quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Raimundo Filho, o vendedor de partidos
Ex-vice-prefeito de Paço do Lumiar, Raimundo Filho é recordista de ‘’vendas’’ de partidos no Maranhão;o PHS, do qual Raimundo é presidente, já desfalcou líderes políticos em Governador Nunes Freire e São José de Ribamar. Pelo visto o negócio do político cassado é ‘’vender’’ o partido para quem paga
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
O ex-vice-prefeito de Paço do Lumiar, afastado nas últimas semanas por  práticas ilícitas e atos de improbidade, tem uma queda para o comércio. Raimundo Filho vem desfalcando e enganando grande parte dos líderes políticos maranhenses ao longo de sua jornada mercantilista à frente do Partido Humanista da Solidariedade-PHS. Em Governador Nunes Freire, depois da sigla haver emitido toda documentação referente à organização da comissão provisória no município, Filho não se conteve e armou o boicote que atingiu a todo o grupo de oposição daquela cidade. Sales, o então presidente do PHS em Governador Nunes Freire, conta que teve de ir às pressas à sede do partido em São Luis, localizada no bairro Areinha, para desfiliar-se e pedir ressarcimento pelos danos materiais.” Pensei que estava tudo certo, filiei os pré-candidatos e organizei a diretoria do partido;eu era presidente e acordei sendo um nada, eles nem me avisaram que já tinham vendido o partido para o grupo dominante da cidade; esse PHS é uma farsa, Lá o que fala mais alto é o dinheiro, estou entrando com uma ação contra eles ’’, desabafou.
Outro prejudicado pelas armações ardilosas de Raimundo Filho à frente do PHS é o líder político de São José de Ribamar, Roberto Câmara, para quem o ex-vice-prefeito cassado prometeu consolidar o partido na cidade não cumprindo o prometido. Câmara tomou a mesma iniciativa de Sales e as providências cabíveis para montar o diretório do PHS  em Ribamar. Depois de consolidada a comissão provisória, Raimundo Filho às escuras ‘’vendeu ‘’ mais uma vez o partido para o grupo da situação na cidade e como é de costume do Presidente Estadual do PHS, ainda se escondeu repentinamente não dando nenhuma satisfação do que estava acontecendo. O comportamento sombrio de Raimundo Filho e sua inclinação para  comercializar partidos políticos já vem de longa data, afirmam pessoas que foram enganadas por ele. ‘’ Foi a maior pilantragem o que ele fez, na verdade coisa de bandido, já tinham me avisado que Raimundo Filho vive disso, dessa troca e venda de partido político, fomos lesados e nem mesmo as taxas que pagamos para o PHS eles devolveram, foi preciso que eu acionasse a Imprensa para cobrar nossos direitos, nosso grupo está revoltado mas estamos entrando com um processo por danos materiais e morais contra o PHS e seu presidente'', afirmou Câmara.
Raimundo Filho, presidente estadual do PHS: o negócio dele mesmo é  ''vender'' o partido



O PHS vem sobrevivendo às custas de golpes financeiros à classe política na grande maioria dos municípios maranhenses. A prática, de acordo com um ex-militante que preferiu não ser identificado , é comum na agremiação partidária e conta com o apoio da diretoria estadual. “Eles sempre fazem isso em época de campanha, já vi gente vindo de longe na esperança de se lançar candidato, pagando as taxas de filiação e depois volta revoltada porque eles vendem o partido para quem dá mais dinheiro; o negócio deles é grana, dinheiro vivo; são mercenários e todo mundo sabe que no PHS é assim, esclareceu o ex- militante. O exercício do mercenarismo em época de eleições é uma máxima no Maranhão, mas não levada tão  a sério a ponto de estabelecer um certo profissionalismo no âmbito interno  dos partidos ou mesmo consolidar a visibilidade dessas manobras de corrupção. Pelo visto no PHS, tal procedimento configura-se uma excessão, uma vez que o partido faz questão de deixar claro que a regra é a comercialização das comissões provisórias e direções municipais no jogo do ‘’quem paga mais’’. Portanto, para Raimundo Filho e sua equipe de ‘’trabalho’’ formar diretórios  de partidos nas cidades maranhenses é uma ofensa. Da mesma forma que receber propina e preencher recibos de compra e venda é um elogio.







Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB