sexta-feira, 6 de abril de 2012


MINISTERIO DA SAÚDE SUSPENDE REPASSE DE RECURSOS PARA SÃO JOSÉ DE RIBAMAR  

Suspensão de recursos fora motivada por irregularidades no Programa Saúde da Família(PSF). O corte atingiu 01 equipe do PSF, 01 equipe do Saúde Bucal e 10(dez) Agentes Comunitários de Saúde. 

O Ministério da Saúde suspendeu o repasse de recursos relativos ao último mês de fevereiro para o custeio de 278 Equipes de Saúde da Família, 284 Equipes de Saúde Bucal e 1.940 Agentes Comunitários de Saúde que atuam na Estratégia Saúde da Família (ESF) em 320 municípios.


Maria Cristina Moreira Lima: secretária de Saúde de São José de Ribamar

A suspensão dos incentivos financeiros foi motivada por irregularidades no cadastro de profissionais da ESF, apontada pelo Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES).

Em são José de Ribamar as irregularidades atingiram 01 equipe do PSF, 01 equipe do Saúde Bucal e 10(dez) Agentes Comunitários de Saúde.  
             
A medida faz parte da ação de fiscalização e transparência na aplicação de recursos da Atenção Básica e é realizada sempre que o Ministério da Saúde identifica irregularidades na gestão de estratégias e programas por parte das secretarias municipais de saúde, responsáveis diretas pela execução dos serviços de saúde aos usuários do Sistema Único de Saúde.  
            
A Portaria 563, publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (11), informa a lista dos municípios que deixaram de receber a parcela de dezembro do incentivo financeiro correspondente ao Piso de Atenção Básica (PAB) Variável e também das equipes e agentes que apresentaram problemas no SCNES.

Prefeito Gil Cutrim: Saúde Pública em sua gestão, pelo que se vê, não é prioridade

Como os recursos são restabelecidos no momento em que as inadequações são solucionadas, a suspensão não representa a interrupção da Estratégia Saúde da Família e do Programa Brasil Sorridente nessas localidades. 
            
ATENÇÃO BÁSICA – O Saúde da Família é a principal estratégia do Ministério da Saúde para reorientar o modelo de assistência à saúde da população a partir da atenção primária, que é a principal e mais próxima porta de entrada do SUS, capaz de resolver até 80% dos problemas de saúde das pessoas. 
          
As equipes multidisciplinares que atuam na estratégia são formadas por médico, enfermeiro, técnico ou auxiliar de enfermagem e agentes comunitários de saúde para o desenvolvimento de ações de diagnóstico e orientação para o tratamento de doenças, promoção da saúde, prevenção de agravos e reabilitação dos pacientes. 
Infecção hospitalar pode fechar Hospital Municipal de Alto Alegre

Do blog do Marcelo Vieira

Em pleno ano eleitoral, o prefeito de Alto Alegre do Pindaré, Atemir Botelho (PRTB), terá que explicar os motivos que levaram a saúde pública no município ao caos. A má gestão do prefeito e o descaso com a saúde, pode resultar no fechamento do Hospital Municipal de Alto Alegre
eontem, seis pacientes que se submeteram a cirurgias no hospital, retornaram em estado grave, vitimas de infecção hospitalar .

Os motivos são os mais diversos: má conservação, manipulação inadequada de material hospitalar e principalmente a falta de limpeza e higiene, o que favorece a proliferação de vírus e bactérias, principais causadores das infecções hospitalares.


Prefeito Atemir Botelho:péssima administração pública é o seu forte em Alto Alegre

No mês anterior, no mesmo hospital, uma criança morreu de causa desconhecida.

Dez dias depois, pressionado pela família do menino, um médico apresentou um laudo onde atestou que a criança morreu vítima de menigite – inflamação das membranas que cobrem o cérebro, ou comprometimento do tecido cerebral, causada por vírus, bactérias, fungos ou protozoários.

A doença é grave e a criança deveria ser transferida para São Luís, o que não aconteceu.

A saúde em Alto Alegre vai de mal a pior e o prefeito Atemir ainda não deu sinais de recuperação, ao contrário ignora o problema e preocupa-se apenas em cooptar aliados para sua reeleição. Enquanto isso o povo sofre a míngua em seu hospital.

Com a palavra a Secretaria de Saúde do Estado e a Vigilância Sanitária
PF fecha o cerco à câmara de vereadores de Raposa

Do blog do Domingos Costa

Durante todo o dia da última segunda-feira, 02, uma picape da Polícia Federal esteve em diligência no Município de Raposa, após visitar a sede da Colônia de Pescadores, os agentes federais se dirigiram para sede da Câmara de Vereadores.

Por volta das 10h, os dois Agentes Federais entraram na Câmara à procura do Presidente da “Casa do povo raposense”, Eudes da Silva Barros, passaram cerca de quase uma hora trancados no único gabinete da Câmara, que é justamente o da presidência.


Eudes Barros, presidente da câmara de vereadores de Raposa: PF está no encalço dele
Sobre a passagem da Federal pela Colônia de Pescadores, conversei com o Presidente da entidade, Pierre Oliveira, que informou que os agentes estavam à procura de uma pessoa que se dizia ser pescador.

Os “burburinhos políticos” foram grandes, primeiro, disseram que a Federal estava na busca por antigos dirigentes da Colônia de Pescadores, por conta de aposentadorias misteriosas junto ao INSS. Justamente, onde o Vereador Clodomir Paraíba (PRTB) tem atuação com “grandes” serviços prestados à comunidade, e olha que pode até sobrar para o candidato de Paraíba.

Carro da Polícia Federal na frente da Câmara de Vereadores de Raposa

Carro da Polícia Federal na frente da câmara de vereadores de Raposa

Já durante a noite, reforçaram os comentários que os “homens” queriam mesmo era notificar o Presidente da Casa, Eudes Barros e alguns personagens da Administração Paraíba na Raposa. E provavelmente, a Secretária Inês Carneiro, responsável pelas finanças da Prefeitura.

Fica uma pergunta, o quê realmente a Policia Federal queria na Câmara de Vereadores de Raposa? Você sabe?


Com informações de ANB Online.
Aluísio Mendes e João Alberto na guerra pelo poder

Do blog do John Cutrim

A viagem da governadora Roseana Sarney aos Estados Unidos provocou um ‘Deus nos acuda’ nas hostes do governo. Há uma disputa feroz por poder, de quem manda e tem mais autoridade para dar ordens nos Leões.

Aluísio Mendes: secretário mede forças com João Alberto na guerra pelo poder

Depois de uma suposta discussão com o vice-governador Washington Luiz (PT) onde o petista teria cogitado, inclusive, desistir da sua candidatura a prefeito de São Luís, o senador licenciado e atual secretário de Estado de Projetos Especiais, João Alberto (PMDB), que negou tal informação através de sua assessoria, é pivô agora de mais um entrevero.

A confusão envolve o secretário Segurança Pública, Aluísio Mendes. É o seguinte: Aluísio está fazendo mudanças de comando em alguns batalhões da Polícia Militar sem que seja publicado nada oficialmente.




Em Bacabal, por exemplo, Aluísio Mendes articulou a substituição do comandante do batalhão local (15º), a revelia de João Alberto. O senador não queria a troca e chegou a manifestar ser contrário a decisão do titular da SSP. Segundo o blog do Louremar Fernandes, o tenente-coronel Gonçalo deve assumir no lugar do Major Eriverton Nunes.
Para quem não sabe, Bacabal é nicho político de João Alberto, portanto qualquer decisão que reporte ao seu território é mais do que natural consultá-lo. E, aproveitando a ausência de Roseana, Aluísio tomou a decisão de forma unilateral, sem informar João Alberto e entrando, dessa forma, em rota de colisão com o senador ‘Carcará’.
Agindo assim, Aluísio parece tomar decisões no apagar das luzes como se fosse sair do cargo e deixar algumas questões resolvidas. Ou então é mais uma tentativa de demarcar território, mesmo que para isso acumule vários inimigos no governo.

Com informações de ANB Online.

Nº de visitas

Confira a Hora Certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores