segunda-feira, 2 de abril de 2012

A evocação do ano eleitoral e a subestimação do eleitorado ribamarense

Prefeitura de São José de Ribamar investe pesado em subestimação e anuncia milhões em realizações sociais; enquanto isso, as obras em andamento no município continuam incompletas e inacabadas no ano em que os esforços do governo Gil Cutrim caminham para a vitória da reeleição a todo custo.   

Por Fernando Atallaia

Da Agência Baluarte


A prefeitura de São José de Ribamar não se esmera nem tampouco se importa em manter nos bastidores sua intenção primordial: a reeleição do prefeito Gil Cutrim em outubro próximo. Desta feita, vem com alguns diferenciais: subestima o morador/eleitor de São José de Ribamar dentro de uma prática já comumente conhecida nos redutos da politicalha, que nada mais é, que o apelo as emoções, sentidos e/ou a psicologia do ribamarense fadado à morosidade e descaso da atual gestão.

Em pormenores, as reivindicações feitas desde 2010 pela grande maioria da população só agora, em ano eleitoral, estão sendo supostamente contempladas pela 'atenção' do prefeito. Convém frisar que os apelos das comunidades ribamarenses que pedem exaustivamente por calçamento de ruas, reformas em escolas, construção de praças e hospitais vai ao encontro de outro, este o proporcionado pela gestão Gil Cutrim em São José de Ribamar: o apelo à esperança do eleitor/habitante humilde da cidade em 'ganhar' tais benefícios como quase benesses do Senhor aos serviçais. Uma inversão de deveres, certamente. Dona Rita de Jesus, moradora do bairro Vila Cafeteira em conversa amistosa com este repórter desmascarou a prática fantasiosa já usual na cidade balneária há tempos. ’Meu filho, eles dizem que vão fazer as coisas, asfaltar as ruas e a gente acredita, depois das eleições fica tudo a mesma coisa, a gente tem aquela esperança deles trabalhar por isso que a gente vota’’, explicou a  moradora. Esta realidade se estende às gestões anteriores que abusaram de tal prática por décadas.




Gil Cutrim: antigas práticas de alienação eleitoral contra o senso crítico do eleitorado ribamarense
Uma administração que difunde ‘modernidade e dinamismo’ nas ações, mais que em sua gênese bebe da mesma fonte das sorrateiras e lastimáveis formas de alienar populações em benefício, aproveitamento e continuísmo de seu grupo político no município. Assim tem sido a gestão de Gil Cutrim em São José de Ribamar. O exemplo? O pacote anunciado no último dia 16 de março no valor de R$ 5.753.510,52 para obras de infraestrutura na cidade balneária será indiscutivelmente aproveitado como propaganda eleitoreira neste ano e servirá de mote principal para alavancar outros ‘investimentos’ feitos pelo atual governo de maneira a preencher as lacunas  insustentáveis das estratégias de publicidade e marketing da campanha do prefeito.
Comunidades e bairros sofridos de São José de Ribamar, como Vila Flamengo e Itaguará, dentre tantos outros, já vem reclamando por melhorias na área da infraestrutura há anos. Em contrapartida, a duvidosa contemplação com ‘obras’ e as esperadas ‘realizações’ sociais da prefeitura só agora acontecem dentro de uma pressa e de um imediatismo que mostra de forma clara que não há um planejamento sistemático e legítimo nas ações do Executivo que não esteja puramente voltado para o ano eleitoral vigente.

O grau de subestimação aos habitantes e moradores de São José de Ribamar passa, sobretudo, pela certeza que esta administração demonstra ter de que o eleitorado ribamarense é ingênuo, vulnerável e alienado. Ledo engano: o povo da cidade entende que as obras iniciadas de dois anos para cá mal foram finalizadas e, as que se antecedem a estas, estão em seu conjunto reclamando reparos e as sempre atuais restaurações.

Portanto, se o cenário é este-precário, caótico e insuficiente- como se justifica a continuidade de obras em tempo tão hábil, uma vez que em se olhando para trás encontramos o município povoado de obras incompletas, inacabadas e com prováveis suspeitas de superfaturamento? A leitura que o habitante do município faz não leva a crer que o atual prefeito incorpore o papel do ‘bonzinho’ como era no passado com gestores que o antecederam. O eleitor ribamarense hoje já não se deixa convencer pelos valores 'chocantes' anunciados em pacotes promocionais de campanhas veladas nas entrelinhas. O eleitor do município está atento e revoltado. E o que muitos não sabem é, que além de votar, ele também mora na cidade.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       























paPoÉtico: Lançamento dos livros “O Perdedor de Tempo”, de Dyl Pires, e “Isabel Comics”, de Bruno Azevedo.
Dia 05 de abri, às 19h30, no Chico Discos



Por Paulo Melo Sousa



O poeta e ator maranhense Dyl Pires, radicado em São Paulo, integra a Cia de Teatro Os Satyros. Lançará dia 05 de abril, seu mais recente livro de poesias, "O Perdedor de Tempo". Dyl, publicou, dentre outros, no Jornal Rascunho de Literatura, Revista Literatura em Debate e na Revista Pitomba. Levou ainda o primeiro lugar no décimo segundo Festival Maranhense de Poesia e no quinto Concurso de Poesia dos Parlapatões. Após o lançamento, o ator e poeta retornará a São Paulo, onde estreará  dia 13 de abril o espetáculo "Satyros Satiricon", nova montagem da Cia de Teatro Os Satyros.

Dyl Pires:da geração do repórter deste blog, o escritor é amigo pessoal do editor de ANB Online  

Bruno Azevedo é escritor e tradutor. Autor de “O Monstro Sousa (romance festifud) e de Breganejo Blues (novela Trezoitão). Um dos articuladores da revista Pitomba, Bruno Azevedo, que investe na bizarrice como recurso na sua literatura, foi entrevistado recentemente no Programa do Jô.

O Projeto Papoético existe desde novembro de 2010 e acontece semanalmente, às quintas-feiras, reunindo um grupo seleto de convidados, que se encontram para debater arte e cultura, com leituras de poesia, contos e performances, exibição de filmes, apresentações musicais. Completamos no dia 25 de novembro de 2011 o primeiro aniversário do Papoético, que acontece no CHICODISCOS (RUA DE SÃO JOÃO, ESQUINA COM RUA DOS AFOGADOS, ONDE TEM UM SEMÁFORO, 389 – A, ALTOS – Centro Histórico). Lá funciona um Bar Experimental, Cachaçaria com som de primeira. Entrada franca.


Paulo Melo Sousa é poeta e jornalista do suplemente JP Turismo do Jornal Pequeno.


Secretária Conceição Andrade se reúne em Brasília com ministro do Desenvolvimento Agrário  

Por Rejane Freitas 
Especial para ANB Online  

A secretária do Estado de Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Conceição Andrade, participou, semana passada, em Brasília, de diversas audiências e eventos. Entre os quais, a 10ª Reunião do Grupo Executivo Intergovernamental Terra Legal, no Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA).

A reunião teve a presença do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas; do secretário nacional de Regularização Fundiária para a Amazônia Legal (Terra Legal), Sérgio Roberto Lopes; além de representantes do Ministério Público, Instituto Nacional de Colonização de Reforma Agrária (Incra), Confederação Nacional da Agricultura, e dos estados de Rondônia, Acre, Roraima, Pará e Maranhão. O Terra Legal é um programa que cuida da regularização de terras públicas na região da Amazônia Legal.

“Foram tratados temas como o nivelamento da situação do programa Terra Legal e as alterações nos procedimentos para desburocratizar os processos de titulação”, destacou a secretária Conceição Andrade. Ela informou que as metas propostas para este ano são a projeção de parcelas georreferenciadas até dezembro de 2012, acumulando as já recebidas (62.923, com 1 a 15 módulos fiscais), o estoque de parcelas georreferenciadas até março de 2012 (37.297, com 1 a 15 módulos fiscais) e a emissão de títulos a partir das alterações do MDA/Incra (12.500 títulos de terra na Amazônia Legal).

    Com relação ao Maranhão, adiantou o secretário adjunto da Sedagro, Paulo Roberto Moreira Lopes, que ficou acertada a realização de um seminário no Maranhão, em maio, para discutir a nova sistemática do Programa Terra Legal, no intuito de agilizar a análise de um total de 1.550 processos que estão em tramitação na Superintendência Nacional de Regularização Fundiária da Amazônia Legal, em Brasília, bem como dos novos processos a serem iniciados”.

Conceição Andrade: reunião com ministro e engajamento quanto às questões agrícolas do Maranhão

Conceição Andrade, também se encontrou com o secretário de Agricultura Familiar (SAF/MDA), Laudemir Muller. Em pauta, a discussão sobre o macro eixo da organização econômica da agricultura familiar, envolvendo a capacidade de produção, mercado interessante e a organização dos espaços de produção.

   Outro assunto abordado foi a importância da qualificação dos empreendimentos da agricultura familiar e a melhoria da gestão para garantir a musculatura econômica da atividade, adiantou a engenheira agrônoma da Sedagro, Marilene Bandeira.

        Em reunião na Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT/MDA), Conceição Andrade ouviu do secretário Jerônimo Rodrigues Sousa, a informação de que o ministro Pepe Vargas vai manter as linhas das grandes intenções pactuadas na gestão anterior.

“Com relação ao programa Brasil Rural, o MDA definiu a realização de oficinas em São Luis e imperatriz para apresentar o programa ao setor público e à sociedade civil, em parceria com a Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário no Maranhão (DFDA-MA)”, informou a engenheira agrônoma e diretora do Departamento de Feiras e Exposições da Sedagro, Leida Souza.
Fechando a rodada de encontros em Brasília, a secretária Conceição Andrade, o secretário adjunto, Paulo Roberto Moreira Lopes e a equipe de assessores técnicos da Sedagro participaram de uma reunião com o coordenador de Comercialização da Secretaria de Agricultura Familiar, Pedro Bavaresco.
Em pauta a construção e implantação de uma política pública de comercialização para o estado do Maranhão. O coordenador enfatizou a importância de um trabalho na base para a criação e organização da cooperativa da agricultura familiar no mercado institucional e também no tradicional.
A secretária Conceição Andrade disse que solicitou a parceria da SAF/MDA com a finalidade de orientar as entidades de produtores sobre a legislação exigida para atender o mercado interno.


Prefeitura de Paço do Lumiar convoca retardatários sorteados no Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’


Por Lourival Oliveira

A Prefeitura de Paço do Lumiar, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SEMDES), está convocando as pessoas contempladas no Programa “Minha Casa, Minha Vida” do Residencial Novo Horizonte I, II, III, IV e V, que ainda não compareceram a Secretaria para HABILITAÇÃO (criação do Número de Inscrição Social NIS) e “confecção de Dossiê” a ser encaminhado a CAIXA, terão até o dia 20 de Abril para se apresentarem ao posto de atendimento localizado na SEMDES, Av. 12, Qd. 110 casa 31, de segunda a sexta feira, das 08 às 14hs, levando documentos pessoais para iniciar o processo de habilitação, visando contrato com a Caixa Econômica Federal. Neste momento estão sendo convocados os sorteados que ainda não compareceram a SEMDES para habilitação e confecção do “dossiê”.

Augustus Gomes:secretário convoca sorteados em programa social
                                                                                           
Segundo o secretário Augustus Gomes estão sendo convocados os sorteados retardatários que ainda não compareceram para habilitação (criação do NIS) e também os que fizeram apenas a habilitação (NIS) e não compareceram para confecção do Dossiê para ser encaminhado a CAIXA. De acordo com Gomes, este chamamento concede um prazo final, até 20 de abril, para que os mesmos não percam a oportunidade, pois o mesmo afirma que após o dia 20, serão convocados sorteados no cadastro reserva para que os mesmos se habilitem e preencham as vagas de acordo com os critérios aprovados pelo Conselho Municipal de Assistência Social em concordância com a CAIXA.

As famílias convocadas devem apresentar as originais e xerox dos seguintes documentos: CPF, certidão de nascimento e casamento, carteira de identidade, carteira de trabalho, título de eleitor, comprovante de endereço, certidão de nascimento dos filhos e declaração da frequência escolar.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB