sexta-feira, 30 de dezembro de 2011


Saudações, queridos leitores de ANB Online!


A Agência de Notícias Baluarte, através do seu portal de notícias e  blog oficial ANB Online, vem desejar a todos um 2012 repleto de realizações, ações positivas e alegrias mútuas. 


Não poderíamos também deixar de ratificar o interesse em continuar mantendo esse nosso contato amistoso, independente e alegre- por vezes denso, tenso mas sempre construtivo, obviamente-, em torno da relação comunicador/público. 


Estamos felizes de termos honrado ao desafio deste quase um ano de jornalismo de ANB Online  no Maranhão junto a vocês leitores, que tornaram-se parceiros, amigos e irmãos nesta caminhada iniciada em 2011. Agora chegou a vez e a hora de agradecermos a todos, que juntamente conosco, fazem de ANB Online o blog referência em São José de Ribamar, tanto em editorias de Política quanto nos demais temas por nós propostos como Cultura, Cidades e outros mais correlacionados. 


Em 2012, pretendemos continuar este trabalho,  respaldados pela participação maciça de sua audiência, queridos leitores. Ah, não poderíamos também deixar de lembrar da votação em nossas enquetes e do vosso comprometimento conosco ao comentarem as matérias, artigos e reportagens postadas. 


Queridos, se pudéssemos retribuir de alguma forma que não a mais imediatista, vocês teriam a certeza que não seria algo fácil, uma vez que o valor e a confiança depositada por vós em nosso trabalho ultrapassa as linhas do inefável e,  assim sendo, pedimos portanto a Deus e ao Espírito Santo que continue a nos iluminar a todos em 2012. 


Boas festas e muitas alegrias no ano que se aproxima. Feliz Ano Novo!


Fernando Atallaia
Editor Responsável- ANB Online 

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O secretário de administração da prefeitura de São José de Ribamar, Rodrigo Valente, é o nosso entrevistado para esta edição da Série Debates do portal de notícias maranhense. Valente estar à frente da pasta a convite do atual prefeito Gil Cutrim- de quem é contemporâneo-,  e  nessa entrevista à  ANB Online ele esclarece os conceitos administrativos da Gestão a qual integra. A entrevista também versa sobre as principais áreas de atuação do Executivo Municipal. O que foi feito em 2011 e o que poderia ter sido feito e não foi realizado. Em tom de balanço, o secretário expôs as razões pelas quais a prefeitura opera a partir de suas secretarias e ainda o plano de Gestão aplicado pelo titular da instituição pública na cidade balneária. Vamos à entrevista.

Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte

ANB Online- Como o Senhor vê a realidade social do município de São José de Ribamar nas áreas da Educação e Saúde, uma vez que a cidade ainda assiste à precariedade de programas que contemplem os muitos bairros ribamarenses e não somente a Sede. A atual gestão pretende descentralizar a prestação de serviços nessas áreas em 2012?
 Rodrigo Valente- Em todas as áreas da administração, graças ao eficiente trabalho iniciado pelo ex-prefeito Luis Fernando e que está tendo continuidade na gestão do prefeito Gil Cutrim, as políticas públicas necessárias chegam nos bairros do município de São José de Ribamar. Só para se ter uma idéia, de 2005 para cá mais de 20 novas Escolas Municipais foram construídas pela prefeitura, ampliando, desta forma, a oferta de milhares de novas vagas na rede municipal de ensino. Somente este ano de 2011, a administração Gil Cutrim já inaugurou três novas Escolas Municipais [a Escola Municipal Raimundo Rocha Leal Júnior, na Vila Tamer; a Escola Municipal do Residencial Olímpico e a Escola Municipal Liceu Ribamarense II, no Parque Jair], ofertando quase mil novas vagas na rede municipal de ensino. O Liceu Ribamarense II, construído, equipado e mantido com recursos próprios do município, juntamente com a Escola Municipal Liceu Ribamarense I, localizada na sede da cidade, formam a primeira rede pública de ensino em tempo integral de São José de Ribamar e do Maranhão. Ambos atendem a 400 alunos oferecendo educação de ótima qualidade. Em 2009, o Liceu I apresentou IDEB de 6.6, um dos maiores do país e que o iguala aos índices obtidos pelas melhores escolas particulares do Maranhão e do Brasil. E o prefeito Gil já concluiu o projeto para a construção da Escola Municipal Liceu Ribamarense III, que será implantada, também com recursos próprios do município, na chamada região das Vilas de São José de Ribamar.
Neste próximo mês de janeiro, o prefeito Gil Cutrim inaugurará mais uma Escola Municipal, a do Alto do Turu, que terá capacidade para atender mais 250 alunos. A prefeitura já licitou a obra de construção da Escola Municipal do Tijupá Queimado e, em breve, a ordem de serviço para o início da obra será dada.
No setor da saúde, os avanços são claros e continuam. Recentemente, o prefeito Gil Cutrim inaugurou a Unidade Básica de Saúde da Vila Cafeteira que, juntamente com outras Unidades implantadas pela prefeitura na região das Vilas, oferece atendimento de ótima qualidade aos ribamarenses. Também recentemente, foi inaugurado o SAMU 192 de São José de Ribamar, que oferece atendimento de urgência e emergência. O prefeito Gil entregou ao povo, no mês de setembro, a primeira Maternidade Municipal de São José de Ribamar, um sonho antigo das mães ribamarenses que, hoje, têm o direito garantido de ter os seus filhos no seu próprio município.
Portanto, com base neste rápido resumo, fica claro que as políticas públicas são executadas de forma descentralizada e sempre objetivando prestar um bom atendimento ao cidadão, que ajuda muito esta administração a fazer com que São José de Ribamar se torne cada vez melhor.
 ANB Online- Qual o balanço que a Secretaria de Administração faz do ano de 2011, diante das inúmeras reivindicações não atendidas principalmente na área da Infraestrutura em diferentes comunidades de São José de Ribamar, a exemplo do bairro Tijupá Queimado, um dos mais antigos da cidade balnearia?
Rodrigo Valente- Nos últimos sete anos, nas gestões Luis Fernando e Gil Cutrim, São José de Ribamar se desenvolveu muito. Ribamar, terceira maior cidade do Maranhão em número de habitantes, tem quase 100 bairros, sendo que mais da metade, e aí o Tijupá está incluído, nunca havia sentido a presença do poder público até 2004. Esta situação começou a mudar em 2005. Ao longo dos últimos sete anos, a prefeitura, mesmo não contando com nenhum centavo de ajuda dos ex-governadores José Reinaldo e Jackson Lago, asfaltou mais de 200 quilômetros de ruas e avenidas de diversos bairros da cidade, dentre eles o próprio Tijupá Queimado.
Somente este ano, a prefeitura pavimentou mais de 70 novas vias de várias comunidades. Estamos, neste momento, executando obras de asfaltamento em vários bairros, como o Alto do Turu, Parque Vitória, Jussatuba, J.Câmara I e II, dentre outros.
São José de Ribamar ainda possui cerca de 1.400 ruas que precisam ser pavimentadas. E esta administração tem compromisso e entende que os moradores destas vias têm o direito de reivindicar.
Infelizmente, o município não tem recursos financeiros disponíveis para executar, de uma só vez, obras de pavimentação em todas estas localidades. Mas a todo o momento, o prefeito Gil pede a ajuda dos Governos do Estado e Federal para que auxiliem o município nesta tarefa.
E temos conseguido obter êxito. Recentemente, a governadora Roseana Sarney, que muito tem ajudado o povo ribamarense, formalizou convênio com o município para o asfaltamento de um trajeto de aproximadamente 20 quilômetros, compreendendo vias de bairros como Villagio do Cohatrac, Itaguará, Alvorada, Santa Terezinha, Vila Alonso Costa, Recanto da Paz, Vila Flamengo.
O município sozinho pode muito, mas pode muito mais quando conta com a ajuda do Governo do Estado. Portanto, com a parceria da governadora Roseana, o povo ribamarense pode ter a certeza que, muito em breve, a prefeitura chegará com mais obras de pavimentação nas localidades que ainda precisam deste importante serviço.
ANB Online- Além da promoção de festas populares como Carnaval e São João, na área da Cultura quais projetos foram implementados e efetivados pela Gestão Gil Cutrim nas comunidades ribamarenses e demais povoados do município?
Rodrigo Valente- A cultura ribamarense foi, é e continua sendo muito incentivada pela administração pública. Festas populares tradicionais, como o Carnaval, São João, Lava Pratos, Lava Bois, Festival do Peixe-Pedra, Tríduo de São José e o próprio Festejo de São José de Ribamar, além de oferecer entretenimento e atrair o turista, movimentam a economia da cidade, gerando mais emprego e renda.
Este ano, por exemplo, São José de Ribamar experimentou o maior e melhor Carnaval tradicional e Lava Pratos de sua história. No tradicional, mais uma vez, as brincadeiras genuinamente ribamarenses foram incentivadas, recebendo de forma antecipada, por parte do poder público, recursos para se prepararem bem para a festa. Os comerciantes e empresários estavam felizes, porque tiveram a oportunidade de gerar mais emprego e obter mais lucro.
O município, este ano, participou de dois importantes eventos nacionais [o Salão Nacional de Turismo, em São Paulo; e a Feira das Américas, no Rio] onde a cultura ribamarense, as nossas belezas naturais e a nossa rica gastronomia foram divulgadas para o mundo.
A cultura de São José de Ribamar é rica e se fortaleceu mais depois que o poder público, a partir de 2005, começou a incentivá-la, investindo também no sentido de fomentar a economia da cidade.
ANB Online- Porque São José de Ribamar ainda lidera o ranking das cidades com maior índice de subemprego e ausência de programas sociais voltados para a Geração de Emprego e Renda no Maranhão?
Rodrigo Valente- Sinceramente desconheço este ranking que você cita. Todas as ações da prefeitura, de forma direta ou indireta, são voltadas para beneficiar o povo com oportunidade de emprego e renda. Ao longo dos últimos sete anos, as administrações Luis Fernando e Gil Cutrim executaram mais de 450 novas obras em todos os setores do município.
Obras de infra-estrutura, por exemplo, nas quais foram empregadas mão-de-obra ribamarense. Ou seja, o povo trabalhando na obra que beneficiou o próprio povo.  
Implantamos, em parceria com o Governo do Estado e outras entidades e instituições, uma Agência Municipal do Trabalho, que funciona como um importante elo de ligação com o concorrido mercado de trabalho. Desenvolvemos projetos, como é o caso do Caminhão da Juventude, que capacita gratuitamente o cidadão ribamarense. Só para você ter uma idéia, mais de cinco mil jovens ribamarenses já foram capacitados com cursos profissionalizantes oferecidos gratuitamente e muitos deles já estão no mercado de trabalho.
No rol das políticas públicas direcionadas para valorização dos servidores, realizamos, este ano, concurso público com 400 novas vagas para o quadro efetivo da prefeitura. A pedido do prefeito Gil, o município receberá, em breve, uma unidade do Icefet e um Centro Tecnológico que irão qualificar, ainda mais, a nossa juventude com o oferecimento de cursos técnicos e de graduação.
Assinamos com o Governo do Estado convênio para implantação do Distrito Industrial de São José de Ribamar, que atrairá dezenas de empresas para o município. Estas empresas, que desenvolverão suas atividades com foco na preservação do meio ambiente, irão gerar centenas de novos empregos e muitos deles serão ocupados pelos ribamarenses que, com o apoio da prefeitura e do governo estadual, estão se qualificando para este momento. 
Ou seja, esta administração trabalha tendo como foco principal o bem-estar social e econômico do cidadão e da sua família.   
Rodrigo Valente, Secretário de Administração da prefeitura de São José de Ribamar:entrevista à ANB Online e fortalecimento da imagem de Luis Fernando Silva no município 
ANB Online- Quais medidas a prefeitura pretende adotar  em 2012 para solucionar os problemas e imbróglios presentes na questão do Transporte Público Municipal, onde a cidade não goza de linhas próprias e bem distribuídas?
Rodrigo Valente- O transporte público que serve São José de Ribamar é intermunicipal. Por conta disso, as linhas de coletivo são gerenciadas pelo estado, através da Secretaria de Infra-Estrutura. No entanto, o prefeito Gil Cutrim vem constantemente dialogando com o governo estadual no sentido de melhorar, cada vez mais, o serviço oferecido à população ribamarense. Estas conversas estão bem adiantadas e, em breve, novidades sobre este assunto serão anunciadas.
ANB Online- Como o Senhor analisa o atual momento político da cidade, diante dos supostos rumores implicando secretários da prefeitura possivelmente arrolados a partidos políticos que visam fortalecer a base eleitoral do Governo. É possível dissociar política partidária da administração pública municipal?
 Rodrigo Valente- Desde 2005, São José de Ribamar vive um clima político harmônico, onde o que prevalece é a vontade do povo. É o povo quem governa a cidade. O prefeito Gil Cutrim, seguindo o mesmo exemplo do ex-prefeito Luis Fernando, administra ouvindo o cidadão. E os integrantes deste grupo político, que é o maior e mais forte já registrado na história da cidade, agem da mesma forma, sempre trabalhando pela coletividade.
Questões políticas e partidárias só serão discutidas no ano que vem, quando serão realizadas as eleições majoritária e proporcional. Neste momento, o prefeito, os vereadores e as demais lideranças políticas e comunitárias da cidade estão focados em um único objetivo: trabalhar para fazer com que o município se torne cada vez melhor.
ANB Online- Neste um ano da administração Cutrim, da qual o Senhor faz parte, já é possível deflagrar  um quadro perceptível de desenvolvimento do município e também pontuar as lacunas ainda não preenchidas pela administração local, devido a flagrante demanda de reivindicações da população ribamarense?
 Rodrigo Valente- Este quadro de desenvolvimento é um fato concreto desde 2005. Quando assumiu, em definitivo, o comando do município no final do ano passado, o prefeito Gil Cutrim deu continuidade as ações eficientes que estão contribuindo para que o município continue crescendo e sendo referência no quesito administração pública.
Esta administração completará um ano no próximo dia 30 de dezembro e posso afirmar que, ao longo deste período, executamos importantes obras e ações em todos os setores. Em menos de um ano, foram inauguradas três novas Escolas Municipais; a primeira Maternidade Municipal de São José de Ribamar; a Unidade Básica de Saúde da Vila Cafeteira e o SAMU 192; asfaltamos mais de 70 novas ruas e avenidas de diversos bairros; ampliamos as ações do projeto Caminhão da Juventude; realizamos concurso público; implantamos o novo Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração dos servidores efetivos do município; implantamos o projeto Peixe nos Bairros, que está beneficiando o consumidor e gerando mais renda e emprego...enfim trabalhamos muito com o objetivo de fazer com que São José de Ribamar seja uma cidade cada vez melhor.

ANB Online- Na sua opinião, quais foram os setores que mais cresceram desde quando a atual gestão assumiu a titularidade do Executivo Municipal e quais as áreas que ainda precisam se desenvolver mais?
 Rodrigo Valente- Todos os setores da administração pública continuam crescendo, através das ações eficientes implantadas pelo prefeito Gil Cutrim. Inauguramos mais Escolas Municipais; mais unidades de saúde; valorizamos os servidores públicos com ações importantes como o Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração; descentralizamos, ainda mais, os programas sociais e os direcionados para a juventude; asfaltamos diversas ruas e avenidas; investimos muito na promoção do desporto, da cultura e do turismo. Este grupo político, comandado por Gil Cutrim e Luis Fernando, já fez muito ao longo destes últimos sete anos. Mas temos a consciência de que ainda é preciso fazer muito mais. E o povo ribamarense confia neste grupo político porque sabe que os seus integrantes têm compromisso com o desenvolvimento de São José de Ribamar.
ANB Online- São José de Ribamar é a terceira maior cidade do Estado e compõe-se de mais de 200 comunidades, entre bairros, vilas, povoados e lugarejos. A prefeitura do município e as políticas públicas do Governo já conseguiram chegar a todas essas localidades?
Rodrigo Valente- Com toda a certeza. Em todos os bairros de São José de Ribamar você encontrará uma ação importante da prefeitura. O prefeito Gil administra de forma descentralizada, ouvindo o povo e para o povo. Como já disse anteriormente, muito já foi feito ao longo destes sete anos. Mas ainda é preciso fazer muito mais. E o prefeito Gil, ao longo deste ano, já mostrou que tem compromisso e que irá fazer muito mais, visto que, além das lideranças políticas da cidade, ela conta com o apoio da população ribamarense.
 ANB Online- O que a população ribamarense pode esperar da administração pública municipal para o ano de 2012 e quais as prioridades do Governo Cutrim para este ano?
Rodrigo Valente- Primeiramente, gostaria de desejar um feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações para todos os maranhenses, em especial ao povo de São José de Ribamar. As administrações públicas de São José de Ribamar, nas gestões Luis Fernando e Gil Cutrim, contam com o apoio do povo. Na minha avaliação, quando você tem o respaldo da população, aliado ao comprometimento, uma gestão tem tudo para dar certo. E é por isso que esta administração vem dando certo. Todos os setores da administração são prioridade para o prefeito Gil. E é desta forma que, em 2012, este governo fará uma São José de Ribamar cada vez melhor.





quinta-feira, 22 de dezembro de 2011
Secretário de Orçamento e Gestão de Paço do Lumiar faz balanço do ano de 2011 e aponta perspectivas para 2012
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
Em entrevista concedida hoje(23) ao programa Ponto Final da rádio Mirante AM, o Secretário Chefe de Gabinete, Orçamento e Gestão da prefeitura de Paço do Lumiar, Tiago Arôso, afirmou que o município terá as condições necessárias para dar continuidade às ações e ao trabalho iniciado pela gestão Bia Venâncio no município. ’’Paço do Lumiar tem todas as condições necessárias para continuar no caminho do desenvolvimento e do progresso; as secretarias de nossa administração neste ano trabalharam a todo vapor, diferentemente do que dizem alguns, os que não querem ver o crescimento de nossa cidade’’, disse Tiago.
As vésperas do lançamento das obras de pavimentação asfáltica e calçamento dos bairros Sítio Grande e Maiobão, onde serão contempladas as avenidas 7 e 8, a prefeitura de Paço do Lumiar já definiu o cronograma de ações para 2012, que prevê, além de investimentos em setores como Infraestrutura e demais áreas sociais, iniciativas no campo da Igualdade Social e Cultura.” Vamos cumprir nosso itinerário de forma séria e responsável como estamos fazendo e claro que em 2012 os trabalhos terão continuidade, visando sempre melhorias palpáveis ao nosso povo’’, afirmou o secretário.
Quanto aos imbróglios que envolvem a questão política em Paço, Tiago fez questão de frisar que a Gestão Bia Venâncio foi eleita pela população do município de forma legítima, não estando atrelada a este contexto. ‘’Não podemos nos interessar por uma visão menor e hipócrita que algumas pessoas têm de nossa cidade, usando-a para discussões infrutíferas, irreais e sensacionalistas; fomos eleitos dentro da legitimidade e de  acordo com a vontade popular para trabalhar em prol do município e é com esta finalidade que alimentamos nossas esperanças e força de vontade para trabalhar ainda mais pelo povo que nos elegeu, a este sim devemos satisfações; de forma que a Gestão Bia Venâncio estar no debate das realizações sociais e não no da politicalha sugerida por aqueles que não amam o nosso município ’’, vaticinou.


Em busca da liderança perdida
Cresce a busca por ‘Lideranças’ políticas em São José de Ribamar; Governo goza de mais prestígio junto às comunidades e a Oposição, fragmentada, vê gradativamente seus supostos líderes alimentarem a base da Situação rumo à reeleição em 2012
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
Eles juraram fidelidade eterna aos seus prefeitáveis e durante anos defenderam um discurso vazio, reticente e burlesco contra os governos que se instalaram em São José de Ribamar desde 2005. Tornando-se sombras de nomes como Júlio Matos e J. Câmara partiram dos fóruns pessoais, íntimos e beiraram o ridículo ao propalar( mesmo que entre quatros paredes) um reclame sem proposta e fundamentação sociopolítica na cidade balneária. Hoje bem comportados e alojados em outro plano, mostraram o que queriam e o que quer a grande maioria: a mesquinhez da venda de apoio em troca de barganhas financeiras e ‘’cargos’’ públicos na prefeitura do município.
Nomes como Bit Carneiro e Júlia Zaidan, ex-vereadores professantes de uma fé incomensurável no ex-prefeito cassado Júlio Matos, representam o advento de uma velha e sempre atual realidade que comprova o discurso falacioso do Governo e da anêmica Oposição da cidade: a realidade do escambo eleitoreiro, onde o que vale é a oferta de benesses e dinheiro público em detrimento das falas oposicionistas, que mesmo falsas, tentam persuadir a população rumo aos inverossímeis ideais de mudança e progresso.
Pura Balela. O povo de São José de Ribamar continua sem perspectiva e sabe disso. De um lado, o Governo trabalhando na morosidade e na péssima prestação de serviços, principalmente nas áreas da Saúde, Infraestrutura, Geração de Emprego e Renda, Cultura e Turismo (estas duas últimas nunca apresentaram um plano de ação para o município, sobrevivendo como pastas invisíveis). Do outro, o ribamarense sequer conhece ou reconhece a presença de um grupo de Oposição na cidade. Há um hiato crescente e visível em Ribamar por conta dessa dupla falta de representatividade. Mas com a ‘máquina’ do Governo em mãos e dando cabo às políticas anestesiantes do paliativo, a prefeitura segue adiante e o povo, mesmo descontente, tende a baixar a guarda. Onde não há nada, as migalhas, o risível e o parco são senhores e ainda governam.
A prefeitura hoje se estabeleceu como uma mãe àquelas lideranças reclamantes da dignidade achincalhada pelos líderes da suposta oposição ribamarense. Muitas delas estão a caminho da Sede da cidade em busca de espaço nas fileiras das eleições de 2012. Uma eleição de natureza controversa. Mesmo havendo a certeza da não ameaça de um candidato forte ao Executivo, a instituição pública parece prevenir-se do confronto inexistente. Dos candidatos auto anunciados até aqui, para concorrer às majoritárias com o atual  prefeito, nenhum tem consistência e capilaridade política que demande ou deflagre uma polarização nas próximas eleições. Da mesma forma, que o prefeito da cidade ainda é um ilustre desconhecido para as mais de 200 comunidades ribamarenses, constituídas de bairros, vilas, vielas, conjuntos habitacionais, lugarejos e condomínios.
As lideranças políticas são as chaves mestras para a reeleição dos vereadores e do prefeito municipal ano que vem. As vagas na Câmara aumentaram. Mas também aumentou ou pelo menos se intensificou, em ritmo acelerado, o desgaste de inúmeras lideranças ribamarenses, que de fato nem lideranças são, mas sim agentes barganhadores de votos para políticos locais. O fato é que a população da cidade, como se vê, carece de novos líderes comunitários que não estejam vivenciando o nicho do favoritismo deste ou daquele candidato pasteurizado. Se a estrutura de base de uma eleição vitoriosa é a tão ovacionada e procurada liderança política, há de se perguntar qual a natureza dela e quais os seus valores étnicos em sua comunidade de origem. Liderar a partir de interesses pessoais (ascensão social e financeira) arrebanhando números para as urnas não salvará o município da decrepitude social na qual estar agonizando.
Leva vantagem o Governo, que na esfera intrínseca das eleições é citado pela suposta Oposição da cidade como ‘tendo a máquina’ nas mãos e que por esta razão pode vir a ter êxito no ano que se aproxima. Mas o engraçado, é que nas entrelinhas esta mesma Oposição parece sentir-se seduzida pela tal máquina, uma vez que não apresenta um debate consistente e um programa de crítica e/ou mesmo análise para repensar a cidade, citando a recorrente ‘máquina’ como possível razão de sua derrota no pleito de 2012. Fica claro, portanto que os discursos continuam iguais e co-irmãos. O que mais interessa a ambos (Governo e Oposição) são as eleições ou o desenvolvimento do município? Certamente, o leitor mais simples já tem a resposta e o ribamarense que vem sofrendo as agruras dessa politicalha escrachada agora enxerga somente uma opção: votando em 2012 tanto no candidato do Governo quanto no da Oposição dará no mesmo: uma moeda de mesma cara em busca da mesma coroa.
terça-feira, 20 de dezembro de 2011

 
Leia na íntegra a letra do samba inédito ''O Pé de Pano'', de autoria do cantor e compositor ribamarense Fernando Atallaia  

O PÉ DE PANO


EU NUNCA TIVE VOCAÇÃO PRA  PÉ DE PANO
EU NUNCA PUXEI O PÉ DE NINGUEM
AQUELA MENINA CHORANDO PELOS CANTOS 
É A MESMA MULHER QUE ME TRAIU COM OUTRO ALGUEM

EU NUNCA TIVE VOCAÇÃO PARA SER SANTO
MAS AGORA PRETENDO ME EXEMPLAR
ATÉ O MOMENTO EM QUE ELA LIGA  AVISANDO
QUE ELE FOI EMBORA E NÃO ESTAR

AI EU ME VI DE REPENTE CAINDO NUMA CAMA
NUM LUGAR DESCONHECIDO QUE EU ADOREI
UM CAFEZINHO QUERIDO
A TOALHA DO SEU BANHO
A CASA É SUA EU NÃO DEMORO

   COMO ALGUEM COMO EU PÔDE DE REPENTE
     TER FICADO ASSIM TÃO SEM VERGONHA
                  UM PULADOR DE MUROS DESGRAÇADO
                    ME ENSINOU  A               ACEITAR A CORRERIA
      E DISSE MAIS     UM DIA AMIGO CHEGA O MEU DIA
        HOJE VOCÊ DORME AMANHA EU CHORO


 A MULHER NÃO ERA MINHA
MAS EU GOSTEI DO TEMPERINHO
O CAFÉ ERA BOM E EU JÁ ERA O DONO DA COZINHA
MINHA MÃE SEMPRE ME DISSE
MEU FILHO O ALMOÇO ESTAR NA MESA
MAS O LANCHINHO É BEM MELHOR

SE É ASSIM TÃO PROIBIDO EU ACABO DE GANHAR OUTRA
LIBIDO
A MULHER NÃO SENDO MINHA OU MESMO SENDO
FEZ DE MIM UM CARA DE PAU
UM DIA EU ESQUEÇO O CAMINHO
NO OUTRO DIA EU REAPRENDO

CANSEI DE TRABALHAR ATÉ TARDE
 CANSEI DA DROGA DO TERNO E DA GRAVATA
CANSEI DE DAR BOM DIA A MACACO E PEGAR SEMPRE AQUELE MESMO TAXI

UM ATLETA DISFARÇADO E EU NÃO SABIA
O CACHORRO ME MORDIA E EU NÃO CANSAVA
QUERIDO A ÁGUA TA QUENTINHA NÃO DEMORE
UM PÉ DE PANO NÃO PEDE ESMOLA

 MENINO BEM TRATADO SUJEITO EDUCADO BOA NOITE ÀS VELHINHAS DO QUARTEIRÃO
ESSE MOÇO PODIA CASAR COM A MINHA NETA
É SENHORA TODO PÉ DE PANO TEM SUA META
A MINHA É SER FELIZ PELO MUNDO AFORA
UM FUNCIONÁRIO PÚBLICO DO PÚBIS E DAS ANCAS VIRGENS DEFLORADAS
MINHA CASINHA EM CASA ESTRADA E UM PALÁCIO EM CADA ROTA

NEM MORTA COM ESSE EU NÃO CASO NEM NAMORO
UM GALINHA PRA MULHER NENHUMA BOTAR DEFEITO
POXA SANDRINHA PORQUE NÃO UMA CHANCE UM DIA EU ACORDO
SERÁ SE A VIDA NÃO ENSINA QUEM ESTAR ARREPENDIDO
FULEIRO LASCADO FUDIDO LONGE DE MIM MINHA MÃE JÁ FICOU CONTIGO

COMIGO NINGUEM FICA COMIGO NINGUEM MORA
EU SOU MAIS QUE UM ABRIGO
MAS AGORA TO DANDO O FORA
ALGUEM ME CHAMA AO TELEFONE

DIGA O SEU NOME E ENDEREÇO
TODO PÉ DE PANO TEM SEU PREÇO
MAS CUIDADO GAROTA NÃO SE APAIXONE PELO QUE NÃO PODE

O VALOR DO MEU CARINHO É VER AMARRADO O SEU BODE
QUERO SER TRATADO COMO PRÍNCIPE
UM CARA COMO EU MERECE UM BOM VINTO TINTO
E UMA BOCA LINDA DIZENDO PALAVRAS SIMPLES

MENINA EU TAMBEM JÁ TIVE A SUA IDADE
DO ALTO DOS MEUS 32 É BEM MAIS FACIL
VOCE TAMBEM CHEGARA AOS 27
COM ESSE OLHAR DE CADELA ENTRE AS PERNAS
VOCÊ SABE MESMO O QUE QUER
PUXA PEGA AFAGA E MORDE
TODO PÉ DE PANO É AMIGO DA SORTE

DO VENTO DO AR DA MORTE
O RISCO QUE SE SE LEVA NA MEMÓRIA
O RISCO QUE SE PAGA NO ANDAR
EU PEÇO QUE REZE POR MIM E ME GUARDE NA HISTÓRIA
EU PEÇO QUE ME DIGA AONDE CHEGAR

JÁ É TARDE AINDA TENHO UM CHEFE?
EMPREGADO DAS DONZELAS DE 40
PROFESSOR DAS NINFETAS DE 17
DIARISTA DAS CABROCHAS DO COHATRAC
NELAS ENROSCADO SOB UM TETO

DE ZINCO OURO PRATA OU TERRA
O PÉ DE PANO É O DONO DAS TOALHAS
APRENDEU A PLANTAR GRAMA NA RELVA
APRENDEU A COLHER ORVALHOS BEM MAIS TARDE

NÃO ERA PRA SER ASSIM DECERTO
MAS QUEM O ELEGEU SABE DA CARÊNCIA DA PRINCESA
SABE DA TRISTEZA DA DAMA DO GOVERNO
SABE DA LAMÚRIA DA RAINHA
DA BARONESA
E DA GOVERNADORA SABE OS PELOS


E DO AMOR QUE ENCOLHEU?
O PÉ DE PANO JÁ ENTENDEU




Bairro do Caúra ganha indicação para construção de ponte

Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
atallaia.baluarte@hotmail.com

A indicação de projeto que solicita uma ponte interligando o bairro do Caúra ao do Vieira, de autoria do vereador peemedebista Negão, foi posta em votação na última semana no plenário Aldenor Nojosa e teve aprovação unânime dos demais vereadores da casa. ''É para facilitar o acesso e o intercâmbio comercial e cultural entre os moradores do bairro Caúra e o Centro da cidade, que ficam equidistantes  e claro promover a interatividade entre ambos os bairros'', disse Negão.

O bairro do Caúra é constituído de mais de 200 casas, onde habitam moradores que vivem da pesca e do turismo local. Alí também há a presença de praias e restaurantes, além de bares e piscinas naturais. Uma atração aos fins de semana, o bairro oferece aos visitantes a comodidade e a hospitalidade de sua história e cultura, que é repleta de lendas, causos e contos populares sobre a praia e os pescadores ribamarenses que frequentam e trabalham naquela  comunidade.

                                                                                                  






Câmara de Ribamar promove exposição de Uendell Rocha

Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte

 A exposição de pintura e desenhos do artista plástico Uendell Rocha, incluíndo caricaturas e charges dos 11 vereadores da câmara municipal de São José de Ribamar, integra o planejamento daquela casa legislativa voltado para iniciativas culturais e promoção artística no município. Beto das Vilas, presidente da câmara fala sobre a exposição. “A câmara de vereadores entra em recesso este ano, promovendo um artista local, que muito nos orgulha de sua atividade na cidade e Brasil afora; é uma iniciatica do âmbito interno da casa, a qual pretendemos dar continuidade em outros momentos  em 2012'', disse.

Os vereadores homenageados pelo artista foram, além do presidente da casa, os adins Nonato Lima, Lázaro, Marlene Monroe, Artuzinho, Henrique Queen, Elisabeth Malheiros, Djalma, Lindoso, Zé Lima e Negão.'' É uma forma de brincar e descontrair, visualizando e retratando a realidade do Legislativo, sem aquela postura intacta do dia a dia;procurei utilizar a charge e a caricatura como meios pictóricos  para desacralizar a imagem dos vereadores e levar mais leveza e ludismo às peças, explicou o pintor.

Natural de São José de Ribamar, Uendell Rocha pinta desde os 5 anos de idade, época em que fazia os primeiros rabiscos de tudo o que via pela frente. Atualmente, ele possui ateliê na cidade balneária, próximo ao santuário de São José de Ribamar.

O artista plástico já viajou por diferentes países, entre eles França, Bélgica e Portugal, e já mostrou seus quadros em programas de televisão. Há alguns anos esteve no programa da apresentadora Ana Maria Braga, da Rede Globo. Ele já recebeu também vários prêmios, entre eles o de melhor artista plástico na exposição Tambores do Maranhão.

Uendell Rocha já expôs também em várias cidades do interior do Maranhão. “Quando estou desenhando, vivo aquela emoção e é como se eu estivesse vivendo aquela cena”, revela o artista.

 Serviço:
O que: exposição Arte na Câmara do artista plástico Uendell Rocha
Onde: Câmara de Vereadores de São José de Ribamar
Quando: hoje às 17h com coquetel e apresentação das obras
Mais Informações: (98)8801-2552/8217-1161

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011
 
A Privataria Tucana nas redações da Realidade
 
Por Jorge Furtado
 
 
Terminei de ler o extraordinário trabalho jornalístico de Amaury Ribeiro Jr., “A Privataria Tucana”, (Geração Editorial), o livro mais importante do ano. Para quem acompanha a vida política do país através de alguns blogs e da revista Carta Capital, não há grandes novidades além dos documentos que comprovam o que já se sabia: a privatização no Brasil, comandada pelo governo tucano, foi a maior roubalheira da história da república.

O grande mérito do livro de Amaury é a síntese que faz da rapinagem, e a base factual de suas afirmações, amparadas em documentos, todos públicos. Como bom jornalista, Amaury economiza nos adjetivos e esbanja conhecimento sobre o seu tema: o mundo dos crimes financeiros.

A reportagem de Amaury esclarece em detalhes como os protagonistas da privataria tucana enriqueceram saqueando o país. De um lado, no governo, vendendo o patrimônio público a preço de banana. Do outro, no mercado, comprando as empresas e garantindo vida mansa aos netos. Entre as duas pontas, os lavadores de dinheiro, suas conexões com a mídia e com o mundo político.

Protagonistas
Os personagens principais da maracutaia, fartamente documentada, são gente do alto tucanato: Ricardo Sérgio de Oliveira (senhor dos caminhos das offshores caribenhas, usadas pela turma para esquentar o dinheiro), Gregório Marin Preciado (sócio de José Serra), Alexandre Bourgeois (genro de José Serra), a filha de Serra, Verônica (cuja offshore caribenha, em sociedade com Verônica Dantas, lavou pelo menos 5 milhões de dólares), o próprio José Serra e o indefectível Daniel Dantas. Mas o livro tem também informações comprometedoras sobre o comportamento de petistas (Ruy Falcão e Antonio Palocci), sobre Ricardo Teixeira e sobre vários jornalistas.

A quadrilha de privatas tucanos movimentou cerca de 2,5 bilhões de dólares, há propinas comprovadas de 20 milhões de dólares, dinheiro que não cabe em malas ou cuecas. O livro revela também o indiciamento de Verônica Serra por quebra de sigilo de 60 milhões de brasileiros e traz provas documentais de sua sociedade com Verônica Dantas, irmã de Daniel Dantas, do Banco Opportunity, numa offshore caribenha.

Alguns destaques do livro:
As imagens do Citco Building, em Tortola, Ilhas Virgens britânicas, gavetas recheadas de empresas offshore, "a grande lavanderia", pág. 43.

Sobre a pechincha da venda da Vale, na pág. 70.

Sobre o grande sucesso "No limite da irresponsabilidade", na voz de Ricardo Sérgio., pág. 73.

Sobre o MTB Bank e sua turma de correntistas, empresários, traficantes e políticos de várias tendências, e a pizza gigante de dois sabores (meio petista, meio tucana) da CPI do Banestado, pág. 75.

Como a privatização tucana fez o governo (com o seu, meu dinheiro), pagar aos compradores do patrimônio público, pág.171.

A divertida sopa-de-nomes das empresas offshore, massarocas intencionais para despistar a polícia do dinheiro do crime, pág. 188.

Os grandes personagens do sub-mundo da política, arapongas que trabalham a quem pague mais, pág. 245.

Um perfeito resumo do que realmente aconteceu na noite dos aloprados, no Hotel Ibis, em São Paulo, pág. 282.

Um retrato completo do modus operandi da mídia pró-serra na eleição de 2010, a partir da pág. 295.

Outro resumo perfeito, do caso Lunus, quando a arapongagem serrista detonou a candidatura de Roseana Sarney, pág. 314.

Sobre para-jornalistas que acabam entregando suas fontes e sobre fontes que confiam em para-jornalistas, pág. 325.

Silêncio da Mídia
O índice remissivo e a quantidade de dados que o livro de Amaury apresenta já o tornaria uma peça obrigatória na biblioteca de quem pretende entender o Brasil. Mas "A Privataria Tucana" também lança um constrangedor holofote sobre a grande imprensa brasileira, gritamente pró-serra, que é cúmplice, ao menos por omissão, da roubalheira que tornou o país mais pobre e alguns ricos ainda mais ricos.

Imagine você o que esta imprensa – que gasta dúzias de manchetes e longos programas de debate na televisão numa tapioca de 8 reais ou em calúnias proferidas por criminosos conhecidos - diria se um filho de Lula, Dilma ou qualquer petista fosse réu em processo criminal de quebra de sigilo bancário. Segundo o livro de Amaury (e os documentos que ele traz) a filha de José Serra é ré em processo criminal por quebra de sigilo bancário. (p. 278)

O ensurdecedor silêncio dos grandes jornais e programas jornalísticos sobre o livro “A privataria tucana” é um daqueles momentos que nos faz sentir vergonha pelo outro. A imprensa, que não perde a chance - com razão - de exigir liberdade para informar, emudece quando a verdade contraria seus interesses empresariais e/ou o bom humor de seus grandes anunciantes. Onde estão as manchetes escandalosas, as charges de humor duvidoso, os editoriais inflamados sobre a moralidade pública? Afinal, cadê o moralista que estava aqui?
quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Prefeita Bia Venâncio recebe premio FAMEM de reconhecimento de Boas Práticas e Gestão

Por Lourival Oliveira
Com revisão de ANB Online

No último dia 14 a Federação do Município do Estado do Maranhão – FAMEM promoveu o Premio Reconhecimento FAMEM de boas práticas em Gestão Públicas e premiou vários prefeitos com destaque para prefeita Bia Venâncio de Paço do Lumiar que se sobressaiu no ano de 2011 com varias realizações na área do serviço social dentro do município no que tange a moradia, a assistência pessoal e o apoio às atividades culturais de algumas comunidades como as comunidades quilombolas de Paço do Lumiar.
A prefeita Bia Venâncio foi receber seu prêmio ao lado do filho Thiago Arôso e dos seus secretários Augusto Gomes de Desenvolvimento Racial, da Secretária de Educação professora Amélia e do Secretário de Abastecimento e Produção Eduardo Castelo Branco entre outros amigos que foram parabenizá-la de perto pelo reconhecimento.
Com o Secretário de Desenvolvimento Racial Augusto Gomes apoiando e gerindo muitas das ações da prefeitura as políticas públicas sociais, a prefeitura de Paço do Lumiar ganhou destaque no cenário estadual servindo de referência para outros municípios do Estado do Maranhão. Para Augusto, a premiação é um justo reconhecimento do trabalho que a administração de Bia Venâncio já vem realizando desde 2009 quando foi iniciada as inscrições pelo Governo Federal através do Ministério da Igualdade Racial para motivar gestores municipais a dá mais importância para esse tema.

O presidente da FAMEM e prefeito de Itapecuru-mirim Júnior Marreca abriu o evento destacando a importância do premio de incentivar cada gestor público a dá um pouco mais de atenção para esta questão social, lembrou que a valorização das comunidades quilombolas, indígenas e as demais que são assistidas por programas governamentais.
Para a prefeita Bia Venâncio “receber o premio Magno Cruz traz uma grande felicidade, além do trabalho reconhecido, a satisfação como ser humano em ajudar e poder trabalhar para o bom viver de muitas pessoas que já foram esquecidas e sofriam discriminação e hoje tem o respeito devido e igualitário na sociedade”, a prefeita completou prometendo aumentar o âmbito de atuação na área social no município de Paço do Lumiar no ano de 2012.

Poesia Sempre! 

Leia na íntegra  o poema Ele da obra inédita Ode Triste para Amores Inacabados do poeta e jornalista ribamarense Fernando Atallaia

Ele

Todos olham com os olhos dele
Todos sentem como ele sente
Nascido para ser rei mendigo doente
Ele ver aquilo que somos
Que sois entre as paredes

Todos amam como ele ama
E se não imitam até as brechas parecidas
Todos tocam como ele toca
Mas só a ele o sentir e os sentidos

Todos beijam como ele beija
Para serem bocas que nunca viram
Todos gritam quando ele grita
Mas só a ele a língua e o beijo em silêncio

Todos partem quando ele parte
Casam-se calados quando ele casa
Mas ele assombra a solidão e a tempestade
A ele o amar convicto e a beleza aos cantos

Nenhuma dor o alucina certamente
Filho de Deus dos deuses e das majestades
Senhor dos tristes e desesperados
Palavra que o alimente de luz e razão

Todos mentem se ele mente
Mas ninguém mente como ele na guarnição da verdade
A ele todo ódio inexistente e o amor em gotas fustigado
Como sem ele nada se vira se lança se exaspera


Todos menos ele nas fachadas
O esperam as noivas de outrora de hoje e do sempre
Irmão das éguas e das putas disfarçadas
Todas elas o querem ao lado eternamente


Ninguém mais que ele ama mais que todos os obstinados
E só com ele é ter os muitos caminhos para além da dor
Amar sem ele é chorar no dia as madrugadas
A seus pés toda sorte de reclames e a lâmina em flor


Há quem lance as trevas sem conhecer a escuridão
Há quem olhe nele lampiões adormecidos
E no mural que dele surge em presentes apagados
Há a mão que o procura tateante
Com ele a morte e a vida dos instantes
A rigidez equânime dos passados


Assim com ele as muitas aves e as muitas vozes
 Nos voos da beleza e das abóbodas
Me ensinou ele os hemisférios das ideias e do gozar
Assim perplexos alguns sem ele escarnecem
Rejeitados

Ele sabe dos tumores da guerra e da paz dos corações estraçalhados
Todos com ele a nado a nadas de espera
A tudos em troca de nada
Mas com ele o belo é mais belo
E as aves de rapina são passarinhos de calçadas  
Cantarolam por ele e morrem se necessário.

2011



Nº de visitas

Confira a hora certa!

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:

(98) 9 8767-7101

E-mail:

agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com



Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB