terça-feira, 29 de novembro de 2011



A PATUSCADA POLÍTICA DE PAÇO DO LUMIAR OU OS POLÍTICOS DE MAMATA NO FRONT DA CORRUPÇÃO


Por Fernando Atallaia


Políticos como Bia Venâncio, Raimundo Filho, Mábenes Fonseca, Gilberto Arôso e grande parte da chamada ‘’Oposição’’ de Paço do Lumiar já mostraram o quanto a ganância e a fome de poder podem levar ao desespero de uma ‘’guerra fria’’ que ganha às ruas do municípioem forma de protestos e clamores, costumeiramente. De um lado, a população requerendo melhorias para a cidade. Do outro, essa mesma população ou parte dela ligada a algum grupo político-partidário de Paço. Não se sabe ao certose há legitimidade nas ‘’reivindicações’’ dos populares, portanto. Mas o caos na infraestrutura de Paço legitima as cobranças. Buracos, desvios, crateras, corrupção há de sobra. E há também um interesse descomunal das figuras que não ocupam cargos públicos, na ocupação da ‘’prefeitura solidária’’. Aquela que sempre recebe mais um bezerro sedento de tetas milagrosas. 


A escrachada e violenta corrida pelo Poder em Paço do Lumiaré virulenta e embrionária. Pega e contamina a todos quantos se aproximam na vontade do ‘’mudar de vida’’,enriquecendo a custa do dinheiro público. Ainda não se viu nada parecido em todo o Estado do Maranhão. Ou há similaridade em todos os municípios? Os poderes Legislativo e Executivo lutando entre si para liderar o ranking do ‘’quemleva mais’’. Ou melhor, como se subtrai mais do Erário Público; do Fundo de Participação Municipale dos Convênios Federais. Há até torcida organizada em porta de fóruns e pseudo-lideranças fortalecendo o coro das esculhambações. As mesmas, que ao toque da propina, podem se tornar parceiras e lideranças da base aliada num tocar de dedos. O jogo sujo naquele município estar mais limpo e claro que todos os jogos: os personagens da patuscada política querem, sem exceção,o Poder para beneficiamento próprio e ascensão financeira. Grana. Sim,eles querem a grana da população. 


Paço do Lumiar agoniza, mas não pode morrer.  É o reduto primeiro do alpinismo social daqueles que desejam se dar bem. E bem na vida, como diz o povo. O mesmo povo que nada diz num  município blindado e rateado por vereadores e secretários de governo de conduta duvidosa e questionável. Mas o Paço não tem pressa. Ele quer renovar-se. E a cada capítulo da convulsionada e espinhosa, porém óbvia política de Paço do Lumiar, mas um sujeito aparece em busca de espaço. Espaço para desdenhar daqueles que detém o Poder. Se leva sorte, este mesmo que acusa e espinafra é o mesmo que roubará estando lá no Poder, ao assumi-lo. Esse comportamento é natural em Paço. Já vem sendo a regra faz muito tempo. 

Já a ’Oposição’’,que poderia destoar dessa conduta viciosa e  rasteira que empala omunicípio ainda não mostrou a que veio. Sem projetos e um programa sério e pertinente de discussão, faz o melhor na arte da politicagem:atira rumo à prefeitura e não no sentido de solucionar os problemas gritantes da cidade. O Governo por sua vez, também nada faz. Deu empate: Paço do Lumiar não tem representatividade em ambos os lados. Mas numa visão ‘’progressista’’ deu muito certo: tem os piores políticos do Brasil ou a grande maioria deles atentos aos esquemas do próprio bolso.


Fernando Atallaia é Jornalista e Editor de ANB Online, Articulista e Colaborador de diversos sites e jornais, escreve para os seguintes meios de comunicação: Jornal A Tarde, Jornal Tribuna do Nordeste, Jornal Pequeno, Correio dos Municípios, Jornal Portal do Maranhão, Jornal O Imparcial, Jornal O Debate e Jornal Correio de Notícias, além de fornecer pautas de Política e Cultura para Rádio, Revistas e Televisão. Mora em São José de Ribamar e também é poeta, músico, cantor e compositor. Tem 32 anos.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores