terça-feira, 28 de junho de 2011


A devassa na administração de Bia Venâncio confirma  os muitos atos de corrupção da prefeita

 Depois de carros caindo em crateras, moradores sendo engolidos por esgotos a céu aberto e toda sorte de descasos do poder público municipal, agora a população de Paço do Lumiar tem de conviver com a instabilidade política e os constantes maus tratos patrocinados pela prefeitura

Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
       
O município de Paço do Lumiar, um dos quatro que integram a chamada Grande Ilha, vem batendo recordes de audiência no Estado, quando o assunto é a má administração pública dos gestores maranhenses e a ausência de políticas sociais voltadas para o desenvolvimento das comunidades em áreas fundamentais da administração.
     
Nas últimas semanas, os moradores do município tem se mostrado desesperançados e, de certa forma, desesperados em relação ao andamento da gestão Bia Venâncio, que ao certo, não se sabe ainda se continuará.” Ela é cassada hoje e volta amanhã, depois ela cassada de novo e  volta depois, isso aqui virou um problema muito sério, a prefeitura de Paço não trabalha, eles vivem em função da cassação da prefeita, conta a enfermeira Laura Santos, residente no conjunto Maiobão.
      
 O clima de instabilidade, insegurança e o desserviço prestado à população de Paço do Lumiar por parte da prefeitura, chamou a atenção até mesmo de munícipes de outras cidades, como é o caso do Sr Osvaldo Pinheiro, morador do município vizinho de São José de Ribamar.” Eu moro aqui em Ribamar, mas tenho casa e família em Paço, meus familiares tem passado mais que um sufoco, eles estão vivendo um inferno, o pão que o diabo amassou, a prefeita não trabalha, o dinheiro da prefeitura tá indo todo pros advogados que estão lutando pra segurar ela na prefeitura, isso aqui  é caso de  intervenção federal, a mulher é corrupta e ninguém faz nada’’, afirmou o ribamarense.
    
 O caos em Paço do Lumiar é visível. Ruas intrafegáveis, falta de iluminação pública, saúde precária e desordem governamental, além dos inúmeros processos na justiça movidos pelo Ministério Público Estadual contra Bia Venâncio, colocam a cidade entre umas das mais mal administradas do País. Cabe agora saber qual será o próximo lance do incansável MPE no sentido de emplacar justiça e moralidade a um município sufocado pela corrupção, ineficácia e vaidade de seus representantes.

Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores