba do Fundef/2004. Conforme apontado, o município deixou de aplicar 40% dos recursos, proveniente de impostos e transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino, 60% dos recursos repassados pelo Fundef não foram utilizados na valorização dos profissionais do magistério, e foram identificadas irregularidades no processo licitatório, fragmentação indevida de despesas, e a não comprovação de gastos.
 
O MPF/MA pede a condenação de José Juscelino dos Santos Rezende nas penas previstas da Lei que dispõe sobre a responsabilidade dos prefeitos e vereadores Lei nº 201/1967). Caso a Justiça Federal acolha o pedido do MPF, o ex-prefeito pode ser condenado à pena de reclusão de 2 a 12 anos.
 
 
Gil Cutrim será diplomado hoje em São José de Ribamar
 
 
Na oportunidade, Justiça Eleitoral também diplomará o vice-prefeito eleito, Eudes Sampaio; os 17 vereadores (entre eleitos e reeleitos) e seus suplentes.
 
 
O prefeito reeleito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PMDB), será diplomado hoje durante cerimônia a ser realizada no auditório da Casa da Justiça, localizada na sede do município.
Gil Cutrim: mais quatro anos à frente do Executivo de São José de Ribamar
 
 
A cerimônia será comandada pelo juiz da 47ª Zona Eleitoral, Marcelo José Amado Libério, e terá início a partir das 18h. Na ocasião, também serão diplomados o vice-prefeito eleito, Eudes Sampaio (PT do B); os 17 vereadores (entre eleitos e reeleitos); além dos dois primeiros suplentes de cada uma das coligações proporcionais.
 
 
Atual vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Gil Cutrim foi reeleito em outubro com 69,25% dos votos válidos, a maior votação da história política de São José de Ribamar e uma das maiores do Estado.
 
 
 
 
Matéria enviada por Assessoria de Imprensa da PSJR.
 

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores