segunda-feira, 30 de julho de 2012






Candidatura de Fernando Júnior cresce em São José de Ribamar e todo Estado




Candidato pelo PC do B do município, Fernando Júnior tem adesão de centenas de lideranças ribamarenses além do apoio declarado de nomes como Flávio Dino, José Reinaldo Tavares e Rubens Júnior




Por Fernando Atallaia

Da Agência Baluarte






O candidato a vereador Fernando Júnior (PC do B) vem nas últimas semanas gozando da adesão de centenas de lideranças comunitárias de São José de Ribamar e de nomes expressivos da conjuntura política estadual, a exemplo de Talita Laci(candidata a prefeita em Raposa)e do deputado estadual Rubens Júnior do bloco oposicionista da Assembleia Legislativa.



Fernando Júnior com Talita Laci: amizade e parceria declaradas




Pertencente a uma geração que pensa o fazer político a partir da participação popular e do advento da conscientização coletiva, Júnior tem enfrentado uma maratona de visitas e encontros por bairros e localidades do município. ‘’ É muito bom saber que estamos no caminho certo compactuando dos mesmos ideais da população de São José de Ribamar rumo a um projeto arrojado voltado para o desenvolvimento da cidade’’, afirmou o comunista em conversa com o Blog da Agência de Notícias Baluarte.



Amigos de longas datas: presidente da Embratur já tem seu candidato a vereador em São José de Ribamar



Entusiasta confesso da candidatura de Fernando Júnior à Câmara Municipal da cidade balneária, o presidente da Embratur Flávio Dino também já declarou apoio ao líder em muitas ocasiões,  fazendo deferência à campanha do jovem empresário. Na mesma sintonia seguem fortalecendo a campanha de Júnior, Marcelo Tavares e o ex-governador José Reinaldo Tavares. ‘’Pretendemos agradecer aos apoios recebidos através do trabalho que faremos se eleitos formos em prol da população ribamarense que é a única responsável de fato pelo projeto de nossa candidatura’’, disse Fernando.


Ribamar ganha Fábrica de Beneficiamento de Polpa de Frutas
Fruto de uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura, unidade dispõe de equipamentos modernos e irá estimular o aumento da produção e renda de pequenos agricultores ribamarenses.


Em solenidade realizada nesta última sexta-feira (27), os moradores do município de São José de Ribamar receberam mais um importante benefício. Trata-se da Fábrica de Beneficiamento de Polpa de Frutas, localizada no pólo agrícola de Itapari.
Fruto de uma parceria entre a Prefeitura ribamarense e o Governo do Estado, a Fábrica dispõe de equipamentos modernos que serão utilizados pelos produtores rurais no processo de beneficiação e higienização dos alimentos, agregando-lhes valor e tornando-os mais atrativos ao mercado consumidor.




Fernando Fialho, Luís Fernando Silva e Rodrigo Valente: dissertando sobre frutas



A cerimônia de inauguração contou com as presenças do ex-prefeito e atual secretário chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva; do secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), Fernando Fialho; do secretário municipal de Administração, Planejamento e Finanças de São José de Ribamar, Rodrigo Valente; e de demais autoridades estaduais e locais. Junto às lideranças comunitárias e aos moradores da região, os secretários abriram as portas da fábrica.

 
“São José de Ribamar é o exemplo que quero levar para todo o Maranhão. O comprometimento é uma marca de governo desse município que vem desenvolvendo inúmeros projetos no sentido de dar oportunidade ao crescimento da agricultura familiar, incentivando a produção de alimentos dos pequenos produtores”, afirmou Fernando Fialho.




Em visita ao município em maio deste ano, Fernando Fialho já havia demonstrado a intenção de levar a experiência exitosa de São José de Ribamar para as cidades do interior.

 
O presidente da Associação de Pequenos Produtores Rurais do Itapari e Panaquatira, José Ribamar Caldas Silva, e o presidente da associação do pólo agrícola de Bom Jardim, Josemar Souza, agradeceram em nome de toda a comunidade. “Graças às ações de incentivo da Prefeitura, temos a oportunidade de melhorar nossa qualidade de vida com o aumento da produção e renda dos agricultores”, completaram.





“Do Governo do Estado pode-se ver que a administração municipal não parou em nenhum momento e vem realizando diversos programas e projetos de estímulo aos agricultores e pescadores. Somado a uma gestão competente, isso faz de São José de Ribamar referência nacional no que diz respeito às políticas de incentivo á agricultura familiar”, afirmou Luis Fernando.

 
Entre os principais programas e projetos de estímulo à produção da agricultura familiar e da pesca, implantados pela Prefeitura, destacam-se: municipalização da assistência técnica agronômica e veterinária; capacitação de agricultores familiares e pescadores; facilitação do acesso ao crédito (os técnicos da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento elaboram gratuitamente os projetos de financiamento para os agricultores familiares e pescadores); infra-estrutura viária, de energia e de irrigação; distribuição de sementes; apoio à comercialização e aquisição direta, pela Prefeitura, de produtos para a merenda escolar e assistência social; dentre outros.


 


Veja e acompanhe a agenda dos candidatos a prefeito de São José de Ribamar




Agenda de campanha do prefeito e candidato a reeleição, Gil Cutrim 15, para esta terça-feira (31)


Manhã: a partir das 9h, caminhada pelas ruas do bairro Vila São Luís.

Noite: a partir das 19h, reunião com moradores da Vila Tamer.





Agenda de campanha do candidato Arnaldo Colaço(PSB) para esta terça-feira(31)


Não informada.



Agenda do candidato Júlio Filho(PC do B) para esta terça-feira(31)


Não informada.

 








Aposentadoria do Brasil pode sofrer mudanças






Parlamentares e sindicalistas devem iniciar nesta quarta-feira pressões para que o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, coloque em votação projeto que muda a aposentadoria.




A proposta extingue o fator previdenciário –índice que reduz o benefício por tempo de contribuição de quem se aposenta cedo.




A fórmula foi criada para estimular o adiamento do benefício, mas, na prática, isso não ocorreu. Os trabalhadores continuaram a se aposentar cedo, com valor menor, e optaram por continuar na ativa após receber o benefício.




Além disso, há um agravante: em razão do fator, é impossível para o trabalhador programar sua aposentadoria. O índice muda –para pior– todos os anos, com a evolução da expectativa de sobrevida da população.




Hoje, um homem com 60 anos de idade e 35 anos de contribuição tem fator 0,8668 (veja quadro). Porém um trabalhador com 55 anos de idade e 30 de contribuição não terá esse mesmo índice em cinco anos. O fator será menor –porque a expectativa de sobrevida da população tende a aumentar–, e seu impacto na aposentadoria, maior.





FÓRMULA 85/95





A pressão pelo fim do fator aumentou há cinco anos. O Congresso chegou a aprovar sua extinção, mas o então presidente Lula vetou a proposta em 2010 por não haver um substituto para o índice.




Agora as discussões voltam-se para o chamado fator 85/95, que já foi discutido anteriormente, mas acabou descartado. Como o governo não aceita o fim puro e simples do fator atual, a fórmula voltou a ser cogitada.




A proposta é simples: aposentadoria integral quando a soma da idade do segurado com seu tempo de contribuição for 85, para mulheres, e 95, para homens. O tempo mínimo de contribuição (30 anos, para mulheres, e 35, para homens) seria mantido.





A mudança valeria só para os trabalhadores da ativa (veja exemplos no quadro).





O problema é que o governo, que já deveria ter apresentado uma contraproposta mais próxima do que considera viável do ponto de vista orçamentário, não conseguiu finalizar o texto até agora.





Além disso, o Ministério da Previdência já fala que medidas provisórias podem emperrar as votações e levar a discussão para setembro.





O relator do fator 85/95, deputado Ademir Camilo (PSD-MG), entretanto, afirma que Marco Maia será cobrado para manter o acordo de votação até o dia 10 de agosto.





“Temos acordo com as lideranças. Se o governo não apresentar um novo texto, pode fazer ajustes no nosso.”





A CUT e a Força Sindical também prometem pressionar pela votação.












Escritório da FAO é inaugurado hoje em Lisboa para ajudar a combater pobreza e fome





Do Estadão





Lisboa, 30 jul (Lusa) - O escritório da FAO junto do Secretariado Executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é inaugurado hoje em Lisboa, para ajudar a combater a pobreza e a fome nos países lusófonos.

CPLP: Escritório da FAO é inaugurado hoje em Lisboa para ajudar a combater pobreza e fome


CPLP: Escritório da FAO é inaugurado hoje em Lisboa para ajudar a combater pobreza e fome




A cerimónia será copresidida pelo secretário-executivo da CPLP, Domingos Simões Pereira, e pelo diretor-geral da Organização da ONU para a Agricultura e a Alimentação (FAO), o brasileiro José Graziano da Silva, que vai ser distinguido com um doutoramento 'honoris causa' pela Universidade Técnica de Lisboa.






A pobreza e a fome afetam 28 milhões de pessoas nos países lusófonos, indica uma declaração aprovada no dia 20 deste mês, em Maputo, na cimeira de chefes de estado e de governo da CPLP.






Durante o encontro, o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, considerou que o investimento da organização nos estados-membros da CPLP é insuficiente para responder aos desafios de combate à fome e segurança alimentar nos países lusófonos.


 

 

 

Ciro Gomes está incomodado com projeção de Aécio Neves




 
Agência Estado
Redação Folha Vitória






Brasília - "O ex-ministro Ciro Gomes é um traidor, está no ostracismo e não esconde o incômodo com a projeção nacional do ex-governador de Minas Gerais, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), e do presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, Eduardo Campos." A afirmação é do presidente do PSDB de Minas Gerais, deputado Marcus Pestana, ao reagir às declarações de Ciro que, em entrevista ao Estado, apoiou a reeleição da presidente Dilma Rousseff, em 2014.



Preterido pelo PSB para entrar na corrida presidencial de 2010, Ciro defendeu que os socialistas só entrem na disputa pelo Palácio do Planalto em 2018. Foi Eduardo Campos quem brecou a candidatura de Ciro à sucessão de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2010, optando pelo apoio a Dilma Rousseff. "O Ciro está visivelmente incomodado com a projeção do Aécio e do Eduardo Campos e com o seu papel marginal na política", afirmou Pestana.



Ciro Gomes: se corroendo por dentro com a ascenção de Aécio Neves




O deputado tucano rebateu as declarações de Ciro que se disse "decepcionado" com Aécio Neves na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte. Aécio trabalha pela reeleição de Márcio Lacerda (PSB), que foi secretário executivo de Ciro Gomes no Ministério da Integração Nacional. Na última hora, o PT desistiu de manter o apoio à candidatura do socialista, como fez em 2008, e lançou Patrus Ananias na corrida pela prefeitura da capital mineira.




"Quem rompeu com o Márcio Lacerda foi o PT, que quis 'vampirizar' o PSB", disse Pestana. "Não me venha o Ciro falar que a intransigência foi do Aécio."




Marcus Pestana aproveitou ainda para acusar Ciro de ter "traído" o ex-governador e ex-senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Na década de 90, Jereissati lançou Ciro na política, elegendo-o prefeito de Fortaleza pelo PSDB. Pestana argumentou ainda que Ciro "traiu o povo do Ceará" ao ceder aos apelos do ex-presidente Lula e mudar seu título de eleitor para São Paulo, em 2009. "Ele (Ciro) deu às costas ao povo do Ceará."




Ciro Gomes foi candidato à Presidência da República por duas vezes: em 1998 e 2002. Ele tinha pretensões de concorrer novamente em 2010, mas foi impedido por Eduardo Campos. Ao lado de Aécio Neves, o presidente nacional do PSB é um dos nomes mais lembrados para disputar o Palácio do Planalto, em 2014. O nome de Campos também é cotado para ser candidato a vice na provável chapa liderada por Dilma à reeleição.

Nº de visitas

Confira a Hora Certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores