sexta-feira, 22 de junho de 2012





A corrupção centralizada


Líderes e coordenadores políticos de Paço do Lumiar buscam definições para o cenário político do município abandonado. Instabilidade social propiciada pelos políticos locais já se arrasta desde 2008




Por Fernando Atallaia

Editor de ANB Online

atallaia.baluarte@hotmail.com





Indecisão, instabilidade política e reticências são termos bem conhecidos dos jovens líderes políticos do município abandonado de Paço do Lumiar. As muitas alianças imediatistas e vulneráveis entre os políticos locais e os comprometimentos dos mesmos com interesses pessoais e particulares tem abonado ainda mais o descrédito da população e da nova classe política da cidade em relação às eleições desse pleito.



Denúncias de corrupção e favoritismo, além de ‘acordos’ obscuros e barganhas por poder, sinalizam para um município sacralizado pela politicalha e pela jogatina de pessoas(políticos)que orquestram a ascensão social a todo custo, não importando inclusive, as muitas formas e maneiras questionáveis de alcançar os reais objetivos: Paço do Lumiar assiste ao fenômeno desenfreado do alpinismo social daqueles que não medem esforços para 'subir na vida'(leia-se enriquecer ilicitamente)a todo momento.


Bia Venâncio: considerada a pior prefeita do País, gestora tem a rejeição maciça da população de Paço do Lumiar




A equipe de reportagem de ANB Online realizou uma verdadeira devassa na realidade política e social de Paço do Lumiar e encontrou uma jovem classe política desanuviada e temerosa quando a questão é o futuro administrativo da cidade. Ronald Abreu, ex-presidente do diretório municipal do PC do B no município, conta que a falta de alinhamento com o Social e os muitos posicionamentos duvidosos dos políticos de Paço são algumas das causas que afetam a gestão pública como um todo na cidade. ‘’ Não há comprometimento e seriedade nas ações da maioria dos políticos de Paço o que dá margem e espaço para políticos de outras cidades virem pra cá e fazerem o que bem querem no município, até porque com o apoio da administração que aí estar isso é bem possível e quem vai sofrendo as consequências é o povo da cidade’’, diz Abreu.










Outro descontente com a caótica situação do município é o ativista Júlio César Berredo, para quem a calamidade social e os imbróglios políticos presentes em Paço do Lumiar, tem razões mais fundas. ‘’É uma pena que os supostos líderes políticos de nossa cidade se vendem, aqueles que defendiam um discurso anti-Sarney, anti-Aroso agora estão apoiando os mesmos que rebatiam em suas falas, isso leva a crer que o compromisso com a população acaba quando o dinheiro fala mais alto, mas o povo está atento e com certeza vai dá o troco nas urnas, esse compromisso desses falsos líderes de Paço tem razões fundas, bem fundas em regalias e benesses, nas suas próprias contas bancárias, o velho jogo do toma lá dá cá, eles se vendem a cada eleição’’, esclareceu Berredo.






Júlio César Berredo: jovem ativista social, ele anda preocupado com o futuro de Paço do Lumiar

Vitimado pelo abandono e pelos inúmeros casos de improbidade administrativa(corrupção)Paço do Lumiar vem sofrendo nos últimos anos um revés continuado a cada ‘novo’ gestor instalado em seus poderes constituídos. Tanto o Legislativo quanto o Executivo Municipal promovem uma acirrada disputa pela permanência em cargos e beneficiamento de seus aliados em detrimento das políticas públicas. Os currais eleitorais em Paço são visíveis e as ‘alianças’ políticas deflagradas se rompem a cada insinuação  das denominadas 'negociações partidárias’. Um eufemismo para designar o que vulgarmente se conceituaria como compra e venda de apoio a candidaturas. Uma espécie de caracterização da prática vivenciada por propineiros e propinados no município.


Josemar Sobreiro, o Prof. Josemar: republicano tem a árdua missão de resgatar o município do atraso e da politicalha dominante
Nas últimas semanas, por exemplo, dois líderes políticos da cidade migraram para grupos que combatiam veementemente há anos. O objetivo , dizem fontes não identificadas, seria enfraquecer e/ou  fragmentar as articulações de Josemar Sobreiro(PR) o segundo mais votado nas eleições passadas. ‘’Eles sabem que com Josemar, além de termos um prefeito nascido no Paço, a população luminense teria mais espaço na gestão da cidade, por isso já estão comprando apoio pra todo lado’’, afirma a militante Cláudia Oliveira do bairro Maiobão. Cláudia referia-se ao ex-líder da oposição Inácio (mais conhecido como Inácio do Paço)que recentemente declarou apoio a Adriano Sarney(PV) candidato da prefeita Bia Venâncio às majoritárias deste ano.

Esvaziamento- A exponencial e gritante rejeição da prefeita Bia Venâncio junto à população de Paço do Lumiar é uma máxima naquele município e a desistência da Chefa do Executivo a reeleição causa estranheza no meio politico e nos bairros e comunidades de maior capilaridade eleitoral da cidade a exemplo do Maiobão e Zona Rural.’’ Porque ela desistiu dela ser candidata pra apoiar gente de fora se ela pode se lançar de novo, agora ela tem que  pagar pelo apoio do Sarney Filho que não deixou ela ser presa, o preço é apoiar o filho dele pra prefeito, todo mundo sabe que é isso, mas nesse candidato dela a gente não vota, o povo do Paço não é besta’’, afirmou o mestre de obras Luís Carlos, residente no bairro Mojó, zona rural de Paço do Lumiar.
Venâncio acumula um currículo invejável, pontuado por inúmeras cassações e idas e voltas à titularidade do Executivo Municipal de Paço do Lumiar. A desistência da prefeita reflete hoje o asco com o qual grande parte da população luminense vê a administração atual. Uma administração corrupta, corruptível e corruptora: as cooptações em Paço do Lumiar tem sido feitas a varejo, atacado e a preços de ‘banana ou diamantes’. Comenta-se na cidade que as ''as novas aquisições'' do grupo Bia Venâncio- com intuito de fortalecer o candidato do Executivo- , custaram  aos cofres públicos algo em torno de R$ 900 mil reais.

Na mesma sintonia, o Legislativo local, que teria em tese a função de denunciar os desmandos e arbitrariedades da prefeita, foi também denunciado recentemente em quase todo seu conjunto, ao que numa suposta concorrência com o Executivo Municipal não deixou por menos. Vereadores e prefeita andam juntos protagonizando um desgaste proporcionado por atos de improbidade, malversação do dinheiro público e formação de quadrilha, o que na prática vem ocasionando um esvaziamento de suas funções nos lugares onde estão instalados e que já nem poderiam estar.








TCE desaprova contas dos prefeitos de Junco do Maranhão e Mirinzal






O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) desaprovou, nesta quarta-feira, 22, as contas dos prefeitos Iltamar de Araújo Pereira (Junco do Maranhão) e Ivaldo Almeida Ferreira (Mirinzal).





Prefeito de Mirinzal, Ivaldo Almeida Ferreira



Iltamar de Araujo teve suas contas, referente ao exercício financeiro de 2008, julgadas irregulares e relativas às gestões do Fundo Municipal de Ação Social (ressarcimento de R$ 80.346,77 e multa com o igual valor); Fundo Municipal de Saúde (multa de R$ 2 mil); e FUNDEB (ressarcimento de R$ 2.136,38 e multa com o mesmo valor).




Ivaldo Almeida teve desaprovadas as sua prestações de contas, referentes ao exercício financeiro de 2008, na gestão do Fundo Municipal de Saúde, com aplicação de multa no valor de R$ 20 mil.




Governo Municipal dá continuidade a ordens de serviço e inaugurações


Da Redação



O Governo Municipal e a prefeitura de São José de Ribamar dão continuidade às ordens de serviço e inaugurações que cumprem o cronograma de trabalho definido pelo Executivo na cidade balnearia. De acordo com Frédson Froz, secretário de governo, mesmo diante das eleições deste ano, as ações sociais voltadas para as áreas de atuação do Governo devem continuar. ‘’ Estamos seguindo com as ordens de serviço já pré-estabelecidas pela administração Gil Cutrim e daremos continuidade à implantação dos projetos sociais no município, independentemente das eleições’’, afirmou o secretário.


Frédson Froz(à esquerda) ladeado pelos vereadores Lázaro e Marlene Monroe: ordens de serviço e inaugurações devem continuar


Os bairros recém-contemplados pelo Executivo Municipal são as vilas São José e Dr. Julinho, que receberam hoje (22) ordem de serviço para pavimentação asfáltica e drenagem de ruas e avenidas. Amanhã o Governo segue para a Vila Kiola, que também será beneficiada com terraplanagem, calçamento e pavimentação de uma de suas principais avenidas.






MP ajuíza ação contra presidente da Câmara de Paço do Lumiar




Alderico Campos não teria cumprido Leis Federais sobre transparência.
Caso seja culpado pela Justiça, perderá seus direitos políticos por cinco anos.






Do G1 MA





O Ministério Público Estadual (MPE) ajuizou ação civil pública contra o presidente da Câmara de Vareadores de Paço do Lumiar, Alderico Jefferson Abreu Silva Campos, alegando que o parlamentar não tem cumprido as leis da Transparência a de Responsabilidade Fiscal, que obrigam órgãos públicos federais, estaduais e municípios com mais de 50 mil habitantes a publicar informações orçamentárias na internet. A ação é parecida com a que o próprio MP protocolou contra a prefeita do município, Bia Venâncio, no último dia 13, também por não cumprimento da lei Federal.




A ação teve por base as apurações do inquérito civil instaurado pelo MPMA, que constatou o não-cumprimento, pela Prefeitura de Paço do Lumiar e pela Câmara de Vereadores do município, da obrigação de divulgar adequadamente informações sobre a execução orçamentária e financeira por meio do Portal da Transparência do município.




Vereador Alderico Campos: presidência da câmara com ele está por um triz




O G1 tentou contato com o presidente da Câmara de Vereadores, mas foi informado por seu irmão, Fred, que o parlamentar não poderia atender, pois estaria em reunião.





Caso a Justiça acate a denúncia e julgue procedente a ação, Campos poderá ter seus direitos políticos suspensos por até cinco anos e ser obrigado a pagar uma multa de cem vezes o valor de sua remuneração, além de ser proibido de firmar contratos e/ou receber benefícios também por cinco anos.









Com informações de ANB Online.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB