segunda-feira, 31 de outubro de 2011
   
O secretariado pífio de uma administração caótica
 Administração de Gil Cutrim caminha sem integração entre Secretarias de Governo e moradores de comunidades ribamarenses apontam interesse eleitoreiro como causa. A discrepância residiria na preocupação dos secretários em “fechar” acordos obscuros em torno da reeleição do prefeito, fazendo às vezes de cabos eleitorais e vassalos de pronto atendimento
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
A inércia e a morosidade que acompanham as Secretarias de Governo da prefeitura de São José de Ribamar na gestão de Gil Cutrim não são uma mera coincidência, ao que tudo indica. Os secretários, de acordo com funcionários da prefeitura que preferiram não ser identificados, estão trabalhando duro. Muito duro, mas em outra direção: a reeleição do prefeito em 2012.
Na última eleição, há dois meses, para escolha dos novos membros do conselho tutelar do município, funcionários e secretários de Gil Cutrim, teriam sido vistos barganhando votos para as chamadas ‘’ chapas do prefeito’’. Uma espécie de prévia do que devem fazer nas eleições que se aproximam. Um dos bairros onde o aliciamento teria acontecido fora a Maiobinha, um dos grandes redutos eleitorais da cidade.
Gil Cutrim: secretariado 'trabalhando' em prol da reeleição
Pelo visto a administração pública local está dividida em suas ações. De um lado prossegue dentro das alusões marqueteiras à figura de Luis Fernando Silva, que para a grande maioria das lideranças políticas ribamarenses, é o exemplo maior do achincalhamento de nomes em potencial ao Legislativo e mesmo à titularidade de secretarias de governo. Luis Fernando é tido como um perseguidor nato de políticos locais. Do outro, o poder econômico e a coerção, são as ferramentas com as quais a prefeitura pode sim tecer suas estratégias óbvias de agrupamento e mapeamento forçado de votos em detrimento da adesão voluntária dos que querem votar pelo direito inalienável que lhes confere a democracia.
Secretário de Assistência Social, Ribamar Dourado: ele responde à vários processos na justiça  e ainda continua no cargo 
O medo é de proporções incomensuráveis, certamente. O medo de perder o Governo para a insatisfação popular e para a Oposição, que aos poucos vem se fortalecendo rumo às eleições majoritárias, faz o grupo governista agir com as armas que tem. E não são muitas. O fato é que o perfil do eleitor ribamarense mudou e com a mudança vêm também outros posicionamentos. A revolução midiática implantada em Ribamar desde 2005, estampada na proa dos jornais, televisões, revistas, programas de rádios e prêmios ilegítimos já não terá o mesmo efeito que obteve nas últimas eleições. Não há mais tempo para recorrer. Já se sabe que São José de Ribamar é hoje uma cidade com péssima prestação de serviços públicos em todas as áreas e que não há plano de governo na atual gestão que trave a ineficácia e o desgarrar de suas secretarias. 
No entanto, os secretários de governo e suas pastas em total desalinho sobrevivem intocáveis. Não por serem bons. A queda de um secretário- e ai todos são questionáveis em se tratando de competência-, ofuscaria ainda mais o falso equilíbrio que a gestão de Gil Cutrim tenta disseminar entre os ribamarenses menos avisados. A estes ribamarenses, a tórrida realidade da cidade e sua lamentável condição de município miserável em setores essenciais da administração pública como Saúde, Infra- Estrutura, Cultura e Educação, mostram uma São José de Ribamar bem diferente daquela cidade exposta nos out-doors e peças publicitárias pagos pela prefeitura, as mesmas peças que não expõem os índices assustadores de um IDH gritante e quase que irremovível que povoa todo município, da Sede à Região das Vilas, Só não enxerga quem não quer!

quinta-feira, 27 de outubro de 2011
Leia na íntegra o poema 'Um Circular na Deodoro', da obra inédita Ode Triste para Amores Inacabados, do  jornalista e poeta maranhense Fernando Atallaia


Um Circular na Deodoro

Para Rita Cadillac, Flávia Alessandra,
Olinda Saul e Maitê Proença

Um jeans apertado lavrando a consciência
O fogo de um Butoh e a dança das trevas naquela calcinha enfiada até o pensamento
Um circular na deodoro às 18 e 30 na tarde de uma sainha sem Versace
E eis-me aqui teso entre pombos e milhos Famigerados

A dama da noite e o senhor das Guajajaras no Ballet urbano das meninas de vermelho e preto
Não que eu devore sozinho tais imagens e aqueles olhares sem destinos
Mas é que a noite me cobre de verdades assim como a seus leopardos
Eu mesmo um deles entre muitos que afloram
Rita Cadillac: ex-chacrete é homenageada em poema que ilustra a busca noturna do prazer
 Um circular na deodoro também nos    ensina o caminho das tigresas
E nas brenhas dos grelinhos umedecidos Sabemos da velocidade que percorremos e onde encontrá-las
Delícia de boca tem mais delícias que pêssegos e maçãs
Um seio apontando minha cintura desce até o umbigo que me erra
Aviso que o paraiso é mais embaixo e procuro ser engolido vivo
Assim como foi no início será para sempre
Fervor pólvora estopim ardência
2002

domingo, 23 de outubro de 2011
       
                     Todos os mundos de Eliseu Cardoso
Conhecido por canções de alto labor estético, o músico Eliseu Cardoso é um dos maiores letristas  de sua geração, ao lado de nomes como Nato Silva, Riba Salgueiro  e Chico Nô; o artista prepara novo show em breve, após o memorável lançamento do segundo álbum ‘’Alma Negra’’
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
Um artista plural e multifacetado. Assim é Eliseu Cardoso, que do alto de sua pesquisa cosmopolita nas áreas do humanismo tem brindado o público maranhense com o melhor da produção musical universal, repleta de tambores e sofisticação sonora. Desde o seu disco de estréia ‘’Todos os Cantos'', de 2003, até o recente trabalho do compositor ‘’Alma Negra’’ do ano de 2010, Eliseu vem mostrando uma vigorosa proposta conceitual na conjuntura cultural do Estado.
A biografia do intérprete fala por si mesma. Nascido no município de Pinheiro, Cardoso participou dos principais eventos de fomentação da música brasileira dentro e fora do Maranhão. Em 1992 foi uma das gratas revelações do FESMAP, principal festival de música da sua cidade natal. Já em 2008, passadas quase duas décadas da premiação inicial do músico,  o compositor arrebatou o 1° lugar em um dos mais disputados festivais de São Luis, o João do Vale. Naquele ano a música premiada foi ‘’Redemoinhos’’.
Eliseu Cardoso: música que perquire as entranhas do Ser em todas as investidas do artista
Eliseu Cardoso é autor de mais de 200 composições e, além de cantor também é contista e cronista. Escreve com os olhos voltados para os problemas sociais mais gritantes sem contudo distanciar-se da esfera íntima das relações amorosas, onde é  mestre da composição romântica. Um romantismo cru e desnudo que perquire as entranhas do ser em músicas de densidade rítmica acentuada. Eliseu passeia por gêneros musicais como Samba, Rumba, Salsa e Jazz com a suavidade de quem está em casa.
As duas obras do compositor foram lançadas com grande receptividade de público e crítica. Em 2005, Cardoso foi indicado ao Prêmio Universidade na categoria ‘’Destaque/compositor”, que premia grandes letristas maranhenses lançados em disco. Para este ano, o artista promete um novo show com integrantes de sua geração(Geração 90 da MPB no Maranhão) e ainda o lançamento de grande parte de sua produção literária, que já contabiliza três livros inéditos.


A obra musical de Eliseu Cardoso e a Crítica

“Há muito tempo não via aqui na Ilha um trabalho tão bonito”
 Tutuca (cantor e compositor)
  “Elizeu canta os hemisférios povoados de lutas e belezas em constante ebulição, canta os povos oprimidos e as almas que arrastam arestas em suas existências. A obra de Elizeu Cardoso vem se acrescentando ao cancioneiro popular brasileiro no Maranhão como uma das mais densas, fecundas e necessárias ao contexto cultural maranhense da atualidade”                                                                        
 Fernando Atallaia (jornalista, poeta e compositor) 
 “Metáfora de sons latinos e caribenhos, a música de Elizeu Cardoso revolve com sutileza o húmus sob o qual sobrevivem entrelaçadas as raízes africanas universais”.
                                                                      César Teixeira  (cantor, compositor e jornalista)
“Fiquei maravilhado! Me remeti as sonoridades africanas. Voz belíssima e muito bom gosto nos arranjos”
                                                                       Gérson da Conceição (produtor e baixista)

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

O fortalecimento do maior grupo de Oposição de Paço rumo às eleições de 2012
  O presidente do Partido Republicano-PR em Paço do Lumiar, Prof. Josemar, vem se destacando nos últimos anos como o principal postulante ao cargo maior do Execuivo daquele município; Josemar  lidera a última pesquisa eleitoral realizada em Paço mas sua representatividade tem ido muito além dos números
  Por Fernando Atallaia com informações do Blog do Gilberto Léda
   O pré-candidato do Partido Republicano (PR) à Prefeitura de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro lidera com folga a última pesquisa eleitoral realizada no município.

Contratada ainda em agosto, a consulta foi realizada pelo instituo Escutec e aponta larga vantagem do candidato republicano sobre os outros concorrentes.

De acordo com o levantamento, Josemar teria 42% das intenções de votos se as eleições fossem hoje. Em segundo lugar aparece Morais, do PP, com distantes 7%; Alberto Franco – que em agosto ainda era cotado – tem 6%; Gilberto Aroso, 5%; e a atual prefeita, Bia Venâncio (PDT), tem apenas 2,5%.

Prof. Josemar: ladeado pelo deputados estaduais Raimundo Louro e J. Pinto; apoio dos republicanos e grande representatividade em Paço
Josemar já foi confirmado como pré-candidato do PR no último sábado (15), em evento realizado no Paço. Nesta quinta-feira (20) esteve na Assembléia, onde encontrou os deputados republicanos Jota Pinto e Raimundo Louro, que reafirmaram apoio à empreitada.


O vereador Rodson Lima (PP), de Taubaté, no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, postou em uma rede social na internet que tem “vida de príncipe” durante uma viagem a Sergipe. Ele comemorou a hospedagem em um hotel cinco estrelas e ainda afirmou que a vida de luxo é paga com dinheiro público

Do Jornal Hoje com informações de ANB Online

Os comentários foram feitos nesta quinta-feira (20) num grupo de discussão criado no Facebook para debater as eleições municipais do ano que vem. “Nesse momento, estamos hospedados em um hotel cinco estrelas, com uma ‘big’ de uma piscina e de frente para o mar. Tudo pago com dinheiro público. O povo me dá vida de príncipe”, dizia a mensagem postada pelo político.

O comentário causou polêmica na cidade. Alguns comentários chegaram a ser ofensivos e o vereador também respondeu no mesmo tom. Segundo Lima, ele está em Aracaju para participar de um encontro com representantes do Legislativo de outras cidades do Brasil. Em entrevista à reportagem da TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo, ele voltou a falar sobre a vida de luxo no Sergipe.
Vereador Rodson Lima (PP), " o princípe"
Vereador Rodson Lima(PP), o ''príncipe'': a corrupção para ele é um negócio
 “Eu descobri que o hotel é três estrelas, mas pra mim é como se fosse um palácio. Eu estou conversando com você na janela e tem uma piscina de 40 metros com cachoeira, é brincadeira?!”, dizia a mensagem postada pelo vereador.
O político também agradeceu ao seu eleitorado. “Vivo a vida de príncipe há 15 anos. Dois motoristas, assessores, celular, assessoria jurídica, gabinete com ar condicionado… Inclusive até postei assim: engenheiros que são formados por Harvard, Yale, Michigan não desfrutam disso que eu desfruto. É muita honra que o povo me dá. Eu sou eternamente agradecido”.
O vereador responde a 14 processos na Justiça Eleitoral e está inelegível para a próxima eleição, mas afirmou que deseja colocar os filhos dele na vida pública.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Notas Rápidas
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
atallaia.baluarte@hotmail.com
De olhos bem abertos
Cresce a expectativa em torno das eleições de 2012. Nos bastidores já se comenta uma possível articulação em torno dos grupos de Oposição, hoje representados por Júlio Filho, Roberto Câmara e Arnaldo Colaço, rumo a uma integração de forças na cidade. Por outro lado, o secretariado do prefeito Gil Cutrim(PMDB), trabalha duro para participar do processo eleitoral: Rodrigo Valente é o presidente pára-quedas do Partido Republicano Progressista-PRP e Eudes Sampaio continua no Partido Trabalhista do Brasil-PT do B manobrando em prol de Cutrim.
PTC de Irmão Domingos se fortalece em Ribamar
O combativo Partido dos Trabalhadores Cristãos-PTC está com a bola cheia no município. Filiou grandes quadros visando às eleições proporcionais de 2012. Por lá agora já se vê nomes como Riba Salgueiro(Tijupá Queimado, Vila Operária e adjacências), Frank Senna( Tijupá Queimado, Vila São Luis, e circunvizinhança),Pastor Paulo(Vila Operária e adjacências)Flávio das Vilas( Vila Cafeteira) e ainda Roberto Câmara. Todos pré-candidatos  nas próximas eleições.
Câmara de Vereadores no debate das eleições
Continua a corroboração na Câmara de Vereadores, em torno da composição para vice na chapa do atual prefeito Gil Cutrim em 2012. O presidente da casa, Beto das Vilas, afirma ser candidato à reeleição, entretanto alguns de seus pares, como é o caso do vereador Negão, da base aliada do prefeito, insistem na idéia da Câmara pôr um nome à disposição do Executivo. Os vereadores Nonato Lima, Arthuzinho e Zé lima são os mais entusiastas da idéia.
Júlio Filho poderá ter vice da Região das Vilas
O pré-candidato a prefeito de Ribamar pelo PC do B e representante do Grupo Júlio Matos já anunciou articulação descentralizada. Júlio Filho poderá ter como vice uma liderança da Região das Vilas, com a qual poderá compor no intuito de dá maior abrangência e adesão à sua candidatura. O nome escolhido, guardado a sete chaves, continua em off mas já foi definido, afirmam coordenadores do político.

 Vereador de Paço do Lumiar pode estar envolvido em morte de empresário


Por Wellington Rabelo
Do Jornal Pequeno
O vereador por Paço do Lumiar, Edson Arouche Júnior, o “Júnior do Mojó”, de 42 anos, pode ter participado da trama que culminou na morte do empresário Margeon Lanyere Ferreira Andrade, 45, na manhã da última sexta-feira (14). Júnior do Mojó foi citado pelo caseiro Roubert Sousa dos Santos, conhecido como “Louro”, 19, em depoimento à Polícia Civil, como uma das pessoas que estaria fazendo ameaças a Margeon Lanyere junto com o corretor Elias Orlando Nunes Filho, 57.
Na noite de ontem, o parlamentar prestou depoimento na Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC). De acordo com o delegado Sebastião Uchoa, Júnior do Mojó negou seu envolvimento na morte do empresário e na falsificação de documentos para a venda do terreno onde Margeon foi morto e enterrado.
Entretanto, como disse Uchoa, o vereador confirmou que conhece o corretor Elias Orlando e que os dois trabalham juntos faz algum tempo, com transações imobiliárias. O delegado disse que Júnior do Mojó já responde por um processo na comarca de Paço do Lumiar por conflitos de terras, o que o deixaria em uma situação bastante delicada. “Nesta quinta-feira, vamos pedir a folha corrida dele à comarca daquele município e daremos sequência às investigações”, afirmou Sebastião Uchoa.
Júnior do Mojó: em depoimento, o vereador negou envolvimento na morte do empresário
Ameaças de bandidos – Em seu depoimento à polícia, o caseiro Roubert dos Santos afirmou que ouviu Margeon dizer que estava sendo ameaçado de morte por um grupo de bandidos, citando como supostos responsáveis Elias Orlando e o vereador Júnior do Mojó. Roubert informou ainda que o corretor foi várias vezes ao terreno lhe ameaçar, ordenando para que o rapaz saísse do local ou então ele iria usar uma carregadeira para destruir o muro do terreno.
O caseiro disse ter sido procurado duas vezes por Elias Orlando, e que este ofereceu dinheiro para Roubert matar o empresário, mas ele não teria aceito. Em uma das ocasiões, o corretor teria ido ao local em uma SW4 prata, com mais três pessoas que não saíram do veículo, tendo dito que o terreno era dele e oferecido R$ 5 mil para Roubert assassinar Margeon.
Ontem, um casal de Imperatriz procurou a SPCC para denunciar que teria sido a quinta vítima a comprar o terreno que pertencia ao empresário assassinado. Segundo o delegado Sebastião Uchoa, o homem e a mulher disseram ter comprado parte das terras do corretor Elias Orlando pelo valor de R$ 53 mil, no dia 27 de julho deste ano. “Essas pessoas não sabiam que o lugar já havia sido vendido. A descoberta aconteceu somente quando Margeon percebeu algo errado devido ao casal ter pagado uma pessoa para limpar o terreno, que era dele. Foi, então, que ele mostrou seus documentos de escritura e registro de imóvel ao casal”, revelou Uchoa.
Diante dessa situação, de acordo com o delegado, foi constatada a falsificação de documentos envolvendo corretores e cartórios. E por esses fatos, Sebastião Uchoa disse que existe a possibilidade de se estar perante uma grande quadrilha de grileiros na Ilha de São Luís.


PACIENTES SOFREM COM FALTA D’ÁGUA EM HOSPITAL
Do Icatunet com informações de ANB Online
O novo Secretário de Saúde, José Raimundo Cantide, assumiu o cargo há alguns dias e logo começou presenciar a calamidade da saúde pública municipal.O hospital recém-reformado, através de um convênio Estadual e executado pelo município de quase MEIO MILHÃO de reais, já vem apresentando o primeiro problema.
Secretário José Raimundo Cantide: mal assumiu a pasta, a água já faltou
Segundo relatos de pacientes e funcionários, o hospital está funcionando sem água há alguns dias. As gestantes estão sendo transferidas para a cidade de Morros, aproximadamente 12 km, para atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Governo do Estado.
Juarez Lima: gestão marcada por corrupçao faz do prefeito um dos piores do País
De acordo com os funcionários, falta água até para lavar material cirúrgico. A pergunta que fazemos é: porque uma reforma de quase MEIO MILHÃO de reais não priorizou uma necessidade tão essencial? Icatu é um dos municípios maranhenses que mais sofre com as conseqüências da corrupção no Estado, ao lado de Paço do Lumiar, que lidera o ranking.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Oposição e problemas internos no grupo do prefeito podem dificultar projeto de reeleição


Por Robert Lobato

Há um chargão no Marketing Político que diz haver duas formas de um candidato perder uma eleição: uma é achar que já perdeu; a outra é o que já ganhou.
O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PMDB), poderá incorrer na segunda forma, ou seja, perder a reeleição por achar que já ganhou.
O blog ANB On Line, editado pelo colega Fernando Atallaia, faz uma análise sobre o momento político atual em Ribamar e mostra que o atual prefeito não terá esse “refresco” todo nas eleições de 2012.
Prefeito Gil Cutrim: não terá facilidades para a reeleição
Ao contrário do que pode parecer, há oposição na cidade balneária de Ribamar. Ao menos três candidatos oposicionistas se movimentam para enfrentar Gil Cutrim. São eles: Arnaldo Colaço (PSB); Roberto Câmara (PTC) e Júlio Filho (PC do B), sem falar na possível candidatura de um nome do recém criado Partido da Pátria Livre (PPL) e ainda na possibilidade do PT também apresentar canditura para concorrer a eleição majoritária.
Entretanto, as oposições desejam criar um ambiente político que permita a unidade e consequente apresentação de uma única candidatura para enfrentar o prefeito Gil Cutrim.

CONTRADIÇÕES NO GRUPO DO PREFEITO

Não bastassem as várias candidaturas de oposição, o prefeito Gil Cutrim enfrenta ainda algumas contradições e alguns problemas que podem comprometer o seu projeto de reeleição.
Umas dessas contradições, por exemplo, é a indicação do vice na chapa do atual prefeito.
Gil Cutrim trabalha com a possibilidade de construir a candidatura de vice-prefeito com a Câmara Municipal, o que não agrada nadica de nada o grupo do ex-prefeito Luís Fernando, que tem planos diferentes e não abre mão dessa indicação.

Luis Fernando: não aceitará ser passado para trás pelo grupo Cutrim
Soma-se a isso, a atuação, ora nos bastidores, ora escancarada, do pai de Gil Cutrim, o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Edmar Cutrim, que é realmente quem costura os acordos políticos em nome do prefeito, e tenta a cada dia afastar a influência do chefe da Casa Civil, Luís Fernando, da cidade e da administração de São José de Ribamar.
Como se pode vê, não é tão confortável a situação política do prefeito Gil Cutrim, pois a postura de “já ganhou” associada com os problemas internos no “grupão”, podem vir a ser exatamente a causa de uma derrota que, para muitos, é tida como improvável. Mas não é bem assim não…




PGR pedirá ao Supremo inquérito contra ministro do Esporte


Laryssa Borges
  Direto de Brasília
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, informou nesta quarta-feira que deverá encaminhar ainda esta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de abertura de inquérito contra o ministro do Esporte, Orlando Silva (PCdoB). No pedido para a instauração do processo, o chefe do Ministério Público Federal irá elencar uma série de diligências para buscar comprovar ou não o envolvimento do ministro em um suposto esquema de corrupção para a liberação de recursos públicos para organizações não governamentais (ONGs).
"Considerando a gravidade dos fatos noticiados eu deverei estar requerendo nos próximos dias a instauração de um inquérito no Supremo Tribunal Federal ainda nesta semana", disse ele, evitando, no entanto, atestar a veracidade das denúncias contra Orlando Silva. "Nós estamos ainda num momento em que não podemos afirmar a veracidade desses fatos. Agora, os fatos noticiados, se verdadeiros, são extremamente graves. O certo é que a gravidade dos fatos é tamanha que se impõe que se possa examinar os fatos esse inquérito no STF."

De acordo com o procurador-geral, é possível que ele peça que o inquérito existente contra o governador do Distrito Federal e antecessor de Orlando Silva no Esporte, Agnelo Queiroz (PT), também passe a tramitar na Suprema Corte. Agnelo responde a processo no Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suposta propina na pasta do Esporte.
"Estamos neste momento examinando isso. Hoje passei a manhã examinando esse aspecto e é possível, sim, que a procuradoria-geral da República peça aqui o inquérito que existe relacionado ao governador e que se encontra no STJ e que o STF peça ao STJ a remessa ao Supremo desse inquérito tendo em vista aparentemente um relacionamento muito intenso entre os fatos", afirmou.

Orlando Silva: encurralado por denúncias, ele nega acusações e sugere armação
O denunciante do suposto esquema do qual Orlando Silva faria parte, o policial João Dias Ferreira, foi um dos cinco presos em 2010 pela polícia de Brasília sob acusação de participar de desvios de recursos destinado a um programa da pasta. Investigações passadas apontavam diversos membros do PCdoB como protagonistas das irregularidades, na época da Operação Shaolin, mas é a primeira vez que o nome do ministro é mencionado por um dos suspeitos. Ferreira, por meio da Associação João Dias de Kung Fu e da Federação Brasiliense de Kung Fu, firmou dois convênios, em 2005 e 2006, com o Ministério do Esporte.

Em entrevista à revista Veja, Ferreira disse que o esquema utilizava o programa Segundo Tempo para desviar recursos usando ONGs como fachada. Orlando Silva foi apontado como mentor e beneficiário desse esquema. As ONGs recebiam verbas mediante o pagamento de uma taxa que podia chegar a 20% do valor dos convênios. Conforme a acusação, o ministro teria recebido, pessoalmente, dentro da garagem do Ministério, uma caixa de papelão cheia de cédulas de R$ 50 e R$ 100 provenientes da quadrilha. Parte desse dinheiro,  acusa a revista, foi usada para pagar despesas da campanha presidencial de 2006.

    Leia na íntegra o poema ‘Vaticano’ da obra inédita Ode Triste para Amores Inacabados do poeta e jornalista maranhense Fernando Atallaia

Vaticano

Em homenagem a Frei Betto e Papa Bento XVI

O sacerdócio de saias e batinas é pedra sob os Joelhos
Arranca o cálculo a rocha a pedra e goza.

O ministério do prazer é ser parente de maré Crustáceo cortante do humano
Morde lambuza lama e sal aos pés oferta
E goza.
papa Bento XVI : religioso é instigado a sentir prazer carnal em poema erótico
Pureza porca afasta o amor da colher ao  Excremento
Natureza morta delicadeza falha entrave de Vereda
Lança o caminho sobre a trave dos olhos  Arranha o céu

O animal na transparência não se perde por Acaso
Geme ao léu sonha foge
Beija o luar inventa algum sol lambe a beleza E goza.

2009
terça-feira, 18 de outubro de 2011

Vereador de Paço do Lumiar é suspeito na participação de assassinato de empresário

Por Udes Cruz
Do  Atos e Fatos
A justiça mandou a polícia soltar o empresário e corretor de imóveis Elias Orlando Nunes Filho, acusado como mandante do assassinato do empresário Margeon Lanyere Ferreira Andrade. Por outro lado, um vereador de Paço do Lumiar e três policiais do Serviço de Inteligência da Polícia Militar do Maranhão, segundo investigações da polícia, estariam envolvidos no assassinato do empresário de 45 anos, ocorrido na manhã da última sexta-feira (14), na Rua Bonanza, Araçagi (São José de Ribamar).
Ele foi executado com um tiro na nuca, pelo caseiro Roubert Sousa dos Santos, a mando de Elias Orlando Nunes Filho. O caseiro prestou depoimento, aceitando ser incluso no Serviço de Proteção a Testemunha e deu o nome de todos os envolvidos. O delegado Sebastião Uchôa, que preside o inquérito afirmou, ontem, que não poderia dar os nomes dos envolvidos, para não atrapalhar as investigações, mas não negou quando foi indagado sobre o vereador e os PM’s.
Delegado Sebastião Uchôa: nome de vereador não revelado para não atrapalhar investigações
Um experiente corretor de imóveis informou, ontem, ao jornal  ATOS E FATOS, que qualquer pessoa que pretenda fazer negócios com terrenos na área do Araçagi, deve ter muita cautela e investigar bastante a procedência do imóvel, já que ali existem muitas falcatruas, como é o caso de terrenos vendidos para mais de uma pessoa, o que ocorreu no caso do assassinato de Margeon Andrade.
Embora o delegado não tenha revelado, o ATOS E FATOS apurou que o vereador que estaria envolvido no assassinato atua no município de Paço do Lumiar e teria ligações com o bairro Mojó, localizado naquele município da Grande Ilha de São Luis. Soube-se, também, que o vereador de Paço do Lumiar seria sócio do mandante Elias Nunes. Quanto ao suposto envolvimento de policiais militares, não foi possível apurar os nomes do acusados.








Série Debates: Zé Lima
O vereador Zé Lima vem passando por maus bocados desde a perda da presidência do Partido Socialista Brasileiro-PSB em Ribamar para o jovem ativista social Gledson Pinheiro. Nas últimas semanas, Lima sofreu as conseqüências do desgaste junto ao município e as críticas feitas a ele em relação a sua conduta ‘oposicionista’ vem se acentuando, de forma a deixar claro que o ex-líder da oposição na Câmara, segundo ribamarenses, não realizava o que grande parte da população esperava ser feito: o direito à imparcialidade e ao contraditório a partir de denúncias, questionamentos e cobranças direcionados ao Poder Executivo local. O hiato gerado pela ausência de oposição partidária na cidade, ao que tudo indica, catapultou a saída do vereador da sigla socialista. Uma decisão do diretório estadual. Nessa breve entrevista, ANB Online procurou elucidar à opinião pública as razões dos impasses e imbróglios que norteiam a questão. A entrevista será publicada sem as respostas do vereador, uma vez que Lima não respondeu às perguntas propostas pela equipe de jornalismo de ANB Online. Fica aqui em aberto o espaço para as possíveis respostas. Vamos à entrevista.

Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte

ANB Online - A população espera que parlamentares de oposição direcionem suas inquietações e cobranças também para o plano externo. O senhor tem sido cobrado em relação a esse governo, a levar suas denuncias às ruas?
Prefeitura realiza Conferências do Idoso e da Segurança Alimentar
Na surdina: vereador Zé Lima, o segundo à esquerda, ladeado por Ribamar Dourado, Frédson Fróz e Nonato Lima, políticos da base aliada do Governo; ele agora estar em casa  

ANB Online- São José de Ribamar tem uma administração que corrobora dos anseios populares e a eles presta contas?

ANB Online- Quais foram as razões e motivações que culminaram com a sua saída da presidência do PSB em São José de Ribamar?



segunda-feira, 17 de outubro de 2011
Diversidade dará o tom às eleições majoritárias de Ribamar em 2012
Município poderá ter mais de 4  candidatos a prefeito; grupo da Situação não esperava tantos concorrentes em uma época em que se prega candidatura única e vitoriosa na cidade
Por Fernando Atallaia
Da Agência Baluarte
O  grupo liderado por Gil Cutrim(PMDB) em Ribamar, tem se esforçado ao máximo para empreender uma possível estratégia que leve visibilidade para uma candidatura única no município. Os esforços, ao que parece, deram com os burros n’água. A cidade deverá assistir nas eleições do ano que vem a uma diversidade de propostas e programas de governo vindos de outros candidatos ao Executivo. Já anunciaram ser pré-candidatos, o ex-petista Arnaldo Colaço(PSB), o ex-socialista Zé Lima, Júlio Filho(filho do ex-prefeito Júlio Matos) e ainda se ventila nos bastidores a tão temida candidatura de Roberto Câmara, representante do grupo do saudoso prefeito J. Câmara, além de um nome vindo do recém criado Partido Pátria Livre-PPL.
Arnaldo Colaço
Colaço: ida para o PSB visa disputa pela prefeitura em 2012
Uma eleição heterogênea como será a de Ribamar em  2012, só tende a melhorar o debate que se arrola ao dia a dia das comunidades ribamarenses. A pluralidade de idéias fornecida pelos prefeitáveis será de grande valia no tocante à abrangência de temas que são pertinentes à população ribamarense, como um todo. No fórum de discussões que se instalará no município, por ocasião das eleições majoritárias, ficará claro que a cidade caminha para repensar suas estruturas governamentais, geográficas e espaciais (áreas limítrofes, outros) históricas e políticas. Ainda é cedo para citar alguns nomes que podem sim ser candidatos ao cargo maior do Executivo, mas estes nomes indiscutivelmente aparecerão em breve.
Gil Cutrim: candidatura do prefeito à reeleição não será fácil
A Situação capitaneada por Gil Cutrim e as forças de Oposição hoje muito bem representadas por Roberto Câmara(PTC)não enfrentarão obstáculos se o objetivo de sua participação nas eleições fluir de forma limpa e legítima. Assim sendo, não haverá motivos para se nutrir inimigos políticos ou pensar o processo a partir de uma certa "disputa litigiosa'', no pior sentido. Ou seja, a idéia de obstáculo não existirá para ambos os lados: Oposição e Situação. Certamente, as cartas postas sobre a mesa serão escolhidas pelo povo e este mesmo povo gozará das condições necessárias para  legitimar o candidato que estiver propenso, em seu projeto administrativo, aos anseios e vontades do eleitorado ribamarense. Uma eleição já previamente anunciada como vitoriosa por determinado grupo político não obedece aos valores democráticos da participação eletiva, um direito da população. Obedece sim, aos interesses particulares e pessoais dos que a promovem. ‘’A conjuntura política de São José de Ribamar precisa respirar em outra direção, apontando para o  mosaico de reivindicações de seu povo’’, afirma o prof. Cláudio Nojosa, residente no Parque Jair. Nessa conjuntura, um painel de programas sociais oferecido despretenciosamente pelos pré-candidatos já é uma grande contribuição ao município.
Roberto Câmara: Líder das Oposições em Ribamar, ele é um dos grandes nomes na disputa de 2012
Portanto, torçamos para que as corroborações em torno de novos nomes ao Executivo continuem. Quanto maior a diversidade de conceitos de Gestão Pública para a cidade, maior também a variedade de propostas apresentadas  para levar solução aos  problemas do município, que como todos sabem, não são poucos. Nivelar por baixo e seguir de forma escusa e sombria rumo a uma suposta vitória alardeada antes de 2012, deste ou daquele grupo político, não é meritoso para o Governo e nem para  a Oposição. O mérito de governar reside imperativo na instância daqueles, que comprometidos com a agenda social da população, se eximem de suas vaidades pessoais e se entregam ao sacerdócio do bem governar. A pauta de cobranças, reivindicações e reclamações estabelecida pelo povo do município, ao longo dessa administração, continuará vivaz e indissolúvel pelo que se vê. Isso mostra que São José de Ribamar precisa ir ao debate. O povo assim o quer.









Nº de visitas

Central de Atendimento

FAÇA PARTE DA EQUIPE DA AGÊNCIA DE NOTÍCIAS BALUARTE

Denúncias, Sugestões, Pautas e Reclamações, ligue:
(98) 9 8767-7101

E-mail:
agencia.baluarte@hotmail.com

atallaia.baluarte@hotmail.com


Sua participação é imprescindível!

Nossos Seguidores

Parceiros ANB